Página 2 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por kleberbrasil Ver Post
    É obrigatória, mas depois de instalado o equipamento os fiscais usam o bom senso e sabe que existe a possibilidade de deterioração do selo, já perguntei sobre isso e são tranquilos. Agora deve-se atentar ao que o 1929 falou de fornecedores que pegam carona na homologação de outros. A homologação na verdade tem mais cunho comercial do que técnico, olhando por esse prisma, o selo é uma autorização de comercialização daquele produto pela empresa que homologou.
    Me pediram uma vez a nota fiscal dos equipamentos pois nao tinham o selo ,dos radios e das antenas..ainda bem que estavam guardadas e bem guardadas e facil a mao ..

  2. No passado já tivemos registro no EanBrasil onde obtivemos um código. Depois vendemos tudo e ficamos pagando o Ean para não perder o registro. Mas não estamos usando.
    Me lembro que era
    99- Pais - onde 78 é Brasil
    999999- registro da empresa no EAN
    9999 - número do item dentro da escala de produção
    9 - dígito verificador.

    Mas agora com este número 1 na frente e ainda mais (01) fiquei intrigado.
    Nem sabia da criação de um novo formato GTIN. Estava pensando em termos de EAN-13
    Mas fui lá conferir no site, e vi que inclusive é exigido a inclusao dele nas notas fiscais eletrônicas.

    A verdade pessoal, que na prática acabamos não dando muita atenção a estes números. Seja pela dificuldade de obter produtos, seja por preços, etc etc.

    Mas o uso deveria se limitar a produtos que passaram pela mão do homologante e constante em notas fiscais. Vejam só, se o selo precisa ter o código EAN, e se este pertence a uma única empresa, o produto só pode ser comercializado por ela ou por quem compra dela para revenda.
    E agora com o GTIN14 fica claro que ele pode ser rastreado em toda a cadeia de comercialização.
    Mais uma preocupação para os provedores estarem atentos.
    Por falar em atento, Kleber, houve uma nova exigência a respeito de informações sobre equipamentos instalados e o prazo seria agora dia 12 de março. Sabe alguma coisa? Pelo que entendi, o PADO pode vir só pela informação prestada que não for consistente.

    Para atender esta nova exigência vamos ficar com sérios problemas na seleção de produtos para nosso uso.



  3. A nova regra na ANATEL que entrará em vigor a partir de 12 de março, sobre registro de estações terá que inserir o número de homologação dos equipamentos, veja o que fala no STEL:

    ATENÇÃO!
    A partir de 12 de março de 2012, na tela STEL »» Freqüência (105) »» Incluir/Alterar o campo “Código Equipamento” será tornado obrigatório. O sistema fará a validação e o cadastro somente será aprovado caso o código de homologação seja informado e validado no Sistema de Gestão de Certificação e Homologação (SGCH).

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         TelaStel.jpg
Visualizações:	51
Tamanho: 	27,4 KB
ID:      	33998


    Resumindo: As coisas estão ficando mais restritas e controladas pela a Agência... Estive no Paraguai a duas semanas e vi que o RTU já está funcionando, comprar equipamento lá sem dúvidas é um grande negócio, mesmo pagando os impostos dessa transação, mas e a homologação? Deveríamos voltar aquela discussão de homologarmos por conta própria, tinha que ter uma entidade que arrecadasse fundos e que providenciasse isso... O que vcs acham?

  4. Eu acho que tinha que fechar essa agência atrasa lado.



  5. Olá Kleber,

    Acho bastante interessante sua idéia sobre homologarmos por conta própria os equipamentos, inclusive eu já tenho alguns orçamentos com o custo para homologação. Tenho uma amiga Engenheira que trabalha no IBRACE (Instituto certificador autorizado pela anatel para homologação de equipamentos) e eu trabalho no CQpD que também faz homologação para a Anatel. Eu posso ver alguma coisa sobre custos com ela e aqui tb.
    Mas sem sombra de dúvidas, deveríamos dar continuidade nesse tópico.

    []'s
    Daniel
    Att,
    Daniel.

    Citação Postado originalmente por kleberbrasil Ver Post
    A nova regra na ANATEL que entrará em vigor a partir de 12 de março, sobre registro de estações terá que inserir o número de homologação dos equipamentos, veja o que fala no STEL:

    ATENÇÃO!
    A partir de 12 de março de 2012, na tela STEL »» Freqüência (105) »» Incluir/Alterar o campo “Código Equipamento” será tornado obrigatório. O sistema fará a validação e o cadastro somente será aprovado caso o código de homologação seja informado e validado no Sistema de Gestão de Certificação e Homologação (SGCH).

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         TelaStel.jpg
Visualizações:	51
Tamanho: 	27,4 KB
ID:      	33998


    Resumindo: As coisas estão ficando mais restritas e controladas pela a Agência... Estive no Paraguai a duas semanas e vi que o RTU já está funcionando, comprar equipamento lá sem dúvidas é um grande negócio, mesmo pagando os impostos dessa transação, mas e a homologação? Deveríamos voltar aquela discussão de homologarmos por conta própria, tinha que ter uma entidade que arrecadasse fundos e que providenciasse isso... O que vcs acham?






Tópicos Similares

  1. Respostas: 18
    Último Post: 23-06-2009, 22:22
  2. Respostas: 4
    Último Post: 05-06-2009, 10:06
  3. quote site exec xxxx
    Por papaleguas no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 13-04-2004, 17:27
  4. quote / antivirus / spam / webmail
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 04-12-2003, 19:38
  5. Respostas: 0
    Último Post: 05-08-2003, 20:47

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L