Esses problemas não são pressa, são questão de custo. Equipamento barato terá chipset lento, terá VRM de potencia pequena que dependendo do ripple da fonte vai travar com multiplas conexões abertas (Culpa de P2P ou sistema operacional no default, o default é modo pra dona-de-casa que olha receita de pão-de-queijo no panelaterapia, qualquer um que se diz "usuario" devia configurar direito os softwares quando opta por hardware barato).

Hardware barato exige muita configuração, hardware barato é pra usuario que sabe o que faz. Hardware pra quem deixa no default é coisa tipo Linksys ou Apple, que vai se configurar praticamente sozinho.

Mas brasileiro insiste que "não entende disso então vai comprar o mais barato", ou que "É só pro WhattsApp funcionar no celular" então pega o primeiro DLink de R$ 40 que aparece... consumidor dá um tiro no pé, incentiva equipamentos baratos porque compra por preço, ao invez de incentivar a evolução e melhoria dos fabricantes, comprando baseado em opções de configuração, em desempenho, em durabilidade...