Página 6 de 9 PrimeiroPrimeiro ... 23456789 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por fmcjunior Ver Post
    Que isso gente, a maioria desse fórum começou gato NET, pq essa pressão no cara, o espectro vai encher mesmo, a solução a tia anã liberar, 5.9, 2.5 e 3mhz nem é notar culpa nos outros.
    O espectro enche justamente porque qualquer um coloca uma antena em cima do telhado de casa e geralmente na potência máxima. Não estou falando nem em gatonet, e sim de gente que não sabe o que está fazendo. Pra qualquer atividade, formal ou não, vc tem que ter um mínimo de preparo e estudo.
    Eu comecei com empresa formal, e procurei pessoas experientes para me orientar no que eu ainda não dominava.
    E quanto à Anatel, não resolve nada. Se resolvesse a situação não estava do jeito que está.

  2. Com certeza Junior, é na multidão de participantes que um assunto pode ser resolvido. Ninguém é dono da verdade.
    Pelo menos nessa área de telecom a coisa é muito contraditória.
    Nestes links por ex que são do mesmo caso, os Juízes por unanimidade entenderam que pode ser legal a prática. Mas veja lá que a notícia diz que cabe recurso.

    Só me chamou a atenção um dos argumentos do juíz relator que disse não estar comprovado nenhum dano ao espectro, nem ao fornecedor da conexão.
    Eu discordo disso mesmo não sendo advogado. Por exemplo, foi feito laudo radiomátrico para saber se não houve dano? Ao fornecedor da conexão com certeza há dano, pois ele irá deixar de fechar contrato com outros da região porque um cliente seu usurpa este direito.
    No exemplo que você citou eu tinha pensado nisso e acabei me esquecendo. Se o cara está disposto a distribuir porque então não entrar num acordo com ele? Logicamente este acordo passa por uma reformulação da maneira de entregar o sinal. Pelo menos fazer um ponto a ponto para ele e não fazer em cima de uma conexão compartilhada, mesmo que com plano aumentado. Todos sabemos que a conexão não será a mesma.
    E o juíz deixou de levar em conta os aspectos regulatórios da Anatel. Me parece pela notícia que muitas vezes também não é completa, mas me parece sim que ele não fez diferenciação entre SCM e SVA.
    Quando o sujeito coloca um cabo ou coloca um rádio, ele está transportando o sinal e isso é SCM. SVA é considerado outro tipo de serviço, como hospedar um site em servidores, como prestar serviço de autenticação num servidor, como faz o Terra, UOL e tantos outros ao fornecer login e senha para ADSL.

    Então para não criticarmos o companheiro que abriu o tópico, poderíamos incentiva-lo a procurar o provedor e oferecer sua localização para ampliação do serviço. Relembrando que eu só entrei neste assunto porque ele disse que o fornecedor era ganancioso, ou coisa parecida. Me senti na obrigação de defender os provedores que tem corajosamente levado adiante seus projetos, muitas vezes sacrificando horas de descanso, arriscando financeiramente e até mesmo como meio de sobrevivência.
    Não é justo que alguém venha em cima do trabalho de outros tirar vantagem sem remunerar adequadamente esta vantagem. E o compartilhamento em cima de um plano residencial de internet, todos sabemos que não remunera ninguém a não ser a quem o pratica. E o dito juíz não levou isso em consideração, pelo contrário até menosprezou o investimento do provedor.

    Nós aqui também já fizemos isso, transformando a conexão do cliente em um POP e remunerando ele por isso. Todos saem ganhando.



  3. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Com certeza Junior, é na multidão de participantes que um assunto pode ser resolvido. Ninguém é dono da verdade.
    Pelo menos nessa área de telecom a coisa é muito contraditória.
    Nestes links por ex que são do mesmo caso, os Juízes por unanimidade entenderam que pode ser legal a prática. Mas veja lá que a notícia diz que cabe recurso.

    Só me chamou a atenção um dos argumentos do juíz relator que disse não estar comprovado nenhum dano ao espectro, nem ao fornecedor da conexão.
    Eu discordo disso mesmo não sendo advogado. Por exemplo, foi feito laudo radiomátrico para saber se não houve dano? Ao fornecedor da conexão com certeza há dano, pois ele irá deixar de fechar contrato com outros da região porque um cliente seu usurpa este direito.
    No exemplo que você citou eu tinha pensado nisso e acabei me esquecendo. Se o cara está disposto a distribuir porque então não entrar num acordo com ele? Logicamente este acordo passa por uma reformulação da maneira de entregar o sinal. Pelo menos fazer um ponto a ponto para ele e não fazer em cima de uma conexão compartilhada, mesmo que com plano aumentado. Todos sabemos que a conexão não será a mesma.
    E o juíz deixou de levar em conta os aspectos regulatórios da Anatel. Me parece pela notícia que muitas vezes também não é completa, mas me parece sim que ele não fez diferenciação entre SCM e SVA.
    Quando o sujeito coloca um cabo ou coloca um rádio, ele está transportando o sinal e isso é SCM. SVA é considerado outro tipo de serviço, como hospedar um site em servidores, como prestar serviço de autenticação num servidor, como faz o Terra, UOL e tantos outros ao fornecer login e senha para ADSL.

    Então para não criticarmos o companheiro que abriu o tópico, poderíamos incentiva-lo a procurar o provedor e oferecer sua localização para ampliação do serviço. Relembrando que eu só entrei neste assunto porque ele disse que o fornecedor era ganancioso, ou coisa parecida. Me senti na obrigação de defender os provedores que tem corajosamente levado adiante seus projetos, muitas vezes sacrificando horas de descanso, arriscando financeiramente e até mesmo como meio de sobrevivência.
    Não é justo que alguém venha em cima do trabalho de outros tirar vantagem sem remunerar adequadamente esta vantagem. E o compartilhamento em cima de um plano residencial de internet, todos sabemos que não remunera ninguém a não ser a quem o pratica. E o dito juíz não levou isso em consideração, pelo contrário até menosprezou o investimento do provedor.

    Nós aqui também já fizemos isso, transformando a conexão do cliente em um POP e remunerando ele por isso. Todos saem ganhando.
    Verdade, um dos nosso maiores problemas é que o brasil tem muito cacique e pouco índio, se vc vai instalar uma torre,tem que pedir autorização, pra anatel,pra prefeitura pra meio ambiente, e no final das contas como ninguém manda em definitivo e ninguém desmanda, fato que poucas prefeituras sabem o que fazer, estou instalando uma torre de 16 metros em uma cidade grande é o engenheiro da prefeitura que me colocar na mesma regra das operadoras de celular quer 20 metro de distancia das casas e mais um milhão de laudos e projetos, a frase dele foi a sequinte nunca tivemos uma caso desse, resumindo eu que vou ter que ensinar pra ele.

  4. <......> Então para não criticarmos o companheiro que abriu o tópico, poderíamos incentiva-lo a procurar o provedor e oferecer sua localização para ampliação do serviço. Relembrando que eu só entrei neste assunto porque ele disse que o fornecedor era ganancioso, ou coisa parecida. Me senti na obrigação de defender os provedores que tem corajosamente levado adiante seus projetos, muitas vezes sacrificando horas de descanso, arriscando financeiramente e até mesmo como meio de sobrevivência.
    Não é justo que alguém venha em cima do trabalho de outros tirar vantagem sem remunerar adequadamente esta vantagem. E o compartilhamento em cima de um plano residencial de internet, todos sabemos que não remunera ninguém a não ser a quem o pratica. E o dito juíz não levou isso em consideração, pelo contrário até menosprezou o investimento do provedor.

    Nós aqui também já fizemos isso, transformando a conexão do cliente em um POP e remunerando ele por isso. Todos saem ganhando. <....>



    AGORA EU COLOQUEI FÉ NA DISCUSSÃO, DISSE TUDO AGORA. 1929, EU COMO VARIOS OUTROS ESTAMOS NOS SACRIFICANDO PARA CONSEGUIR MONTAR UM PROVEDOR. COMO VOCÊS COMEÇARAM, NÃO É FÁCIL, POIS OS EQUIPAMENTOS SÃO CAROS, E ALEM DO MAIS AS VEZES O EQUIPAMENTO QUE USAMOS NÃO DA CERTO PARA TIPO DE SERVIÇO, AI TEMOS DE IR TESTANDO E GASTANDO COM ISSO, NÃO QUE FIQUE PERDIDO, MAIS INVESTIMENTO SEM PRECISÃO NO MOMENTO, ISSO PARA DAR AOS NOSSOS CLIENTE UMA EXCELENTE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO.

    MAS EM TUDO, NUNCA DEIXE OS OBSTÁCULOS ATRAPALHAREM O PROJETO, SEMPRE CAINDO E SE LEVANTANDO, A CADA DIA COM MENOS TOMBO.



  5. Citação Postado originalmente por Max Networks Ver Post
    AGORA EU COLOQUEI FÉ NA DISCUSSÃO, DISSE TUDO AGORA. 1929, EU COMO VARIOS OUTROS ESTAMOS NOS SACRIFICANDO PARA CONSEGUIR MONTAR UM PROVEDOR. COMO VOCÊS COMEÇARAM, NÃO É FÁCIL, POIS OS EQUIPAMENTOS SÃO CAROS, E ALEM DO MAIS AS VEZES O EQUIPAMENTO QUE USAMOS NÃO DA CERTO PARA TIPO DE SERVIÇO, AI TEMOS DE IR TESTANDO E GASTANDO COM ISSO, NÃO QUE FIQUE PERDIDO, MAIS INVESTIMENTO SEM PRECISÃO NO MOMENTO, ISSO PARA DAR AOS NOSSOS CLIENTE UMA EXCELENTE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO.

    MAS EM TUDO, NUNCA DEIXE OS OBSTÁCULOS ATRAPALHAREM O PROJETO, SEMPRE CAINDO E SE LEVANTANDO, A CADA DIA COM MENOS TOMBO.
    Sei bem como é isso. Foram 5 anos sem poder ver a cor do dinheiro. Pelo contrário, tudo que eu ganhava reinvestia e ainda desviava da minha profissão para investir no provedor.
    Só começamos a ver resultados o dia que paramos de crescer,hehehe... Nosso provedor ainda é pequeno, outros vieram e o mercado foi se dividindo. Perdemos sim alguns clientes, mas não me preocupo com o concorrente. Ele precisa ter o espaço dele também. Afinal não somos donos do mundo.
    Mas não posso concordar em investir tanto tempo e recursos para que depois meu cliente vá revender nosso trabalho e gerar prejú para nós.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 4
    Último Post: 08-10-2014, 07:18
  2. Respostas: 14
    Último Post: 20-06-2014, 10:08
  3. Recall UBNT Rocket M5 e M2 Titanium
    Por jailtonnetlink no fórum Redes
    Respostas: 26
    Último Post: 18-04-2013, 11:12
  4. Respostas: 7
    Último Post: 29-07-2011, 17:22
  5. Respostas: 0
    Último Post: 22-06-2011, 10:01

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L