+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Situação Surreal => Bullet 2 modo AP trabalhando a 0dBm

    Olá pessoal.

    Conforme eu relatei há alguns dias atrás, um dos meus POPs dos mais antigos foi acometido por um ráio, o que levou por diante muita coisa, inclusive meu antigo aprouterzinho guerreiro.

    Este POP é para atender clientes com até 500m no máximo, utilizando-se para isso uma OMNI 15dBi da Aquario e clientes com antenas de alto ganho.

    A potência mínima do finado aprouter era de 12dBm, que era como eu deixava, assim como deixo também em mínimo todos os rádios clientes, que hoje estão em cerca de 25 ( em número ).

    Bom, com a queima do WR254, resolvi colocar um Bullet 2 100mw aqui, de saída comecei usando 10dBm, há cerca de 1 semana desci para 6dBm, e finalmente hoje, após ajustar meu cliente mais distante que estava com uma Airgrid M2, recebendo a -78, onde troquei-o para um Bullet 2 + Grade de 27 da Aquario, elevando o sinal de RX do cliente a -58 ~ -62 .

    Com isso me senti a vontade para descer um pouco mais a potência de TX do meu AP, desci pra 4, pra 2, e finalmente para 0 ( isso mesmo, zero ).

    Dos clientes conectados a esta altura da madrugada, o com menor RX está -68. Vou monitorar durante o dia e posto mais informações depois.

    Estou usando a última versão do firmware: Bullet2-v4.0.1.build4978

    Fico me perguntando qual a explicação lógica para isso. Bug ?

  2. #2

    Padrão Re:

    Silvio, 0 dbm não significa 0 mw. 0dbm = 1mw de potência irradiada.

    A questão é que nos teus clientes há antenas de alto ganho e potência no equipamento suficientes para receber/transmitir a onda de rádio emitida pelo Bullet AP.

    No teu caso, tu montou no cliente um Bullet em uma antena de grade de 25dbi. Considerando a altíssima sensibilidade à RF do chipset Atheros do Bullet (-98 é o sinal mínimo para estabelecer uma conexão, vide datasheet da Ubiquiti) e o altíssimo ganho de captação/emissão dessa antena, míseros 32mw são suficientes para "ouvir" até mesmo um suspiro de sinal irradiado. Mesmo que seja um suspiro de apenas 1mw.

    Pra mim não é nenhuma surpresa. É apenas a combinação de equipamentos de alto desempenho, alta sensibilidade, instalação bem configurada e um ambiente favorável, com ruído condizente. Simples, não é mesmo?



  3. #3

    Padrão Re: Situação Surreal => Bullet 2 modo AP trabalhando a 0dBm

    Agora ao meio dia fiz alguns testes de banda com o MK BT, e o cliente mais longe (700m -62~64 RX) tá recebendo 6Mb Half.
    E o cliente mais fraco ( 100m -66~-69 RX ) tá recebendo 8Mb Half.

    * cliente mais perto tá mais fraco por que está numa área de sombra.
    * Throughput em 2.4 mais elevado por que transmito em "G" 24M fixo.

  4. #4

    Padrão Re:

    Citação Postado originalmente por Jadir Ver Post
    Silvio, 0 dbm não significa 0 mw. 0dbm = 1mw de potência irradiada.

    A questão é que nos teus clientes há antenas de alto ganho e potência no equipamento suficientes para receber/transmitir a onda de rádio emitida pelo Bullet AP.

    No teu caso, tu montou no cliente um Bullet em uma antena de grade de 25dbi. Considerando a altíssima sensibilidade à RF do chipset Atheros do Bullet (-98 é o sinal mínimo para estabelecer uma conexão, vide datasheet da Ubiquiti) e o altíssimo ganho de captação/emissão dessa antena, míseros 32mw são suficientes para "ouvir" até mesmo um suspiro de sinal irradiado. Mesmo que seja um suspiro de apenas 1mw.

    Pra mim não é nenhuma surpresa. É apenas a combinação de equipamentos de alto desempenho, alta sensibilidade, instalação bem configurada e um ambiente favorável, com ruído condizente. Simples, não é mesmo?
    Sim, olhando pela tua análise faz todo o sentido, eu vou monitorar bem de perto no horário "brabo", entre 20h e 23h, vamos ver se meu "miliwattzinho" segura a onda ( literalmente ).

    Tu me conhece, sabe já um pouco minha visão torta do wireless. Mas diziam que no horizonte da terra havia um abismo... talvez meu conceito não esteja de todo "torto"

    Em um outro POP, dessa vez 5.8, transmito com uma OMNI 12dBi da OIW com um BulletM5 a 6dBm com Airmax ( Capacidade 50% Qualidade 99~100% ) e neste caso TODOS os clientes estão a no MÁXIMO 6dBm, novamente aqui, utilizando antenas de alto ganho. Em resumo: LocoM5 até 100m / Airgrid M5 23dBi até 400m / Airgrid M5 27dBi até 700m .

    O que vou usar acima de 700m então né !? Uma Rocket Dish 30 ? Não... não vou usar mais nada, é até 700m e PONTO.

    Ainda falando sobre o 0dBm, fiz um Survey de uma outro POP 2.4, afastados cerca de 2KM deste, e onde antes achava meu POP ( então 12dBm ) a cerca de -72, agora simplesmente não acha.

    0dBm me causando 0 de interferência.

    Bom, mas não vamos "se achar" muito, quero ver mesmo é na hora do pega pra capar... no fim da noite, posto alguma coisa.



  5. #5

    Padrão Re: Situação Surreal => Bullet 2 modo AP trabalhando a 0dBm

    Se todo mundo pensasse assim haveria espaço pra todos trabalharem sem interferencias.

    Acompanhando pra ver o desempenho no horario de pico.

    Abs.

  6. #6

    Padrão Re: Situação Surreal => Bullet 2 modo AP trabalhando a 0dBm

    Vamos ao relatório:

    Efetuei 2 testes, MK BT e ping sem fragmentação com pacotes de 1450bytes ( ping -f -l 1450 [ - IP - ] ) :

    Dados gerais do POP:
    - 25 MAC's Cadastrados;
    - 30% de Radios com Atheros, 70% de Radios com Realtek;
    - ACK fixo em 26 no AP ( casando com cliente mais longo );
    - Somente "G" com 24M fixos no AP, e nos clientes também;
    - Antena OMNI Aquario 15dBi;
    - AP Bullet 2 100mw configurado a 1mw ( 0 dBm );
    - Clientes com antena de alto ganho e rádios com potência mínima ( Realtek geralmente 12dBm / Atheros geralmente 9dBm );
    - Noise Floor cravado em -96 pelo lado do AP e variando entre -90 e -94 pelo lado dos clientes;
    - 2 clientes testados => Cliente "A" , distante 700m, cliente mais longo ( ACK fixo 26 ). Cliente "B", distante 100m, cliente mais fraco ( área de sombra - ACK fixo 22); e
    - Throughput's Half-Duplex, testados RX e TX separadamente originados dos clientes. 2 testes consecutivos em cada horário.

    Teste #1 ( 20:45 )
    ===========
    * 19 clientes associados ao AP
    * Ping médio de todos os clientes da rede em 6~10ms para Realtek's, 4~8ms Athero's.
    >>> Throughput Cliente "A": ( Rx: 4.33 Mbps Tx: 5.78 Mbps |=| Rx: 3.80 Mbps Tx: 6.13 Mbps )
    >>> Throughput Cliente "B": ( Rx: 6.95 Mbps Tx: 6.95 Mbps |=| Rx: 5.32 Mbps Tx: 5.89 Mbps )

    Teste #2 ( 22h )
    ===========
    * 18 clientes associados ao AP
    * Ping médio de todos os clientes da rede em 8~11ms para Realtek's, 5~8ms Athero's.
    >>> Throughput Cliente "A": ( Rx: 3.87 Mbps Tx: 2.85 Mbps |=| Rx: 3.06 Mbps Tx: 3.49 Mbps )
    >>> Throughput Cliente "B": ( Rx: 4.97 Mbps Tx: 3.96 Mbps |=| Rx: 3.75 Mbps Tx: 5.41 Mbps )

    Teste #3 ( 23:20 )
    ===========
    * 16 clientes associados ao AP
    * Ping médio de todos os clientes da rede em 6~11ms para Realtek's, 4~8ms Athero's.
    >>> Throughput Cliente "A": ( Rx: 3.93 Mbps Tx: 5.83 Mbps |=| Rx: 3.69 Mbps Tx: 4.71 Mbps )
    >>> Throughput Cliente "B": ( Rx: 4.62 Mbps Tx: 5.55 Mbps |=| Rx: 4.00 Mbps Tx: 5.66 Mbps )

    Algumas observações:
    - Cliente "B", mais próximo, obteve taxa média melhor que Cliente "A". Provando que, neste cenário, menor distância ( e ACK ) obtém melhor resultado do que melhor sinal.
    - Em média houve leve diferença positiva de banda chegando ao AP do que saindo dele.
    - O Horário com mais clientes associados ( 20:45 ) obteve o melhor resultado, porém muito provavelmente, o "ar", levando em considerações outros provedores e transmissões, deveria estar menos congestionado. As 22h deve ter sido o pico de utilizaçao do "ar" provavelmente por isso o resultado menor, tanto na banda passante, quanto na latência.

    Olha... no que depender de hoje, vou manter dBm em 0 se possível, e até quando for possível.

    O único cliente que não ficou bom de todos os 25, foi um Elsys de 50m que está na sombra, vou por um Loco 2 lá e erguer a haste 1 ou 2 metros mais pra ver se encaixo ele em um lóbulo acima.



  7. #7

    Padrão Re: Situação Surreal => Bullet 2 modo AP trabalhando a 0dBm

    Muito bons os seus testes. Eu acredito que o conhecimento tácito se adquire dessa forma. Testes, testes, e mais testes. Em cima desses, resultados CONCLUSIVOS. Nada de achismo. Num cenário rural, onde só existe você atendendo, acho válido sem perder a qualidade você abusar um pouco da potência, até para poder aproveitar melhor uma base central. Agora, em ambiente urbano, nada melhor do que microcélulas, com clientes num raio de no máximo 1km. E o melhor, aproveitando tudo o que o 2.4 tem a oferecer.

    Parabéns!