+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Opa, uma boa notícia esta sobre o parcelamento em 10 anos para o licenciamento.
    Eu tinha entendido que precisava bancar tudo na hora.
    Se for assim, tudo fica muito mais viável...

    Tem que efetivar o projeto rapidinho, a coisa está aí posta na mesa.... Até hoje não vi nada no sentido de favorecer o pequeno provedor. Agora que surge esta possibilidade inclusive garantida pela própria agencia para os pequenos conforme o Art 19.
    Normalmente só reclamamos que não temos oportunidades...
    E como os assuntos vão fermentando, daqui a pouco chega aos ouvidos dos grandes este desejo dos pequenos.
    E como a resolução diz que se feito o anuncio não houver confirmação por parte de pequenas e médias empresas, as grandes entram no processo licitatório. Elas hoje não querem, mas se aparecer alguém que queira e isto possa representar uma concorrência séria, eles com certeza irão se mexer rápido para impedir.

    E daí pergunto: Sem ter uma associação preparada, vai dar tempo para correr atrás depois? Precisamos completar este número mínimo de 150.
    Sinceramente ainda acho pouco 150 para uma representatividade do nosso setor.
    Se tiver 300 o investimento em licenciamento vai reduzindo... E daí imaginem um número maior. Fica cada vez mais fácil a questão financeira.
    Por outro lado reconheço que quanto mais gente mais fácil haver desentendimentos.
    É para o bem comum pessoal... Se manifestem para o @speedpc fazer este pré-cadastro.
    Carlos pensa bem a resoluçao 537 é de 2010 e nós estamos dormindo até hj leia essa analise feita pela ANPAD em seu encontro de 2009 uma análise por Opções Reais de licenciamento da 3.5ghz para WIMAX 802.16e que eles fizeram, e a associaçao fará uma coisa bem parecida junto a Anatel , leia a pagina 3 , 4 e 5 com atençao e no começo da pagina 6 olha o fim da analise .

    " Dessa forma, assumimos que a empresa irá ofertar um valor mais próximo do valor de referência praticado em outros mercados de R$ 17.869.300, pela licença de uso dos blocos de freqüência, ao invés do preço mínimo estabelecido no edital de licitação. Consideramos também que o valor ofertado pela licença pode ser pago em dez anos com juros de 3% a.a. sobre o saldo devedor, conforme autorizado pelo edital. Os principais parâmetros utilizados na modelagem do projeto e sua análise pelo Fluxo de Caixa Descontado (FCD) estão relacionados na Tabela 5."

    E 150 provedores licenciados como disse anteriormente é o MINIMO que precisamos mas o numero poderá ser bem maior se tivermos empresas interessadas .
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         FIN383 (1).pdf
Visualizações:	21
Tamanho: 	307,8 KB
ID:      	56122

  2. @speedpc este trabalho foi elaborado antes de 2010 e consequentemente como não houve muito interesse pode até que o preço se mantenha bem próximo do mínimo, não?

    O trabalho também abordou um ticket mensal de 850 reais o que sai da realidade atual.
    Independente de tecnologia utilizada hoje não tem mercado maciço para valores acima de 100 reais.
    Mas o trabalho trás outras variáveis bem interessantes de se considerar como por exemplo o compromisso de cobertura dentro do prazo estipulado. Isso precisa ser bem entendido pelos associados, pois em última instância serão eles que irão colocar em prática o projeto. Vai exigir muito mais profissionalismo e muito menos aventura no projeto.
    E para quem está ainda duvidando da viabilidade técnica, fica as citações do uso do wimax em outras regiões do mundo.



  3. @speedpc e demais colaboradores do tópico, acompanhei todo o tópico e achei muito interresante (no mínimo) a idealização dessa associação. Estou há alguns meses realizando um levantamento para montar um provedor justamente com o uso da tecnologia wimax, porém pensava em utilizar a frequência de 5.8ghz.

    Infelizmente ainda não possuo a licença SCM (e sei que não posso fazer parte da associação, ainda!) porém estou certo da montagem do provedor e com toda certeza, uma das primeiras atitudes será me colocar à disposição para essa empreitada!

    Porém, agora fiquei com algumas dúvidas: Vale a pena investir em wimax 5.8? Seria mais fácil a adaptação/alteração para a frequência 3.5ghz(nem tanto pelo resproveitamento de equipamento, mas pela adaptação com o modo de funcionamento dos equipamentos/tecnologia).

    Enfim, gostaria muito da opinião de vocês do tópico, pois pretendo começar o provedor legalmente, ou seja, não vou iniciar se não tiver a SCM em mãos e tenho muito interessse na proposta a que a associação apresenta.

    Bom, desde já obrigado à todos!

  4. @Odairpereira primeiramente desculpe pela demora, nao vale a pena por motivo do fator valores de "equipamento cliente" em 802.16d seria muito fora da realidade de nosso pais se a nossa realidade economica fosse outra nao teria problema, e outro fator é "throughput por setor" a 802.11n disponibiliza mais banda do que 802.16d; Em 5.8ghz 802.16d seria para clientes fixos entao se torna inviavel. A proposta da associaçao seria agrupar os 150 provedores para licenciamento da 3.5ghz e tb licenciamento para trabalhar com CLIENTES " NLOS " ( sem visada ) por isso que precisamos da faixa de frequencia 3.5ghz continuariamos com nossos clientes fixos em 802.11N E 802.11AC normalmente, podendo disponibilizar altas velociades trabalhando com AC e teriamos TAMBEM nosso clientes NLOS com mini-modems e tb com que creio eu que seria a melhor opçao do cliente o modem wifi-walker o cliente teria a disponibilidade de modem wifi com bateria de ate 10 horas para levar aonde queira e eles sao menores do que um celular IPHONE . O povo quer mobilidade entao seria isso que dariamos a eles e com planos "SEM FRANQUIA" copiando empresas que ja tem sucesso com o mesmo tipo de aplicaçao como a BRIDGEMAXX USA e a VIVID WIRELESS AUSTRALIA que trabalham com a mesma tecnologia que queremos legalizar aqui em nosso pais, e isso tudo so pode ser possivel com a faixa de frequencia 3.5ghz ou mais baixas, mas as mais baixas estao totalmente fora de nosso poderio de verba . Mas amigo envie um email assim que tiver empresa constituida com informaçoes de qual a area que pretende trabalhar que tudo pode ser feito no momento quanto mais gente interessada e com verba para trabalhar melhor ok .



  5. Pessoal bom dia os produtos Alvarion Wimax agora sao Telrad, em 22 de fevereiro de 2013 Telrad Networks, fornecedora líder mundial de soluções de telecomunicações, e no mercado dês de 1951 anunciou que adquiriU a (BWA) "broadband wireless access" divisão da Alvarion® Ltd. Então os produtos Alvarion WIMAX 802.16e serao todos produzidos hj pela TELRAD, consegui uma lista de preços dos equipamentos em 3.5ghz e 802.16e que vamos precisar em nossas instalaçoes equipamentos provedor e cliente lembrando que os valores que estao no PDF que estou disponibilizando poderão abaixar ate 55% para uma compra num valor de 1.000.000 de dolares, confirmaçao que tive direto de grande distribuidor deles . O equipamento para trabalharmos em provedor seria a BreezeCOMPACT 1000 e 2000 . Segui o PDF , estou fazendo isso para que vejam que provedores que tem acima de 500 clientes seria viavel sem apertar em suas contas mensais .
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Telrad_Price_List.pdf
Visualizações:	77
Tamanho: 	545,5 KB
ID:      	56681






Tópicos Similares

  1. Respostas: 13
    Último Post: 03-12-2015, 12:33
  2. Alterar valor de uma address-list através de script..
    Por paullsoftware no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 07-05-2014, 20:58
  3. Respostas: 17
    Último Post: 06-12-2011, 14:40
  4. Respostas: 2
    Último Post: 29-05-2010, 13:13
  5. Respostas: 2
    Último Post: 07-07-2005, 22:53

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L