+ Responder ao Tópico



  1. Por exemplo, se tivemos um ruido recebido (no receptor) de -95 dBm, qual seria o sinal adequado ? Bem, isto dependerá de outros tópicos importantes também, mas o principal deles é, qual o tipo de modulação escolhida. A modulação poderá implicar diretamente no valor de SNR exigido, mas falando em extremos. Este é outro fator decisivo para nosso projeto, pois eu obterie bandas altas, geralmente se partir para a tecnologia IEEE 802.11n, onde já é possível fazer uso de protocolos específicos para aprimorar e otimizar a relação global do enlace, tal como o MIMO, TDMA, PHY, etc. Tratando de tecnologias MIMO, será necessário e possível utilizar larguras de canais maiores que é justamente neste ponto que será necessário o SNR maior. A relação é, quanto maior o canal, maior o esforço necessário para se chegar no objetivo (receptor).

  2. Citação Postado originalmente por jmayer Ver Post
    Preciso resolver uma dúvida: Qual a relação de largura de canal X nº de clientes simultâneos X banda cliente?
    Tomando por base uma nanostatiom M5 quantos clientes simultâneos poderia atender com planos de 1Mb.
    Modulando com 5Mhz?
    Modulando com 10Mhz?
    Modulando com 20Mhz?
    Sabendo que teoricamente em 5Mhz sofreríamos menos interferência e teríamos mais penetração.
    JMayer
    Gigante trabalho na area a 14 anos tenho mtcna e mtcwe e vou tentar responder sua pergunta da maneira mais simples possivel ok ...
    O equipamento citado é a nanostation m5 trabalha em 802.11an.
    802.11n supostamente passa 300mbps mas esse modelo de cpe em especifico tem porta 10/100 entao se o tx/rx mbps bater 150/150 ou 300/300 nao interessa pq a porta é barra 100 entao so passa 100mbps na rede wireless isso se a largura do canal for 20 ou 40mhz . Se for 10 ou 5mhz ai passa menos, vai uma tabelinha que possa te ajudar .
    Lembrando, isso vale para essa cpe polarizaçao dual em especifico porque é porta barra 100, a relaçao do que terá para compartilhar no setor para seus clientes "MIMO" em half :

    40mhz=98.000kbps
    20mhz=98.000kbps
    10mhz=45.000kbps
    5mhz=20.000kbps

    Entao sabendo disso 20 e 40mhz vc podera ter mais clientes por setor para compartilhar esses 98.000kbps .
    Em 10mhz isso cai para a metade e em 5mhz caiu para metade da metade .

    Sim quanto mais fino a largura de canal mais poder de penetrabilidade ele tem, mas, menos banda ele vai passar tambem .

    Sabendo disso vc tera que olhar qual seria sua policita de compartilhamento adequada para seus clientes 4x1, 5x1 e ai vai; Lembrando que a politica de compartilhamento de megas vai mudar se o link for dedicado ou nao porque a latencia baixa do link vai determinar o nivel de compartilhamento e ai vc podera calcular qual sera a melhor forma de compartilhamento . A latencia da celula do setor podera ser comprometida se 1 cliente estiver mal conectado, este mesmo podera criar lantencia alta em toda celula daquele setor em especifico da sua rede

    Agora um conselho 20mhz é aonde encontrara mais interferência 40,10, e 5mhz podera encontra menos interferencia porque a grande maioria da galera encontra em 20mhz a melhor forma de distribuiçao wireless mais megas possivel por setor chegando com uma cobertura muito boa . Lembrando a COBERTURA nao depende somente de seu equipamento provedor e sim muito mais em conta do seu equipamento em cliente, sempre tente scanear a area antes de colocar o equipamento para rodar e escolha um canal aonde ninguem esteja trabalhando .

    Lembrando que equipamento citado nanos. m5 nao tem um bom processamento para provedor porque foi inventada para trabalhar como cliente, quando se coloca esse tipo de equipamento em provedor ela faz bem a parte de wireless mas nao tem processamento para trabalhar como provedor por motivo dos clientes simultaneos entao, na parte de wireless ela faz em compartilhamento de 4x1 em 20mhz por exemplo ate 240 clientes registrados, mas quando colocar 30 clientes simultaneos ela ja "abre o bico" porque nao tem processamento para isso . Outro conselho como diz o brother Nicola da microwave "fala baixo que eu te escuto" tente sempre usar a potencia mais baixa possivel no provedor enxerga menos interferencia e ajuda a todos.

    Espero ter ajudado ...



  3. WWANInternet , um problema SERIO de hardware de provedor (Seja UBNT ou MK na torre, seja CPE barata (NS, Intelbras, OIW, roteador domestico)) é que o nível de ruido LIDO aumenta quando aumenta o datarate (Esquema de modulação com datarate teórico maior).

    Usando -95 como exemplo, esse é o ruído LIDO (Limiar inferior da sensibilidade do aparelho, não é o ruído eletromagnético real) quando configurado em MCS0. Ao configurar em MCS7 o ruído LIDO será algo tipo -65dB, ou seja, com sensibilidade de -95 você precisa miseros -80dB de sinal pra ter estabilidade em MCS0, enquanto em MCS7 você precisa não apenas SNR maior, mas também sinal maior, visto que o limiar da sensibilidade é muito menor, precisa coisa tipo -35dB de sinal (Claro que a recompensa é grande, passa de 10Mbps pra 50Mbps de troughput)
    (Na prática pra mim o que é preciso de SNR é 20dB em MCS0 e 25dB em MCS7, em hardware domestico, só o que muda é o limiar inferior de sensibilidade, o SNR necessario não muda tanto)

    Esse problema também ocorre em modo B ou G, aumentando o datarate o nível da sensibilidade piora, e você tem exibido no setup um nível de ruído maior (Que não é o nível real, é só o limiar da sensibilidade).

    Entendo que os hardwares comuns fazem isso por preservação da etapa de RF do VSWR de antenas comuns, diminuem o limiar da sensibilidade e prejudicam a conexão em 20%, porque se não fizessem isso as ondas estacionárias seriam tantas que a alta sensibilidade 90% afetaria 90% do troughput.

    A muitos anos notei que uns radios Yaesu e Kenwood também tinham isso, recebiam sinal local a S9+5, mas aí selecionando potencia de transmissão de 25W (Contra 5W default) o mesmo sinal na mesma antena não passava de S9, dá a entender que um atenuador era acionado ao acionar maior potencia de saída. Isso aínda deve existir, mas tem 10 anos que não enconto em transceptor ou HT. Em 802.11abgn não há atenuação conforme a potencia de saída, mas sim conforme o datarate selecionado, datarate alto usa portadora com muito trafego (Muitos bits por chip) mas exibe nível de ruído maior, o nível de sinal requerido é muito maior, mas pra exibição no setup o SNR requerido não é muito maior, não tenho certeza se a exibição de nível de ruído equivale ao ruído real mas acredito que não, no entando isso não deixa ter efeito prático na conexão, o hardware lê como ruído o que está proximo do limiar.

  4. Alias... penetrabilidade com canal estreito, como é isso?

    Alguém fez um comparativo entre MCS0 (Canal de 20MHz, 1 bit por chip), e MCS7 em canal de 5MHz (6 bits por chip) pra ver se algum tem "penetrabilidade" maior?

    Pra mim penetrabilidade é o ato de uma frequencia transpor determinado obstaculo (Ar é obstaculo). Teria diferença se comparar transito a 900 e 2400MHz, mas não a largura de um canal. Canal estreito tipo 5MHz no default de muito roteador significa cair no modo B, uma portadorona enorme de 5MHz em DSSS, enquanto em modo G ou N tem meia centena (Ou mais) de portadoras de uns 300KHz cada, em OFDM, isso muda muito o tipo de problema que se tem com obstaculos (Distancia é problema de obstaculo, afinal ar é obstaculo). E... essa diferença é derivada do tipo de modulação usada ou da largura do canal? Que eu saiba largura do canal é irrelevante, um DSSS de portadora única 20MHz seria fantástico, mas não tem canal que chega pra isso.

    Wimax por sua vez não tem problemas de poluição, pode optar por portadorona única da largura do canal (20MHz). Viva 802.11B, estava no caminho certo e o modo G e N deturparam tudo (Porque com poucos canais e excesso de roteador domestico era a única salvação).



  5. Citação Postado originalmente por speedpc Ver Post
    Gigante trabalho na area a 14 anos tenho mtcna e mtcwe e vou tentar responder sua pergunta da maneira mais simples possivel ok ...
    O equipamento citado é a nanostation m5 trabalha em 802.11an.
    802.11n supostamente passa 300mbps mas esse modelo de cpe em especifico tem porta 10/100 entao se o tx/rx mbps bater 150/150 ou 300/300 nao interessa pq a porta é barra 100 entao so passa 100mbps na rede wireless isso se a largura do canal for 20 ou 40mhz . Se for 10 ou 5mhz ai passa menos, vai uma tabelinha que possa te ajudar .
    Lembrando, isso vale para essa cpe polarizaçao dual em especifico porque é porta barra 100, a relaçao do que terá para compartilhar no setor para seus clientes "MIMO" em half :

    40mhz=98.000kbps
    20mhz=98.000kbps
    10mhz=45.000kbps
    5mhz=20.000kbps

    Entao sabendo disso 20 e 40mhz vc podera ter mais clientes por setor para compartilhar esses 98.000kbps .
    Em 10mhz isso cai para a metade e em 5mhz caiu para metade da metade .

    Sim quanto mais fino a largura de canal mais poder de penetrabilidade ele tem, mas, menos banda ele vai passar tambem .

    Sabendo disso vc tera que olhar qual seria sua policita de compartilhamento adequada para seus clientes 4x1, 5x1 e ai vai; Lembrando que a politica de compartilhamento de megas vai mudar se o link for dedicado ou nao porque a latencia baixa do link vai determinar o nivel de compartilhamento e ai vc podera calcular qual sera a melhor forma de compartilhamento . A latencia da celula do setor podera ser comprometida se 1 cliente estiver mal conectado, este mesmo podera criar lantencia alta em toda celula daquele setor em especifico da sua rede

    Agora um conselho 20mhz é aonde encontrara mais interferência 40,10, e 5mhz podera encontra menos interferencia porque a grande maioria da galera encontra em 20mhz a melhor forma de distribuiçao wireless mais megas possivel por setor chegando com uma cobertura muito boa . Lembrando a COBERTURA nao depende somente de seu equipamento provedor e sim muito mais em conta do seu equipamento em cliente, sempre tente scanear a area antes de colocar o equipamento para rodar e escolha um canal aonde ninguem esteja trabalhando .

    Lembrando que equipamento citado nanos. m5 nao tem um bom processamento para provedor porque foi inventada para trabalhar como cliente, quando se coloca esse tipo de equipamento em provedor ela faz bem a parte de wireless mas nao tem processamento para trabalhar como provedor por motivo dos clientes simultaneos entao, na parte de wireless ela faz em compartilhamento de 4x1 em 20mhz por exemplo ate 240 clientes registrados, mas quando colocar 30 clientes simultaneos ela ja "abre o bico" porque nao tem processamento para isso . Outro conselho como diz o brother Nicola da microwave "fala baixo que eu te escuto" tente sempre usar a potencia mais baixa possivel no provedor enxerga menos interferencia e ajuda a todos.

    Espero ter ajudado ...
    Speedpc era justamente isso que esperava, uma resposta simples e objetiva, mas agradeço a todos pela participação com seus conhecimentos, mesmo eu que trabalhei 25 anos com eletrônica, desde quando montava os transmissores de 160M a partir de receptores valvulados, sempre é bom rever nossos conceitos.
    Creio que esse tópico foi de grande importância, pois sanou muitas dúvidas, não só minhas mas de muitos colegas.
    JMayer






Tópicos Similares

  1. RB750G - Controle de Banda X Número de Clientes
    Por Nun0Alameda no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 11-11-2011, 14:11
  2. Respostas: 25
    Último Post: 08-08-2011, 10:44
  3. Respostas: 15
    Último Post: 14-07-2011, 08:46
  4. limitando número de clientes PPTP
    Por renathaider no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 29-01-2004, 13:58
  5. Dica de cliente ICQ
    Por glasswalk3r no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 12-07-2003, 14:48

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L