+ Responder ao Tópico



  1. Troca o firmware que resolve essa conversa de cabo e metragem e blabla tudo conversa fiada ja passei por isso com a krazer 2.4ghz e tambem com a elsys 2.4ghz e a 5.8 elsys tambem so troquei o firmware e pronto todo o meu sofrimento acabou va na aprouter troque o firmware que com certeza resolve tudo o krazer é bom velho agora o firmware é uma bosta causa instabilidade e reset do equipamento constantimente por isso que esse equipamento é linxado o krazer 2.4 troquei por aprouter e firemax gostei mais do firemax ficou perfeito até mais

  2. caro amigo niltonjrcybernet, vc poderia me dizer qual firme vc usou nos cpe krazer 2.4 e 5.8 , ainda bem que existe forun para discutimos solução , fico no aguardo



  3. no 2.4ghz é mais simples acho que ums 90% dos firmwares para rtl 8186 funcionam nele ja testei varios e deu certo para 5.8 vc terá que o olhar qual é o chipset dela e procurar firmwares de outros radios com o mesmo chip e testar como eu geralmente faço ou entrar em contato com aprouter e comprar um firmware pronto até mais.
    Última edição por niltonjrcybernet; 26-03-2012 às 15:53.

  4. Prezados, estou escrevendo aqui apenas para partilhar experiências que eu tive.

    Tenho poucas dessas krazer 5.8 Ghz, e as poucas que tenho estão parando gradativamente. Não vou usar mais, porque o resultado deixa a desejar. Porém, além de nanos 5, loco 5 e air-grid's, uso bastante uma solução econômica que é a tal de Firemax. Produto chinês, com o mesmo chipset da krazer. E casualmente com esse exato problema. Reset de firmware. Não precisa nem temporal, basta uma ameaça de chuva e pronto. Resolvi, depois de conversar com o importador dessas firemax, utilizar um firmware antigo, se não me engano o primeiro que veio nelas. Esse firmware não precisa licença. E já subi ele inclusive em Krazer, e funciona. Havia notando a algum tempo que as mais antigas não ocorria o reset. O mesmo notou meu fornecedor. E realmente, depois de trocar pelo firmware mais antigo, o problema parou.
    Concordo que precisamos usar um bom cabo, precisamos apontar corretamente a antena, a fonte tem que ser boa, sempre "suplico" aos meus clientes usarem as fontes no estabilizador (não por estabilidade, que esses estabilizadores e nada... mas pelo fato de que são desligados quando o cliente desliga o computador) e ensino que não se usa equipamento eletrônico em temporal, blá, blá, blá, mas dai dizer que tudo é culpa de cabo chinês, que não tem 10% de cobre???? mediu como a porcentagem de cobre? Além disso, aluminio tb é condutor. Outra coisa, já verifiquei todas essas placas que resetavam, e vi que elas tem um bom regulador de voltagem, suportando até fontes de 24V, com isso, a tensão e corrente que chegam na placa aumentam. Um dos testes que fiz foi justamente trocar as fontes de 12V por 24V da ubiquiti (e só falta alguém me dizer que fonte deles não presta tb) e elas resetam do mesmo jeito.


    Concluo, obviamente que se eu não troquei o cabo, nem a fonte, nem a companhia de energia, apenas o firmware, que não eram eles o problema.

    Caso alguém queira, estou anexando o firmware (está em três partes compactadas, porque não consegui subir inteiro).


    Tive muitos problemas (e tenho ainda) com o sinal dessas krazer 5.8. O sinal é fraco, não conectam bem a mais de 1Km. E no mesmo lugar coloco outro equipamento (com o mesmo cabo, mesmo cano, mesma tomada de força, mesma fonte e mesmo cliente) e funcionam bem, seja ubiquiti ou firemax ou até as airforce one (que usei outro dia e gostei, além de o preço vir baixando). Outro dia, meu sócio tentou fazer um ptp de uns 300m entre duas cpes kraser 5.8 e não conectou, simplesmente não dá pra entender, pois o equipamento, aparentemente tem hardware para mais. Notei também que logo que eu comprei, fiz alguns testes na bancada (falei bancada, não laboratorio da nasa) e elas passavam 40 mbps half num ptp, fiquei empolgado, pena que no mundo real as coisas são diferentes. Então coloquei todas essas krazer pertinho das repetidoras e consegui aproveitar todas. Mas ultimamente, depois de um a um ano e meio, notei que algumas estão ficando cada vez mais fracas, o sinal vem deteriorando. Então estou substituindo elas, e se os rádios ainda estiverem bons, vou usar com antena externa. Um outro detalhe, funcionam na vertical, pois não sei o que acontece, na horizontal o sinal que já é ruim, praticamente some.

    Eu acredito, sinceramente, que devemos estudar, aprender sempre, pois a tecnologia não para. Mas fico muito irritado, mesmo, quando fabricantes vem com a "novela" de que tudo ao redor de seus equipamentos está errado, que fazemos tudo errado, que se fizer como mandam, ai o equipamento funciona. O engraçado é que você troca o equipamento deles, e deixa todo o resto, e então sua rede funciona... por que será? Porque não fazem seu equipamento funcionar na nossa realidade, em vez de culpar o cabo chinês. Alias, onde são feitas as placas da krazer mesmo?

    Nunca falei mal da kraser antes, até porque conheço pessoalmente o Erick. Mas tudo tem limite. Eu seria um dos maiores parceiros e defenderia a krazer, se ela funcionasse. Mas existe algum detalhe nela que simplesmente impede isso.
    Logo que comecei a implantar o 5.8 em uma das cidades onde atuo, comecei testando justamente as cpes krazer e as Yanomami (lembram delas?). Tive problemas de sinal, o próprio Erick veio em meu socorro, mas eu ouvi "Essa antena que vc usa na repetidora é ruim." " Essa outra também..." ( e tinha Pluton no meio), "Esse cartão que vc usa não presta!", Essa routerboard tem bug..."

    Pois é, eu ainda tenho as antenas, os cartões e as routerboards e não uso krazer. Fazer o que.

    Eu sou proprietário de um provedor de internet brasileiro, antendo meus clientes com transparência e a máxima qualidade que é possível, tenho que superar uma concorrência desleal e absurda, num pais onde qualquer um (sem conhecimento adequado) pode montar provedor só porque acha que "dá uma grana...", sem falar nos piratas, e ainda por cima vou ter que usar:

    - cabo de rede folhado a ouro, com no mínimo 99,97% de cobre;
    - nobreak em cada instalação que eu faço;
    - cabo de rede com blindagem;
    - e outros absudos que eu não lembro agora.

    Tem dó... vou continuar usando cabos, fontes, canos e cpes que funcionem dentro da minha realidade, num preço que a clientela não fuja pra concorrência. E se forem feitos no Sri Lanka, China, Marrocos ou em Itapeva, paciência. Vai ser esses que eu vou usar.

    Desculpem, é um desabafo e o que penso.
    Arquivos Anexos Arquivos Anexos



  5. Ola Douglas,

    As placas que voce usou ou a CPE é ainda a versão 1.0, a de uma porque pequena, que não era muito compativel com o padrão A, apenas funcional em modo N.

    Depois desse modelo ja melhoramos duas versões:

    A melhoria foi para a placa de 1 porta grande, e depois, para a de 5 portas.

    O Reset ocorre na queda de energia quando fica com meia fase, na versão de 1 porta antiga e de 1 porta nova.

    Não ocorre na versão de 5 portas.

    O sinal na versão 2 e 3, é pelo menos 70% mais forte na transmissão, e pelo menos -40dBm mais sensivel na recepção.

    A Versão 1.0 da placa só era muito boa em modo N, se fosse em modo A, realmente não era boa, mas, isso era incompatibilidade com os cartões atheros da 4 geração que produziam um ruído muito alto, e impediam o trafego de dados.

    A Versão 3.0 da placa que é a de 5 portas, da um show em transmissão e recepção, muito melhor que UBNT mesmo, para quem esta usando a UBNT ficou para trás e nem querem saber mais de usar ubnt.

    Claro que há diferença entre tipos de antenas, temos 3, 18dbi, 18dbi XPOL, e 20dBi XPOL.

    Antenas:
    18dBi 60 graus = boa para 5.1 a 5.750
    18dBi 28 graus XPOL = Boa para TODA FAIXA com alto ganho
    20dBi 18 graus XPOL = Boa para TODA FAIXA com muito alto ganho

    Diferença de preço na fabrica é das CPE são de:

    CPE 5.8GHZ 18Dbi 60 graus = R$ 146,90
    CPE 5.8GHZ 18Dbi 60 graus = R$ 159,90
    CPE 5.8GHZ 18Dbi 60 graus = R$ 170,90

    Esse preço é para quantidade acima de 50 peças mês.

    Para provedores pequenos, no inicio podemos fazer para 1 Caixa, que vem com 10 CPEs.

    Para aqueles que desejam efetuar os testes, posso liberar unidade.

    Recomendo testar a nova versão na rede, e verificar a qualidade, assim, não ficam vendidos pelos equipamentos antigos de geração passada.

    Podem entrar em contato diretamente na Fabrica e colocar os pedidos, e assim, verifiquem o comportamento em sua rede, 100% garantido ou DINHEIRO de volta, verifique isso se algum fabricante ou distribuidor te oferece isso!

    Krazer Techonologies
    (19) 3256-5557

    Podem falar com Val, Carla, Eduardo ou Gilmar.

    Abraços

    Erick






Tópicos Similares

  1. Alguém Utiliza o CPE Soft Krazer?
    Por misterbogus no fórum Redes
    Respostas: 138
    Último Post: 09-05-2015, 09:30
  2. CPE Soft 5.8GHz
    Por AndrioPJ no fórum Redes
    Respostas: 23
    Último Post: 02-11-2011, 15:14
  3. Krazer Cpe Dor de Cabeça Certa
    Por powernetscm no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 20-02-2011, 02:14
  4. Cpe Soft 5.8 Krazer, é bom?
    Por Jeffer no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 09-12-2010, 12:35
  5. CPE SOFT alguém já usou?
    Por Streit no fórum Redes
    Respostas: 19
    Último Post: 02-08-2010, 10:33

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L