+ Responder ao Tópico



  1. #1
    Avatar de andersonfire
    Ingresso
    Mar 2011
    Localização
    Rio Grande do Sul-Alvorada(cidade sem lei)
    Posts
    281

    Exclamation 4G???

    Diz que ate a copa vai estar funcionando em porto-alegre capital do meu estado e cidade vizinha a minha


    http://www.superdownloads.com.br/materias/brasil-comeca-adotar-internet-4g.html

  2. #2

    Padrão Re: 4G???

    Meu caro colega. Se nem a rede UMTS funciona por diversos motivos quem dirá o LTE brasileiro.
    Isso que duas operadoras já estão inserindo em sua rede o HSPA e HSPA+ com duas portadoras e mesmo assim no horário da noite eu não consigo usar a mesma.



  3. #3

    Padrão Re: 4G???

    Estava lendo uma reportagem não me recordo em qual site, quem está investindo muito pesado em 4G para fornecer internet banda larga em alta velocidade é a operadora de TV via satélite SKY.

  4. #4

    Padrão Re: 4G???

    Pessoal o futuro é esse, logo logo até o bolicho do gaudério vai prover acesso.
    Vai ganhar quem tiver atendimento, qualidade de serviço e bons pacotes.

    Temos que abrir nossos olhos para formar pacotes com boa TV, boa Telefonia, entre outros.
    Não podemos ficar apenas com acesso a internet.



  5. #5

    Padrão Re: 4G???

    4G já uma realidade, e quem torce para que não de certo, que não sai do papel, que irá demorar uma eternidade, são os que não estão acompanhando a evolução da tecnologia. Aqui esta cheio destes....

  6. #6

    Padrão Re:

    Farias, telefonia fixo é um mercado que diminui 10% ao ano. Fato comprovado pelos números da telefonia móvel + pacotes de dados.

    O segredo da coisa é agregar além da internet um plano de mídia, seja tv ou outra atratividade. A pergunta é como. IPTV em wireless? Esquece! Não tem como passar HD, nem com compressão H.264. IPTV em unicast não existe, então tem que funcionar em multicast. Ok, vamos dizer que seja possível obter uma qualidade de imagem decente com 2 mega de fluxo. E no caso do cliente ter 3 aparelhos em casa, vamos ter 6 mega de fluxo só para televisão.

    Isso sem falar no pacote de internet, que não pode deixar de funcionar porque se está vendendo TV. E ter rede pra aguentar isso?

    Particularmente, a ideia é montar um canal de filmes, séries e desenhos online, integrado com Set Top Box para os aparelhos de TV dos clientes. Tecnologia pra isso existe. O problema é a parte legal/burocrática.

    Mas é possível fazer sem comprometer a rede.



  7. #7

    Padrão Re: 4G???

    Pois é amigo Jadir, nos "pequenos" temos que se virar nos 30 e ainda sim estamos fuu

  8. #8

    Padrão Re:

    Fio é coisa do passado, espere e verá as tecnologias que irão aparecer sem fio muito mais rápidas do que a fibra... uma prova é o AirFiber, sabia que sairá soluções Airfiber como existem hoje nanostation m ? e com certeza sairá a tecnologia 4g ou semelhante para os pequenos provedores, os fabricantes de rádios precisam sobreviver do mesmo jeito que nós.



  9. #9
    MODERADOR-CHEFE Avatar de osmano807
    Ingresso
    Aug 2008
    Localização
    Araguari - Minas Gerais
    Posts
    1.985
    Posts de Blog
    5

    Padrão Re:

    Citação Postado originalmente por pablometal Ver Post
    Fio é coisa do passado, espere e verá as tecnologias que irão aparecer sem fio muito mais rápidas do que a fibra... uma prova é o AirFiber, sabia que sairá soluções Airfiber como existem hoje nanostation m ? e com certeza sairá a tecnologia 4g ou semelhante para os pequenos provedores, os fabricantes de rádios precisam sobreviver do mesmo jeito que nós.
    Peraê... não tem como ser mais rápido que fibra... porquê a velocidade é praticamente a mesma (bem, se for fibra multimodo diminui um pouco mais).

    Agora, do throughput da rede, no máximo pode ser igual, sempre o "sem fio" terá uma tendencia a ser menor.

    Sobre sair solução 4G para pequeno provedor, a faixa de frequência não é licenciada?

  10. #10

    Padrão Re:

    Citação Postado originalmente por pablometal Ver Post
    Fio é coisa do passado, espere e verá as tecnologias que irão aparecer sem fio muito mais rápidas do que a fibra... uma prova é o AirFiber, sabia que sairá soluções Airfiber como existem hoje nanostation m ? e com certeza sairá a tecnologia 4g ou semelhante para os pequenos provedores, os fabricantes de rádios precisam sobreviver do mesmo jeito que nós.
    Mal vejo a hora de ter minha net via fumaça, já que a fumaça é mais densa que o próprio ar, logo o trafego pode ser maior, e olhar os pacotes passando por ela.


    Sério cara, como você pode falar que alguma outra coisa vai se propagar mais rápido que a luz?



  11. #11

    Padrão Re:

    4G até pode ser tendência, pelo menos na teoria, como o Wimax também foi um dia. O problema é que as operadoras não montam uma torre pra atender 100 clientes, como nós fazemos. O planejamento deles é pra atender 2 mil estações ativas, e a tecnologia não suporta esse tipo de coisa. Por isso que pregaram o Wimax na cruz e estão queimando o filme do 3G (queria eu ter licença pra operar equipamentos da linha Wimax).

    LTE/4G só tem 120 pontos operacionais no mundo inteiro, a maior parte no EUA. Nem a Verizon (a GVT lá dos gringos) investiu pesado, já partiu direto pra soluções em fibra (já ouviram falar em FiOS?).

    LTE só vai ficar tecnicamente válido quando forem desenvolvidos equipamentos no espectro de 700Mhz. Por enquanto é só especulação. E outra coisa, os equipamentos da 3G não serão compatíveis com LTE/4G. Teria que trocar TUDO, ou montar redes paralelas. Será que as operadoras vão querer gastar valores na casa de bilhões pra arriscar dar certo? Eu acredito que não.

    Mais um furo igual ao 3G ficaria feio para a tecnologia móvel, porque tem muita publicidade envolvida.

    O forte da coisa aqui no Brasil vão ser redes mistas, fibra óptica com cabeamento metálico de curta distância. To apostando no Docsis 3 e no VDSL2. Vai ser uma briga bacana entre as duas tecnologias. FTTH no Brasil? Não não... Isso é realidade para o Japão, onde o governo financia a expansão das telecomunicações (embora eu veja qualquer intromissão do governo como intervencionismo).

    FTTH de fato aqui no Brasil que eu saiba só a Telefonica (atual Vivo Fixo) que faz. E funcionando bem, por sinal. Mas de nada adianta ter uma baita rede se as rotas estão no gargalo, se os backbones internacionais estão congestionados...

    Em administração isso se chama excelência sem planejamento. Igual faz o SUS: quando descobre que os velhos morrem na fila da aposentadoria, ao invés de melhorar o serviço eles instalam cadeiras. Ótimo, agora os velhos morrem sentados, pelo menos...

  12. #12

    Padrão Re: 4G???

    Jadir, a Ubiquiti tem um cartão mini-pci em 700mhz.

    Mas a Anatel preferiu reformular a ocupação da faixa dos 450mhz, e liberar uma faixinha muito pequena para SCM. O bom desta faixa ficou para SMP.



  13. #13

    Padrão Re:

    Citação Postado originalmente por Jadir Ver Post
    4G até pode ser tendência, pelo menos na teoria, como o Wimax também foi um dia. O problema é que as operadoras não montam uma torre pra atender 100 clientes, como nós fazemos. O planejamento deles é pra atender 2 mil estações ativas, e a tecnologia não suporta esse tipo de coisa. Por isso que pregaram o Wimax na cruz e estão queimando o filme do 3G (queria eu ter licença pra operar equipamentos da linha Wimax).

    LTE/4G só tem 120 pontos operacionais no mundo inteiro, a maior parte no EUA. Nem a Verizon (a GVT lá dos gringos) investiu pesado, já partiu direto pra soluções em fibra (já ouviram falar em FiOS?).

    LTE só vai ficar tecnicamente válido quando forem desenvolvidos equipamentos no espectro de 700Mhz. Por enquanto é só especulação. E outra coisa, os equipamentos da 3G não serão compatíveis com LTE/4G. Teria que trocar TUDO, ou montar redes paralelas. Será que as operadoras vão querer gastar valores na casa de bilhões pra arriscar dar certo? Eu acredito que não.

    Mais um furo igual ao 3G ficaria feio para a tecnologia móvel, porque tem muita publicidade envolvida.

    O forte da coisa aqui no Brasil vão ser redes mistas, fibra óptica com cabeamento metálico de curta distância. To apostando no Docsis 3 e no VDSL2. Vai ser uma briga bacana entre as duas tecnologias. FTTH no Brasil? Não não... Isso é realidade para o Japão, onde o governo financia a expansão das telecomunicações (embora eu veja qualquer intromissão do governo como intervencionismo).

    FTTH de fato aqui no Brasil que eu saiba só a Telefonica (atual Vivo Fixo) que faz. E funcionando bem, por sinal. Mas de nada adianta ter uma baita rede se as rotas estão no gargalo, se os backbones internacionais estão congestionados...

    Em administração isso se chama excelência sem planejamento. Igual faz o SUS: quando descobre que os velhos morrem na fila da aposentadoria, ao invés de melhorar o serviço eles instalam cadeiras. Ótimo, agora os velhos morrem sentados, pelo menos...

    Não vejo assim não! Vamos aos fatos.

    Wimax o unico lugar do mundo que eu sei que funciona de fato é na Coreia do Sul.
    3G+ é uma tecnologia que já nasceu ultrapassada, nem nos EUA as operadoras adotaram, e partiram direto 4G.
    Por aqui com toda a burocracia, sem duvidas o 4G vai demorar um pouco, já o wimax é até complicado de se falar pois ninguem no brasil resolver bancar esta tecnologia a nivel industrial, somente testes....Outro fato é capilaridade da nossa malha, muito pequena, e bem ultrapassada. Sem duvidas tem que haver mais investimentos.

  14. #14

    Padrão Re:

    Não fique chateado amigo, mas não concordo contigo. Sem dramas, apenas ideias.

    Tanto tem redes 3G nos EUA que Verizon, Virgen Mobile e AT&T tem redes. E redes grandes. LTE/4G recém estão entrando em operação, e quem tem investido é a Verizon.

    Sobre o Wimax, o coitado foi projetado para ser usado em CPEs de última milha, da mesma forma que nossas NanoStations. Por isso a limitação de quantidades de estações por setor, problemas com NLOS (já que os equipamentos funcionam geralmente em 3,5 ou 5Ghz). O Wimax é funcional, mas as operadoras não souberam entender o funcionamento da coisa.

    A nível Brasil que eu lembre apenas a Embratel investiu no Wimax. Tenho um amigo de Minas Gerais que possui o serviço em casa e está muito contente. O que borrou a imagem dos equipamentos que usam essa tecnologia são as limitações. É wireless, como qualquer outro. E limitações no mercado de telecomunicações não são bem-vindas.

    LTE/4G são uma pedra no sapato, obviamente. As taxas de transferência são muito grandes. Porém, a tecnologia é cara e também tem as suas limitações. Além disso, o mercado final pra essa tecnologia são dispositivos móveis, não última milha residencial, como cabo ou provedores que usam wireless. Mas eu acredito que, a nível Brasil, não é uma coisa a ser desenvolvida em curto prazo e com grande expansão.



  15. #15

    Padrão Re: 4G???

    Opa!!! concordo com o seu ponto de vista, inclusive a Universidade Federal de Ouro Preto, possui um link Wimax Beta, na qual o sinal esta saindo da Serra do Curral. uma distancia superior a 40Km. É uma pena que não saiu!!!!!