O tópico é velho, mas acabei de comprar essa $*#@& de aparelho também. A fábrica parece que não existe mais. Já que não tem mesmo "galantia", abri o bicho e aprendi algumas coisas:
1. A CPU é a NUC100 de 48 pinos da Nuvoton (um ARM Cortex).
2. Usa um módulo GSM "normal"
3. Usa um módulo SLIC FSX/FXO baseado SI3217
4. Comunica-se com o módulo GSM pela UART0, exposta no J10.
5. Usa a UART1 (no J3) como saída de log/debug.
6. Permite restaurar as configurações de fábrica pelo SW2.

Olhando o log gerado, aparentemente ele usa 3 tabelas de configuração: uma para as configurações "gerais" da aplicação, outra para as regras de discagem e uma outra "on hold" com data para entrar em vigor. Durante a inicialização do dispositivo, se o SW2 estiver fechado, ele reescreve as 3 tabelas (que provavelmente estão na data flash) com cópias "hard-coded".

Uma outra coisa interessante é que, assim que é ligado, um SMS é enviado para a VIVO.

Acho que se for possível reescrever as regras do dialplan que estão na data flash, podería ser possível reprogramar o bicho para que ele usasse sempre o GSM para qualquer ligação, ou mesmo usar algo menos ridículo do que #66835# como prefixo.

O problema é que usando a UART1 só consegui "ler" as mensagens, não consegui fazer com que ele aceitasse nenhum comando. Talvez tenha uma sequência especial, uma senha, ou algum dos jumpers faça com que ele entre em modo de configuração. Tentei fechar todos os jumpers abertos, sem sucesso. Outra possibilidade é que uma mensagem SMS faça isso, pode ser que um novo "dialplan" possa ser enviado via SMS.

Uma possibilidade mais radical seria remover o chip e regravar.

Alguém tem alguma sugestão?