Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. #21

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Atualizando...

    Substitui uma das Nano5 por uma AirGrid M5, agora a rede então, possuindo 2 Nano5 e 3 AirGrids M5.
    O desempenho médio melhorou, mas como o ping hoje teve 4h de duração, em algum momento a rede "tossiu" porque as Airgrids, embora mantivessem a média menor como vinha sendo, também tossiram em dado momento. Bom, 4h de teste, "relevável". Mas é fato, ao diminuir a rede para 2un Legacy impactou direto na melhora de desempenho da latência. Agora resta saber se a melhora se deu ao número reduzido de Legacy's ( seria 2 o limite ) ou a porcentagem reduzida de Legacy's ( 40 % ). Se bem que hoje o teste se deu 50% / 50% .

    Log do ping das 19h as 23h:
    * Não esqueçam que tem 3ms a mais em média do enlace ( pena não ter testado o enlace hoje para identificar se a tossida não foi "dele" ). Nos próximos testes não comerei esta mosca.

    Nano5 "A":
    Pacotes: Enviados = 13372, Recebidos = 13367, Perdidos = 5 (0% de perda),
    Aproximar um número redondo de vezes em milissegundos:
    Mínimo = 4ms, Máximo = 224ms, Média = 13ms


    Nano5 "B":
    Pacotes: Enviados = 13336, Recebidos = 13330, Perdidos = 6 (0% de perda),
    Aproximar um número redondo de vezes em milissegundos:
    Mínimo = 4ms, Máximo = 252ms, Média = 9ms


    AirGrid "A":
    Pacotes: Enviados = 13381, Recebidos = 13381, Perdidos = 0 (0% de perda),
    Aproximar um número redondo de vezes em milissegundos:
    Mínimo = 3ms, Máximo = 160ms, Média = 6ms


    AirGrid "B":
    Pacotes: Enviados = 13273, Recebidos = 13267, Perdidos = 6 (0% de perda),
    Aproximar um número redondo de vezes em milissegundos:
    Mínimo = 3ms, Máximo = 228ms, Média = 7ms


    Sigo testando, postando sob demanda anormalidades e/ou avanços.

  2. #22

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Bom pessoal. Hoje torno oficialmente encerrado meu Teste.

    Durante os últimos 2 meses, aos poucos fui substituindo as Legacy's por Airgrids.
    De 45 dias pra cá operei com 10 AirGrids M5 e 1 Nano 5 Legacy.

    Esta Nano Legacy a bem do teste, era de um cliente 24/7. O que me ocasionou um ótimo ambiente de teste.

    Neste tempo todo o Bullet M5 da torre reportava airMAX Quality por volta de 96% e airMAX Capacity: 48% . Onde toda linha M5 ficava com 99%/49% enquanto a Nano 5 ficava 95%/46%.

    Esta Legacy sozinha não sofria de distúrbio de ping, mas a média de ping dela era sempre cerca de 3/4ms acima das M5. Não é nada não é nada mas era 200% mais lenta no tempo de resposta. Era ???

    Sim, há questão de 10 dias, troquei esta última Legacy Nano 5 por uma Nano Loco M5. O cliente era a 100m da torre, então resolvi por uma Loco e não uma Grid lá por 2 motivos: 1º que precisava gerar e captar menos potência pela proximidade. 2º que queria ver o comportamento de outro equipamento M5 diferente das Airgrids, vendo com isso também se o fato da maior abertura da Loco não captaria mais interferências ( acentuado pelo fato de OMNI's por sí só já captarem bastante interferência ). Um grifo aqui: sou muito fã de Grids, pelo foco de potência e baixa captação de interferências.

    Como vislumbrei, a Loco M5 se incorporou a esta rede com a mesma qualidade que as AirGrids M5 vinham tendo, mesmo comportamento, mesma latência. E mais...

    "Mais" porque a partir do momento que eliminei a última Legacy, meus parâmetros airMAX em todas as estações ( e logicamente no Bullet M5 ) cravaram em 100%/50% respectivamente. Lembrando que mesmo os M's antes, quando ainda juntas com Legacy's não ficavam "100%".

    Vejam abaixo a aba Main do Bullet M5 e alguns pings simultâneos na agora rede 100% airMAX nativa.

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         main_bullet.jpg
Visualizações:	365
Tamanho: 	61,8 KB
ID:      	37293 Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         ping.jpg
Visualizações:	164
Tamanho: 	62,7 KB
ID:      	37294

    Bom... como eu citei antes, estou agora me ensaiando para montar um novo POP com um Rocket M5 e uma OMNI Dupla Polaridade 10dBI da Ubiquiti.

    Minha idéia inicial é utilizar 100% AirGrids, tendendo a montá-las mais na Horizontal do que Vertical, pra evitar causar e absorver poluição.

    Como não sei se terei cacife para fazer o novo PoP 100% airMAX nativo também, talvez, como "plano B" eu utilize este PoP SEM airMAX absorvendo Nano's 5 Legacy's e de quebra ganhando a opção também de setá-las como Horizontal ou Vertical. Diferente das Nano's M's que não me permitem escolher. É que sou meio chato e acho disperdício poluir com Mimo 2x2 para planos de 1/2MB em POP's com no máximo 30 clientes.
    Wireless é coisa muita da chata, e com o tempo aprendi que qualquer coisinha, mesmo que pareça insignificante, faz diferença. Quanto mais "cricri", menos dependente de sorte a gente fica.

    E vocês, o que fariam no meu lugar na escolha do que utilizar nos clientes neste novo POP ?
    Opção 1 => 100% Airgrid M5 Airmax sem absorver Legacy's ( com isso deverá haver uma boa quebra de adesão para menos da metade, visto que exigirá gasto por parte dos clientes na troca )
    Opção 2 => Absorver Legacy's (setando elas para polaridade simples) e instalar novas Airgrids, tudo sem airMAX.
    Opção 3 => Novas idéias de vocês.



  3. #23

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Citação Postado originalmente por silviola Ver Post
    Bom pessoal. Hoje torno oficialmente encerrado meu Teste.

    Durante os últimos 2 meses, aos poucos fui substituindo as Legacy's por Airgrids.
    De 45 dias pra cá operei com 10 AirGrids M5 e 1 Nano 5 Legacy.

    Esta Nano Legacy a bem do teste, era de um cliente 24/7. O que me ocasionou um ótimo ambiente de teste.

    Neste tempo todo o Bullet M5 da torre reportava airMAX Quality por volta de 96% e airMAX Capacity: 48% . Onde toda linha M5 ficava com 99%/49% enquanto a Nano 5 ficava 95%/46%.

    Esta Legacy sozinha não sofria de distúrbio de ping, mas a média de ping dela era sempre cerca de 3/4ms acima das M5. Não é nada não é nada mas era 200% mais lenta no tempo de resposta. Era ???

    Sim, há questão de 10 dias, troquei esta última Legacy Nano 5 por uma Nano Loco M5. O cliente era a 100m da torre, então resolvi por uma Loco e não uma Grid lá por 2 motivos: 1º que precisava gerar e captar menos potência pela proximidade. 2º que queria ver o comportamento de outro equipamento M5 diferente das Airgrids, vendo com isso também se o fato da maior abertura da Loco não captaria mais interferências ( acentuado pelo fato de OMNI's por sí só já captarem bastante interferência ). Um grifo aqui: sou muito fã de Grids, pelo foco de potência e baixa captação de interferências.

    Como vislumbrei, a Loco M5 se incorporou a esta rede com a mesma qualidade que as AirGrids M5 vinham tendo, mesmo comportamento, mesma latência. E mais...

    "Mais" porque a partir do momento que eliminei a última Legacy, meus parâmetros airMAX em todas as estações ( e logicamente no Bullet M5 ) cravaram em 100%/50% respectivamente. Lembrando que mesmo os M's antes, quando ainda juntas com Legacy's não ficavam "100%".

    Vejam abaixo a aba Main do Bullet M5 e alguns pings simultâneos na agora rede 100% airMAX nativa.

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         main_bullet.jpg
Visualizações:	365
Tamanho: 	61,8 KB
ID:      	37293 Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         ping.jpg
Visualizações:	164
Tamanho: 	62,7 KB
ID:      	37294

    Bom... como eu citei antes, estou agora me ensaiando para montar um novo POP com um Rocket M5 e uma OMNI Dupla Polaridade 10dBI da Ubiquiti.

    Minha idéia inicial é utilizar 100% AirGrids, tendendo a montá-las mais na Horizontal do que Vertical, pra evitar causar e absorver poluição.

    Como não sei se terei cacife para fazer o novo PoP 100% airMAX nativo também, talvez, como "plano B" eu utilize este PoP SEM airMAX absorvendo Nano's 5 Legacy's e de quebra ganhando a opção também de setá-las como Horizontal ou Vertical. Diferente das Nano's M's que não me permitem escolher. É que sou meio chato e acho disperdício poluir com Mimo 2x2 para planos de 1/2MB em POP's com no máximo 30 clientes.
    Wireless é coisa muita da chata, e com o tempo aprendi que qualquer coisinha, mesmo que pareça insignificante, faz diferença. Quanto mais "cricri", menos dependente de sorte a gente fica.

    E vocês, o que fariam no meu lugar na escolha do que utilizar nos clientes neste novo POP ?
    Opção 1 => 100% Airgrid M5 Airmax sem absorver Legacy's ( com isso deverá haver uma boa quebra de adesão para menos da metade, visto que exigirá gasto por parte dos clientes na troca )
    Opção 2 => Absorver Legacy's (setando elas para polaridade simples) e instalar novas Airgrids, tudo sem airMAX.
    Opção 3 => Novas idéias de vocês.
    Iai amigo como esta se comportando a rede depois desse tempo todo? Ainda esta utilizando a omni? quantos clientes esta simultâneos em horário de pico? Se não tem mais esse estrutura como ela se comportou até saturar?

  4. #24

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Está se comportando muito bem.
    Sigo utilizando a OMNI com o BulletM5.
    Tenho 27 clientes cadastrados com picos de 20 online.
    Não saturou ainda, pico de consumo máximo por volta de 3~4Mb
    Aumentei a largura do canal para 40MHz há 1 semana, para verificar comportamento, melhorou ping e truput. ( de ~2ms para ~1ms )
    Testes sintéticos da UBNT mostraram mais de 100Mbits UDP em FullDuplex, na prática acredito que deva estar por volta de 30Mbits TCP com cerca de 15/20 conectados.

    Uma imagem do sistema feita agora há pouco.
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         under.jpg
Visualizações:	117
Tamanho: 	176,0 KB
ID:      	45386

    Lembre-se que a saúde do sistema, principalmente do Airmax está diretamente ligada a qualidade do Fresnel, cliente a cliente.



  5. #25

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Aproveitando o embalo.
    Um POP montado posteriormente, utilizando um Rocket M5 com OMNI 10 da UBNT.

    Neste caso usando 4 Legacy's, 2 Loco M5, e demais Airgrid.

    Repare que o Airmax Quality esta abaixo um pouco, em parte por conta das Legacy's, em parte por conta do sinal de alguns clientes mais distantes. O Capacity está um levemente acima de 50%, sendo puxado pelo MIMO 2x2 das 2 Locos M5.

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         under_2.1.jpg
Visualizações:	144
Tamanho: 	191,6 KB
ID:      	45391

  6. #26

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Muito bom sua relato. Estou montando um mini pop em uma area da periferia, totalmente poluída em todas as frequências, estou indo mesmo pq algumas pessoas vão fechar planos de internet comigo e la não tem nenhum provedor de qualidade. Não quero montar nada super dimensionado pra, tem que ser coisa simples mesmo. Atender poucos clientes em no maximo 2km. Pensei no Grouve e bullet + omni, como vi seu sucesso com o bullet fiquei interessado no nesse modelo. A pesar que o gerenciamento no MK nem se comprara.



  7. #27

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    Muito bom sua relato. Estou montando um mini pop em uma area da periferia, totalmente poluída em todas as frequências, estou indo mesmo pq algumas pessoas vão fechar planos de internet comigo e la não tem nenhum provedor de qualidade. Não quero montar nada super dimensionado pra, tem que ser coisa simples mesmo. Atender poucos clientes em no maximo 2km. Pensei no Grouve e bullet + omni, como vi seu sucesso com o bullet fiquei interessado no nesse modelo. A pesar que o gerenciamento no MK nem se comprara.
    Independente da solução adotada no ar, use TDMA.

  8. #28

    Exclamation Equipamento para montar minha segunda torre

    Boa noite !

    Primeiramente quero te parabenizar, pelo seu post, excelente, tirou muitas dúvidas minhas, eu possuo uma torre pequena de 15 metros, com bastão omni + rádio engenius 2.4 ghz, nos clientes uso antenas de grade com rádio engenius 2,4 , comprei esta estrutura de 1 amigo meu, com 10 clientes ativos, comprei sem saber nada do ramo, e após 6 meses os problemas agoram começaram, lentidão nos clientes, e tenho que desligar o rádio todo dia para os clientes voltarem a navegar.

    * Após várias madrugadas, lendo manuais, posts de fóruns sobre internet wireless, estou decidido a fazer um investimento que seria:
    1) uma torre de 30 metros
    2) Como minha grana tá curta, penso em começar com: 01 BULET M5 + antena omni 5.8 * para a torre
    3) 01 Routerboard rb450
    4) Para os clientes mais distantes da torre, Antena Airgrid M5 23dbi Com Fonte Poe 5.8ghz 1114, e para clientes mais próximos a torre, Nanostation Loco M5 5 5.8ghz 13dbi.
    5) Internet já tenho da gvt de 35 mega.

    * PORTANTO !
    Peço ajuda aos meus colegas, para me ajudarem a discernir qual equipamento eu compro, para não jogar dinheiro fora, eu sei que o correto seria investir em 4 rocket m5 + 4 painel, mas agora não tenho grana.

    Obrigado a todos, e conto com a ajuda de todos

    Um forte abraço

    Geovane



  9. #29

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Acho um bom conjunto.

    Só a OMNI não é muito "compatível" com torres muito altas, devido sua deficiência natural na abertura vertical.

    As OMNIs 5.8 12dBi possuem apenas 5º de abertura vertical.

    Precisa bem analisar a topografia, mas colocá-la em uma torre maior que 15m pode causar muita área de sombra, e vai acabar atendendo mal que tá perto ( sombra ), mal quem tá longe ( muita distância ).

  10. #30

    Padrão Equipamento correto

    Neste meu cenário o que vc me indica para usar em conjunto com o bulet m5 ?



  11. #31

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Citação Postado originalmente por silviola Ver Post
    Acho um bom conjunto.

    Só a OMNI não é muito "compatível" com torres muito altas, devido sua deficiência natural na abertura vertical.

    As OMNIs 5.8 12dBi possuem apenas 5º de abertura vertical.

    Precisa bem analisar a topografia, mas colocá-la em uma torre maior que 15m pode causar muita área de sombra, e vai acabar atendendo mal que tá perto ( sombra ), mal quem tá longe ( muita distância ).

    *** Vc poderia me passar os equipamentos que vc usa na sua torre ?
    vc usa painel com rocket ? ou usa bulet com omni ?
    qual o tamanho da sua torre ?

  12. #32

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Torres médias de 15m ( 10 // 12 // 15 // 18 ), com Bullet M5 + OIW 12dBi.

    Hoje acredito que o segredo é atender células de até 700m de ráio ( centro extremidade ).



  13. #33

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    Citação Postado originalmente por geovane.torres Ver Post
    *** Vc poderia me passar os equipamentos que vc usa na sua torre ?
    vc usa painel com rocket ? ou usa bulet com omni ?
    qual o tamanho da sua torre ?
    * O que vc acha sobre este produto: ANTENA OMINI 5.8 GHZ, 13 DBI UBITIQUI AIRMAX + BULET 5.8 GHZ M5 400 MW UBITIQUI

  14. #34

    Padrão Re: RELATO: Teste Airmax ativo na linha Legacy (Nano5/Loco5/Bullet5)

    São ótimos produtos, porém incompatíveis entre si.

    A OMNI da UBNT é dupla polaridade ( 2 conectores ), ela serve para usar com Rocket M5.

    Porém é preciso alertar de que as OMNIs da UBNT não são homologadas pela Anatel.