Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Correto meu garoto !!

    Mas voltando ao tópico, você tem alguma ideia que possa somar ao tópico, algo que seja relativamente fácil para implantar, levando em conta as pessoas que tem pouco conhecimento em eletrônica. Os diodos é uma boa ideia, por que ai poderíamos confeccionar uma placa de circuito impresso, com o layout da placa pcb disponibilizado aqui para quem quiser montar compreendeu ? Tipo uma placa com a entrada dos fios, onde esses fios possam ser adicionados de forma prensada, já com os diodos soldados na placa.

  2. Estava pesquisando valores de ONU aqui e achei na flaytec ONU com wireless de USS 68,00

    http://www.flytec.com.py/?inc=lista&c=01.88.10.

    Tem até uma mais barata com porta Gigalan (deixando o roteador por conta do cliente) U$$ 42.00

    http://www.flytec.com.py/?inc=view&p...-LINK%20TX6610

    Quem está perto da divisa e consegue trazer para o Brasil em uma ''condição'' que fique boa para quem compra, ainda sugiro mais, quem tiver interesse formar um GRUPO DE COMPRA ?

    Que tal



  3. @Roberto21 o lance é a rede passiva, sem precisar de alimentação para funcionar. E rede passiva pode ser com cabo coaxial ou fibra. Lógico que a fibra possui uma escalabilidade infinitamente maior, mas em redes providas apenas para internet eu considero um desperdício de dinheiro.

    Que tal nós elaborarmos um circuito de POE reverso para alimentar os conversores HPNA da Cianet? Além de ser mais simples de implementar (me refiro a nível de investimento e ferramental), o treinamento de pessoal capacitado também é mais simples.

    No caso da fibra, existem soluções de ONU com 4, 5 portas LAN. O conversor HPNA da Cianet são apenas duas portas. A grande vantagem é que o conversor da Cianet é uma bridge pura por concepção. Existem ONU's com função bridge nativa?

    Eu acho que o caminho é por ai.

  4. A ideia é usar rede de fibra passiva mesmo, com alimentação reversa via POE vindo do cliente.

    Ao chegar com a fibra na ONU (poste) uso 1 splitter de 1:2 uma ponta alimenta a ONU e a outra continua iluminando a fibra compreendeu ?

    Caso todos os clientes desliguem seu POE a rede (fibra) continuará sendo iluminada pelos splitter's (passivos).

    Minha ideia é usar POE simples mesmo, como os que vem nas antenas de 18V em cada casa de cliente.

    O POE que falo é esse do link abaixo, e ai usaríamos aquela sua ideia dos diodos para evitar problemas maiores, como todos estariam em paralelo ''corrente'' não seria o problema.

    http://www.wifi-stock.com/prods/POE-24V-1A.jpg



  5. Tenho uma ideia interessante: utilizando uma rede passiva, seja com fibra ou coaxial, podemos oferecer wi-fi grátis aos clientes. Pelo fato de precisarmos levar um cabo de rede até o cliente (afim de trazer alimentação), podemos utilizar a alimentação de um roteador para ligar nosso conversor de fibra ou coaxial.

    O conceito é simples: um roteador TP-LINK por exemplo, vem com default com uma fonte 9v 1A. Eu já testei alimentar esses roteadores, mais especificamente da série WR740 e 720N até com fontes de 12v, logo funcionam perfeitamente com uma fonte 12v 2A. Aumentamos a corrente da fonte para 2A, e podemos fazer uma "ponte" do conector do roteador, no circuito impresso, até os terminais LAN que correspondem aos pares azuis e marrons (consecutivamente o positivo e o negativo de um sistema POE).

    Na outra ponta do cabo de rede fazemos o processo contrário, com aquele circuito que o Roberto propôs. Com isso alimentamos o roteador e o conversor ao mesmo tempo. A proposta de uma fonte com corrente mais alta é justamente aumentar a potência, afim de suprir a demanda do circuito.

    Amigos, obviamente tudo isso são adaptações dos circuitos originais, mas não foge em absolutamente nada o que a Fit Networks fez com a sua solução de fibra. A única diferença é que eles cobram quase 600 reais por uma solução pronta, e nós estamos propondo algo simples e acessível.

    Repito: o caminho é por ai.

  6. Roberto, escrevemos ao mesmo tempo. Bom saber que as nossas ideias são parecidas.

    Acho que o lance dos splitters de fibra é o mesmo dos taps coaxiais: quando mais divisores colocar na linha, maior a perda e consequentemente o ganho da rede.

    Eu considerei a proposta do HPNA da Cianet pelo fato da homologação na Anatel. Querendo ou não se formos utilizar infra-estrutura das concessionárias eles irão cobrar isso. Na fibra só se utilizarmos uma solução Overtek ou Parks. Ai levanta o custo lá pra cima. Mas eu considero a fibra melhor sim, não digo nada ao contrário. Só acho mais caro e mais complicado tecnicamente que o cabo coaxial.



  7. Concordo quando diz que o projeto da fibra é mais caro, mas uma rede em fibra não vai desvalorizar, o cálculo médio para uma rede em fibra bem feito e bem projetado é para 20 anos de utilização, não vai sair algo tão cedo no mercado para substituir a fibra.

    Quanto a perda sim é verdade, a perda existe, olhe só o relato de um usuário em outro tópico o Nilsonditz:


    Bom dia a Todos. Vamos lá - Orçamento de Potência

    Op = Orçamento de Potência
    Ptx = potência de saída (OLT)
    Srx = Sensibilidade óptica (Onu ou Olt)

    Op = Ptx - Srx

    Ou seja, para que o enlace funcione adequadamente o valor de Op deve ser maior (Perdas do enlace + Margem de segurança)


    - Perda no cabo ótico 0,5 db/km
    - Perda por emenda 0,05 db
    - Perda por conectorização 0,3 db
    - Perda por spliter
    1:2 = 3,7 db
    1:4 = 7,3 db
    1:8 = 10,5 db
    1:16 = 13,7 db
    1:32 = 17,1 db
    1:64 = 20,5 db

    Ptx OLt = + 3db (Varia conforme fabricante)
    Srx ONU = - 29 db

    Ou seja se sairmos com uma fibra e colocarmos um spliter 1:64 já temos uma perda de 20,5db


    Vale a fórmula

    A = atenuação

    Aenlace = Acabo + Aconector + Aemendas + Asplitters

    Procede a informação se o nivel de potencia ficar abaixo do valor de sensibilidade da ONU a mesma não irá subir . Por isso devemos deixar uma margem de segurança.

    Aqui o link para o tópico dele:

    https://under-linux.org/showthread.php?t=173147


    No projeto e com esses cálculos poderemos facilmente calcular a rede ótica.

  8. Estamos usando e satisfeitos com a solução da Fitnetworks, já tem tudo pronto, é extremamente estável e financeiramente muito mais viável.

    Acho desnecessário reinventar a roda (mesmo que aperfeiçoá-la seja sempre conveniente). Existem soluções de ONU com suporte a 8 portas UTP (já com PoE Reverso) e ainda Switches (gerenciáveis com suporte a VLAN) que utilizam o mesmo sistema de PoE reverso e podem extender ainda mais a rede optica caso uma ONU não seja o bastante (recomendam até 3 níveis de cascateamento de switches, mais por precaução, estamos usando somente um quando extremamente necessário).

    Enfim, entre em contato com o pessoal, reserve alguns equipamentos para testes (somente reservando a saída de material deles é muito grande) e vc verá que estou certo.



  9. Olá Márcio, bom dia!

    Não é questão de reinventar a roda, estamos em um debate técnico vendo o que é melhor para cada um, sua solução é a melhor do planeta ? Não existe nada melhor ou mais viável atualmente ?,

    Acho que deveria ter exposto o produto que usa de outra forma, mas tudo bem, entendi sua mensagem e houve comunicação. Vou dar uma olhada no site da empresa.

  10. Citação Postado originalmente por Jadir Ver Post
    Roberto, escrevemos ao mesmo tempo. Bom saber que as nossas ideias são parecidas.

    Acho que o lance dos splitters de fibra é o mesmo dos taps coaxiais: quando mais divisores colocar na linha, maior a perda e consequentemente o ganho da rede.

    Eu considerei a proposta do HPNA da Cianet pelo fato da homologação na Anatel. Querendo ou não se formos utilizar infra-estrutura das concessionárias eles irão cobrar isso. Na fibra só se utilizarmos uma solução Overtek ou Parks. Ai levanta o custo lá pra cima. Mas eu considero a fibra melhor sim, não digo nada ao contrário. Só acho mais caro e mais complicado tecnicamente que o cabo coaxial.
    Bom dia Jadir!!

    Verifiquei a empresa que o rapaz citou a Fitnetworks, e me parece que o equipamento que eles desenvolveram para ONU é exatamente o que estávamos debatendo, então solicitei um orçamento da (pacpon/ONU) + OLT, vamos ver o custo benefício.

    Me parece que alguns não entenderam a finalidade do tópico, que é debater e encontrar soluções para que possamos iniciar, ou ao menos ter um norte com relação a implantação da fibra. Não visualizo um mar de almirante para o proprietário de provedor que não começar a caminhar nessa direção.



  11. Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    Não é questão de reinventar a roda, estamos em um debate técnico vendo o que é melhor para cada um, sua solução é a melhor do planeta ?
    Definitivamente, não sei. Mais é a melhor relação custo benefício que encontrei.

    Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    Não existe nada melhor ou mais viável atualmente ?
    Se encontrarem uma solução tão completa quão, e com estabilidade e preço competitivo estou em 1 na fila para comprar e testar.

    Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    Acho que deveria ter exposto o produto que usa de outra forma, mas tudo bem, entendi sua mensagem e houve comunicação. Vou dar uma olhada no site da empresa.
    Peço desculpas se não me expressei de forma adequada, então vou tentar me redimir dando um exemplo:

    Nosso projeto inicial envolvia 48 fibras (e consequentemente 48 portas de OLT) saindo da empresa, ou seja 4 cabos com 12 FO. Bom para ramificar isso não é preciso pensar muito para entender a demanda de fibras, splitters e caixas que seriam necessárias.

    Além disto iríamos arcar com um alto custo de conectorização de fibras, fibras low friction (para ligar o cliente) e uma ONU para cada cliente.

    Ao descobrir este produto (acreditem eu era a pessoa mais cética do mundo com relação a redes mistas), conseguimos reduzir o projeto para sair com 1 único cabo 12 FO da emrpesa (usando então 12 portas de OLT ao invés de 48) e ramificá-lo para atender a mesma área de cobertura.

    Usamos muito menos Splitter, muito menos caixas, e contando que uma unidade da PACPON fica em torno de 600 reais, dividindo este valor por 8 clientes, fica menos de 100 reais de custo de ONU por cliente.

    Descartamos o uso de conectorização de fibra e estamos fundindo tudo, diminuindo assim o custo com conectores e a perda na rede.

    Por sorte descobrimos este produto antes de por o projeto em execução e conseguimos modificá-lo a tempo. Passamos pelo verão mais quente dos últimos 10 anos aqui no sul, com ONUs em caixas pretas nos postes (nem imagino a temperatura interna de uma caixa destas ao meio dia) sem nenhum travamento sequer.

    Encontrei posteriormente outros produtos como o da CCN por exemplo, ou um outro aqui mesmo no fórum que vendia uma fonte e utilizava ONUs da CiaNet. Mais em ambos os casos, era preciso arranjar ONUs Indoor com Switches PoE e outras manobras para colocar a solução no ar, ou seja muito complexo.

    Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    Verifiquei a empresa que o rapaz citou a Fitnetworks, e me parece que o equipamento que eles desenvolveram para ONU é exatamente o que estávamos debatendo, então solicitei um orçamento da (pacpon/ONU) + OLT, vamos ver o custo benefício.
    Somente gostaria de lembrar que hoje opero com uma OLT da "CiaNet", a própria FitNetworks fala em seu site da compatibilidade com outras marcas de OLT, desde que seja o padrão EPON (GePON), por isso se vc já tem uma OLT pode considerar adquirir somente o PACPON para testes.

  12. Olá Márcio, boa tarde!

    Seu relato foi importantíssimo para o tópico, quero fazer desse tópico uma referência para quem está pensando em começar, e um relato como o seu ajuda demais quem está em dúvida e ainda pesquisando a melhor forma de implantação. Essa informação que você passou é valiosa demais.Obrigado.

    Não tinha pensado na divisão do valor da ONU por cliente, não tinha enxergado por essa ótica, estava só olhando o valor da ONU, mas nesse contexto realmente o valor é aceitável, e ainda mais, assistindo o vídeo da empresa vi a possibilidade de cascateamento, o que dividiria ainda mais o valor da ONU correto ?

    Tenho uma dúvida, se puder me esclarecer ajudaria bastante:

    No caso sua fibra saindo da OLT tem 12 FO, com 12 portas PON, ao chegar no primeiro nó (onde ela se divide, digamos que você tem que deixar uma FO naquele ponto e seguir com as outras 11, como é feita essa divisão ?

    Splitter nas outras 11 ?

    Só usa uma e as outras passam normalmente sem mexer nelas ?

    Compreendeu a pergunta ? Como é feita a divisão no seu caso ?

    Outra, você usa Gpon ou GEpon ?



  13. Roberto21 vou passar esses link do paraguas pro meu fornecedor e ver a quanto ele pode fazer.

    edit: Esse huaway é fria segundo o fornecedor de 5 vendido 5 foi devolvido, nao aceita mudar o firmware "vem em chines" uhaua e tbm nao costuma salvar as modificaçoes

    O tplink sao por 145,00 porem ele nao vendeu nenhum ainda pra ter um relato.

  14. Excelente Jonas, um grupo de compra seria o ideal !!

    A empresa que o Márcio citou é muito bom o projeto, porém a PAD Fiber da CCN custa R$ 139.00 se comprar a ONU em um preço bom teríamos o mesmo produto pela metade do preço.

    Obrigado pela colaboração.

  15. Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    Olá Márcio, boa tarde!

    Seu relato foi importantíssimo para o tópico, quero fazer desse tópico uma referência para quem está pensando em começar, e um relato como o seu ajuda demais quem está em dúvida e ainda pesquisando a melhor forma de implantação. Essa informação que você passou é valiosa demais.Obrigado.

    Não tinha pensado na divisão do valor da ONU por cliente, não tinha enxergado por essa ótica, estava só olhando o valor da ONU, mas nesse contexto realmente o valor é aceitável, e ainda mais, assistindo o vídeo da empresa vi a possibilidade de cascateamento, o que dividiria ainda mais o valor da ONU correto ?

    Tenho uma dúvida, se puder me esclarecer ajudaria bastante:

    No caso sua fibra saindo da OLT tem 12 FO, com 12 portas PON, ao chegar no primeiro nó (onde ela se divide, digamos que você tem que deixar uma FO naquele ponto e seguir com as outras 11, como é feita essa divisão ?

    Splitter nas outras 11 ?

    Só usa uma e as outras passam normalmente sem mexer nelas ?

    Compreendeu a pergunta ? Como é feita a divisão no seu caso ?
    Sim compreendi. Antes de mais nada vc precisa compreender que não existe a possibilidade de vc quebrar uma fibra a as demais (do mesmo cabo) passarem reto. Se vc precisa de uma fibra vc tem que romper o cabo inteiro (as 12 FO) e fazer as devidas emendas, tanto para as que ficam quanto para as que seguem.

    Considerando que vc tem um cabo de 12 FO e usou uma fibra em uma caixa, vc vai fazer 12 fusões nesta caixa, uma para a fibra que ficou para colocar um patch cord por exemplo, e 11 nas demais fibras em 11 das 12 fibras do cabo que segue. Ou seja vc vai seguir com um cabo com 12 FO mais uma vai ser um ponto cego.

    Indo mais alem e aumentando a complexidade do projeto, se vc quiser realmente fazer economia, pode aproveitar estas fibras que ficam sobrando entre 2 pontos para trazer de volta a rede para atender a um ponto que por ventura fique na mesma caixa, evitando assim a passagem de outro cabo.

    Em nossa rede temos 4 tipos de caixas.

    Caixas de Emendas - como o nome diz usamos somente para emendas, normalmente aqueles "tubões" a menos que tenhamos outras pretensões em projeto para o ponto em questão.

    Caixas de splitagem - onde ficam emendas e splitters, por este motivo não usamos tubões.

    Caixas de splitagem + atendimento - as mesmas caixas, porém como também tem ONU dentro, adaptamos somente a placa da PACPON para atendimento a clientes juntamente com splitters e emendas. Há casos de na mesma caixa termos 1 splitter de 1 nível, 1 de 2 nível, emendas ópticas e mais atendimento a clientes.

    Caixas de atendimento - As caixas originais que vem com a PACPON, que a pesar de alocarem um splitter, e mais 5 fusões, tem um espaço muito limitado e são abertas frequentemente para instalação de novos clientes, por isso colocamos estas caixas somente onde não há nada alem de atendimento a cliente e a fusão do patch cord que liga a ONU a rede óptica.

    Nas caixas de emente é por exemplo onde chega nosso cabo trocal com 12 FO e saem 2 cabos com 6 FO. Estes de 6 FO se ramificam em 3 de 2 FO, e cada um destes de 2 FO atende a 2 splitters de primeiro nível (1:8). Cada uma das saídas de um splitter de primeiro nível seguem a rede ótica até um outro splitter de 2 nível (1:8 também), e por fim cada uma das saídas deste splitter de 2 nível liga uma ONU.

    Em resumo em cada porta de OLT tenho 64 ONUs, com 8 clientes cada (sem usar cascateamento).

    Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    Excelente Jonas, um grupo de compra seria o ideal !!

    A empresa que o Márcio citou é muito bom o projeto, porém a PAD Fiber da CCN custa R$ 139.00 se comprar a ONU em um preço bom teríamos o mesmo produto pela metade do preço.

    Obrigado pela colaboração.
    Pelo que pude ver da solução da CCN, vc não compra uma solução completa, e tem que ter mais de um equipamento em uma mesma caixa, mais de um equipamento, mais de um ponto de falha, mais um ponto ativo na rede, etc etc.

    Uma Ferrari vai ao mesmo local que vou com meu carrinho popular, mais a diferença de preço por que será? De maneira nenhuma estou colocando a solução da Fit em um altar e dizendo que ela se compara a uma Ferrari a as demais são carros populares, estou apenas fazendo uma analogia para justificar a diferença de valores.

  16. Perfeito Márcio!!

    Só faltou Gpon, ou Gepon ?

    Sinceramente estou avaliando a sua experiência no assunto e estou vendo que realmente por diversos motivos a solução da FIT é um ótimo custo benefício, porém não vou deixar de pesquisar outras opções, mas acredite, a FIT está (no momento) no topo.

  17. Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    Perfeito Márcio!!

    Só faltou Gpon, ou Gepon ?

    Sinceramente estou avaliando a sua experiência no assunto e estou vendo que realmente por diversos motivos a solução da FIT é um ótimo custo benefício, porém não vou deixar de pesquisar outras opções, mas acredite, a FIT está (no momento) no topo.
    Então até o momento tecnicamente falando EPON (ou comercialmente GePON). Estão em estudo para GPON mais pelo que conversei com eles ainda não tem data prevista para terem produtos nesta tecnologia no catálogo deles.

  18. Acompanha o tópico de vcs aqui. vou ver se ajudo com algumas informações:
    Iniciamos nosso projeto com EPON=GEPON com equipamentos da cianet.

    O projeto inicial foi:

    1. 1 OLT com 8 PON;
    2. 400 ONU com duas LANs;
    3. fibra de 12 para a linha de transmissão;
    4. sliter1x8;
    5. caixas de emendas;
    6. caixa de atendimento;
    7. conectores;
    8. fibra flyt para atender os clientes.
    Nosso projeto foi montado da seguinte forma:

    OLT-PON-1 ----- 1 spliter1x8 ------ 8 spliter1x8 total 64 clientes atendidos;
    OLT-PON-2 ----- 1 spliter1x8 ------ 8 spliter1x8 total 64 clientes atendidos;
    OLT-PON-3 ----- 1 spliter1x8 ------ 8 spliter1x8 total 64 clientes atendidos;
    OLT-PON-4 ----- 1 spliter1x8 ------ 8 spliter1x8 total 64 clientes atendidos;
    OLT-PON-5 ----- 1 spliter1x8 ------ 8 spliter1x8 total 64 clientes atendidos;
    OLT-PON-6 ----- 1 spliter1x8 ------ 8 spliter1x8 total 64 clientes atendidos;
    OLT-PON-7 -----1 spliter1x4------ 4 spliter1x8 ------- 8 spliter1x4 total 60 clientes atendidos;
    OLT-PON-8 -----1 spliter1x4------ 4 spliter1x8 ------- 8 spliter1x4 total 60 clientes atendidos;

    OBS.:
    1. Deste projeto houve a necessidade de retirar dois spliter1x8 (demanda no local) e colocamos spliter1x6.
    2. Das 12 fibras usamos apenas 8, sobrando 4 para outros projetos.

    editado: 8. fibra flyt para atender os clientes

  19. Olá Soares, boa tarde!!

    Muito bacana sua informação, mas nesse caso o custo das ONU subiu muito o valor da implantação do projeto, no caso suas ONU seriam ONT por que estão localizadas dentro da casa do cliente correto ?

    Percebi que o mais barato no momento é usar a ONU no poste descendo cabo UTP para dentro da casa do cliente, dessa forma pode até haver um cascateamento de mais um switch e dobrar a quantidade de portas lan disponíveis (lógico, onde houver demanda).

    Como foi feita a ligação dos splitter's, fusão ou conectorização ?

  20. Citação Postado originalmente por Roberto21 Ver Post
    Perfeito Márcio!!

    Só faltou Gpon, ou Gepon ?

    Sinceramente estou avaliando a sua experiência no assunto e estou vendo que realmente por diversos motivos a solução da FIT é um ótimo custo benefício, porém não vou deixar de pesquisar outras opções, mas acredite, a FIT está (no momento) no topo.

    E ai , chegou a usar a fit , pacpon e pac swit ? o que nos diz ?






Tópicos Similares

  1. Migrando OLT no mikrotik
    Por viniciuscger no fórum Mikrotik
    Respostas: 21
    Último Post: 11-04-2017, 07:59
  2. Load Balance no Mikrotik!!!
    Por _AGM_ no fórum Redes
    Respostas: 17
    Último Post: 03-05-2006, 07:51
  3. Proxy no Mikrotik!!!
    Por _AGM_ no fórum Redes
    Respostas: 20
    Último Post: 04-02-2006, 16:14
  4. Respostas: 1
    Último Post: 23-10-2005, 21:57
  5. 2 link no Mikrotik
    Por fleubert no fórum Redes
    Respostas: 8
    Último Post: 13-10-2005, 19:14

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L