Página 2 de 8 PrimeiroPrimeiro 1234567 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Hummm deixa eu ver se entendi então no caso dos UBNT usar airgrid e nanoloco em clientes e usar rocket na torre e uma combinação ruim visto que forca o processamento no radio da torre.
    O ideal era deixar tudo 2*2 ou seja rocket com nanosloco.
    Se quiser ter um bom arranjo como já uso nanoloco e airgrid nos clientes e baixar o MCs na torre também !.

    Falei alguma bobagem ou e isso mesmo ?

  2. NS Loco com sua polarização dupla em teoria "pesaria" menos no processamento, já que sempre vai se adaptar pra polarização de melhor sinal na transmissão, mas... é uma anteninha tão ridícula de 13dBi, com 20dB de isolamento entre polarização, que faz pouca diferença comparado a um airGrid de polarização simples, que tem 22dBm de isolamento entre polarização, mas tem antena de ganho muito maior (Ou seja, num mesmo cliente ele vai receber o sinal V ok, mas o H vai estar uns 22dBm abaixo, e os 10dBi a mais de ganho dum airGrid M5 23 comparado com NS Loco 13dBi, darão algo acima dos 22dBm na polarização errada).

    Tanto NSLoco como airGrid não são uma maravilha no 2x1, o NS Loco seria menos pior desde que proximo da torre (O que é meio impossível no mundo real) e com sinal bom em ambas as polarizações (O que também não é tão comum). Se tiver CCQ excelente em ambas as polarizações, NS Loco vai ser perfeito. Com CCQ meia boca, tanto faz, o gargalo deixa de ser o processamento da torre.

    Mas como todo mundo mistura NS, NS Loco, airGrid, nanoBridge, usar 2x1 economizaria processamento na conexão com NS, NsLoco e nanobridge, e gastaria um pouco a mais nos airGrid, acho que ainda é lucro.


    Mas veja que estamos falando de perda de processamento significativa com 30 clientes conectados e navegando, quem tem 10 conectados num Rocket, com conexão tipo 1-5Mbps, não tem diferença preocupante.

    Com 30 simultaneos, se metade por airGrid, ao escolher MCS10, de 40M, essas conexões vão a longo prazo se adaptando pra fazer apenas 1x1, na prática elas vão se limitar a 20M, A outra metade, com NS, NSLoco e NanoBridge vai conseguir usar 2x1 mesmo, vai poder chegar nos quase 40M do datarate. SE esses airGrid precisam somados mais que 20M, é bom passar pra MCS11 ou 12, tem que escolher o datarate 2x que atenda as CPE's single-polarization com a banda que elas precisam (MCS10 equivale a MCS2, MCS11 a MCS3, etc).



  3. Alias, usar coisa como NS na torre também tem essa vantagem de se adaptar a polarização de melhor sinal, mas desde que esteja usando NS/NSLoco/nanoBridge/SXT ou CPE de dupla polarização nos clientes. Pra grandes bandas essa feature é fantástica, mas pra banda pequena e sinal "ruim" (O normal de se ver em 802.11B, CCQ de 80-90%) isso consome mais processamento que devia, pra banda pequena de qualquer forma serve, mas pra banda grande TEM QUE ter CCQ perfeito em todos os clientes, pra não haver gasto de processamento exagerado pra uns e isso derrubar o throughput pros outros.

    (Ah sim, Rocket M em antena de dupla polarização, se configurado pra MCS0-7, também faz autoadaptação de polaridade. Mas se tiver apenas airGrid isso é um tiro no pé, ela vai gastar processamento com sinal na horizontal, sendo que ninguém responderá nessa polarização. São pacotes probatórios, são poucos por conexão, mas em 30 conectados a soma consome processamento que derruba trhoughput)

  4. Um pergunta pertinente e se fossem apenas 10 clientes digamos todos airgrid com rocket na torre .
    Mas 10 clientes consumindo 10 MB sem parar ao mesmo tempo a AP rocket iria abrir o bico ?



  5. Seriam 100MB, teria que ser MCS6 ou 7 com canal de 40MHz. Aguentar aguenta, isso não é problema.

    O problema é: "Vou usar MCS12, que tem datarate de 162M, deve dar". Não vai dar, porque uma da polarizações vai ser inútil (Exceto talvez se o sinal for muuuuuito bom, tipo 50dBm de SNR), com apenas 1 polarização funcional o MCS12 vai ser um MCS4, de 80M. Precisaria então MCS13 ou 14, mas se vai ter apenas airGrid não vale a pena pagar por multipla polarização se não vai usar, não tem lucro em usar isso se não tiver algo similar nos clientes, tem é um leve prejuízo de processamento (V+H > H).

    Já SE você usar airGrid conectado numa torre com 2 ou 3 setoriais V afastadas o suficiente, fazendo 2x1 ou 3x1 na mesma polarização, tanto a teoria como alguns experimentos mostram que você tem MAIS banda do que num sistema V+H de antenas proximas (No mesmo refletor). Aí que entram os Wavion e outros sistemas multi-omni que prometem banda alta, autoadaptative é excelente, permite througput excelente, mas as antenas precisam ficar distantes ou precisam baixa potencia, e com baixa potencia automaticamente o alcance diminui. Imagino que 2 setoriais V a 2m uma da outra já fariam um belo trafego a mais pros airGrid que V+H juntos (NS, BaseStation) rumo a NS Loco e cia, metade pela distancia entre irradiantes e metade pelo ganho maior dos airGrid.

  6. bela discussão esse post...muito bacana...da prazer de ler....



  7. Graças e esse post e outros fechei um PTP com 2 SXTLite5 em 1.8km, assim;

    - Nstream
    -5300mhz
    Sinal: -50/-50
    Potencia: 22dbm (elas chegam a 27)
    Teste de banda fechando 90mb full (isso pq setei no Nstream) em NV2 + NStream passo 120full no teste de banda.

    Shou mesmo

  8. O que eu aprendi já estou testando o ruben e show sussesso.



  9. Mas é bom vocês lerem por conta propria outros conteúdos sobre o assunto, porque tem pouco conteúdo sobre isso.
    Quando um padrão é lançado o pessoal do marketing usando tanto o "Até 150M" ou "Até 3,2Gbps" que acaba tendo pouca informação técnica, divulgam um resumão sobre as novidades no maior datarate do padrão mas esquecem de falar sobre modulações intermediarias, sobre subportadoras em canais mais estreitos ou mais largos que o padrão, sobre comportamento das modulação fazendo mimo com polarização dupla...

    Muito do conteúdo encontrável é sobre roteadorzinho domestico Linksys com 2 ou 3 antenas na vertical, com um notebook qualquer conectado, ignoram o fato de notebook ter 2 ou 3 antenas em polarizações diferentes, ignoram a recomendação que as vezes a propria linksys (Só pra seguir o exemplo) dá de colocar uma ou 2 das antenas a 45°, falam sobre beamforming e autoadaptação mas com apenas 1 micro conectado (Quem compra roteador Linksys de R$ 500 e usa apenas 1 dispositivo móvel nele?).

    Enfim... tem muito conteúdo academico sobre isso, tem que ler 10 pdf's academicos pra extrair 2 ou 3 informações práticas. E as vezes se baseiam em featura específica de algum chipset que a gente (Ou o proprio autor) generaliza pro protocolo todo.
    (Mas talvez se comprar os textos da IEEE facilite... no cadastro gratis não tem nada útil)

  10. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Mas é bom vocês lerem por conta propria outros conteúdos sobre o assunto, porque tem pouco conteúdo sobre isso.
    Quando um padrão é lançado o pessoal do marketing usando tanto o "Até 150M" ou "Até 3,2Gbps" que acaba tendo pouca informação técnica, divulgam um resumão sobre as novidades no maior datarate do padrão mas esquecem de falar sobre modulações intermediarias, sobre subportadoras em canais mais estreitos ou mais largos que o padrão, sobre comportamento das modulação fazendo mimo com polarização dupla...

    Muito do conteúdo encontrável é sobre roteadorzinho domestico Linksys com 2 ou 3 antenas na vertical, com um notebook qualquer conectado, ignoram o fato de notebook ter 2 ou 3 antenas em polarizações diferentes, ignoram a recomendação que as vezes a propria linksys (Só pra seguir o exemplo) dá de colocar uma ou 2 das antenas a 45°, falam sobre beamforming e autoadaptação mas com apenas 1 micro conectado (Quem compra roteador Linksys de R$ 500 e usa apenas 1 dispositivo móvel nele?).

    Enfim... tem muito conteúdo academico sobre isso, tem que ler 10 pdf's academicos pra extrair 2 ou 3 informações práticas. E as vezes se baseiam em featura específica de algum chipset que a gente (Ou o proprio autor) generaliza pro protocolo todo.
    (Mas talvez se comprar os textos da IEEE facilite... no cadastro gratis não tem nada útil)
    Nobre amigo, boa tarde!
    Tendo sua experiência no assunto e lembrando que sou novato na área, gostaria se possível que você pudessem fazer um análise nessa tela em anexo e se possível me orientar.

    Obrigado.
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         tela1.JPG
Visualizações:	203
Tamanho: 	61,1 KB
ID:      	53677  



  11. Citação Postado originalmente por Jhonvalter Ver Post
    Nobre amigo, boa tarde!
    Tendo sua experiência no assunto e lembrando que sou novato na área, gostaria se possível que você pudessem fazer um análise nessa tela em anexo e se possível me orientar.

    Obrigado.
    Dá uma olha em baixo, no nível de sinal e no datarate dos 2 aparelhos conectados.
    Sinal -77 e ruído a -92 são ridículos 15dB de SNR, devia ter 25!

    O outro tem sinal -71, são 21dB de SNR, EM TEORIA seria suficiente pra um MCS14 sem problemas. E... está mesmo em MCS14. Mas... na prática use SNR 20 ou 21 apenas em MCS0 a 3, 8 a 11 9. Acima disso é bom ter uns 25dB de SNR pra ter estabilidade (CCQ tipo 99% em MCS14. Afinal não adianta ter CCQ 85% em MCS14, vai perder pacote legítivo, o datarate teórico será maior que 99,9% de CCQ em MCS12, mas CCQ menor significa menos perdas de pacotes, o throughput você vê de cara pelo CCQ, não pelo datarate).

    Pra mim você tem o classico problema do modo AUTO com sinal variando conforme o cliente, o airMAX está com capacidade péssima porque o sinal está ruim, e o throughput real deve estar ruim porque no modo auto e com 2 "clientes" o datarate variando faz muito "teste" de datarates e pacotes (Procura sempre o melhor datarate possível).

    Enfim, com esse SNR acho que só terá estabilidade se fixar em MCS9 ou 10. Se quiser mais banda nos 2, vai ter que melhorar o sinal desse "UBNT", pra uns -71. Enfim, tem que equalizar os sinais, e com SNR pelo menos nos 20-22dBm.

    Alias, -71 não é um sinal ruim, seu ruído é que está meio alto pro meu gosto. Se for Querencia - MT devia ser -104, se for Primavera do Leste - MT imagino que uns -97, se tem esse -92 não tem outro radio muito proximo? Ou o sinal não passa sobre rede de alta tensão? (10m pra cima de rede de 2,3KV ou mais é um problemão) Acho meio estranho esse ruído todo no interior de MT. Mas enfim, se o ruído está alto mesmo, o jeito é melhorar o sinal pra ter SNR maior, ou fixar num MCS menor pra ter sensibilidade maior.

    EU só usaria airmax com SNR tipo 25dBm, e só o manteria ativo se a capacidade dele no setup fosse maior que 60%. Porque ví muuuuita perda de pacotes com sinais piores que isso, 22dB se SNR dá pra 60-70Mbps de throughput com MCS12 (400nS pelo que lembro), mas ao ativar airMAX a capacidade ficava sempre nos 50%, e o throughput baixava 10-15Mbps.

    Se tiver 30dBm de SNR é claro que airMax vai fazer a banda aumentar muito, mas TODOS tem que ter esse SNR.

    Equalização. -71 e -77 num provedor não é problema, vender pacote de 1 a 5M de internet com modo auto e esses sinal está ok, mas se é PTP tem que fixar o MCS pra ter estabilidade, e fazer das tripas coração pra ter SNR acima de 25dBm.
    (Cuida que se baixar o MCS o SNR automaticamente sobe em metade dos casos, tipo: MCS14: 15dBm de SNR. MCS10: 21dBm de SNR. Wow... etapa de RF em MCS menor tem uns dBm a mais de potencia, e uns dBm a mais de sensibilidade.

  12. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Dá uma olha em baixo, no nível de sinal e no datarate dos 2 aparelhos conectados.
    Sinal -77 e ruído a -92 são ridículos 15dB de SNR, devia ter 25!

    O outro tem sinal -71, são 21dB de SNR, EM TEORIA seria suficiente pra um MCS14 sem problemas. E... está mesmo em MCS14. Mas... na prática use SNR 20 ou 21 apenas em MCS0 a 3, 8 a 11 9. Acima disso é bom ter uns 25dB de SNR pra ter estabilidade (CCQ tipo 99% em MCS14. Afinal não adianta ter CCQ 85% em MCS14, vai perder pacote legítivo, o datarate teórico será maior que 99,9% de CCQ em MCS12, mas CCQ menor significa menos perdas de pacotes, o throughput você vê de cara pelo CCQ, não pelo datarate).

    Pra mim você tem o classico problema do modo AUTO com sinal variando conforme o cliente, o airMAX está com capacidade péssima porque o sinal está ruim, e o throughput real deve estar ruim porque no modo auto e com 2 "clientes" o datarate variando faz muito "teste" de datarates e pacotes (Procura sempre o melhor datarate possível).

    Enfim, com esse SNR acho que só terá estabilidade se fixar em MCS9 ou 10. Se quiser mais banda nos 2, vai ter que melhorar o sinal desse "UBNT", pra uns -71. Enfim, tem que equalizar os sinais, e com SNR pelo menos nos 20-22dBm.

    Alias, -71 não é um sinal ruim, seu ruído é que está meio alto pro meu gosto. Se for Querencia - MT devia ser -104, se for Primavera do Leste - MT imagino que uns -97, se tem esse -92 não tem outro radio muito proximo? Ou o sinal não passa sobre rede de alta tensão? (10m pra cima de rede de 2,3KV ou mais é um problemão) Acho meio estranho esse ruído todo no interior de MT. Mas enfim, se o ruído está alto mesmo, o jeito é melhorar o sinal pra ter SNR maior, ou fixar num MCS menor pra ter sensibilidade maior.

    EU só usaria airmax com SNR tipo 25dBm, e só o manteria ativo se a capacidade dele no setup fosse maior que 60%. Porque ví muuuuita perda de pacotes com sinais piores que isso, 22dB se SNR dá pra 60-70Mbps de throughput com MCS12 (400nS pelo que lembro), mas ao ativar airMAX a capacidade ficava sempre nos 50%, e o throughput baixava 10-15Mbps.

    Se tiver 30dBm de SNR é claro que airMax vai fazer a banda aumentar muito, mas TODOS tem que ter esse SNR.

    Equalização. -71 e -77 num provedor não é problema, vender pacote de 1 a 5M de internet com modo auto e esses sinal está ok, mas se é PTP tem que fixar o MCS pra ter estabilidade, e fazer das tripas coração pra ter SNR acima de 25dBm.
    (Cuida que se baixar o MCS o SNR automaticamente sobe em metade dos casos, tipo: MCS14: 15dBm de SNR. MCS10: 21dBm de SNR. Wow... etapa de RF em MCS menor tem uns dBm a mais de potencia, e uns dBm a mais de sensibilidade.
    Obrigado meu amigo Rubem pelas preciosas informações. Esse equipamento é uma base station que no momento ta com 3 clientes pendurados. Essa região não é mato grosso e sim RS, acredito que seja algo como refração pra ta tando ruido assim em um desses clientes já que essa é uma região de muito telhado de zinco. Vou ver o que posso fazer. Abração.



  13. Pelo pouco que tentei brigar com telhados de zinco / aluminio, eles não "produzem" um nível de ruído maior, só fazem o CCQ diminuir muuuuuito.

    Quem afeta muito o nível de ruído, e passa desapercebido, é rede de alta tensão. HOJE considero ideal ter 200% da zona de fresnel livre de linha de alta tensão, porque já sofri com linha de 13KV a pouco mais de 100% da zona e o desempenho era péssimo por mais que mechesse.
    (Veja o detalhe: Não é rede longe da antena, mas sim longe da zona de fresnel! Não dá pra evitar esse obstaculo as vezes, mas é bom pelo menos saber o que está atrapalhando. Se tem rede AT na zona de fresnel: A culpa é dela, não da sua configuração ou do equipamento. Dá pra minimizar o problema, mas nunca soube como resolver efetivamente (Sem ser fibra ou FSO))

  14. Olha eu novamente meu amigo Rubem. Veja essa tela, mu TX fica oscilando entre 52 e 117. Em que isso pode prejudicar meu enlace? Grato.Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         tela1.JPG
Visualizações:	188
Tamanho: 	44,3 KB
ID:      	54822

  15. O que está oscilando é o data rate, não necessariamente o throughput passante está variando.

    Data rate muda quase toda hora quando você usa o modo AUTO, eu sempre defendo que isso gasta processamento a toa, e perde pacotes a toa (Pra descar um mcs tem que ter um certo nº de perdas de pacotes), por isso insisto no uso de MCS fixo, escolhe um data rate suficiente e fixa nele. Um data rate "suficiente" e não "o maior data rate possível" porque em datarates menores GERALMENTE tem respostas mais rapidas. Digo, você pode ter 80Mbps de throughput em MCS12 mas com ping variando de 10 a 40mS, acho isso péssimo, baixando pra MCS11 o throughput cai pra 45Mbps mas a tem ping de 1-2mS. Ping é referencia? Mais ou menos, lembra de dar ping ou fazer teste de velocidade com pacotes pequenos e grandes, a maior parte dos seus cliente vai trafegar pacotes grandes (1450 a 1472 bytes) então ter resposta grandes justo neles (Tipo 40mS) dá uma sensação de ruim de navegação.

    No seu caso pelo visto está com tempo de guarda de 400ns, afinal tem 52 e 117M de datarate (MCS10 e 14 se não me engano) isso indica 400nS de GI. Se quer aumentar o throughput e tem sinal (Tem mais de 30dB de SNR) o jeito que não piora nada é aumentar o GI pra 800nS.

    Mas não ligue pra datarate variando, isso indica que o sinal não está completamente estável, mas com noise floor tão alto tipo -91 deve ter muito equipamento 5GHz por perto (Não necessariamente no mesmo canal). Testa canal mais alto, lá pelo 5750MHz pra cima, pra ver se a antena não tem ganho melhor, ou VSWR melhor, nessa frequencia mais alta (As vezes tem diferença de 2dB no ganho ao subir ou descer 60MHz).

    Se não quer variação nenhuma é só fixar a velocidade, desativa o auto, mas veja que a transmissão no modo auto está sendo feita em MCS10, que é o datarate de 52M, ou seja, é o modo que os aparelhos "definiriam" via testes ser o de maior velocidade conseguível, então pra ter estabilidade talvez você precise fixar no MCS abaixo (MCS9) e aumentar o GI pra 800nS (Não lembro o local exato no setup de AirOS, não tenho nenhum agora pra olhar e ver o nome exato, tempo de guarda, guard interval, gi, qualquer coisa com opção 400 e 800nS é isso, talvez 0,4 / 0,8mS)). Enfim, o sinal dessa estação do print pra outra não está ótimo, por isso no modo auto fica em 52M (MCS9 ou 10, não lembro), talvez esteja bom pro throughput que você precisa, mas o sinal da outra estação rumo a essa do print está muuuuito melhor, por isso está em MCS14 de 117M. Talvez uma antena seja diferente da outra, e trocando canal (Mudando 100MHz ou mais) chegue num canal onde ambas as antenas tem ganho similar e ficam com datarate mais parecido no RX e TX.

  16. Parabéns pelo tópico, tenho o PTP RB 912 modulando em MCS 12, normalmente passa 85Mbps, mas derrepente cai para 50Mbps.
    Segue print para avaliar. Qual seria melhor solução para passar 100mbps, consigo isso só manipulando MCS?
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Print_Station.png
Visualizações:	969
Tamanho: 	407,6 KB
ID:      	58031  

  17. Esse HT-40 2S SGI indica que está usando short guard interval, ou seja, já está no limite do MCS12.

    Pra mais banda passante vai precisar passar pra MCS13, mas seria bom mudar pra intervalo de guard longo ("HT Guard intervall" em long na aba HT), porque parece que não tem zona de fresnel tão limpa (Senão o CCQ seria maior com esse nível de sinal).

    MCS-13 GI longo é o datarate de 216Mbps. DEVIA dar mais de 100Mbps se a zona de fresnel estiver ok.

    Ou a distancia é grande? Se for, melhor pensar em antena maior.
    Antena de maior ganho não afeta a potencia de emissão, obdecendo o limite EIRP de 36dBm dá pra ir longe. Mas antena grande melhora o nível do sinal RECEBIDO, uma antena de 14dBi recebe um sinal digamos a -74, já uma antena de 28dBi nesse mesmo local vai receber esse sinal em -50 mais ou menos. -74 é suficiente pra um MCS10 talvez. -50 é suficiente até pra MCS15. Diferença enorme na banda passante.

    Nessa mesma aba HT tem o HT AMPDU, marcando os 7 você DEVIA ter mais throughput pois vai haver mais agregação de frames, mas isso gera um pequeno delay a mais, então seria bom testar ack-timeout fixo e maior que o real, acho que uns 30 a 40% maior que o correto, pra dar tempo de "desagregar" os frames agregados no outro lado.

    (E aqui é o único ponto em que o setup da UBNT me agrada mais que MK, na aba advanced você marca agregação de até 32 frames, e seleciona tamanho, o default acho que é 50KB, mas pode ir (Se não me engano) até 65535 (E 32 vezes 1500 bytes (Limite no MTU) dá só 48KB, então o default de 50KB tá ótimo). Num PTP distante onde perder 4ms não é problema desde que o throughput sejá bom e o jitter seja zero isso é ótimo. Não é a toa que tanta gente elogiava Rocket M5 em PTP, uma configuraçãozinha boba tipo a agregação de frames faz muita diferença no throughput)


    Alias, falando em agregação, se tem MK nos 2 lados teste NV2, ele agrega com mais versatilidade, o throughput costuma ser maior com o mesmo sinal.
    (Já se realmente tiver a zona de fresnel meio suja ele pode piorar a coisa, afinal frame agregado significa as vezes metade de uma conexão aqui e metade alí, se metade é perdida ele tem que armazenas mais conteúdo em cache até que o pacote perdido seja reenviado, aí ao invez de demorar 4ms ele demora 12ms (Chega ilegível em 4ms, volta o aviso de ilegibilidade em 8ms, é enviado denovo em 12ms), conforme a qualidade do link pode piorar muito mais que um simples ping ruim. Mas tem que testar)

  18. Tem algo errado ai, com msc 12 consigo algo proximo de 110mb. Se estiver usando nstreme mude para nv2

  19. Caro Rubem obrigados pela respostas.
    1 - A Zona de fresnel esta limpa
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Zona-de-fresnel.png
Visualizações:	221
Tamanho: 	124,9 KB
ID:      	58606
    2 - A distância é 38km
    3 - São duas RB912 e Antenas Xwave 5831DPR
    Então as configurações ficou MCS fixo no AP e Defalt na estação, estou usando NV2 com TDMA Period Size: auto Cell Radius: 38KM, frequency=5425, ampdu-priorities=0,1,2,3,4,5,6,7,band=5ghz-onlyn
    ht-basic-mcs=mcs-10,mcs-11,mcs-12 \ ht-supported-mcs=mcs-10,mcs-11,mcs-12.

    A pergunta é seguinte tem alguma configuração para fazer no MK para que diminuísse o throughput do RX visto que nesse enlace não usamos velocidades full duplex para que passasse somente uns 30% de Upload e que não degradasse o enlace, ou isso não ajudaria em nada.

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Print_Dude.png
Visualizações:	210
Tamanho: 	77,9 KB
ID:      	58607
    Está passando quase 100Mbps no horário de pico, mas como da para ver gráfico nessas crista enlace continua instável, esta passando 80Mbps e derrepente cai para 50Mbps, leva um tempo volta normal.

  20. deixe marcado apenas mc12 e teste, ja conferiu em outro canal?

    Ja vi muita gente relatando que acima de 70mb ela começa a abrir as perna. Voce poderia testar um apc 5m pessoal costuma comentar que só nao passa mais de 100mb por causa da porta /100






Tópicos Similares

  1. Respostas: 5
    Último Post: 28-11-2011, 18:07
  2. Ajuste de Hora automatico Mikrotik
    Por hyperpotato no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 03-11-2007, 12:09
  3. Insatisfeito com controle de Banda do Mikrotik
    Por Josue Guedes no fórum Redes
    Respostas: 5
    Último Post: 02-10-2007, 07:05
  4. Compartilhar arquivos de backup do Mikrotik
    Por marcelomg no fórum Redes
    Respostas: 14
    Último Post: 11-04-2006, 07:25
  5. Respostas: 0
    Último Post: 06-03-2006, 13:41

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L