+ Responder ao Tópico

  1. Concordo com o Rubem. Ainda dá para usar 2.4.
    95% da nossa rede é 2.4. Perdemos clientes? Sim, de vêz em quando sai algum. Mas analisando estas saídas, a culpa maior é dos equipamentos dos clientes. Navegadores baleados, máquinas que demoram para abrir páginas mesmo fora da net... e por aí vai.
    Máquina que leva 5 minutos para iniciar, cursor que não responde ao teclado e cliente abrindo chamado dizendo que está sem net. Assim não dá.

    Tem até cliente que formata máquina e uma semana depois já está "bixada" de novo.
    Tentamos educar o cliente mas muitas vezes sem sucesso. Nestes casos o melhor é que vá para outro mesmo. Já tivemos a pouco um caso de cliente em 2.4 com mais de um GB de tráfego no dia, tudo registrado em relatórios e acompanhamento visual no winbox. E o cara reclamando... navegando de boa dentro do plano de 1 mega.
    Assim não dá... e não posso colocar a culpa no 2.4
    Adotamos o princípio da liberdade. Cliente não fica preso por contrato. Encontrei com o cara dia desses e perguntei numa boa, pois não ficamos magoados com clientes: "como está a nova net, tudo beleza?" ... "é diz ele, tá boazinha.... "Que bom digo eu, é isso que importa, que você fique bem atendido..."
    Mas senti a frustação do cara ao dizer "boazinha".... tá nada, ele fez um plano de 800kbps e tinha um de 1 mega conosco com um burst até 1.5. Aquele "boazinha" para mim sou como uma música..... hehehe. Se fosse melhor mesmo ele teria enchido a boca para elogiar... Talvez agora ele acredite que a máquina dele é que era o problema.Afinal ele está agora amarrado por um contrato ( discutível ).

    Chegou muita gente despreparada para utilizar a net botando lixo todo dia para dentro.
    Clientes navegando a 1 mega e alguns a 2 mega. Mas sempre aparece um reclamando. Vida de provedor....


  2.    Publicidade


  3. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Torre a 300mW significa sensibilidade baixa do cartão, perde desempenho demais pro meu gosto. SNR alto torre>roteador é comum, porque torre sempre tem potencia alta e antena boa, mas cliente>torre geralmente tem sinal péssimo, só conseguímos conexões boas porque hardware de torre tem sensibilidade ótima, mas ainda assim num PTP precisamos 20dB de SNR pra coisa tipo 20Mbps, em PTMP precisamos 35dB de SNR pra ter o mesmo troughput com meia duzia de clientes conectados, a culpa é dos hardwares de cliente que desperdiçam pacotes.

    Só estou usando Gothan em B, mesmo troughut de NS porque o gargalo é o modo (Nada passa de uns 4Mbps), na torre com N está cheio de CPE's hoje mas já coloquei Gothan, se saiu igual as CPE's Oiw, Elsys, e NS Loco, fixo em MCS3 então não espero mais que uns 15Mbps, e isso foi o que medi com quase toda CPE recente e uns roteadores (Não confio no Pass Troughput do MK, ele mostra valores que na vida real você não consegue, indica coisa tipo 25Mbps em MCS3, e na realidade você consegue trafegar 15 a 17Mbps se tiver condições muito boas). Não consegui nada perto disso com Smartlan e TPLink domestico (743, que na torre B vai bem), mas com Aquario, Intelbras, Ekotech e Gothan consegui ("Consegui" indica esforço, mas não é bem assim, aponto a grade e rosqueio no roteador, não faço nada especial, no maximo testar fixar ack time, ou baixar a potencia nos Intelbras (Pra melhorar a senbilidade)).

    Em modo B acho que já pendurei uns 10 simultaneos com 743 em modo cliente+AP (Modo em que a torre recebe de volta a conexão com SSID do cliente), isso detonava completamente o desempenho do cartão, ping subia pra incríveis 200 ou 300mS (Só cliente>torre), colocando apenas como cliente tudo melhorava, mas em cliente distante (1,5Km, com grade de 24dB!) tinha muito sinal tipo -74dB, comecei a deixar eles (Os 743) apenas pra clientes mais proximos, e colocar Aquario ou Intelbras nos mais distantes e não vejo mais sinal menor que -70 mesmo a 2 ou 3Km. Não vou dizer que não gosto dos 743, na verdade gosto, o que não gosto é da pouca potencia, mesmo em MCS3 não consegui conexão decente com eles a 1Km (Só em modo B que dá isso).

    R$ 55 por TPLink é contrabando do Paraguai? Preço deles no brasil (Com NFE, como manda a lei) última vez que ví passava de R$ 85, que é praticamente o preço de Aquario de 20dBm em MCS3. TPlink tem uns 14dBm em MCS3 (Seja 743, 741 com outro firmware, 941, etc), e os Gothan de R$ 45 que uso (GWR100) tem uns 15 ou 16dBm nesse MCS, isso dá uns 500m a mais de alcance pra cliente com grade, não muda o mundo mas Gothan com NFE encontro facil no meu estado, TPLink 743 só vejo importrabando por preço baixo.
    (Peguei no ML os últimos, do Parana, o vendedor prometeu nota dizendo que não era produto via paraguai, mas mandou um recibinho manual inútil, multa da Sefaz do meu estado de R$ 200 pra retirar 8 743! Desisti deles)
    Poderia passar o contato da loja que consegue a este preço, pois o mais barato aqui no Rio de Janeiro deste GWR100, sai a R$ 60,00 e o TP-Link 743, aqui sai a R$ 67,00 na loja com nota fiscal

  4. Aqui em goias o gotham sai a R$57,00. Gostei muito dele usando junto com apc 2m 90, unica coisa que achei estranho que nunca acha muito sinal, mesmo com de cara para torre ele mostra apenas 35,40%. Mas funciona muito bem!

  5. Todos que comprei foi na macrodistribuidora.com.br , precisa cadastro como revenda pra ter menor preço e bla-bla-bla, no macrovirtual.com.br qualquer um compra mas tem preço uns 20% maior. Pra revenda está na casa dos GWR110 (Somente AP, 1wan) R$ 39, GWR100 (AP ou Cliente, 1wan 4lan) R$ 49 (Depende de tamanho de pedido pra ter desconto e etc).

    (Agora o GWR nesse site está com uma foto com 2 antenas, parece que colocaram a foto do GWR101 (Mimo))

    MT cobra ICMS mais caro, eu pago essa diferença quando peço de outros estados (SP, MG, GO), então quem é de outro estado talvez tenha carga tributária a pagar comprando na Macro. GERALMENTE o que é vantagem pra vocês de SP, GO, PR ou RJ é péssimo pra mim, nesse caso acho que é o contrário, me sinto vingado :-)

    (Não quero dizer que Gothan é fantástica, mas putz, olha esse preço! Já que Intelbras ou Aquario tem maior potencia é justo que custem 50% a mais, mas onde não precisa tanta potencia não tem motivo pra pagar mais caro e ter o mesmo chipset)

  6. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Eu estou preferindo ficar em 2,4GHz porque "todo mundo" está migrando pra 5GHz, então já tem muito local com ruído significativo em 5GHz.

    Aqui em 2,4GHz só existe mais ruído no canal 11 (Default de todo roteador domestico, e 110% dos usuarios deixam tudo no default) e alguma coisa no canal 6 (Alguns Broadcom vem por default nesse canal), ví muita gente colocando 12 "setoriais" (Panelinha 12dB 60° é pra cliente, aquilo não é hardware pra torre de provedor serio...) em modo B na torre, obviamente o desempenho pelo excesso de sobreposição cai e colocam culpa na "faixa de frequencia poluída"

    Estou usando R52HN, setei em MCS3 pra ter alta sensibilidade e possibilidade de alta potencia nos clientes (CPE's, ou grades de 17, 20 e 24dB em roteadores domesticos com RTL8196 (Maioria, pelo que lembro)), mas já ví que poderia ter usado MCS4, poucas CPE's tem sinal insuficiente. Eu prefiro ter 15Mbps garantido com ping de 2mS em MCS3, do que usar MCS4 ou 5 e ter 15-30Mbps varioando com ping variando conforme o tamanho do pacote (2mS em 32B, 50mS em 1470B), e encontrei essa variação no troughput e tempos de resposta a partir de uns 600m com MCS4, sinal abaixo de -65dB fica assim, mas testei só 2 ou 3 casas que posso ir mecher qualquer hora, todas com uns 60 ou 70% livres da zona de fresnel, talvez com visada bem limpa (Interior tem muita arvore) daria pra usar MCS4 sem medo.

    Com B achei muito hardware ruim ao longo dos anos, roteador Multilaser com 13 ou 14dBm em 11M, roteador Pacific com 10% de perdas de pacotes sem motivos, enfim, B+G teve hardwares péssimos (Adquirí ódio de RTL8186 por isso, mesmo Krazer/Kodama/Engenius1221 me deram muitos problemas, eram amados por muita gente mas comparado com hoje eram ridículos, poluíram muito o espectro por má qualidade de instalação ou etapa de RF ruim "remediada" com potencia alta), mas em N temos ótimos hardwares de baixo custo, quando encontrei Gothan de R$ 45 com modo cliente fiquei com receio, mas como faço comodato posso ir trocar se o produto der defeito, porém de uns 30 só 2 deram problema e foi em tempestade (E a CPE mais cara que uso, NS Loco, queima bem mais que isso, 2 em 10 em tempestade!), a potencia reduzida complica o alcance, mas sempre tem cliente a menos de 1500m em que podem ser usados, as CPE's tem mais potencia mas a antena pequena (14-17dBi) complica passar dos 1500m igual modo B, só consigo mais de 2Km com Aquario (20dBm em MCS3) e Intelbras (Se não me engano 22dBm em MCS3), ambos em grade de 20 ou 24dB. Não experimentei as CPE's Aquario de 24dB, ou Airgrid M2 por questão de custo, nem pretendo testar nada caro (A idéia é atender nessa faixa quem quer baixo custo).

    Aqui tem canal com ruído de fundo em 5GHz em -115dB (Acho que só MK tem sensibilidade pra isso), mas os mais usados lá por 5745 tem (Com torre mais proximas a 400m) coisa tipo -100dB, quem usa UBNT que só exibe coisa acima de -97 ou -98dB talvez não note isso, mas já tem um belo aumento no noise floor nos canais 5GHz mais usados, talvez por conta do costume de usar canal de 40MHz ao invez de mimo, mas enfim, vejo muita empresa usando radio pra trafegar conexão de alta prioridade ao invez de contratar link dedicado via xdsl ou fibra, ME PARECE que estão poluíndo a faixa dos 5GHz bem rápido, já que precisa radio de 28dBm e antena de 28dBi em distancia que 2,4GHz com 20dBm e antena de 24dBi atende.
    Boa noite a todos !
    @rubem estava vendo o tópico aqui que é de 2014, mais a duvida surgiu ao ler esse tópico rsrsrs.

    Esse cartão R52HN , "funciona com Painel SISO 2.4 " , ou no caso ele só funciona em modo MIMO ?

    O painel seria deste modelo http://www.oiw.com.br/Produto/7/OIW-2414P090V.html !

    Desde já grato.

    Deus abençoe a todos !




Tags para este Tópico

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L