Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. #21

    Padrão Re:

    "Eles que venham. Por aqui não passam." Emílio Louis Mallet, patrono da Arma de Artilharia.

  2. #22

    Padrão Re:

    Citação Postado originalmente por Jadir Ver Post
    "Eles que venham. Por aqui não passam." Emílio Louis Mallet, patrono da Arma de Artilharia.
    Ficou famosa esta frase dele na batalha de Tuiuti. Ele se preparou para receber o inimigo.

    Temos que fazer semelhante. Nos preparar.... pois teremos uma batalha a frente. O bom disso é que agora já sabemos que armas eles usarão. Fonia + internet



  3. #23

    Padrão Re:

    Bom dia, Carlos. Só um detalhe: telefonia não segura mais ninguém. Digo mais, o modelo estratégico das operadoras atualmente está voltado para internet e mídia, principalmente televisão.

    Como eu sou um cara ligado, to desenvolvendo um servidor de vídeo, com filmes e séries. Quero dar atratividade para o cliente adolescente/adulto, que vai todo final de semana na locadora e pega 3, 4 filmes para assistir em casa. Eu fiz parceria com uma locadora da cidade para me disponibilizar as mídias originais e to descolando uma licença guarda-chuva com um representante dos grandes estúdios. Tudo isso para não me incomodar com direitos autorais.

    O próximo passo no meu planejamento estratégico é o plano básico de 1 mega. Para isso dependo exclusivamente do meu consultor liberar um preço bacana que fecho 40 mega corporativo. Ai sim posso dizer que estou BEM "calçado".

    Outro projeto é o servidor de jogos online. Quero dar atratividade também para a mulecada, filhos dos titulares do serviço, que curtem jogar Age of Empires, Counter Strike, Tibia, Mu, World of Warcraft, entre vários outros games. É um modelo de negócio: tua mãe não diz que tu não para em casa, que sai pra rua pra se "juntar" com quem ela não conhece? Pois é, agora não precisa. Pode fazer bagunça de dentro de casa, porque tem uma empresa que se preocupa com o filho do cliente.

    Além de tudo isso já estou em fase final de desenvolvimento de um guia local online em meu portal, com um catálogo de empresas, atividades, estabelecimentos comerciais, telefones de serviços úteis, horário de ônibus. Os seis primeiros meses de anúncio são gratuitos para a empresa, e após esse prazo a mensalidade será de R$ 9,90. Em troca, eu posso divulgar com panfletos, banners e outros meios a minha empresa em seus estabelecimentos comerciais. Todos ganham, inclusive o cliente, que terá TUDO o que precisa no mesmo site, no mesmo portal.

    Como diz o sargento Rocha, Quem quer rir tem que fazer rir.

    Isso sem falar em projetos sociais e de responsabilidade ambiental. Minhas faturas são todas impressas em papel reciclado, e no rodapé tem a frase Usamos papel reciclado porque nos preocupamos com o meio ambiente. Quando acontece algum evento na associação comunitária do bairro nós somos os primeiros a patrocinarmos. Quando as escolas não tem fardamento ou material esportivo para os alunos jogarem campeonatos nós patrocinamos. Quer dizer, isso é um retorno para a sociedade. É algo que a tua empresa faz para retribuir o incentivo que o cliente cede pra ti.

    Eu acredito que dá sim para competir com essas operadoras. Talvez não em termos de serviços, porque eles são gigantes. Mas dá pra competir desenvolvendo um novo modelo de negócio. Basta pensar.

  4. #24

    Padrão Re: Desabafo de um provedor

    Exatamente, telefonia não segura mais ninguém. Por isso eu disse:

    "O bom disso é que agora já sabemos que armas eles usarão. Fonia + internet"

    Conhecendo as armas deles nós podemos contra-atacar com nossas. E acho que eles não conhecem as nossas. Para as operadoras somos um bando de aloprados.
    Muito boas tuas idéias.
    Nós também temos inclusive cedido gratuitamente sinal de internet para algumas entidades sociais.
    Qualquer hora dessas eu vou aí para conversamos melhor sobre esta questão dos filmes.
    Nós já temos a garantia de acerto com uma locadora local. Mas estes detalhes de direitos autorais ainda não consegui assimilar corretamente como fazer. E não queria arriscar clandestinamente.

    Taí pessoal, preocupação com os grandes precisamos ter, mas idéias estão surgindo para podermos lutar.
    Eu só preciso melhorar um pouquinho mais o meu otimismo, heheheh!!!



  5. #25

    Padrão Re: Desabafo de um provedor

    Depois te tanto ler, nem sei como contribuir.

    Quando eu comecei a 6 anos atrás eu tinha todo o otimismo do Jadir.
    Fiz muitos projetos e quase todos deram certo. Mas nem tudo dura para sempre.

    Tudo tem 2 lados: Prós e contras, quem disser o contrário, precisa se informar melhor.

    Tive muito problema com kit em comodato, cliente que estraga placa antena conector fonte e cabo, cliente que não paga e ainda se acha no direito de dizer que vai te processar porque vc colocou o nome do filho da puta no SPC, cliente que se acha profissional de informática e não passa de um pé rapado, cliente que sai falando sem razão, etc, etc e põe etc nisso.

    Vejo o mercado hj de forma mais realista e não imaginária, acho que por estar caleijado ao longo do tempo preciso ser mais otimista, eu até tento, mas nem sempre consigo.

    A realidade é que no Brasil a maioria das pessoas é PICARETA, HIPÓCRITA, OLHO GORDO, ETC ETC ETC ETC ETC.

    A perspectiva deste mercado não é boa, vou tentando me adequar como posso e vamos ver o que acontece.

  6. #26

    Padrão Re: Desabafo de um provedor

    Talvez eu possa ter exagerado um pouco no meu "desabafo" no topico de desabafo do outro colega... hehehe, mas me decepcionei mais com as pessoas que com o negócio em si.

    Aprendi desde criança que o que é meu é meu, e que nunca devemos subtrair ou causar danos a outras pessoas.
    Agora me vem uns pilantras, estragam minha aparelhagem ou tentam me furtar ela, ficam me devendo mensalidade, e ainda por cima saem falando de mim, como se eu fosse o vagando na história?

    Ou a quantidade de pessoas sem vergonha cresceu demais, ou a concentração delas por aqui está grande viu....
    Última edição por sergio; 23-01-2012 às 15:33. Razão: Quote sem referência



  7. #27

    Padrão Re: Desabafo de um provedor

    Citação Postado originalmente por netosdr Ver Post
    Talvez eu possa ter exagerado um pouco no meu "desabafo" no topico de desabafo do outro colega... hehehe, mas me decepcionei mais com as pessoas que com o negócio em si.

    Aprendi desde criança que o que é meu é meu, e que nunca devemos subtrair ou causar danos a outras pessoas.
    Agora me vem uns pilantras, estragam minha aparelhagem ou tentam me furtar ela, ficam me devendo mensalidade, e ainda por cima saem falando de mim, como se eu fosse o vagando na história?

    Ou a quantidade de pessoas sem vergonha cresceu demais, ou a concentração delas por aqui está grande viu....
    Nao exagero nao ...o mundo e assim mesmo ...e esse topico pode nao ter mudado sua opniao mas deve ter dado pelo menos um pouco de motivaçao ..ampliado sua mente ...a vida continua meu amigo

  8. #28

    Padrão Re: Desabafo de um provedor

    Eu estou começando agora, saiu a minha documentação, a parte burocrática felizmente está no fim, segunda se Deus quiser levanto minha primeira (de muitas) torre(s).

    O modelo de negócios que pensamos desde o início é de competir com as grandes, mas não no varejo, e sim no setor corporativo.

    Explico:
    Quanto custa 1 Mbps dedicado? Se você comprar 10 Mbps, diminuiu o custo? Se você vender 1 Mbps para alguma empresa que precise de maior disponibilidade, poderia vender mais barato que uma grande, dar o apoio inicial, suporte, estrutura e demais coisas agregadas?
    Se as duas últimas foram sim, vocês tem um novo cliente a procurar.

    Quem ai vende serviço de seguridade? Ipcam está barata e vocês já tem a estrutura montada, basta usá-la como portadora local e vender o serviço aos seus clientes.

    Um potencial cliente tem Speedy ou outro serviço e quer o seu serviço de segurança? Vá lá e venda, ofereça serviço agregado e quem sabe ele não vira seu cliente em todos os serviços?

    Li todo o post, vi os pessimistas, otimistas, exaltados e calmos. Realmente, é difícil combater uma grande por que ela tem estrutura, dinheiro e lobby, mas falta atenção ao cliente, o que creio que todos nós temos de sobra.

    Boa parte do que o Jadir falou, mesmo sem eu conhecê-lo, é o que venho pensando em aplicar, mesmo sem ter muita grana.

    E outra, a GVT já não é mais a mesma de quando começou, o serviço está muito ruim, e sem contar que junto com a Oi, tem os servidores DNS envenenados, ou seja, os clientes vão cair na GVT ou na OI e não vão poder abrir a globo.com, e já viu, em plena época de BBB, no teu provedor, não haverá esse problema, então ele volta

    Diversifiquem o trabalho, encolham custos, invistam e trabalhem bem, com isso terão sucesso.

    Se pensarem que é o teu ganha pão, e que daí sai o leite das crianças, e se considerar que recebendo para seus gastos, e se divertindo no trabalho, é o mínimo, está bem. Eu quando tinha minha loja de manutenção, tirando o suficiente para pagar a prestação da casa, e as despesas da loja, para mim já eram suficientes, pois complementava com o salário de professor.

    Hoje minha realidade é diferente, então, se eu conseguir me sustentar com o que sair do provedor, está ótimo, pois a intenção é investir forte para ampliar minha rede rapidamente e ganhar os clientes descontentes da telecomica e outras

    Amplexos.

    Velhinho.



  9. #29

    Padrão Re:

    Da maneira como vocês escrevem parece que eu sou um muleque que começou ontem a brincar com antenas. Pessoal, tenho 4 anos de "experiência" no ramo, sai de dentro de uma faculdade de administração de empresas para desenvolver um modelo de negócio. Não sou nenhum aloprado que não sabe o que faz e o que diz. Pode ser pouco comparado aos pioneiros aqui do fórum, com 8, 10, 15 anos na área, mas posso dizer com toda a certeza que conheço o suficiente sobre o trabalho que faço.

    Em tempo:
    Citação Postado originalmente por Jadir Ver Post
    A regra da competitividade é simples: se há NET, Oi, Embratel, GVT ou Telefonica junto com você, é muito provável que consiga SIM link corporativo acessível. Agora, se é refém de uma operadora apenas, então é melhor rever o conceito do negócio e pensar se vale mesmo a pena.

    Significa que você terá que fazer um levantamento, um plano de negócios ANTES de começar a comprar os equipamentos. Em administração, se fala de cenário do ponto de vista de comportamentos, sentimentos. Akio Morita, fundador da Sony diz que o consumidor não sabe o que quer, até que você apareça com um produto/serviço que o convença que é aquilo que ele quer.

    Se formos analisar o cenário dessa maneira, com base na hipocrisia, mau-caratismo, falta de compromisso, de palavra, as grandes empresas também passam pelo mesmo, afinal, o cliente é EXATAMENTE o mesmo. E nem por isso elas quebram.

    Outro ponto: estratégia é melhor do que excelência. Excelência sem planejamento é o mesmo que melhorar a porcaria que já existe. Quando se melhora uma porcaria, acontece o que o INSS fez: descobriu que os idosos morriam nas filas de espera da aposentadoria. O que eles fizeram? Instalaram CADEIRAS nas filas. Ótimo, agora os velhos morrem sentados.

    Ao invés de se queixar do cenário (que é um para todos), enquadre o seu negócio para a realidade de onde vive. Exemplo: a GVT quando entrou no nordeste criou a sua publicidade voltada para o termo Banda Larga. O detalhe é que na maioria dos estados do nordeste não se usa o termo Banda Larga, significando acesso de alta velocidade, e sim o termo Internet Rápida. E o que a GVT fez? Mudou TODA a sua publicidade para adequar-se a cultura do nordeste.

    Para finalizar, eu vou concordar mais uma vez com o amigo que disse o seguinte: falta mais espírito empreendedor e menos pessimismo. A dica de amigo que eu dou é preparar-se melhor, inclusive academicamente, antes de começar um negócio. Se não tem paciência ou competência para tocar um negócio, pelo menos de-se ao luxo de contratar uma equipe de gestão moderna e eficiente, para depois não ficar se lamentando que tudo foi para o buraco e que o mundo é um lugar feio de se viver.


    PS: quem quiser discutir gestão empresarial comigo sinta-se a vontade.

  10. #30

    Padrão Re:

    Certo, entendi o teu ponto de vista.

    Sobre os vídeos, a ideia funciona dessa maneira: tenha as mídias originais em mãos, e as devidas notas fiscais. Nunca, jamais utilize downloads da internet em seu servidor.

    No meu caso, eu não sou o dono das mídias, por isso fiz um contrato com uma locadora. No caso, ELES estão oferecendo o serviço, não eu. Eu apenas permiti que eles vendessem o seu SVA usando minha rede SCM (que nem é minha, na prática, porque sou agente autorizado de uma operadora). Na fatura consta essa observação: Os direitos autorais das mídias estão reservadas para o CNPJ 11.111.111/0000-11

    E lei dos direitos autorais do Brasil diz que uma mídia só pode ser utilizada SEM licença adicional (valendo a autorização "embutida" na compra do original) quando se faz uso DOMÉSTICO da mídia. Por mais que se faça uso comercial (como no caso das locadoras), o filme é assistido dentro do ambiente doméstico de quem pagou para locar.

    A partir do momento em que o alguém paga para locar o filme e reproduz em um evento, em um escritório, deixa de valer a autorização de uso doméstico e o locador precisa de uma licença adicional, expressamente concedida pela produtora da mídia ou por agente autorizado do estúdio que produziu a mídia. Foi o que eu fiz, procurei uma entidade que representa os grandes estúdios (Fox, Paramount, Universal e outros) e me informei sobre as questões legais. Estou pensando inclusive em adquirir essa licença de uso, apenas como preventivo.

    Filmes adultos não são do meu interesse. Não quero incômodo com adolescentes e seus pais, e afins que venham a me colocar em uma saia justa. Embora seja exigência que cada mídia do catálogo tenha a classificação indicativa de forma acessível. Que seja, não quero me incomodar, ainda mais porque o serviço será disponibilizado de forma gratuita, na forma de combo.

    Sobre o site do Google em meu portal, sei que é possível incorporar a barra de pesquisa. Quanto a logo do Google, amanhã vou ligar para o escritório deles em São Paulo para obter maiores informações. Talvez eu consiga agregar interesses deles no meu portal, como por exemplo os adwords e demais links patrocinados. Enfim, eu sei que o negócio do Google é ganhar dinheiro, e o meu também.



  11. #31

    Padrão Re:

    E ai, o tópico morreu na casca? Ninguém mais tem nada pra reclamar pra que nós possamos chegar a ideias úteis para a comunidade do fórum? Se está tudo uma maravilha, não pode mais haver reclamações.

  12. #32

    Padrão Re:

    Em primeiro lugar eu acho que não existe empreendedor bem sucedido logo de cara, todo mundo aprende a empreendedor com os erros no caminho, então o que escrevo aqui não é uma receita de bolo do sucesso empreendedor (até porque ela não existe)

    A maior lição que aprendi como empreendedor é que nada vai ser fácil e vai cair no colo. Eu entendo que vou ter de ir atrás e persistir para a coisa acontecer. Caso contrário, simplesmente não vai rolar. Isso significa que de nada adianta eu ter mil sonhos e idéias na cabeça, se eu não tiver capacidade de executar e lidar com os imprevistos no meio do caminho (resumindo: gestão de tempo!)
    1 – Procure juntar trabalho com hobby e diversão – Quando isso acontece acho que tudo flui mais fácil, mas nem sempre isso é possível, então a saída é ter sonhos fora da empresa que são realizados quando a empresa vai bem,e todos aqui adoram esse mundo hi -fi.
    2 – Sonhe grande – Até porque se você sonhar pequeno vai sempre ser pequeno..... Sonhar grande me faz pensar na empresa a longo prazo e também a estruturá-la para isso, por menor que ela seja. E posso dizer que a coisa tá indo nesse caminho.
    3 – Tenha Parceiros – Ninguém faz nada sozinho. Já se foi o tempo do empreendedor centralizador-herói. É preciso saber lidar com gente, com sua equipe, com clientes, com fornecedores. É preciso aprender a colaborar e estabelecer boas parcerias.
    4 – Seja Humilde e seja Grato – Quem acha que sabe tudo, não sabe nada e não aprende nada. Eu não sei nada sobre gestão de tempo, to aprendendo um pouco mais no dia-a-dia. Se perder isso, ninguém mais te dá feedback, te dá sugestão, te ajuda. Eu não me importo de receber feedbacks, eles me fazem crescer. Ser grato fazer parte disso, eu cheguei aqui graças a pessoas que acreditaram na minha pessoa. Se eles precisarem eu vou estar lá na mesma hora.

    5 – Aprenda a gerenciar seu tempo e da sua equipe –o empreendedor precisa ter tempo para empreender e ajudar a equipe a ter tempo de executar a estratégia. Sem isso nada acontece, as ideias aqui colocadas são de exelente valiá para nosso dia dia , mas temos que saber filtra las e saber como enquadralas em nossa empresa ,por isso e importante esse tempo, lembre se;
    "tudo tem seu tempo,tudo tem sua devida hora"



  13. #33

    Padrão Re: Desabafo de um provedor

    na verdade somos um prato cheio pra gvt pois na minha regiao tinha eu e a oi eu vendia a minha internete de 1 mega por 80,00 a oi seu telefone por 100,00 e chegou a gvt oferecendo 15 megas mais telefone mais 11 mil minutos gratis mais 50 minutos pra celular mas equipamento gratis. por 145,00 reais sem fidelidade ( so na hora que chega a fatura que ele descobre que e pra um ano)ou seja nos mesmos estamos dando condiçoes pra eles entrar....
    meus clientes que nao tinha telefone fixo nao tive problema.
    mas ja estou dando a volta pelo lado. peguei um link popular da gvt joguei os lixo aumentei os mega e diminui os valores.
    mais o que mais fiquei chateado foi com os considerdos amigos aqueles que voce da desconto por conta atende ele fora de hora esses forao os primeiro que sairao. pois a (muie) deles pegarao outra operadora pois eles nao queria.
    Agradeço a todos.
    e boas vendas.
    como disse nosso amigo chorar nao resolve.