Página 3 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por alvarocsfilho Ver Post
    Olá Wagner.


    Sim. Prestamos Consultoria para todo o Brasil.

    Eu te mandei um Email detalhada com as informações.

    Qualquer dúvida estou a disposição,
    Obrigado

  2. Citação Postado originalmente por kfdigital Ver Post
    Então pelo que deu pra entender, esse valor de 400,00 e para exploração nacional??? se caso for para regional? ela é válida para municípios ou estado? em caso de provedor que atenda vários municípios tem que ser uma de 400,00 para cada municípios?

    A autorização continua de âmbito Nacional só que o valor agora é de R$400,00.



  3. De acordo com a Resolução 641/13 da ANATEL ela já esta em vigor.

    Porém de acordo com Artigo 7º, alguns artigo terá eficácia apenas daqui a 90 dias.

    Art. 7º A exigibilidade das obrigações contidas no Capítulo VI do Título III, nos arts. 39, 43, 44, 47, 48, 49, 50, 52 e 53, e no Título V do Anexo I a esta Resolução passam a valer após 90 (noventa) dias contados da publicação da presente Resolução.

    (...)
    Art. 39. Deve constar do contrato de prestação do serviço com o Assinante:
    I - a descrição do seu objeto;
    II - os direitos e obrigações da Prestadora, constantes do Capítulo III deste Título;
    III - os direitos e deveres dos Assinantes, constantes do Capítulo V deste Título;
    IV - os encargos moratórios aplicáveis ao Assinante;
    V - a descrição do sistema de atendimento ao Assinante e o modo de proceder em caso de solicitações ou reclamações;
    VI – o número do Centro de Atendimento da Prestadora, a indicação dos endereços para atendimento por correspondência e por meio eletrônico, e os endereços dos Setores de Atendimento da Prestadora, quando existirem, ou a indicação de como o Assinante pode obtê-los;
    VII - as hipóteses de rescisão do Contrato de Prestação do SCM e de suspensão dos serviços a pedido ou por inadimplência do Assinante;
    VIII - a descrição do procedimento de contestação de débitos;
    IX – os critérios para reajuste de preços, cuja periodicidade não pode ser inferior a doze meses, a menos que a lei venha regular a matéria de modo diverso;
    X – os prazos para instalação e reparo;
    XI – o endereço da Anatel, bem como o endereço eletrônico de sua biblioteca, onde as pessoas poderão encontrar cópia integral deste Regulamento; e,
    XII – o telefone da Central de Atendimento da Anatel.
    Parágrafo único. Os prazos mencionados no inciso X podem ser alterados mediante solicitação ou conveniência do Assinante.
    (...)
    Art. 43. A prestadora deve manter um centro de atendimento para seus assinantes, com discagem direta gratuita, mediante chamada de terminal fixou ou móvel, durante vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana.
    Parágrafo único. O acesso telefônico para os Assinantes ao Centro de Atendimento da Prestadora de Pequeno Porte deve estar acessível, mediante chamada de terminal fixo ou móvel, sem custo para o Assinante, no mínimo no período compreendido entre oito e vinte horas, nos dias úteis.
    Art. 44. A Prestadora deve tornar disponível ao Assinante, previamente à contratação, informações relativas a preços e condições de fruição do serviço, entre as quais os motivos que possam degradar a velocidade contratada.
    (...)
    Art. 47. Sem prejuízo do disposto na legislação aplicável, as Prestadoras de SCM têm a obrigação de:
    I - prestar serviço adequado na forma prevista na regulamentação;
    II - apresentar à Anatel, na forma e periodicidade estabelecidas na regulamentação e sempre que regularmente intimada, por meio de sistema interativo disponibilizado pela Agência, todos os dados e informações que lhe sejam solicitados referentes ao serviço, inclusive informações técnico-operacionais e econômico financeiras, em particular as relativas ao número de Assinantes, à área de cobertura e aos valores aferidos pela Prestadora em relação aos parâmetros e indicadores de qualidade;
    III - cumprir e fazer cumprir este Regulamento e as demais normas editadas pela Anatel;
    IV - utilizar somente equipamentos cuja certificação seja expedida ou aceita pela Anatel;
    V - permitir, aos agentes de fiscalização da Anatel, livre acesso, em qualquer época, às obras, às instalações, aos equipamentos e documentos relacionados à prestação do SCM, inclusive registros contábeis, mantido o sigilo estabelecido em lei;
    VI – enviar ao Assinante, por qualquer meio, cópia do Contrato de Prestação do SCM e do Plano de Serviço contratado;
    VII - observadas as condições técnicas e capacidades disponíveis nas redes das Prestadoras, não recusar o atendimento a pessoas cujas dependências estejam localizadas na Área de Prestação do Serviço, nem impor condições discriminatórias, salvo nos casos em que a pessoa se encontrar em área geográfica ainda não atendida pela rede;
    VIII – tornar disponíveis ao Assinante, com antecedência mínima de trinta dias, informações relativas a alterações de preços e condições de fruição do serviço, entre as quais modificações quanto à velocidade e ao Plano de serviço contratados;
    IX – tornar disponíveis ao Assinante informações sobre características e especificações técnicas dos terminais, necessárias à conexão dos mesmos à sua rede, sendo vedada a recusa à conexão de equipamentos sem fundamento técnica comprovada;
    X - prestar esclarecimentos ao Assinante, de pronto e livre de ônus, face a suas reclamações relativas à fruição dos serviços;
    XI - observar os parâmetros de qualidade estabelecidos na regulamentação e no contrato celebrado com o Assinante, pertinentes à prestação do serviço e à operação da rede;
    XII - observar as leis e normas técnicas relativas à construção e utilização de infraestruturas;
    XIII - manter atualizados, junto à Anatel, os dados cadastrais de endereço, identificação dos diretores e responsáveis e composição acionária quando for o caso.
    XIV - manter as condições subjetivas, aferidas pela Anatel, durante todo o período de exploração do serviço; e,
    XV - manter à disposição da Anatel e do Assinante os registros das reclamações, solicitações de serviços e pedidos de rescisão por um período mínimo de dois anos após solução desses e, sempre que solicitada pela Anatel ou pelo Assinante, tornar disponível o acesso de seu registro, sem ônus para o interessado.
    Parágrafo único. As Prestadoras devem proporcionar meios para que o conteúdo do contrato de prestação do serviço e do Plano de Serviço seja acessível aos portadores de deficiência visual.
    Art. 48. A Prestadora deve providenciar os meios eletrônicos e sistemas necessários para o acesso da Agência, sem ônus, em tempo real, a todos os registros relacionados às reclamações, solicitações de serviços e pedidos de rescisão e de informação, na forma adequada à fiscalização da prestação do serviço.
    Art. 49. A Prestadora que não se enquadre na definição do inciso XIV do art. 4º deste Regulamento deve receber reclamações, solicitações de serviços e pedidos de informação dos Assinantes do serviço e respondê-los ou solucioná-los também por meio da internet.
    Art. 50. A Prestadora deve manter gravação das chamadas efetuadas por Assinantes ao Centro de Atendimento pelo prazo mínimo de cento e oitenta dias, contados a partir da data da realização da chamada.
    Parágrafo único. A Prestadora de Pequeno Porte deve manter a gravação a que se refere o caput pelo prazo mínimo de noventa dias.
    (...)
    Art. 52. A Prestadora deve zelar pelo sigilo inerente aos serviços de telecomunicações e pela confidencialidade dos dados, inclusive registros de conexão, e informações do Assinante, empregando todos os meios e tecnologia necessários para tanto.
    Parágrafo único. A Prestadora deve tornar disponíveis os dados referentes à suspensão de sigilo de telecomunicações às autoridades que, na forma da lei, tenham competência para requisitar essas informações.
    Art. 53. A Prestadora deve manter os dados cadastrais e os Registros de Conexão de seus Assinantes pelo prazo mínimo de um ano.
    (...)

    TÍTULO V
    DAS REGRAS DE PRESTAÇÃO DO SCM
    CAPÍTULO I
    DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

    Continua...

    (...)


    Então quanto a entrada com processo para obtenção das novas condições já estão valendo

  4. E Quem ja pagou 2 boletas e ainda nao esta em funcionandomento com estacao registrada e so quer trabalhar em 1 municio consigo ter meu dinheiro de volta e dar entrada somente no meu municipio ?



  5. Citação Postado originalmente por tecnet Ver Post
    E Quem ja pagou 2 boletas e ainda nao esta em funcionandomento com estacao registrada e so quer trabalhar em 1 municio consigo ter meu dinheiro de volta e dar entrada somente no meu municipio ?
    A Anatel ainda não se posicionou sobre isso.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 7
    Último Post: 01-06-2013, 21:46
  2. Respostas: 0
    Último Post: 29-11-2012, 18:19
  3. Respostas: 8
    Último Post: 30-11-2011, 09:27
  4. Resolução 551 da Anatel MMDS e TV a Cabo
    Por kleberbrasil no fórum Redes
    Respostas: 21
    Último Post: 13-12-2010, 14:37
  5. Respostas: 1
    Último Post: 18-04-2010, 06:16

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L