Página 6 de 7 PrimeiroPrimeiro ... 234567 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Eriberto,

    Justiça seja feita:
    A margem de lucro dos distribuidores é pequena.

    Se você estivesse no lugar deles, você também optaria por vender um equipamento novo ao invés de honrar um RMA.

    O que está faltando nisso tudo é a UBNT "casar" com a gente, porque esse negócio de "namorar" não está dendo bom pro consumidor brasileiro. A UBNT deveria entrar no Brasil com mais vontade.

    O Chadi já está aqui e isso é bom. Acontece que na prática, ele só está nos deixando menos puto quando vomitamos nossas frustrações encima dele. Vai chegar um ponto que esse pequeno alívio que sentimos quando botamos pra fora nossas frustrações, não será suficiente.

    Daí temos que ver se a UBNT só está comprando tempo tendo o Chadi como válvula de escape de pressão ou se ela realmente vai assumir o ônus da operação no Brasil.


    De coração, eu gostaria de ver um escritório da UBNT aqui no Brasil. Homologação para todos os produtos, RMA agilizado, Suporte Técnico eficiente. Tido que nós merecemos ter e até agora não temos.


    Abraço,

    ZéAlves

  2. Citação Postado originalmente por granlabor Ver Post
    Eriberto,

    Justiça seja feita:
    A margem de lucro dos distribuidores é pequena.

    Se você estivesse no lugar deles, você também optaria por vender um equipamento novo ao invés de honrar um RMA.

    O que está faltando nisso tudo é a UBNT "casar" com a gente, porque esse negócio de "namorar" não está dendo bom pro consumidor brasileiro. A UBNT deveria entrar no Brasil com mais vontade.

    O Chadi já está aqui e isso é bom. Acontece que na prática, ele só está nos deixando menos puto quando vomitamos nossas frustrações encima dele. Vai chegar um ponto que esse pequeno alívio que sentimos quando botamos pra fora nossas frustrações, não será suficiente.

    Daí temos que ver se a UBNT só está comprando tempo tendo o Chadi como válvula de escape de pressão ou se ela realmente vai assumir o ônus da operação no Brasil.


    De coração, eu gostaria de ver um escritório da UBNT aqui no Brasil. Homologação para todos os produtos, RMA agilizado, Suporte Técnico eficiente. Tido que nós merecemos ter e até agora não temos.


    Abraço,

    ZéAlves
    Zé posso afirmar que o casamento está acontecendo. Tivemos um reunião com todos os distribuidores alguns dias atrás e discutimos diversos pontos do interesse de vocês, inclusive todos os mencionados acima. O RMA já foi dada uma solução, onde cortamos toda a burocracia para os distribuidores brasileiros, um despache da mercadoria de reposição em um tempo infinitamente inferior. A questão da homologação também foi um tópico, já estamos estudando uma maneira de viabilizar.
    O suporte nós já temos mas o pessoal não usufrui, que é o fórum oficial, http://community.ubnt.com/t5/Portuguese/bd-p/Portuguese.

    O quero dizer é, estamos trabalhando e buscando soluções. As mesmas não vem da noite para o dia, mas estão vindo.

    Att,



  3. Show! Que alegria ler isto.

    Faz mais de 2 anos que peço isso em nome do consumidor brasileiro.
    Espero que se torne realidade muito em breve.


    Abraço,

    ZéAlves

  4. Citação Postado originalmente por granlabor Ver Post
    Eriberto,

    Justiça seja feita:
    A margem de lucro dos distribuidores é pequena.

    Se você estivesse no lugar deles, você também optaria por vender um equipamento novo ao invés de honrar um RMA.

    O que está faltando nisso tudo é a UBNT "casar" com a gente, porque esse negócio de "namorar" não está dendo bom pro consumidor brasileiro. A UBNT deveria entrar no Brasil com mais vontade.

    O Chadi já está aqui e isso é bom. Acontece que na prática, ele só está nos deixando menos puto quando vomitamos nossas frustrações encima dele. Vai chegar um ponto que esse pequeno alívio que sentimos quando botamos pra fora nossas frustrações, não será suficiente.

    Daí temos que ver se a UBNT só está comprando tempo tendo o Chadi como válvula de escape de pressão ou se ela realmente vai assumir o ônus da operação no Brasil.


    De coração, eu gostaria de ver um escritório da UBNT aqui no Brasil. Homologação para todos os produtos, RMA agilizado, Suporte Técnico eficiente. Tido que nós merecemos ter e até agora não temos.


    Abraço,

    ZéAlves
    É isso que todos querem Zé, que a UBNT assuma sua responsabilidade nas vendas e nas KGDS dos equipamentos que fabricou.

    Quanto a margem ser pequena, eu questiono um pouco isso, mesmo com o custo da homologaçao, dá para ter uma boa lucratividade, de no mínimo 8% do preço de um LocoM5 e quiçás batendo en uns 30% em equipamentos e antenas mais caras. No Perú o pessoal se vira com isso e tem lucro, e temos um volume de vendas menor, no Brasil o pessoal deve compensar com volumes maiores. Infelizmente sei que o Brasil é caro e é uma piada para trabalhar (obrigado governo), mas mesmo tendo uma margem pequena, eu assumiria o prejuízo do meu cliente e faria o rma mais rápido, pois um cliente satisfeito, com muita sorte no decorrer de um ano, me traz 8 novos clientes, mas um cliente insatisfeito, carrega uns 40 com ele. Nos basta ver o efeito manada do pessoal fugindo da UBNT e indo para Intelbras, Mikrotik e outros fabricantes alternativos.

    Eu mesmo, se fosse começar hoje, iria de Mikrotik, pois ficaria com receio de UBNT após tantas reclamaçoes, fundadas ou nao. O Chadi sim, tem cumprido seu papel de bombeiro e quem compra UBNT hoje o faz pelo caráter do Chadi mais do que pela marca. A UBNT faria um papel mais bonito se fizesse exatamente o que você disse: colocasse seu escritório aqui e cuidasse de tudo. Eu vou além: eles deveriam colocar o escritório aqui, homologar tudo, fazer a importaçao e colocar nos distribuidores, cuidar da garantia e fazer propaganda, e se possível, porque nao, montar os cpes no Brasil (já com a tomada no padrao novo).

    Entendo que mesmo tendo uma margem pequena, a responsabilidade legal sobre o produto importado é do distribuidor e do importador, entao temos que vomitar nossas reclamaçoes nele hehe.

    Cito um exemplo: eu tenho meu provedor e tambèm vendo componentes de informática. Perú nao produz nada, tudo o que temos de tecnologia aqui é importado. Quem importa os monitores LG? A própria LG. Nunca vi um LG pirata ou com problemas que nao pudesse ser resolvido. A Samsung faz o mesmo aqui e várias outras empresas. Se UBNT tivesse algo parecido no Brasil, cuidando do rma, cadastrando autorizadas e etc., tenho certeza de que voltaria a subir no conceito dos clientes e respaldaria uma área muito grande, inclusive o custo do cpe para o cliente final seria algo mais baixo (já que ficaria exonerado de alguns impostos).

    Vamos ver se nossas sugestoes chegam na Califórnia hehe.



  5. Alegria mesmo, já posso continuar me animando trabalhar com UBNT.
    Eu fico nessa luta porque gosto da marca, comprei o produto e a marca para trabalhar com eles, e todo meu projeto está aprovado para trabalhar com UBNT, ficaria triste e complicado de ter que desistir disso.

    Chadi, outro detalhe: você tem alguma informaçao que nos possa brindar do porque algumas peças perdem potência e qual a atitude da UBNT para resolver o problema, seja o imediato e o futuro? Essa é uma questao chave para eu continuar minhas negociaçoes para continuar com a UBNT.






Tópicos Similares

  1. RocketM5 não aceita versões antigas de Firmware
    Por Ronaldo Silva no fórum Redes
    Respostas: 9
    Último Post: 23-07-2013, 16:30
  2. Respostas: 5
    Último Post: 18-12-2012, 09:29
  3. Respostas: 3
    Último Post: 08-07-2011, 13:44
  4. Update de gcc 2.9x para 3.x em MDK 9.1
    Por no fórum Linguagens de Programação
    Respostas: 0
    Último Post: 05-05-2003, 08:29
  5. Tem como instalar no linux uma placa de som ISA não PnP
    Por shakejb no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 08-01-2003, 02:21

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L