Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. Foi explanado no evento que podemos vender adsl ao cliente final pela rede da operadora, podemos colocar um roteador dentro do DG da mesma, o link teria o valor de atacado para nos, e não de varejo, só não me recordo se o compartilhamento da rede seria gratuito ou teria um custo, pois vender 10mb por 80,00 e ter que pagar 50,00 para o compartilhamento seria mesmo pra inglês ver.

  2. Wesley, acho muito difícil as operadoras liberarem o uso do adsl para que um provedor compartilhe a rede.
    Primeiro porque seria concorrência com eles mesmo.
    Segundo porque não teria como garantir nem up e nem download.
    Sabemos que a prática é comum. Mas tecnicamente isso desequilibra até a estrutura da operadora. O adsl trabalha também com uma estimativa de download por parte dos assinantes. Se muitas conexões ficarem sempre no "talo" criaria uma sobrecarga na rede deles que tecnicamente só traria problemas para eles.

    É a mesma coisa com nós provedores. Se nossos clientes começarem a instalar roteadores e distribuirem wireless para seus vizinhos, vai sobrecarregar nossa rede. Nós também trabalhamos com estimativas de consumo. Se desequilibra esta estimativa ou dá lentidão na rede ou então teríamos que prover mais link disponível e financeiramente não seria mais lucrativo.
    E o adsl tecnicamente não tem como dar o mesmo up e download. Os equipamentos para adsl já trabalham desta forma, com up menor. Faz parte da tecnologia adsl. Por isso que mesmo aqueles adsl de 100mega sofrem pois o upload é muito baixo. E sem upload o pessoal também não vai navegar tranquilo.

    Quando é link dedicado, a estrutura é outra. Precisa ter disponibilidade e a tecnologia é outra também.
    Por isso que acho pouco provável qualquer trabalho oficial tanto por parte da Anatel como das operadoras. Pois o plano de metas exige também qualidade. Até agora isso não foi encarado de frente nem pela Anatel e nem pelas operadoras. Mas quando começarem a cobrar a qualidade, isso não vai se sustentar.



  3. Estou participando da homologação do Sistema de Negociação de Ofertas de Atacado– SNOA, que será uma ferramenta do PGMC entre os Grupos detentores de Poder de Mercado Significativo (PMS) que nesse caso se enquadra nesse perfil em nível nacional a Oi, Embratel e Telefônica, em determinados pontos a NET, CTBC e GVT, as não PMS em nível nacional somos nós, desde que sejamos outorga (SCM, STFC ou SMP) e as Teles espelhos GVT, CTBC, etc... A oferta será feita pelas PMS e é obrigatório, desde o começo do ano eu as vejo esperneando sobre a decisão de detalhes sobre a disponibilização de suas infras para nós, mas não será de graça, terá um custo de mensal e um custo na solicitação, ainda não sabemos o custo mensal, o de solicitação é a VSS que será de 15 reais por contrato.

    Sobre nós vendermos ADSL usando a Infra das Teles, vale a pena se aprofundar no entendimento de alguns conceitos de serviços de telecomunicações: Bitstream, Full unbundling e EILD, eu penso que esses serão os mais solicitados por nós, mas outras infras serão ofertadas, como espaços em torre e em dutos.

    Tá ficando legal, a ANATEL quer ver o PGMC em pleno vapor e sua previsão de funcionamento é agora em setembro, então agilizem seu credenciamento pelo link http://esoa.abrtelecom.com.br/credenciamento

    Segunda-feira estarei mais uma vez na ABR pela a ABRINT para a última fase de homologação do sistema!!

  4. tudo que eu queria era apenas um link ao valores decente



  5. Caros Provedores com licença SCM e/ou STFC,

    O Cadastramento no sistema ESOA que controlará as ofertas do PGMC já está aberto e funcionando.

    O sistema entrará no ar dia 12 de setembro com inauguração oficial pelo Ministro Paulo Bernardo.

    Passos para o cadastramento :

    1) Antes de começarem o cadastro, façam download dos arquivos disponíveis no link.

    2) No "Termo de Credenciamento da Prestadora"
    Escolham quem será o Usuário Master do sistema, esse usuário é que criará os demais usuários depois para sua empresa, caso precisem de mais de um usuário.
    O "Termo de Credenciamento da Prestadora" deve ser impresso, assinado, reconhecida firma e depois digitalizado.
    (Todos os documentos que vou relacionar precisam ser digitalizados para upload pelo sistema, precisam estar em formato PDF ou ZIP)
    Independente disso eles devem ser enviados pelo correio com Aviso de Recebimento depois de todo o processo.

    3) As outorgas de SCM ou de STFC ou SeAC (se tiverem) devem ser todas digitalizadas.
    (se tiverem mais de uma outorga, zipem todas elas num arquivo só, pois o sistema só deixa subir um arquivo no item das outorgas)

    4) Preencham a "Planilha de Abrangência de Outorgas", essa planilha é gigantesca pois tem todas as localidades do Brasil, mais de 47.000
    Quem tem SCM ou é autorizado de STFC normalmente tem licença para o Brasil todo, usem a macro para acesso nacional que já preenche automaticamente a abrangência.
    Existe um botão para criar outros campos de outorgas para quem tem outra licença além da SCM, lembrem-se que tem STFC nas 3 modalidades precisa preencher cada uma das 3 licenças.
    Este arquivo só é enviado via upload, não precisa enviar em papel. (ainda bem)

    5) Imprimam o Comprovante de CNPJ no site da Receita e digitalizem (precisa fazer upload e enviar em papel depois)

    6) Digitalizem o Contrato Social (precisa fazer o upload)
    Se tiver varias alterações e não estiver consolidado, precisa digitalizar todas as alterações e zipar antes de enviar.
    ATENÇÃO : Quem já enviou o Contrato Social anteriormente, devido ao episódio das procurações, NÂO precisa mandar em papel, mas tem que fazer o upload.

    7) Quem tiver Termo de Posse ou Ata de Nomeação ou Procurações deve digitalizar e zipar todos esses documentos para upload e também enviá-los em papel depois.

    Além desse documentos, separem os números de Inscrição Estadual e Municipal , pois será necessário durante o preenchimento.

    SOMENTE COMECEM A PREENCHER O FORMULÁRIO COM TODOS OS ARQUIVOS DIGITALIZADOS E ZIPADOS SE EXISTIREM MAIS DE UM DO MESMO TIPO.

    O preenchimento é simples, basta fornecer dados da empresa, dados dos sócios, e dados de procuradores se houver.
    Na próxima tela é preciso preencher nome de pessoa responsável para receber documentos de faturamento com endereço, email e telefones.
    Esse sistema poderá ter uma pequena cobrança para cada contrato efetivado e isso seria cobrado pela ABR, por isso precisa dessas informações.
    Neste item marquem apenas a opção VSS que é a tarifa por contrato para os não PMS, os outros itens são preenchidos apenas pelos PMS.

    Essa VSS é uma taxa de 15 reais que será cobrada uma única vez (não é mensal) para cada contrato que for celebrado usando o sistema.

    Depois preencham o Usuário Master, e na ultima tela façam os uploads dos arquivos, dependendo do tamanho pode demorar um pouco.

    Se tudo correr bem aparecerá uma tela com a confirmação do cadastro e sera enviado um email ao Usuário Master.

    Depois disso tudo enviem os documentos em papel com AR, para :

    ABR TELECOM
    AC de Assessoria Jurídica

    SEPS/EQ 702/902 , Conjunto B, Bloco B - 4º Andar

    Brasília - DF

    CEP - 70.390-025


    Por enquanto é isso.

    Duvidas, usem os email que aparecem no próprio link ou avisem na lista de associados.

    http://esoa.abrtelecom.com.br/credenciamento

    Obrigado


    Basilio R Perez
    Presidente da ABRINT






Tópicos Similares

  1. Respostas: 5
    Último Post: 14-07-2014, 20:21
  2. Respostas: 4
    Último Post: 11-06-2014, 08:34
  3. Respostas: 33
    Último Post: 26-01-2011, 23:00
  4. Respostas: 3
    Último Post: 09-12-2008, 17:22
  5. WIMAX alguem ja usa?
    Por ederamboni no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 27-11-2006, 07:18

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L