Página 3 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #13

    Padrão Re: Analise Marco Civil

    Citação Postado originalmente por flacknet Ver Post
    Acho que você esta equivocado, como você vai saber que aquele usuário estava acessando aquele site, naquele dia e hora se você não pode fazer LOG de navegação.
    O que ira acontecer, sera, o primeiro a ser contactado, sera o a empresa do ADSL, ele vai indicar que estava com aquele IP naquele Dia e Hora, então chegarão ate você, só que você não terá a quem apontar, resumindo, a culpa fica contigo ate você ter quem indicar.
    Foi o que citei em outra postagem sobre o mesmo assunto.
    Com essa aprovação, TODOS teremos que ter ASN, justamente por isso, não adianta você ter o log de conexões se você atribuir um ip privado ao cliente.

    Aqui na Virtual Giga temos serviços de datacenter também, quando recebemos alguma notificação de trafego ilegal na internet (Spam, DDos ou outros) somos notificados qual foi o IP e/ou Domínio que realizou esse trafego, e então por vez notificamos o cliente, caso seja recorrente suspendemos o serviço. Isso é assim em todos os datacenters do mundo.

    Mesmo que tenhamos link dedicado, seremos notificados pelo o ip que bateu no log lá da pagina que foi acessada, se atribuímos ip privado ao cliente, será impossível identificar quem fez o acesso, pois esse ip será do seu roteador e não do cliente final por conta do NAT, então não teremos como provar nada e teremos que assumir a culpa em caso de acesso fraudulento.

    Assim, entendo que todo "Provedor" que se preze tem que ter ASN, até mesmo por conta de anuncio BGP para você ter de forma transparente e sem "Gambiarras" mais de um link em sua rede, seja link backup ou balanceamento de carga, mas pensamos no seguinte, todos nós sabemos como é complicado e custoso obter esses serviços, um ASN com um bloco de ips /20 (4096 ips) esta saindo hoje por R$ 2100,00 (Anual), e o ASN não funciona em adsl, pois você precisa anunciar BGP com seu provedor de acesso, então além das despesas com link e as despesas normais de qualquer empresa, temos ainda que ter essa pequena taxa anual.

    Foi o que falei em outra postagem, é mais uma lei para favorecer as grandes e dificultar os pequenos...

    Abraços.

  2. #14

    Padrão Re: Analise Marco Civil

    Vocês ainda nao entenderam a questão do IP.

    Em nenhum local do projeto diz que o provedor será responsável pelos danos causados POR TERCEIROS.
    A unica coisa que o projeto diz é que o provedor de acesso (quem fornece internet), deve guardar os IPs recebidos pelos terminais.
    Mas, em nenhum local do regulamento ele cita QUAL O TIPO DO IP, se é publico ou privado.
    então, se ele guarda os Ips privado, ele está dentro do que manda a lei!!!

    então vamos analisar...:
    Um certo provedor usa ADSL, ele recebe um IP publico ali, mas entrega IP privado aos seus clientes.
    Esse provedor faz guarda do IP (privado) conforme manda o projeto.

    Certo dia, um de seus clientes comete um crime... vão chegar no provedor e perguntar quem é o cliente.
    Ele simplesmente vai falar que não tem como identificar exatamente o meliante, visto que entrega IP privado, mas que poderia dizer que os clientes X, Y, W, Z estavam online naquele momento.

    Me diga, o que a justiça poderia fazer?
    Acusa-lo de não cumprir o regulamento? infelizmente isso nao poderiam fazer, pois ele guardou os IPs conforme manda o regulamento, ele não é culpado pelo regulamento não dizer se é IP privado ou Publico.
    Acusa-lo por ter cometido aquele crime? todos somos inocentes até que se prove o contrario...

    Viu a brecha?
    Para os pequenos que usam ADSL, De nada adiantou forçar a guardar IP, senão definiram qual o tipo do IP.



  3. #15
    Avatar de flacknet
    Ingresso
    Aug 2013
    Localização
    Araruama, Rio de Janeiro, Brasil
    Posts
    136

    Padrão Re: Analise Marco Civil

    O problema é o juiz interpretar assim, quando chegar na frente dele, você já chegara como Reu.
    Eu acho que sai muito mais barato tirar seu próprio ASN.

    Em nenhum local do projeto diz que o provedor será responsável pelos danos causados POR TERCEIROS.
    Isso porque o pessoal que cria a lei, vive no mundo da maravilha, eles não conhece nada de Telecomunicação, não sabem nem o que IP direito, Nat então eles nem sabe que existe, para eles todos tem IP Pulblico

  4. #16

    Padrão Re: Analise Marco Civil

    Citação Postado originalmente por flacknet Ver Post
    O problema é o juiz interpretar assim, quando chegar na frente dele, você já chegara como Reu.
    Eu acho que sai muito mais barato tirar seu próprio ASN.


    Isso porque o pessoal que cria a lei, vive no mundo da maravilha, eles não conhece nada de Telecomunicação, não sabem nem o que IP direito, Nat então eles nem sabe que existe, para eles todos tem IP Pulblico
    Antes, quero deixar claro que aqui eu entrego IP valido para cada um dos meus clientes.

    Voltando ao assunto... o máximo que vai ocorrer é continuar como é hoje.
    Quando o provedor não tem como identificar, ele simplesmente coopera como pode, mas nunca é indiciado por algo que não cometeu, nem pode, não existe lei para isso!!!



  5. #17

    Padrão Re: Analise Marco Civil

    Por isso que volto a questão. O Marco Civil é como diz o velho ditado: "coisa para inglês ver".
    Tudo que é positivo já tem lei para tratar.
    E tem coisas sem nexo como esta questão do IP. 5 anos debatendo o assunto e ainda fazem uma lambança dessas.

  6. #18

    Padrão Re: Analise Marco Civil

    Tudo bem, existe a brecha na lei, mas isso cada juiz pode interpretar da forma que bem entender ou da forma que seja mais vantajoso ($$) para ele.

    Vejamos o seguinte, um internet banking é invadido por um de seus clientes, nessa invasão o meliante consegue realizar transações e acaba gerando prejuízos à instituição.

    A PF chega até você e pede para que você dê um relatório de quem foi, como você entrega o um IP Privado, não terá como identificar, aí entra a questão de informar os usuários online no momento, como você vai saber quem realmente esta online? Muitos clientes hoje usam roteador Wi-Fi que ficam conectado constantemente mesmo que não haja ninguém navegando, e isso em uma grande rede vai gerar uma lista maior de clientes online, você acha que a PF vai aceitar uma lista de 50 possíveis meliantes para averiguar?

    Na minha opinião, dependendo do juiz, ele ainda pode te julgar por dificultar as investigações, fora que a instituição bancaria não vai querer assumir o prejuízo, vai jogar em alguém, isso com um juiz adequado pode acabar sendo você o culpado.

    A questão de que "Somos todos inocentes até que se prove o contrário", aqui no Brasil sabemos muito bem que não é assim, se fosse não teriam inocentes presos e bandidos soltos...

    Acho que esse Marco será mais uma ferramenta boa para identificar meliantes, mas também acho que não chamaram nenhum técnico ou engenheiro em telecom para ajudar à escrever, pois existe muita coisa absurda escrito ali e muito sem nexo.

    Hoje um provedor para trabalhar tranquilamente, tem que ter em mente 3 itens fundamentais, o Link, a Licença e agora ASN, pois sem um desses 3 você poderá ser considerado ilegal.