+ Responder ao Tópico



  1. @rubem devo ter me perdido no acompanhamento de licitações. Estas poucas que você citou são aquelas feitas alguns anos atrás antes do recuo da Anatel?
    O que vejo é muita propaganda em torno mas acho que pouca coisa ainda é 4G.

    O 2.5 cairia como uma luva para os provedores que trabalham com conexões fixas, pois eu também acho muito difícil um smartphone conseguir manter uma boa conexão nesta frequencia. Acho que nem tem smart nesta faixa, não?

  2. @rubem devo ter me perdido no acompanhamento de licitações. Estas poucas que você citou são aquelas feitas alguns anos atrás antes do recuo da Anatel?
    O que vejo é muita propaganda em torno mas acho que pouca coisa ainda é 4G.

    O 2.5 cairia como uma luva para os provedores que trabalham com conexões fixas, pois eu também acho muito difícil um smartphone conseguir manter uma boa conexão nesta frequencia. Acho que nem tem smart nesta faixa, não?



  3. @rubem devo ter me perdido no acompanhamento de licitações. Estas poucas que você citou são aquelas feitas alguns anos atrás antes do recuo da Anatel?
    O que vejo é muita propaganda em torno mas acho que pouca coisa ainda é 4G.

    O 2.5 cairia como uma luva para os provedores que trabalham com conexões fixas, pois eu também acho muito difícil um smartphone conseguir manter uma boa conexão nesta frequencia. Acho que nem tem smart nesta faixa, não?

  4. Não sei sobre as licitações, mas 2500MHz é o que tem de antena de aparelho onde fiquei sabendo, olha um aparelho pra 1800 e 2500MHz:
    http://www.motorola.com.br/MOTOROLA-RAZR-HD/m-RZHD.html
    (É velho, tem 1 ano de lançamento no brasil, tem em varios distribuidores)
    Tem um LG que vejo as vezes também:
    http://www.magazineluiza.com.br/smar...67611/te/tece/
    (Ele fala em 2600MHz pra LTE, mas é o padrão de 2,5GHz, banda 2500-2690MHz)

    Que eu saiba 1800MHz ninguem está usando pra 4G, apenas 2500MHz. Tem antena e dongle USB no mercado de 800-2500MHz, antena pequena de celular geralmente tem ganho ridículo tipo 5-8dBi, dá pra fazer antena barata de espectro tão grande mas o ganho fica baixo.

    2500MHz já dançou, já tem torre 4G em diversas capitais, não tem mais volta, vai morrer na mão das operadoras (Tipo 1800/1900MHz, mal e mal usam isso nas grandes cidades, em 99% do brasil usam apenas 850-900MHz, mas... licitaram pras operadoras 1800, 1900 e 2100MHz, elas usam só em 30 cidades e tem exclusividade em todo o território (Que nunca cobrirão), então chance zero de re-licitar essas bandas mortas tipo 1800-1900 pra LTE (Que tem equip. 1,8GHz no mundo).



  5. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    vitorfagundes , pelo que observo você está "por dentro" das regulamentações. São tantas que não é fácil ficar atualizado..
    Me perdoe o autor do tópico, mas como uma coisa afeta a outra de certa forma, eu fico preocupado com o futuro. Não adianta definir Ubiquiti ou Mikrotik sem pensar a médio e longo prazo.
    A minha pergunta é relacionada com o 4G.
    O que tem realmente de liberado para esta tecnologia no país? Vejo muita propaganda por todas as operadoras mas pelo que eu saiba leilão mesmo ainda não saiu.
    Estas operadoras estão operando mesmo com equipamentos considerados de 4ª geração? Ou não passa de uma manobra de marketing
    1929 Cara a 4G foi implementada no Brasil pelas 4 operadoras mas os maiores lotes da 2.5ghz foram arrematados pela claro e vivo , oi e tim ficaram com a menor parte sendo a vivo com 40mhz comprada por 1.050 bilhoes , claro 845 milhoes, e tim e oi dividindo 348 milhoes em 20mhz, as cidades sede da copa ja estavam sendo cobertas com o 4G LTE dês de meiados de 2013 com planos de 5MB com franquia de 10gb a 20gb de trafego em media e valores minimos de 99 reais na menor franquia de uso .
    Agora relacionado ao que o rubem comentou sobre a 2.5ghz ela funciona muito bem em dispositivos moveis e modens usb ou disposituvos mais poderosos com antenas melhores o problema que aqui no Brasil o investimento que foi feito ate agora nas torres de telefonia celular nao foi grande entao quase nao se tem cobertura porque nao existem celulas suficientes para um bom atendimeto ate mesmo nas cidades que estao sendo cobertas com o 4G.
    A 700MHZ é uma faixa de frequencia muito melhor para o LTE por motivo de uma cobertura maior com muito menos investimento em torre e menos celulas para cobrir uma cicade ,mas 700mhz passa menos banda que a 2.5ghz e nao se pode confundir o poder de penetrabilidade em faixa de frequencia em WIFI 802.11, WIMAX 802.16, e LTE , cada uma vai reagir de forma diferente quando se diz penetrabilidade por exemplo: o Wimax 802.16e tem um poder de penetracao sob obstaculos 15 vezes maior que o wifi 802.11bg na mesma faixa de frequencia e o LTE é um melhoramento da tecnologia WIMAX . Entao as operadoras de telefonia celular tem uma poderosa arma em maos para trabalhar , mas em contra partida uma pequena empresa se puder trabalhar com WIMAX legalmente, podera prover um serviço de muito melhor qualidade que as operadoras e dependendo do investimento em celulas podera fazer planos moveis sem franquia pq nao tem as metas de lucrabilidade que essas empresas grandes tem que ter para se manter em pé .






Tópicos Similares

  1. Respostas: 22
    Último Post: 07-07-2009, 12:48
  2. Cache full! Solução ou problema?
    Por JHONNE no fórum Redes
    Respostas: 20
    Último Post: 12-11-2008, 06:33
  3. Solução para problemas com Hotmail
    Por SSiNET no fórum Redes
    Respostas: 11
    Último Post: 23-08-2008, 15:45
  4. Respostas: 41
    Último Post: 17-08-2008, 23:11
  5. Respostas: 12
    Último Post: 15-10-2007, 13:04

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L