Página 4 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234
+ Responder ao Tópico



  1. Marcelo agora esclareceu tudo.
    Com estas atribuições podemos ver como é caro prover e manter o serviço. De modo geral o pessoal se atem só a preços de link, mas organizar e manter pode ser mais dispendioso.

    Normalmente o que se ouve dizer é que proprietários são responsabilizados solidariamente em reparar danos, ou pelo menos as companhias de seguro tentam isso.
    Daí fica uma briga particular entre o proprietário e o engenheiro para um ressarcir o outro.

    É correto isso Marcelo?

  2. 1929,

    Cabe a cada um sua parcela de responsabilidade. Vejamos:
    - Empresário: manter a empresa em dia e legalmente;
    - Engenheiro: assinar os projetos de acordo com as normas técnicas vigentes;
    - Poder público: fiscalizar e fazer cumprir as leis.



  3. sim, cada um tem sua responsabilidade, e quem construir o projeto do engenheiro tem sim sua responsabilidade, imagina se enves de cavar 3m o buraco da base ele cave 1m e com isso o terreno arenoso venha a ceder e a torre a cair..... e o proprietário tambem, pois ele é quem agou pelo serviço, até onde entendo, existem vários casos (quase todos) que a responsabilidade é solidária....

  4. o que o Marcelo frisou é que a responsbilidade é do profissional.
    Se por ex. vamos fazer o alicerce para uma torre. O profissional registrado é quem deverá ir no local e ver com seus próprios olhos como está sendo feito.
    Eu conheço engenheiros que não permitem que fases importantes de uma obra sigam a frente sem que eles antes façam uma inspeção.
    Já outros simplesmente entregam os projetos, assinam também a execução mas não vão mais lá. Sõ os famosos "engenheiros das obras prontas";

    Uma coisa que eu nunca havia pensado é a questão do projeto de SPDA. Um sinistro pode ser causado por uma descarga elétrica e neste caso o engenheiro da estrutura não teria responsabilidade.

    O que eu quiz salientar com 'solidariedade' é porque num primeiro momento todos os envolvidos, proprietário, engenheiro e poder público podem ser arrolados.
    Um processo é que irá determinar as culpas. E isso pode abrir a oportunidade para o proprietário exigir reparação por parte do técnico responsável.
    Mas em principio ninguém pode lavar as mãos.
    E as seguradoras irão cair em cima de quem puder pagar os danos que eles, seguradoras, ressarciram a terceiros.



  5. Boa tarde,

    Há ART de obra e ART de projeto. Caso o engenheiro assine uma ART de obra simplesmente sem acompanhar a execução e sem vistoriar a obra poderá ser penalizado. Caso aconteça um desastre, como a queda de uma torre, o engenheiro será responsabilizado caso fique provado que haja erro na execução da obra ou erro de projeto.

    Caso o engenheiro simplesmente assine a ART de projeto somente será responsabilizado se houver erro no projeto, mas não poderá ser responsabilizado por erros na execução da obra. O engenheiro de execução é que será responsabilizado. Caso não haja engenheiro de execução o responsável ou proprietário da obra é que será responsabilizado por não ter contratado um profissional habilitado.

    Concluindo: Há projeto e execução de obra. São duas responsabilidades diferentes.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 13
    Último Post: 09-04-2017, 23:20
  2. Modelo de projeto de torre autoportante
    Por kleberbrasil no fórum Redes
    Respostas: 62
    Último Post: 15-10-2016, 15:05
  3. Preciso de Projeto de torre auto portante ou estaiada
    Por joceliomarques no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 13-03-2015, 07:01
  4. Respostas: 15
    Último Post: 03-09-2010, 18:04
  5. Respostas: 5
    Último Post: 03-04-2008, 04:30

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L