Página 4 de 21 PrimeiroPrimeiro 123456789 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. BOM RELATO , agora mesmo que fico pensativo , estou quase fechando parceria , falta pouco , mais espero mais relatos sobre isso

  2. rsr tb, deu ate medo, mas valeu SH



  3. Citação Postado originalmente por Shturbo Internet Ver Post
    Prezado 1929 e demais colegas, boa noite;
    Há muito venho falando das irregularidades disso, parceria é ilegal, me admira o colega 1929, saber que o colega fraudava os boletos e sabe-se la mais o que para parecer LEGAL e ainda achando isso legitimo!

    Cristiano, fazia tempo que voce não aparecia.
    E cresceu desde aquele tempo pois já tem 16 estações licenciadas, incluindo a sua. Isso é elogiável.
    Como voce citou meu nome como apoiando uma irregularidade nos boletos, me sinto no direito de me defender.
    Por favor, não coloque na minha boca, ( ou teclado ) palavras que não disse. Pelo contrário, expressei minha indignação com o modelo popular de parcerias.
    Se voce ler acima, vai ver que eu não defendi uma irregularidade. O exemplo que citei, só deu problema porque o SCM não dava o suporte necessário e nem emitia NFiscal de SCM. Só cobrava um valor fixo por mês. Quando a fiscalização pediu para ele os comprovantes de remessa dos valores de SCM, ele não tinha, não por culpa dele, mas do SCM. Se ele tivesse isso, teria passado incólume.
    O que estava errado? Concordo com você. O modelo de trabalho é que estava errado.

    Quanto a haver dois valores nos boletos, se voce procurar aqui no forum, foi postada uma resposta da Anatel a respeito disso, onde admite terceirização de cobrança e no mesmo boleto haver discriminação dos valores de cada serviço.
    E se ler com cuidado vai notar que eu também critiquei o modelo comum de "parceria" e até conclamei os companheiros que pensassem bem e analisassem as propostas. Não podemos nos submeter a qualquer proposta.
    A verdade é que existe uma contradição em muitas atuações de SCM. E nisso voce está certo. Só porque tem uma outorga nacional, não significa que estejam atuando verdadeiramente em todas as cidades que dizem atuar. Na maioria do casos o que tem lá é um representante, um franquiado ou um parceiro comercial, seja lá o nome que derem.
    Faço uma pergunta: voce vai em todas estas cidades onde já está presente para executar e fiscalizar todo o serviço prestado? Será que nisso você está certo? Com certeza não, pois quem faz o serviço lá é um franquiado ou um representante, para não falar em parceiro, já que este termo está sendo encarado de forma pejorativa pelas autoridades.
    Não devia ser assim, pois parceria é a palavra de ordem na área econômica. Ninguém faz mais nada sozinho. Quase tudo é terceirizado.
    É uma questão de nomenclatura.
    A Anatel deveria até regular este tipo de prestação de serviço de uma forma mais clara. Ou será que eles acham que os SCM ( com raras excessões) são realmente quem estão fazendo o serviço pesado nos provedores por este Brasilsão afora? Será que você vai lá no Amazonas para assumir a prestação do serviço? Nâo, na prática é exatamente como em qualquer outro terceirizado, ou parceiro. É o terceirizado, o franquiado ou o parceiro que faz tudo, que instala, que dá manutençao, que resolve os problemas do dia a dia.
    Porque então não ficar com a parte maior da receita?

    Na minha cidade e com certeza na maioria, não é a operadora de telefonia que atende diretamente. Sempre tem um preposto para executar o serviço. Quem é este preposto? um franquiado, um representante ou um terceirizado.
    Na minha conta de telefone por exemplo tem sim mais de um tipo de serviço discriminado.
    Tem o serviço de telefonia, serviço de internet e tem lá no final um campo "cobranças de terceiros" onde está o valor pago pelo serviço de provedor de acesso. Este é só para autenticar. Na minha conta é barato porque eu brigo com eles. Mas já vi contas de 120 reais, onde 45 era de provedor de acesso.
    Então não vejo onde possa estar a sonegação. Cada um paga o seu imposto.

    E como voce foi direto comigo, vou ser com voce, com todo o respeito. Não quero provar qual modelo é certo. Mas vejo que precisa haver um denominador comum na formação do preço para o representante ou franquiado.
    Tem que ser bom para os dois lados.
    Eu, na época que voce me enviou uma proposta, não fiz porque na prática não sobrava quase nada para mim. Eu ia trabalhar para os outros e não poderia decidir nada. Só ia ficar faltando voce assinar uma carteira de trabalho para mim.
    Creio que hoje talvêz já tenha mudado alguma coisa, pois notei como disse antes que voce já tem 16 bases licenciadas.
    Apesar de tudo, acho que estamos caminhando no mesmo sentido. Concordamos que o modelo "tradicional" deve mudar. Eu também já fiquei sabendo que algumas SCM estão repensando a forma de trabalhar. O importante é que tudo esteja documentado e efetivamente pago.

    Quanto ao caso do provedor que foi fiscalizado e para não ser lacrado, a SHTurbo assumiu tudo, achei muito estranho. Será que no caso os fiscais foram bonzinhos, já que operar sem a devida licença dá lacre sumário?
    E ainda ser denunciado por outro pirata? O pirata quer mais é que a Anatel passe longe.

    O fato do serviço de telecomunicações ( na área de internet) ser caro, é realmente. Mas isso vai ter que mudar. Com o PNBL vindo aí, não tem como se manter quem não tiver um retorno bom. O governo já bateu o martelo em 35,00 para 512kbps de banda e ainda vai querer que seja 1x10 ou seja vai ter que provar que para cada mega tem no máximo 10 usuários. Quem vai conseguir se manter? Você já pensou em como vai continuar no ramo de franquia?
    Depois desta longa explanação, não quero estabelecer contigo um debate. Me espichei no texto porque você escreveu muito e eu precisava considerar suas palavras.
    Como vê, não tiro sua razão com relação a muitas coisas e tenho a mesma preocupação. Mas daí achar que só você tem razão vai uma distância muito grande. Sei de vários casos onde os companheiros tinham parceria e foram fiscalizados com sucesso.
    Seria até interessante se alguém que não tem SCM própria e foi fiscalizado, que desse sua contribuição ao tema.

  4. Prezado 1929, bom dia;
    É Realmente estive muito ocupado nesses últimos anos, e isso me manteve distante do fórum.
    Vejo que tem muitas empresas e pessoas que me ridicularizaram na época que falei que parceria era ilegal, mais que hoje estão mudando para tal.

    Quanto ao que falei, não quis dizer que Vc apoiava e sim que muito me admira vc achar que foi um erro besta de ambas as parte que o fez ser lacrado. Meu amigo vou dizer de novo, vcs (quando digo vcs, são somente os que não tem scm) não podem serem donos da rede scm, não podem prestar o serviços de scm direto ao cliente, entendam isso, o SVA de forma alguma pode cobra pelo SCM de depois dizer ou realmente repassá-lo ao SCM, tanto é que em sua conta telefônica vem cobrando o SCM da OI e o SVA juntos, mais é a SCM quem lhe cobra e não o SVA na conta dele, entendeu a diferença.

    A forma de cobrança da oi é a correta, pois a OI como OPERADORA SCM pode agregar a cobrança do provedor e outras na dela, já o provedor SVA (os colegas aqui presentes no geral) querem colocar em seus boletos como se tivesses cobrando pela sua OPERADORA SCM parceira e que tal quantia (quantia que muitas vezes são menores que o próprio SVA) e do SCM, cobrado junto com seu SVA e que depois repassaria ao scm, este errado!

    Quanto à metodologia de trabalho da SHTURBO, continua a mesma, nada mudou, adquirimos muitos interessados em abrir um negocio lucrativo onde trabalhariam pouco, já que a SHTURBO é quem faz tudo, nosso franqueado apenas vende o kit e o instala.

    No caso o franqueado do RS , os fiscais não foram bonzinhos não, muito pelo contrario, eles executaram e aplicaram a lei ao pé da letra, se nós não tivéssemos assumido a responsabilidade como sendo tudo da SHTURBO eles teriam lacrado, por a SHTURBO ter SCM os fiscais agiram de acordo e apenas autuou por operar sem estação licenciada e deu prazo de 30 dias para licenciar.
    Bem meu amigo, tentei elucidar o mais simples e curto possível, porém essa conversa é muito delicada e detalhada, não teve jeito....rsrs



  5. Ha sim... meus parabéns pelos 5.500 post, vejo que se tornou muito importante na comunidade, que bom...






Tópicos Similares

  1. SCM Própria ou Associação?
    Por Zucchi no fórum Redes
    Respostas: 11
    Último Post: 10-01-2012, 15:10
  2. Respostas: 0
    Último Post: 27-02-2009, 16:37
  3. Parceria e ou Compartilhamento de outorga (licença scm) é ilegal.
    Por Shturbo Internet no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 39
    Último Post: 12-01-2008, 21:29
  4. Tirar ou Compartilhar Licença SCM
    Por rmmnetwolf no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 06-07-2006, 11:19
  5. Quero comprar uma Licença SCM própria.
    Por Portela no fórum Redes
    Respostas: 4
    Último Post: 18-01-2006, 08:13

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L