Página 8 de 10 PrimeiroPrimeiro ... 345678910 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #141

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Citação Postado originalmente por filzek Ver Post
    Bom,

    Teste de bancada da KN5 (www.krazer.com.br/cpekn5):

    10 metros com 3 barreiras (simulação de perca em campo para 7km)
    Sem Airmax firmware original Krazer: 89Mbps Tcp/IP full duplex.
    Sem Airmax firmware UBNT 5.5.4 Krazer: 79Mbps Tcp/IP full duplex.
    Com Airmax firmware UBNT: 93Mbps Tcp/IP full duplex.

    Podem ver que o firmware original da UBNT sem airmax tem um resultado pior que o da krazer em relação a transmissão full duplex TCP/IP, porém com AIRMAX a UBNT leva 4Mbps a mais de dados.

    Vamos colocar em campo amanha para testar com 1, 1.5, 2.5, 3.2 e 7km.

    Assim teremos como saber a real funcionabilidade com AirMax e Sem Airmax da KN5 em campo!
    Filzek, corrige o link. Você colocou o ): perto do 5 e o forum pegou tudo como um link.

  2. #142

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    vou realizar o teste com os equipamentos do lab, são gerenciadores de rede oficias da IXIA, que fazem hardware flow control, outra coisa, testa realmente o que acontece, posto os relatorios depois deles em html, assim, dará para ver o que acontece em casa cenário.

    Vou tentar falar com o zé alves pra ver se ele configura as nanostation M5 com melhor configuração e eu replico o que ele fizer noutro equipamento, assim, teremos um equipamento original x um equipamento krazer rodando ubnt 5.5.4, o que acho extremamente viavel para o teste, onde será extraido tudo do equipamento!

    Quem tiver alguma solicitação pro teste, só falar! Assim, agente testa tudo que voces pedirem!



  3. #143

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Filzek, acho que faltou informar o tal do pps. Vocês conseguem saturar o rádio até o limite dos pps e testar se a latência sobe e quanto?

  4. #144

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Citação Postado originalmente por filzek Ver Post
    Bom,

    Teste de bancada da KN5 - www.krazer.com.br/cpekn5

    10 metros com 3 barreiras (simulação de perca em campo para 7km)
    Sem Airmax firmware original Krazer: 89Mbps Tcp/IP full duplex.
    Sem Airmax firmware UBNT 5.5.4 Krazer: 79Mbps Tcp/IP full duplex.
    Com Airmax firmware UBNT: 93Mbps Tcp/IP full duplex.

    Podem ver que o firmware original da UBNT sem airmax tem um resultado pior que o da krazer em relação a transmissão full duplex TCP/IP, porém com AIRMAX a UBNT leva 4Mbps a mais de dados.

    Vamos colocar em campo amanha para testar com 1, 1.5, 2.5, 3.2 e 7km.

    Assim teremos como saber a real funcionabilidade com AirMax e Sem Airmax da KN5 em campo!
    Filzek, a real funcionalidade do AirMax não é aumentar o throughput da rede e sim evitar a colisão de pacotes em PtMP. Ligar ou deixar desligado o AirMax em um PtP não irá fazer diferença. Portanto, esse tipo de teste que você esta realizando não é válido para "saber a real funcionalidade" do AirMax.



  5. #145
    Avatar de latelecom
    Ingresso
    Aug 2012
    Localização
    Florianópolis, Santa Catarina
    Posts
    60

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Com base nos equipamentos que tenho operando em minha rede como BASE (ROCKET M5 + BASESTATION 17dBi e APC 5M-90) e como clientes (NANOSTATION M5, NANO LOCO M5, APC 5M-18 e WOM 5000), tenho os seguintes resultados práticos:
    - BASE UBNT = em torno de 50 clientes
    - BASE INTELBRAS = pouco mais de 80 clientes e ainda aguenta mais.
    Acredito que o principal diferencial seja o processamento de pacotes (PPS), onde o INTELBRAS suporta pelo menos 3X mais.

    J.C.

  6. #146

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Citação Postado originalmente por filzek Ver Post
    Bom,

    Teste de bancada da KN5 - www.krazer.com.br/cpekn5

    10 metros com 3 barreiras (simulação de perca em campo para 7km)
    Sem Airmax firmware original Krazer: 89Mbps Tcp/IP full duplex.
    Sem Airmax firmware UBNT 5.5.4 Krazer: 79Mbps Tcp/IP full duplex.
    Com Airmax firmware UBNT: 93Mbps Tcp/IP full duplex.

    Podem ver que o firmware original da UBNT sem airmax tem um resultado pior que o da krazer em relação a transmissão full duplex TCP/IP, porém com AIRMAX a UBNT leva 4Mbps a mais de dados.

    Vamos colocar em campo amanha para testar com 1, 1.5, 2.5, 3.2 e 7km.

    Assim teremos como saber a real funcionabilidade com AirMax e Sem Airmax da KN5 em campo!

    1- Quais as especificações de processador e memória desse rádio?

    2- Nesse teste realizado, qual a latencia e quantos pps estavam sendo processados?

    3- Este radio tem saida para antena externa?



  7. #147

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Bom, nao achei o post do Zé Alves onde li sobre os 100 usuários, mas achei esse do limite interno dos APs:
    http://dl.ubnt.com/UBNT_inter-ops-2.4g_2.pdf (2.4 GHz)
    http://dl.ubnt.com/UBNT-inter-ops-5g_2.pdf (5.8 GHz)

  8. #148

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Citação Postado originalmente por EribertoTorres Ver Post
    Bom, nao achei o post do Zé Alves onde li sobre os 100 usuários, mas achei esse do limite interno dos APs:
    http://dl.ubnt.com/UBNT_inter-ops-2.4g_2.pdf (2.4 GHz)
    http://dl.ubnt.com/UBNT-inter-ops-5g_2.pdf (5.8 GHz)

    Eriberto Torres, muito bom esse documento.

    Ele descreve várias configurações de uso e faz uma previsão da capacidade máxima de clientes suportados

    Vejamos duas configurações:
    A: AirMAX on; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 120 users per AP radio [64Mb RAM]

    B: AirMAX off; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 60 users per AP radio [64Mb RAM]

    Analisando essas duas configurações é possível verificar que a única diferença é que: no caso A: o airmax está ativado e suporta 120 clientes e no caso B: está desativado e suporta somente 60 clientes. A princípio nós poderíamos entender que somente o uso do Airmax possibilitou conectar o dobro de clientes.

    Mas na realidade ao realizarmos outra análise descobrimos que não parece que é muito bem isso que acontece, vejam outras duas comparações:

    A: AirMAX on; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 120 users per AP radio [64Mb RAM]

    C: AirMAX on; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 60 users per AP radio [32Mb RAM]


    Nestes dois casos a única diferença é a RAM, sendo que no caso A: a memória é de 64Mb e suporta 120 clientes e no caso C: a memória é de 32Mb e suporta 60 clientes.

    Ou seja, nesta comparação os dois rádios estavam usando Airmax e o que determinou a quantidade de clientes foi a RAM


    Para finalizar, gostaria de fazer somente mais uma comparacao:

    B: AirMAX off; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 60 users per AP radio [64Mb RAM]

    D: AirMAX off; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 35 users per AP radio [32Mb RAM]

    Neste dois casos, o Airmax está desabilitado e a única diferença é que no caso B: a memória é de 64 Mb e suporta 60 clientes, já no caso D: a memória é de 32 Mb e suporta 35 clientes.

    Minha conclusão final da análise desse documento é de na realidade fica explícito que a capacidade dos rádios da Ubiquiti são limitados pela características do AP, mais especificamente da RAM, e que o aumento da capacidade quando o Airmax está ativado, se deve, provavelmente, ao fato de que este protocolo consome menos memória RAM

    Portanto, talvez essa informação de que o CSMA é muito inferior ao TDMA não seja coerente. Talvez o que realmente faz a diferença são as característica de hardware e que o Airmax não é tudo isso que estão falando e que podemos ter a liberdade de usar um protocolo padronizado (802.11) e não ficar "amarrado" a um fabricante.



  9. #149

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Boa!!! O fato de não ficar preso a um fabricante é essencial para os negócios. Havendo um problema de produção desses aparelhos todos vão ter que desabilitar os protocolos proprietários para poder acrescentar novos clientes, iniciando assim uma outra fase em seus negócios (trabalhar sem o protocolo proprietário).

    Aqui montei um POP CSMA para me ver livre dos protocolos e da dependência, agora com esse novo POP tenho diversas possibilidades, são POP's baratos já que trabalho com setorização, ou seja...Encheu, monta outro, nada de sobrecarregar os hardwares.

    Tenho bastante TDMA na rede, não vou deixar de usar, porém só usar TDMA...Não vejo vantagem (nos negócios).

  10. #150

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    Boa!!! O fato de não ficar preso a um fabricante é essencial para os negócios. Havendo um problema de produção desses aparelhos todos vão ter que desabilitar os protocolos proprietários para poder acrescentar novos clientes, iniciando assim uma outra fase em seus negócios (trabalhar sem o protocolo proprietário).

    Aqui montei um POP CSMA para me ver livre dos protocolos e da dependência, agora com esse novo POP tenho diversas possibilidades, são POP's baratos já que trabalho com setorização, ou seja...Encheu, monta outro, nada de sobrecarregar os hardwares.

    Tenho bastante TDMA na rede, não vou deixar de usar, porém só usar TDMA...Não vejo vantagem (nos negócios).
    Roberto21, como vc disse que tem bastante TDMA, existe a possibilidade de você desativar temporariamente o TDMA em algum desses pops e nos passar um feedback se houve alguma mudaça significativa?

    Eu faria isso se pudesse, para poder esclarecer ainda mais a questão, mas aqui eu não tenho como ativar TDMA, pois a base é Mikrotik e os clientes Ubiquiti.



  11. #151

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Também notei que o truque é a RAM (quantidade). Até porque se pararmos para pensar, em AP doméstico ou roteador wireless, muitos travam quando estao sendo super utilizados e os que travam tem pouca RAM.

    Acho que poderia ter uma melhora significativa nos APs (fabricantes em geral), se eles atualizassem os projetos e usassem alguma CPU que suporte memória DDR3, onde seria possível já comecar com 256 MB como mínimo, e tenho certeza de que isso daria uma boa folga ao AP.

  12. #152

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Pessoal, vocês não acham que se a quantidade de memória RAM fosse o que limitasse a quantidade de usuários simultâneos, esse problema já não teria sido resolvido? Aliás, se fosse a RAM a causa do limite de usuários simultâneos, um PC AP com Mikrotik poderia suportar milhares de usuários simultâneos, e sabemos exatamente que não é isso.

    Na verdade, a UBNT limitou os seus aparelhos em 64 Mb de RAM pelo simples fato de que conectar mais de 120 usuários num mesmo AP, mesmo usando AirMax, não seria aconselhável pois haveria queda de desempenho.

    Observem que enquanto nas Rockets, a memória é de 64 Mb, nas Nanos a memória é de 32 Mb. Isto se deve, porque as Rockets foram desenvolvidas para serem ligadas em antenas setoriais de alto ganho de dBi's, que sem dúvida possuem um desempenho superior as antenas integradas as Nanos, pois na verdade estas foram desenvolvidas para serem clientes e não APs.

    Portanto, de nada adiantaria a UBNT colocar 128 Mb numa Rocket, pois acima de 120 usuários haveria queda de desempenho, (mesmo usando TDMA) e a UBNT teria somente desperdiçado memória RAM em seus equipamentos.

    Abraços,
    Jonas Lima



  13. #153

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Sim, nem digo para saturar o rádio de clientes e sim dar folga ao rádio para que nao gere latência e ele nao precise ficar acessando o swap.

    E outra, no caso da memória, memória DDR3 é no mínimo 2 vezes mais barata que DDR2 e esta por sua vez, algumas dezenas de % mais barata que a DDR, resumindo: memória DDR3 nao permitiria mais clientes no mesmo rádio, mas permitiria um rádio mais ágil (no meu ver).

  14. #154

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Eriberto, para este caso, não faria diferença usar DDR, DDR2 ou DDR3. Experimente usar um PC AP com DDR ou DDR3 e verá que isto não afeta a "agilidade" do AP.



  15. #155

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Entao beleza, busquemos outro componente que mexer rsss.

  16. #156

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Citação Postado originalmente por SantiagoMG Ver Post
    Eriberto Torres, muito bom esse documento.

    Ele descreve várias configurações de uso e faz uma previsão da capacidade máxima de clientes suportados

    Vejamos duas configurações:
    A: AirMAX on; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 120 users per AP radio [64Mb RAM]

    B: AirMAX off; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 60 users per AP radio [64Mb RAM]

    Analisando essas duas configurações é possível verificar que a única diferença é que: no caso A: o airmax está ativado e suporta 120 clientes e no caso B: está desativado e suporta somente 60 clientes. A princípio nós poderíamos entender que somente o uso do Airmax possibilitou conectar o dobro de clientes.

    Mas na realidade ao realizarmos outra análise descobrimos que não parece que é muito bem isso que acontece, vejam outras duas comparações:

    A: AirMAX on; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 120 users per AP radio [64Mb RAM]

    C: AirMAX on; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 60 users per AP radio [32Mb RAM]


    Nestes dois casos a única diferença é a RAM, sendo que no caso A: a memória é de 64Mb e suporta 120 clientes e no caso C: a memória é de 32Mb e suporta 60 clientes.

    Ou seja, nesta comparação os dois rádios estavam usando Airmax e o que determinou a quantidade de clientes foi a RAM


    Para finalizar, gostaria de fazer somente mais uma comparacao:

    B: AirMAX off; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 60 users per AP radio [64Mb RAM]

    D: AirMAX off; ’N’ mode; MIMO 2X2 compatible; max. MCS14 data rate;
    max. 40Mhz channel width; max. 35 users per AP radio [32Mb RAM]

    Neste dois casos, o Airmax está desabilitado e a única diferença é que no caso B: a memória é de 64 Mb e suporta 60 clientes, já no caso D: a memória é de 32 Mb e suporta 35 clientes.

    Minha conclusão final da análise desse documento é de na realidade fica explícito que a capacidade dos rádios da Ubiquiti são limitados pela características do AP, mais especificamente da RAM, e que o aumento da capacidade quando o Airmax está ativado, se deve, provavelmente, ao fato de que este protocolo consome menos memória RAM

    Portanto, talvez essa informação de que o CSMA é muito inferior ao TDMA não seja coerente. Talvez o que realmente faz a diferença são as característica de hardware e que o Airmax não é tudo isso que estão falando e que podemos ter a liberdade de usar um protocolo padronizado (802.11) e não ficar "amarrado" a um fabricante.
    Amigo a informação é coerente. O fato de que ainda não acredite ocorre devido à grandeza do espectro 5.8Ghz. Usufruímos do espectro em 2.4Ghz e o compartilhamos com microondas, telefones sem fio, Aps domésticos e outros mais. Isso ocorre a muito tempo. E Wifi se popularizou acredito eu que em meados de 2005. Somando todos estes fatores temos um uso crescente do espectro em 2.4ghz a praticamente uma década. Estamos falando de apenas 60mhz, 2412Mhz a 2472Mhz, e na maioria dos casos menos, pois existem aqueles que somente utilizam do 1 ao 11. Ainda sim em específicos casos conseguimos trabalhar bem. Agora vamos falar do 5.8Ghz, neste espectro temos aproximadamente 900mhz. A grande maioria utiliza 5.1Ghz - 5.8Ghz. Se formos falar de rede outdoor teremos 5.4 e 5.8. Onde é disponibilizado aproximadamente 200mhz. O que estou tentando lhe mostrar é que se em uma sala onde cabiam "60" pessoas demorou-se quase uma década para se saturar imagine você uma sala com "200"? A colisão de pacotes não acontece no ar isoladamente somente com o seu Ap. O espectro é de todos, nós compartilhamos o mesmo. Faça um simples teste, durante algum horário de pico renomeie um de seus aps para um outro nome, se conecte a ele e faça um teste de troughput. Aguarde até 1h da manhã e refaça o mesmo teste. Para o seu Ap o teste não mudou, 1 usuário conectado e o canal é o mesmo. Seria suposto de você obter o mesmo resultado, mas não, você não vai obter, pois mesmo estando conectado sozinho ao seu Ap, o espectro está sendo muito utilizado no momento de pico, o que ocasiona a queda de desempenho. Agora refaça o mesmo teste utilizando Airmax e poste os resultados. A diferença ainda pode existir, mas será minima. Airmax não trata apenas a colisão de pacotes, é um protocolo utilizado para também lhe ajudar a combater a interferência. Resumindo, hoje em dia a sua sala de 200 pessoas não possui quase ninguém, por isso CSMA lhe atende. Ninguém nunca mencionou que CSMA não funciona, mas sim, que chegara um momento onde aqueles que não tiverem TDMA em suas redes, sofreram as consequências. Hoje fiz uma busca em um Ap 2.4ghz e encontrei 213 redes, Refiz a busca na mesma torre, só que em um Ap 5.8 e encontrei apenas 13. Isso se deve a diversos fatores, um deles é que o comprimento de onda em 2.4ghz é maior, o que garante um maior alcance, sendo assim um Pop seu pode "escutar" com qualidade um outro pop em 2.4Ghz, e já em 5.8 "escutar" bem mais baixo. Resumindo, o sistema em 5.8Ghz nos favorece em todos os sentidos, sendo assim CSMA ainda funciona. Espero ter lhe esclarecido os motivos aos quais CSMA ainda funciona. Vou verificar se consigo um vídeo do teste onde colocamos 12 Cpes conectados a um Rocket, onde cada Cpe se encontra dentro de uma caixa blindada simulando assim o Hidden Node, logo em seguida habilitamos um streaming em toda a rede, e de fato quando todos os 12 clientes estão trafegando simultaneamente a perca de pacotes e qualidade cai e muito. Habilitamos Airmax e refazemos os testes e o streaming flui com perfeição.
    Detalhes como bom SNR e bom datarate, não são necessários apenas na rede que roda com CSMA, mas sim em qualquer outra, inclusive que rode TDMA.
    Para finalizar em relação ao o que você disse, o protocolo Airmax consome mais hardware e não menos. Por isso que a latência em uma rede TDMA sobe e invez de diminuir.

    Atenciosamente,



  17. #157

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Citação Postado originalmente por jlima2001 Ver Post
    Pessoal, vocês não acham que se a quantidade de memória RAM fosse o que limitasse a quantidade de usuários simultâneos, esse problema já não teria sido resolvido? Aliás, se fosse a RAM a causa do limite de usuários simultâneos, um PC AP com Mikrotik poderia suportar milhares de usuários simultâneos, e sabemos exatamente que não é isso.

    Na verdade, a UBNT limitou os seus aparelhos em 64 Mb de RAM pelo simples fato de que conectar mais de 120 usuários num mesmo AP, mesmo usando AirMax, não seria aconselhável pois haveria queda de desempenho.

    Observem que enquanto nas Rockets, a memória é de 64 Mb, nas Nanos a memória é de 32 Mb. Isto se deve, porque as Rockets foram desenvolvidas para serem ligadas em antenas setoriais de alto ganho de dBi's, que sem dúvida possuem um desempenho superior as antenas integradas as Nanos, pois na verdade estas foram desenvolvidas para serem clientes e não APs.

    Portanto, de nada adiantaria a UBNT colocar 128 Mb numa Rocket, pois acima de 120 usuários haveria queda de desempenho, (mesmo usando TDMA) e a UBNT teria somente desperdiçado memória RAM em seus equipamentos.

    Abraços,
    Jonas Lima
    Respondendo à sua pergunta, eu acho sim que eles perceberam que a deficiência do Rocket é seu Hardware (pouca memória e pouco processador). Tanto é que eles lançaram o Rocket Titanium que tem processador de 550 Mhz e 128 Mb de RAM. Provavelmente ele suportará mais clientes.

    Agora com relação a um PC AP Mikrotik suportar milhares de clientes é óbvio que ele não vai. Seria até mesmo ruim pelo fato de que se der problema nesse AP, vai cair

    Mas também você não pode afirmar que ele não suportará bem mais que 120 clientes, quem sabe uns 200 ou até 300 clientes conectados. Que eu saiba ninguém fez esse teste para comprovar na prática se realmente não suporta.

    O que eu penso é que nós devíamos testar e ver até quanto vai. Quantos clientes o protocolo CSMA suporta sem problemas.

  18. #158

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Prezado Chadi, desculpe-me, mas ou então eu entendi errado o q vc quiz dizer ou então tem um erro muito grande na sua descrição sobre a colisão de pacotes.

    É no seguite trecho:

    ..."A colisão de pacotes não acontece no ar isoladamente somente com o seu Ap. O espectro é de todos, nós compartilhamos o mesmo."

    Lendo esse trecho eu entendi que vc quis dizer que se eu colocar um AP num ambiente onde haja outros AP's transmitindo próximo dele, esses outros irão causar um aumento na colisão de pacotes no meu AP. É isso mesmo??



  19. #159

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Mas também você não pode afirmar que ele não suportará bem mais que 120 clientes, quem sabe uns 200 ou até 300 clientes conectados. Que eu saiba ninguém fez esse teste para comprovar na prática se realmente não suporta.
    Um único AP em CSMA suportar 200 ou 300 clientes simultâneos em condições normais de uso????? Nem aqui nem na China!

    Afirmo que em planos de 512 Kb, com qualidade não passa de uns 50 simultâneos.

  20. #160

    Padrão Re: Um bom motivo para se utilizar Intelbras WOM 5000

    Citação Postado originalmente por SantiagoMG Ver Post
    Prezado Chadi, desculpe-me, mas ou então eu entendi errado o q vc quiz dizer ou então tem um erro muito grande na sua descrição sobre a colisão de pacotes.

    É no seguite trecho:

    ..."A colisão de pacotes não acontece no ar isoladamente somente com o seu Ap. O espectro é de todos, nós compartilhamos o mesmo."

    Lendo esse trecho eu entendi que vc quis dizer que se eu colocar um AP num ambiente onde haja outros AP's transmitindo próximo dele, esses outros irão causar um aumento na colisão de pacotes no meu AP. É isso mesmo??
    Sim, pois o canal é o meio físico de transmissao de dados, e todos os aps que estejam transmitindo no mesmo canal correm o risco de colisao. Demorei um bom tempo para entender isso