Página 2 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Pra que tanto equipamento?

    Pensa no projeto: vai atender quantos clientes no geral? Sabendo que cada equipamento desses vai suportar uns 35 cadastrados, tu vai querer instalar 210 clientes em uma torre só??

    Eu acho meio furada isso. Pra começar que nem sempre se tem uma concentração alta de clientes em uma área só. Então, de que adianta ter disponibilidade pra 200 clientes e só haver demanda pra 60?

    Outra situação são as frequências. Se pra encontrar UM único canal com interferência mais leve é difícil, imagina encontrar SEIS. Quatro, que sejam... O segredinho de se trabalhar com provedor hoje em dia é não montar mais que uma antena em 2.4 por torre. Até porque não há canais disponíveis pra isso! Quer dizer, até tem, mas por conta e risco de quem implementa.

    Vale uma dica? Omni + Bullet M2. Tudo homologado, bonitinho. Instala 35 clientes nesse conjunto e usa o retorno financeiro pra construir uma rede 5.8 na mesma estrutura. Simples né? E tem uma estrutura robusta pra atender 70 clientes, sem travamentos e dores de cabeça, porque não estará sobrecarregada.

    Tu vai ter duas redes simples de manter, fáceis de trocar se pro acaso der qualquer problema e por um custo mínimo. Ao invés de comprar 6 Nano Loco M2, compra 1 Bullet M2 e uma omni de 13,5dbi da OIW (6 Loco M2 = 870... 1 Bullet + 1 omni = 350).

    Só com o dinheiro que tu economizará praticamente já paga a instalação dos 4 primeiros clientes, oferendo DE GRAÇA o equipamento para o cliente.

    Viu só? Só pensar... Tu economiza dinheiro, economiza frequências e economiza em dores de cabeça futuras. A receita tá ai, agora é só tu cozinhar.

  2. Citação Postado originalmente por Jadir Ver Post
    Pra que tanto equipamento?

    Pensa no projeto: vai atender quantos clientes no geral? Sabendo que cada equipamento desses vai suportar uns 35 cadastrados, tu vai querer instalar 210 clientes em uma torre só??

    Eu acho meio furada isso. Pra começar que nem sempre se tem uma concentração alta de clientes em uma área só. Então, de que adianta ter disponibilidade pra 200 clientes e só haver demanda pra 60?

    Outra situação são as frequências. Se pra encontrar UM único canal com interferência mais leve é difícil, imagina encontrar SEIS. Quatro, que sejam... O segredinho de se trabalhar com provedor hoje em dia é não montar mais que uma antena em 2.4 por torre. Até porque não há canais disponíveis pra isso! Quer dizer, até tem, mas por conta e risco de quem implementa.

    Vale uma dica? Omni + Bullet M2. Tudo homologado, bonitinho. Instala 35 clientes nesse conjunto e usa o retorno financeiro pra construir uma rede 5.8 na mesma estrutura. Simples né? E tem uma estrutura robusta pra atender 70 clientes, sem travamentos e dores de cabeça, porque não estará sobrecarregada.

    Tu vai ter duas redes simples de manter, fáceis de trocar se pro acaso der qualquer problema e por um custo mínimo. Ao invés de comprar 6 Nano Loco M2, compra 1 Bullet M2 e uma omni de 13,5dbi da OIW (6 Loco M2 = 870... 1 Bullet + 1 omni = 350).

    Só com o dinheiro que tu economizará praticamente já paga a instalação dos 4 primeiros clientes, oferendo DE GRAÇA o equipamento para o cliente.

    Viu só? Só pensar... Tu economiza dinheiro, economiza frequências e economiza em dores de cabeça futuras. A receita tá ai, agora é só tu cozinhar.

    Nossa isso sim que é um esclarecimento!!! Estrelinha para vc!!

    Eu uso bullet 2HP e omni hyperlink de 9 e ate gosto do resultado
    Agora Fiquei com umas duvidas

    bullet M2 é melhor que o 2HP?? Se sim qual a vantagem?
    Qual é o equipamento vc aconselha em 5.8 para eu poder esta instalando na mesma torre?



  3. Fico agradecido pelo reconhecimento.

    Na comparação dos Bullets, não há como dizer que um seja superior ao outro. A questão é que cada um é projetado para um tipo de aplicação diferente. O Bullet 2HP foi desenvolvido para redes legacy, B e G. O Bullet M2 também serve para esses cenários, e com o diferencial de operar ainda no protocolo N, agregando mais velocidade nas redes.

    Além do N, o Bullet M2 também tem embarcada a tecnologia TDMA (comercial Airmax). Enfim, tem vantagens que agregam taxas de transferências muito maiores, se comparadas a série legacy.

    Sobre o 5.8, o Rocket M5 montado com as BaseStations é uma escolha certeira, sem erro. E nem precisa operar em 40Mhz, 20Mhz. Se consegue tranquilamente 30 mega de tráfego agregado para toda a rede usando 10Mhz. E só consegue isso em função do protocolo N e do Airmax.

    Enfim, não tem nenhum mistério. O segredo de se trabalhar com provedor é não sobrecarregar nenhum equipamento, planejar velocidades altas para os clientes e não repassar um custo elevado nas assinaturas. Seja o provedor grande ou pequeno. Ou iniciante, que seja.

  4. E ai Jadir como esta?

    Jadir vc ja testou o Groove A-2Hn...
    Estou com um em uma torre com uma omni 15 da hyperlik vou te dizer trafego exelente em banda N pura, sinal então ficou muito melhor que o bulet esta muito bom mesmo não esperava esse resultado dele e sem contar que e Mikrotik nhe...
    nos clientes estou com nano M2 e airgrid M2 16dbi... media de clientes simultaneos 30 clientes e o processamento dele não passa de 15% trafego medio dele 10Mb..

    Estou instalando um em um cliente semana que vem so que vai ser o 2Hn a diferença e o level dele que e level 3 cliente dai...
    vou ver como vai ficar vou ariscar ele com grade 24dbi tp link cliente 6km da torre.. nessa torre tenho painel 14dbi hyperlink com bullet hp em banda b...

    vamos ver como vai ficar... ai te falo o resultado...



  5. Dai Lisandro! Como é que tá essa força? Antes de comentar qualquer coisa técnica, quero agradecer pela indicação do teu amigo que mudou aqui pra cidade. É uma pena que onde ele mora eu ainda não atendo. Mas de qualquer forma, sem palavras pra te agradecer! Muita consideração, hem.

    Sobre o Groove, cara eu não uso Mikrotik nas torres nessa parte de wireless, só Ubiquiti mesmo. Tenho um camarada aqui do Rio Grande do Sul que fez um enlace com eles e um disco de 24dbi da OIW e ficou impressionado com o resultado. Alta taxa de transferência e recursos de sobra mesmo com consumo alto.

    O bom dessas soluções da Mikrotik é o Nv2 agregado ao protocolo N. O que o Airmax faz de diferença na Ubiquiti, o Nv2 faz de diferencial na Mikrotik. Quem ganha somos nós, não é mesmo?

    Ahh... Conta pra nós o resultado do teu teste! Abração, camarada!






Tópicos Similares

  1. Respostas: 8
    Último Post: 12-11-2015, 21:36
  2. Respostas: 10
    Último Post: 26-04-2015, 17:45
  3. Ajuda com configuração de Nanostation Loco M2
    Por RamonMachado no fórum Redes
    Respostas: 4
    Último Post: 25-04-2015, 14:07
  4. Nanostation Loco M2 - Sinal Fraco com 1.6km
    Por Edrobeda no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 22-07-2011, 15:55
  5. Nanostation Loco M2 na torre!
    Por rtflmeganet no fórum Redes
    Respostas: 8
    Último Post: 13-07-2011, 08:22

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L