+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    O roberto definiu tudo. ( veja o exemplo Sarney)

    E no caso da internet grátis, o problema não é nem se funciona ou não. Isso vai levar alguns meses para o povo descobrir.

    O problema é o estrago imediato. Alguns não terão mais fôlego financeiro quando a maré baixar com esta estória de internet grátis.
    E ela só vai baixar apos o final de 2012. Até lá muito recurso público ainda será canalizado.
    Uhum, exatamente.
    Vou ver se leio a LGT pra ter uma noção desse trem de concorrência.
    To lendo um resumo:
    A regulamentação do setor de telecomunicações no Brasil - Revista Jus Navigandi - Doutrina e Peças
    A necessidade de uma política pública é fundamental para a acessibilidade destes serviços a todos os cidadãos, principalmente pelo fato dos agentes privados agirem movidos por seus interesses individuais. Porém, a incessante busca pelo lucro no sistema capitalista, em grande parte das ocasiões, distancia as empresas da realização de práticas destinadas ao desenvolvimento social.
    Não é viável a um agente econômico privado a instalação de uma linha telefônica incapaz de gerar um lucro superior ao custo despendido para a concretização da atividade. Sendo assim, o consumidor que não gera lucro ao prestador de serviço privado é eliminado deste mercado consumidor, por ocasionar um déficit na relação custo-benefício.
    Para solucionar esta divergência de interesses, a Lei Geral de Telecomunicações separou a prestação de serviços de telecomunicações em dois regimes distintos: o público e o privado. Conforme estabelece o art. 63 da lei, cabe unicamente as prestadores de regime público a obrigação de universalização e continuidade [14].
    No texto fala mais...
    Pelo que entendi, o regime público é obrigado a garantir acesso à todos... Não garante, tive que pagar propina pra ter internet instalada, mas beleza... aos poucos tentam cumprir a própria lei.
    Meio errado o que eles fazem, irá beneficiar grandes, etc...

  2. Citação Postado originalmente por bjaraujo Ver Post
    Hãaaaaa?????
    Tenho um pequeno empreendimento e estou trabalhando para que se torne, em curto e médio prazo, uma empresa de pequeno porte; sim esse empreendimento (o meu) é capitalista[1] pois trás benefício à sociedade seja por prestar um serviço de qualidade, por gerar empregos diretos, indiretos e consequentes[2] e por fomentar o conhecimento e a economia; e melhorando a qualidade de vida dos cliente internos e externos com um sistema (empresa) que funciona.
    Temos que atacar o problema em sua raiz[3], penso que sindicato é uma dor de cabeça, qualquer coisa ligada ao governo é dar mais poder e submeter ainda mais ao governo.
    Aprendi que no sistema capitalista quando a economia oprime o cidadão ele se refugia no estado (não governo) quando a opressão é do estado ele se refugia na economia; no Brasil o governo usa o estado para oprimir o cidadão comum e os empresário e empreendedores.

    1- Os comunistas transformaram o termo capitalista em xingamento, não caio nessa armadilha.
    2- Um funcionário que trabalha e ganha bem ou o suficiente e é educado a gastar com sabedoria, contrata um pintor ao invés de se pintar na reforma da casa.
    3- O governo instalado e suas leis opressivas.
    Boa boa boa!!!
    Sua consequência 2 é uma boa base para reclamação: sem geração de renda, não há consumo. Internet gratis não gera renda, não gera consumo direto (Apesar de que, por exemplo, se possa cobrar por serviços via internet, o que é uma boa ideia, humm)
    Bom pensamento, vou dar uma estudada sobre isso melhor!



  3. Citação Postado originalmente por osmano807 Ver Post
    [...]Internet gratis não gera renda, não gera consumo direto (Apesar de que, por exemplo, se possa cobrar por serviços via internet, o que é uma boa ideia, humm)
    [...]
    O acesso em sí permite o cidadão desenvolver alguma atividade que necessite de acesso à internet mas é só. Uma empresa gera emprego, riqueza (aqui depende do que o cidadão faz com o dinheiro que recebe) entre outros benefícios e dá ao funcionário certa previsibilidade do que ele tem que fazer e de horários; não é perfeito em tudo mas há uma busca pois onde há concorrência real não há espaço para quem são atende o funcionário ou o cliente.
    O freela ou empreendedor individual geralmente não tem horários definidos de trabalho, descanso e lazer e ele, meio que, responde à demanda (uma quase tirania da clientela) e um imprevisto pode causar efeito dominó; são muitos papeis desempenhados e qualidade de vida fica prejudicada.
    Última edição por bjaraujo; 18-05-2011 às 14:14.

  4. é isso ai... boa sorte galera do PR.



  5. ...






Tópicos Similares

  1. controle de acesso por usuario autenticado em pagina http
    Por tecpimenta no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 10
    Último Post: 07-02-2006, 10:31
  2. bloquio de porta por usuário
    Por w00dy no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 9
    Último Post: 12-11-2004, 04:41
  3. Controle de acesso por usuario com o squid
    Por Visitante no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 17-09-2004, 09:36
  4. Determinando quanto de banda por usuário
    Por fernandoc19 no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 27-08-2004, 15:18
  5. Problemas na com script de logon por usuário
    Por d00m no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 22-07-2004, 10:20

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L