+ Responder ao Tópico



  1. acompanhando

  2. Seria então uma melhor opção utilizar um conjunto de carregador flutuante + controlador de carga e baterias estacionarias para se ter uma autonomia maior e confiável do que utilizar essas fontes no-break?
    Atualmente utilizo fonte no-break da Volt 12V/8A para alimentar 2 NB M5, 1 Bullet, 2 NS2, 1 RB 450G e um switch, tenho ligado em paralelo 2 bateria da Unipower 18A.
    Quando falta energia, essas baterias só me dão míseros 2:30 de autonomia, e quando volta energia meus rádios travam o porque ainda não consegui entender, só sei que demora uma eternidade ate as baterias atingir 13,8 volts novamente.
    Eu como a maioria que não pode ter o serviço interrompido por queda de energia gostaria de um sistema de no mínimo de 12 horas de autonomia, oque seria mais indicado então?



  3. Os nobreaks DC tem uma fonte flutuando, o negocio é saber a corrente de carga da fonte.

    A corrente nominal de um carregador flutuador ou de um nobreak devia ser ser 1/10 da capacidade nominal da bateria. Ou seja, pra bateria de 60Ah seria bom ter carregador com capacidade inicial de 6A, ou nobreak que mande pra bateria 6A. Tanto faz se a corrente virá de um carregador, de um nobreak, de um controlador solar... o que interessa é que ela tenha uma corrente baixa o suficiente pra fazer carga lenta, e alta o suficiente pra bateria não acabar quando a energia falta 2 ou 3x ao dia.

    Usando carga com 1/10 (10%) da capacidade da bateria você terá bateria carregada em no maximo 14 horas, se quer 12 horas de uso sob baterias precisará uma 15x o consumo horario atual em baterias, isso sai caro.
    Se o consumo fica nuns 5A em 12V, teria 60A consumidos em 12 horas, mas a bateria nunca teria 100% de carga, e o carregador desligaria ela quando ainda teria uns 10%, então digamos que a capacidade em C20 é de 60A e em C10 é de 56A, você teria umas 10 horas de 5A fornecidos. Já deve servir. Quanto a carga, manda 6A pra bateria, independente de vir de nobreak, de fonte chaveada, de painel solar, de fonte com trafo... o que muda é o custo inicial (Solar é caro), manutenção (Fonte avulsa as vezes dá pau se consumir demais), demora na recarga (Nobreak DC geralmente tem corrente pequena) e rendimento (Trafo rende 50%, conta de energia duplicada, péssima opção pra uso 24x7).

    Tem nobreak DC com corrente de carga tipo 5 ou 6A, é só procurar nos fabricantes que alguém já postou de Sta Rita.
    (A propria Volt 12V 30A, tem carregador flutuador de 5A (Mas não divulgam essa informação no folder principal, acho isso sacanagem por parte dos fabricantes). Só que pelo preço dela eu opto por fonte chaveada de tensão mais alta (16V pra 1 bateria, 30V pra 2)e controlador de painel solar (Capacidade de 10 ou 20A, de US$ 15 a R$ 150 servem), alguns controladores solares fazem o desligamente quando a tensão cai pra 10,5V (Ou 21V), e todo controlador mantém a bateria sob flutuação quando esta já está com carga. Se conseguir fonte de 17V 10A daria pra usar bateria automotiva com um pouco mais de durabilidade, com corrente mais alta (Paineis solares de 100W) as baterias automotivas dão problema mais tarde, mas essa não é uma opção necessariamente melhor que nobreak DC, é só questão de opção (Prefiro modularidade, em caso de defeito é mais facil a troca, tem escalabilidade, dá pra integrar painel solar mais tarde, etc).

    (Mas estou falando de bateria estacionaria de 60A, pra automotiva precisaria uma carga com onda dente-de-serra pra limpar as placas as vezes, precisaria um ciclo de carga e descarga completa por mes pra não oxidar demais, tem que instalar um vibrador do lado pras bolhas não oxidarem demais as placas... denovo qualquer carregador serve nas primeiras recarga, mas pra manter a capacidade e otimizar a durabilidade a coisa complica. Poderia manter uma bat. automotiva do lado pra ser ligada automaticamente via rele em caso de tensão baixa, mas a carga desta automotiva devia ser feita por trafo a parte em 14h, manter elas (Automotiva) sob flutuação geralmente não dura muitos meses)

    http://www.volt.ind.br/fonte-max-energy-500w.pdf
    (Veja que na foto é uma bateria Unipower 12V 7A, mas com corrente de carga de 5A dá pra colocar tranquilamente bateria estacionaria de 50Ah:
    http://www.bateriaautomotiva.com.br/...ria-50Ah-DF700
    (Veja que em C10 (Descarga em 10 horas, ou seja, com 5A de consumo) ela fornece apenas 41Ah, pra ter 5A por 12 horas MESMO vai precisar bateria bem mais cara, analisa bem se precisa isso))

  4. Essas fornecem a mesma amperagem para torre e para a bateria, pois por dentro são 2 fontes separadas da mesma mperagem
    http://www.vaconversores.com.br/products.html



  5. Estou prestes a adquirir essa fonte para ver, se resolvo meu problema, como eu citei acima, possuo 2 baterias se 18A cada.Alguém que ja a usa poderia dar um feedback sobre seu desempenho aliado ao seu banco de baterias, totalbde equipamentos na torre etc.Grato a todos.






Tópicos Similares

  1. Fonte Nobreak Para Radio digital ?
    Por Portinari no fórum Redes
    Respostas: 6
    Último Post: 22-06-2017, 10:35
  2. Vende-se RB450G + PATCH PANEL VOLT + FONTE NOBREAK VOLT
    Por alvescomunicacao no fórum Classificados
    Respostas: 0
    Último Post: 04-05-2017, 07:00
  3. Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar
    Por weslly21 no fórum Redes
    Respostas: 15
    Último Post: 10-02-2016, 13:06
  4. Respostas: 10
    Último Post: 29-10-2013, 21:23
  5. Fonte Nobreak - Problemas com Ubiquiti
    Por kakavga no fórum Redes
    Respostas: 15
    Último Post: 26-07-2013, 16:45

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L