Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Obrigado pelas respostas, pelo que entendi com as duas respostar aumenta a minha tese o importante não é o para-raio e sim o ATERRAMENTO, correto???

  2. Bom dia

    da uma olhada ,vai ajudar bastante.


    https://under-linux.org/f105/aterram...izadas-137677/



  3. Correto,

    para raios na verdade é pra proteção ao redor da torre , proximidade, especialmente para predios ou condominios, ao inves do raio cai na casa do João vai cai no para-ráios , asssim João na vai morrer ou ter a casa destruida.

    O que protege os equipamentos é o seu propio aterramento, a energia que chega na carcaça vai diretamente para o chão, mais para isso a resistencia tem que está filé.

    Outra somente 1 aterramento para tudo, 2 aterramentos vai gerar diferencial de potencia e certamente danificar seu equipamento.


    Att,

  4. Aqui já tivemos vários problemas com descargas elétricas então resolvemos estuda-las um pouco mais.
    Após leitura de vários artigos e experiências de algumas empresas chegamos a seguinte conclusão:
    1° Seu aterramento devera trabalhar a baixo de 5 Ohms de impedância(medir com aterrometro).
    2° Aqui usamos hastes padrão CEMIG(Haste cantoneira L galvanizada) estas hastes amarelas coopowel não vale nada a partir de 20 dias ela já é ferro puro sem eficiência.
    3° aqui usamos como hastes cano d’água de seis metros de comprimento e em alguns casos furamos um poço(cisterna) ate dar na água.
    4° Cabo que faz a conexão das hastes de aterramento são conectadas com cabo de no mínimo 25 MM.
    5° conexão das hastes com os cabos e a torre devera ser o mais confiável possível(algumas torres soldamos).
    6° Não usamos para radio(Captor)e guando usamos é para fins de estética ou por exigência de alguma empresa que loca parte de nossas torres.
    7° após aterramento feito devera usa-lo para aterrar todos as partes (Torre,Rack,Protetor AC)ou seja todo equipamento existente neste local devera estar conectado a este aterramento para haver diferencial de potencial.
    8° após feito a parte do aterramento devera instalar(para raio de baixa tensão,protetor AC(aqui uso CLAMPER)todos conectados ao mesmo aterramento caso não esteja conectado não terá eficiência.
    9° Em alguns casos usamos fibra entre o radio e o Switch.
    10° Nas torres que estão na zona rural estamos usando todos os equipamentos conectados direto na bateria e um carregador para carrega-las(temos 12v e 24v).
    11° Algumas torres usamos energia solar como o mesmo aterramento.
    12° Guando se faz aterramento em época de chuvas se tem muita unidade e a resistência será baixa então seu aterramento não será eficiência na época em que estará mais seco ou seja no começo das chuvas a umidade esta baixa e seu aterramento não estará funcionando.
    Esta é nossa experiência com descarga elétricas lembrando que a maioria das descargas elétricas no desce na torre e sim na rede elétrica que esta desprotegida ao longo do percurso por isso não esqueça de proteger a entrada,uma jogada seria colocar uma das haste de aterramento a baixo do ar condicionado onde será descartada a água do degelo.
    Boa sorte com os raios.



  5. boa noite, obrigado a todos pelas respostas, já da pra ter uma idéia de como proceder. estrelinha pra todos q responderam.

    vlw






Tópicos Similares

  1. Problema com driver de Som!
    Por hydorn no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 03-02-2004, 21:31
  2. Problemas com redirecionamento de servidores.
    Por pirat no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 22-10-2003, 07:29
  3. problemas com servidor de mail
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 04-06-2003, 10:22
  4. Problemas com nomes de arquivos
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 03-02-2003, 15:44
  5. IPTABLES - Problemas com Roteamento de Pacotes
    Por ATNunes no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 12-12-2002, 15:14

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L