Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. Bom, descartando o iBGP, podemos também esquecer o VRF, pois ele precisa de BGP.

    Para o seu cenário então, sugiro que use tuneis VPLS, transportados por Engenharia de Tráfego (TE). O processamento não deve aumentar muito, mesmo sendo um RB 750, acredito que no máximo 10%.

    O controle de banda fica por conta dos tuneis TE. Basta criar os Tunel Paths em todos os roteadores do caminho. Se você utilizar a facilidade CSPF do TE, terá os caminhos criados dinamicamente. Caso queira fazer um caminho alternativo para backup, ou mesmo se o túnel tiver que atravessar para outra área OSPF, terá que criar o túnel setando todos os Hops da origem até o destino manualmente.

    Verdade .... e carece de profissionais para dar auxilio aos novatos , :-(
    Tem bastante gente qualificada aqui, que tem esse conhecimento, mas acredito que o que bloqueia o pessoal de ajudar, são pessoas que vem aqui perguntar sobre coisas que não tem a mínima noção do que é e como se faz. Do contrário de você por exemplo, que já tem uma base, então o diálogo fica muito mais fácil.

    Vamos falando, abraço

  2. Bom, descartando o iBGP, podemos também esquecer o VRF, pois ele precisa de BGP.
    ok. um necessita do outro ....

    Pelo jeito, usar ou não ibgp + vrf vai da escolha do administrador da rede, tamanho da rede e modelo de negócios.

    Nao usar, não significa que a rede seja uma "merda", rs.

    Em redes pequenas, ospf + mpls ajuda em muito ....

    Em redes maiores, no caso de ser AS, fazer transito de AS .... bem provável que seja vantagem o uso dos protocolos como diferencial ....


    Para o seu cenário então, sugiro que use tuneis VPLS, transportados por Engenharia de Tráfego (TE). O processamento não deve aumentar muito, mesmo sendo um RB 750, acredito que no máximo 10%.

    O controle de banda fica por conta dos tuneis TE. Basta criar os Tunel Paths em todos os roteadores do caminho. Se você utilizar a facilidade CSPF do TE, terá os caminhos criados dinamicamente. Caso queira fazer um caminho alternativo para backup, ou mesmo se o túnel tiver que atravessar para outra área OSPF, terá que criar o túnel setando todos os Hops da origem até o destino manualmente.
    Ok. testei em laboratório baseado na wiki.[1][2] Fiquei na duvida em questão de processamento .... na negociação, se o cliente estiver disposto a pagar, coloco uma rb 450g no lugar

    Criar em modo dinâmico, sem setar os hops achei o modo mais fácil ... mas precisa ter cuidado com o tempo definido no failover, rs


    /interface trafic-eng reoptimize-interval=5s


    Tem bastante gente qualificada aqui, que tem esse conhecimento, mas acredito que o que bloqueia o pessoal de ajudar, são pessoas que vem aqui perguntar sobre coisas que não tem a mínima noção do que é e como se faz. Do contrário de você por exemplo, que já tem uma base, então o diálogo fica muito mais fácil.

    Vamos falando, abraço
    Agradeço muito por tirar as duvidas .... infelizmente ou felizmente ( estamos em uma sociedade democrática ) aqui no fórum pelo tempo que participo ... alguns usuários extrapolam com suas opiniões ... querem ganhar com base no grito. Muitos deixaram de contribuir por isso, ou mudaram para outras listas como Anid e gter ........

    Outros ... ate te ajudam ... se vc comprar o "peixe" eh claro ... :-)

    gamineiro, obrigado pela ajuda .... quando eu for visitar os parentes em Santa Rosa ou Santa Cruz do sul, pode deixar que dou uma passada ai ... churrasco por minha conta.... :-D

    Att.
    Carlos Henrique Trentini.

    [1] http://wiki.mikrotik.com/wiki/Manual:Simple_TE
    [2] http://wiki.mikrotik.com/wiki/Manual:TE_Tunnels_Example



  3. ok. um necessita do outro ....

    Pelo jeito, usar ou não ibgp + vrf vai da escolha do administrador da rede, tamanho da rede e modelo de negócios.

    Nao usar, não significa que a rede seja uma "merda", rs.

    Em redes pequenas, ospf + mpls ajuda em muito ....

    Em redes maiores, no caso de ser AS, fazer transito de AS .... bem provável que seja vantagem o uso dos protocolos como diferencial ....
    Exatamente. Quanto maior a complexidade, digamos assim, maior sera a sua tranquilidade quando a rede aumentar 50 vezes, hehehe

    Criar em modo dinâmico, sem setar os hops achei o modo mais fácil ... mas precisa ter cuidado com o tempo definido no failover, rs
    Reforçando, se a sua rede OSPF possui outras áreas além da área 0 (backbone), você não irá conseguir usar o CSPF, pois ele não "atravessa" uma área. Para isso, terá que informar manualmente os Hops.

    Agradeço muito por tirar as duvidas
    Que isso, esse lugar é justamente para "escambo" de conhecimento, hahahaha

    .... infelizmente ou felizmente ( estamos em uma sociedade democrática ) aqui no fórum pelo tempo que participo ... alguns usuários extrapolam com suas opiniões ... querem ganhar com base no grito. Muitos deixaram de contribuir por isso, ou mudaram para outras listas como Anid e gter ........
    Isso mesmo.

    Outros ... ate te ajudam ... se vc comprar o "peixe" eh claro ... :-)
    Não sou contra vender o peixe. Eu mesmo já passei orçamentos para algumas configurações que colegas me pediram ajuda. Só que as vezes, o administrador da rede não tem a mínima ideia de como fazer, ai fica complicado ajudar, já que na verdade você terá que fazer tudo!!!


    Combinado. Faremos um churrasco o/

    Abraço, e se precisar é só pedir.






Tópicos Similares

  1. Pesquisa: Modelo de Negócio SVA (PSCI) e SCM
    Por kleberbrasil no fórum Redes
    Respostas: 58
    Último Post: 12-05-2016, 20:20
  2. Dúvida sobre modelos de Groove, urgente...
    Por JoaoXz no fórum Redes
    Respostas: 6
    Último Post: 23-06-2015, 23:50
  3. Respostas: 3
    Último Post: 28-05-2013, 13:54
  4. SCM - Duvidas de negocio.
    Por jviana2004 no fórum Redes
    Respostas: 15
    Último Post: 30-03-2010, 16:13
  5. Duvida sobre as extensões de arquivos
    Por ricardodru no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 5
    Último Post: 19-11-2003, 22:35

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L