+ Responder ao Tópico



  1. cara se aperta e tira a ASN e tira a preocupação da cabeça e esquece isso ... Conselho de amigo "a corda sempre arrebenta para o lado do mais fraco" ...

  2. Citação Postado originalmente por zanpaulo Ver Post
    Fabricio como se defender se fica estipulado multa de R$10.000,00 diários caso você não identifique o cliente corretamente...
    na verdade, a multa não é somente isso.

    e outra, sobre identificação... você que trabalham com isso, deveria já ter entendido, mas senão conseguiram compreender, esquece, tira AS logo, pois dificilmente conseguira usufruir das brechas que o regulamento tem.

    De qualquer forma, vou falar novamente.
    O regulamento diz que você (provedor) deve fazer guarda do log de conexão: data e hora inicio e fim da conexão, IP utilizado pelo terminal.
    Então, vamos analisar....
    vamos supor que tenhamos o seguinte log:

    maria aparecida (IP 177.192.10.5)
    - Inicio 28/08/2014 as 17:00, FIM 28/08/2014 as 21:35

    Jose pereira (IP 192.168.2.3)
    - Inicio 28/08/2014 as 12:02, FIM 28/08/2014 as 23:07

    Ivo Antunes (IP 192.168.2.8)
    - Inicio 28/08/2014 as 14:00, FIM 28/08/2014 as 15:05

    Veja que temos 1 cliente com IP Publico e 2 com IP Privado.
    1 - Com relação ao IP Privado... Eles (Justiça) não vão poder te indiciar por não cumprir o regulamento, afinal, você está guardando log da conexão. Logo, fazendo o que manda o regulamento.
    2 - Também não vão poder te indiciar pelos danos ocorridos, afinal, o próprio regulamento é claro nesse ponto e exclui o provedor de qualquer responsabilidade.

    3 - Somos obrigados a fazer apenas o que manda a lei, e ela manda simplesmente guardar o log da conexão, se o IP que foi logado vai ou não identificar o cliente EXTERNAMENTE (na Internet) esse é outros quinhentos, uma brecha do regulamento.
    pelo seu lado, você guardou o IP e consegue identificar quem usou ele no dia X.



  3. Citação Postado originalmente por FabricioViana Ver Post
    Só para esclarecer mais ainda esse tão importante tópico:

    Como o Andrio falou, no Marco Civil tem apenas a determinação de guardar logs somente quem tem AS.

    Porém, antes de sair o Marco Civil, a Anatel, na Resolução que trata do SCM, colocou assim:

    Art. 53. A Prestadora deve manter os dados cadastrais e os Registros de Conexão de seus Assinantes pelo prazo mínimo de um ano.


    Veja que não fala em AS ou não.

    Se chegar algum fiscal da Anatel, fatalmente quererá fazer valer a resolução da agência.

    Penso ser importante a avaliação da possibilidade de guarda de logs mesmo se o provedor tiver somente IPs privados.
    Exato.

    Pelo Marco Civil, apenas quem possui AS que é obrigado a guardar o log de conexão.
    Pelo Regulamento SCM, todo provedor deve guardar o Log de conexão.

    Porém, ambos possuem brechas, pois não definiu qual o tipo de IP que deve ser entregue e logado... se é IP publico ou Privado.
    Nem definiu o grau de identificação.

    Sendo assim, se você guarda o log da conexão, e sabe dizer que quem usou o
    IP XXX.x.XX.xx no dia tal, você está dentro do regulamento.

    Analisemos um provedor que usa NAT, e tem o log descrito abaixo:
    Jose pereira (IP 192.168.2.3)
    - Inicio 28/08/2014 as 12:02, FIM 28/08/2014 as 23:07

    Ivo Antunes (IP 192.168.2.8)
    - Inicio 28/08/2014 as 14:00, FIM 28/08/2014 as 15:05

    1 - Ele está guardando o log de conexão.
    2 - Ele consegue identificar o cliente que usou o IP 192.168.2.8 no dia 28/08/2014 as 15:00.. conforme o log acima, foi o cliente "Ivo Antunes", com base no cadastro, ele pode dizer que esse cliente mora na rua tal....

    Então, ao pé da linha, ele cumpriu com o regulamento.

    Mas é como eu disse, se você não consegue identificar essas brechas, muito menos explicar elas a outra pessoa... esquece, tira AS.

  4. Andrio, concordo com seu ponto de vista. Ele também está correto!

    Todavia, penso que temos que ir no âmago da coisa: toda lei tem uma finalidade.

    A determinação da guarda de logs existe para que se possa identificar o transgressor.

    Se você entrega a informação de forma que não possibilite essa identificação, poderá ter problemas.

    Veja, digo "poderá", pois realmente a legislação tem brechas que podem ser exploradas.

    Agora se me perguntar o que deve ser feito a resposta é fácil: "guarde os logs de forma a poder identificar o que seu usuário faz com seu IP válido. Se a mira de uma investigação criminal cair sobre você, caso você tenha o log feito corretamente, fica fácil demonstrar quem é o transgressor".

    Imagina: no dia anterior à morte do Eduardo Campos um usuário atrás de NAT coloca no facebook: "ele vai morrer amanhã, eu vi quem sabotou o avião dele".

    Meu, vai mídia, PF, MPF, ANATEL, ANAC, Exército, Aeronáutica, PT, PSDB, atrás do provedor para saber quem é, POIS A LEI DETERMINA QUE ELE GUARDE IDENTIFICAÇÕES SOBRE QUEM ACESSOU A INTERNET.

    Aí o provedor responde: eu não tenho como mostrar quem foi, pois não sou AS.

    Imagina do lado de quem essa corda vai estourar?

    Previna-se, sempre!!

    Abraço
    Fabricio



  5. Citação Postado originalmente por FabricioViana Ver Post

    Meu, vai mídia, PF, MPF, ANATEL, ANAC, Exército, Aeronáutica, PT, PSDB, atrás do provedor para saber quem é, POIS A LEI DETERMINA QUE ELE GUARDE IDENTIFICAÇÕES SOBRE QUEM ACESSOU A INTERNET.

    Aí o provedor responde: eu não tenho como mostrar quem foi, pois não sou AS.

    Imagina do lado de quem essa corda vai estourar?

    Previna-se, sempre!!

    Abraço
    Fabricio
    errado.

    Para o provedor, a lei diz apenas para guardar o log da conexão, que consiste em:
    - data e hora inicio conexão
    - data e hora fim da conexão
    - IP utilizado pelo terminal.

    e ainda diz que o provedor não é responsável por danos causados por terceiros.
    se você guardou o log, não importa se esse log registrou IP publico ou não, mas desde que tenha registrado e você saiba dizer quem o usou... você cumpriu com o que o regulamento pede.
    E como todos sabem: 1- somos inocentes até que se prove o contrario, 2- o regulamento isenta o provedor de responsabilidade por danos causados por terceiros, 3- somos obrigados a fazer apenas o que manda a lei, qualquer coisa além vai a sua escolha.

    não vou explicar novamente, ta tudo ali em cima.






Tópicos Similares

  1. máquinas da rede não acessam a internet pelo squid
    Por LOWSDYVE no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 6
    Último Post: 07-04-2009, 16:33
  2. Internet sem licença dá cadeia?
    Por lucianogf no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 7
    Último Post: 14-07-2008, 00:41
  3. Respostas: 38
    Último Post: 21-05-2008, 07:42
  4. Internet pelo MAC da palca
    Por vcasali no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 11
    Último Post: 28-08-2006, 15:04
  5. Bloquear internet pelo conteúdo da página.
    Por romens no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 17-09-2005, 23:11

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L