+ Responder ao Tópico



  1. isso vai ser quando o lançamento e sera que vai ser muito caro

  2. Mikrotik tem 3 usos bem distintos atualmente: roteamento, controle de usuários e wireless. A UBNT já tinha wireless, e agora tem roteamento... mas os que usam Mikrotik para controle de usuários, que é sua aplicação mais comum, não vão ter o EdgeMax como opção.

    Para roteamento, a UBNT começou bem. Produto com uma base bem respeitada no mercado (Vyatta), capacidade de processamento bem superior a das RouterBoards, interface amigável, bom preço. Notar que o Mikrotik tem uma interface Web, o WebFig, que é bem amigável também. O nome EdgeMax sugere porém uma característica de borda, e com isso recursos como MPLS não devem ser prioridade. Vamos ver em quanto tempo esse produto menor quanto os outros irmãos maiores chegam ao mercado... a versão carrier tem uma porta 10G, algo que nem o CloudCore Router da Mikrotik tem (inicialmente pelo menos).

    Quanto a comparação com a Cisco, ela não é desproporcional; muita gente usa Cisco em cenários simples que poderiam ser atendidos com um EdgeMax ou uma Routerboard. E como Cisco é caro, eles acabam comprando menos poder de processamento do que precisariam... a troca que eles sugerem no vídeo pode ser realidade para muitas empresas americanas. Não é o caso no Brasil, onde o custo de banda é alto e mais gente se dispõe a usar um roteador com PC montado e Linux... mas se eu fosse o gerente de produto da UBNT, iria sim para cima da Cisco e não da Mikrotik.

    Os ISPs que muito usam Mikrotik vão comprar alguns UBNT, testar, e se gostarem vão comprar mais. Não é preciso focar muito em comunicação nesse segmento, o que eles já fizeram de uma análise comparativa já é suficiente. Quem usa Mikrotik fazendo 2 ou 3 das coisas que citei no começo vai demorar, mas os que já separam essas tarefas, e que é uma boa prática mesmo numa rede exclusivamente Mikrotik, vai poder testar o EdgeLite fazendo NAT, balanceamento, BGP simplificado (pouca memória para um BGP completo) e vai adotar ou não com base na sua própria experiência.

    Apesar de muita gente querer antecipar o que vai acontecer ou especular, só a progressão natural do produto vai poder dizer o que vai acontecer.



  3. Citação Postado originalmente por rubensk Ver Post
    Mikrotik tem 3 usos bem distintos atualmente: roteamento, controle de usuários e wireless. A UBNT já tinha wireless, e agora tem roteamento... mas os que usam Mikrotik para controle de usuários, que é sua aplicação mais comum, não vão ter o EdgeMax como opção.

    Para roteamento, a UBNT começou bem. Produto com uma base bem respeitada no mercado (Vyatta), capacidade de processamento bem superior a das RouterBoards, interface amigável, bom preço. Notar que o Mikrotik tem uma interface Web, o WebFig, que é bem amigável também. O nome EdgeMax sugere porém uma característica de borda, e com isso recursos como MPLS não devem ser prioridade. Vamos ver em quanto tempo esse produto menor quanto os outros irmãos maiores chegam ao mercado... a versão carrier tem uma porta 10G, algo que nem o CloudCore Router da Mikrotik tem (inicialmente pelo menos).

    Quanto a comparação com a Cisco, ela não é desproporcional; muita gente usa Cisco em cenários simples que poderiam ser atendidos com um EdgeMax ou uma Routerboard. E como Cisco é caro, eles acabam comprando menos poder de processamento do que precisariam... a troca que eles sugerem no vídeo pode ser realidade para muitas empresas americanas. Não é o caso no Brasil, onde o custo de banda é alto e mais gente se dispõe a usar um roteador com PC montado e Linux... mas se eu fosse o gerente de produto da UBNT, iria sim para cima da Cisco e não da Mikrotik.

    Os ISPs que muito usam Mikrotik vão comprar alguns UBNT, testar, e se gostarem vão comprar mais. Não é preciso focar muito em comunicação nesse segmento, o que eles já fizeram de uma análise comparativa já é suficiente. Quem usa Mikrotik fazendo 2 ou 3 das coisas que citei no começo vai demorar, mas os que já separam essas tarefas, e que é uma boa prática mesmo numa rede exclusivamente Mikrotik, vai poder testar o EdgeLite fazendo NAT, balanceamento, BGP simplificado (pouca memória para um BGP completo) e vai adotar ou não com base na sua própria experiência.

    Apesar de muita gente querer antecipar o que vai acontecer ou especular, só a progressão natural do produto vai poder dizer o que vai acontecer.
    Caro Rubensk ...

    Muito importante vossas colocações, acredito que enriquecerá ainda mais esse debate produtivo.

    Acredito que os pontos tocados são de suma importância, até acredito que poderá se tornar um bom produto, mas continuo entendendo que o produto nunca será tudo aquilo que a ubnt anuncia, pois sempre divulgam em suas propagandas coisas exorbitantes se comparados a realidade alcançada.

    Ex.: A linha M5, suas propagandas dizem atingir 300 Mbp/s, mas todos sabemos que isso é uma utopia e acaba a influenciar (incentivar) os usuários a tentarem tirar "água de pedra" (como citado pelo Zé Alves), pois quando vêem um rádio que divulga 300 Mbp/s e só conseguem seus 50 ou 80 Mbp/s, é natural que a pessoa fica intrigada. Por essas e outras que acredito que não será tudo aquilo proposto, não digo que será um mal produto, apenas seguirá o mesmo padrão ubnt.

    Saudações a todos

  4. Citação Postado originalmente por godoy Ver Post
    Ex.: A linha M5, suas propagandas dizem atingir 300 Mbp/s, mas todos sabemos que isso é uma utopia e acaba a influenciar (incentivar) os usuários a tentarem tirar "água de pedra" (como citado pelo Zé Alves), pois quando vêem um rádio que divulga 300 Mbp/s e só conseguem seus 50 ou 80 Mbp/s, é natural que a pessoa fica intrigada. Por essas e outras que acredito que não será tudo aquilo proposto, não digo que será um mal produto, apenas seguirá o mesmo padrão ubnt.
    Pois é, esse tipo de informação deveria ser esclarecida, ter um texto jurídico informando em que situação essa taxa ocorre...

    No meu treinamento eu falo sobre esses gráficos e tento mostrar ao cliente como interpretá-los para não se frustar com expectativa quebrada. Em resumo é o seguite:

    No gráfico abaixo você escolhe em qual relação throughput distância você quer ficar...

    150 Mbps ------------------- 75 Mbps ------------------- 1 Mbps. (curva de throughput)
    ---------------------------------------------- ? -------------------- (sua escolha)
    1 Km --------------------------- 25 Km ------------------ 50 Km. (curva de distância)

    É isso que a Ubiquiti está dizendo. Só que ela publica os dois extremos positivos e nós consumidores entendemos que por apenas R$ 300 nós vamos receber o melhor dos dois mundos kkkkkkkkkk
    Isso não existe, física é troca. Se eu optar por distância meu sinal vai atenuar e, consequentemente, meu throughput será menor :-)

    Em outras palavras: a Ubiquiti mostra suas qualidades, o Consumidor acha melhor não perguntar quando essas qualidades estarão presentes. Pronto, está feita a confusão e dá-se início à frustração.

    Com um pouquinho de reflexão o Consumidor evitaria essa frustração.


    Abraço,

    ZéAlves



  5. A bem da verdade é que até agora não estou conseguindo comprar uma peça, alguém poderia indicar algum site que vende este equipamento.






Tópicos Similares

  1. Novo Virus Para equipamentos ubiquiti
    Por GOBPROVEDORNET no fórum Redes
    Respostas: 8
    Último Post: 20-12-2013, 12:33
  2. Novo equipamento Ap com Voip
    Por lordemeson no fórum Redes
    Respostas: 13
    Último Post: 20-09-2010, 18:42
  3. Novos produtos Ubiquiti
    Por 1929 no fórum Redes
    Respostas: 12
    Último Post: 18-04-2009, 23:47
  4. Respostas: 0
    Último Post: 11-02-2009, 07:36
  5. Novos produtos ubiquiti
    Por net33 no fórum Redes
    Respostas: 28
    Último Post: 11-12-2008, 22:44

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L