+ Responder ao Tópico



  1. Boa tarde,

    caros colegas, já tive procurando na net alguma coisa que falasse sobre a questão de quantos megas de velocidade conseguiria transmitir usando equipamentos 2.4Ghz...

    Então eu pergunto:

    Qual a limitação de banda em equipamentos na frequencia 2.4? tenho aqui hoje 10 megas, conseguiria transmitir os 10 megas em equipamentos nessa frequencia citada?

    Se eu colocar uma CPE WOM 5000 na torre ( direcionaria essa CPE para 2 clientes ) e colocar conjugada a ela uma omnidirecional ( visto que ela possui uma entrada SMA e com essa omni eu atenderia os clientes bem proximos ) daria certo?

  2. Mas com que largura de canal? Com que modulação? Com que nível de sinal? Com que nível de ruído?

    Com canal de 5MHz, em modulação CSSS, em 802.11B a 11M, vai transferir uns 2Mbps. Vantagem é poder ter sinal tipo -85 que vai ter estabilidade.

    Com canal de 10MHz, em modulação CSSS, em 802.11B a 11M, vai transferir uns 4Mbps. Com sinal tipo -80 que vai ter estabilidade.

    Com canal de 20MHz, em modulação QPSK, em 802.11G a 18M, vai transferir uns 7Mbps. Com sinal tipo -70 que vai ter estabilidade.

    Com canal de 20MHz, em modulação 16-QAM, em 802.11N a 39M (MCS4), vai transferir uns 15Mbps. Com sinal tipo -60 que vai ter estabilidade.

    Com canal de 40MHz, em modulação 64-QAM, em 802.11N a 150M (MCS7), vai transferir uns 70Mbps. Com sinal tipo -40 que vai ter estabilidade.

    Não tenho certeza dos throughputs e sinais exatos, é algo "mais ou menos assim" que listei (Em algum chipset com alguma antena terá esses numeros exatos, em outros será 20% maior ou menor), é só pra você ter uma noção das diferenças conforme a modulação usada e conforme a largura de canal usada. Simplesmente conectar uma CPE na outra não garante muita coisa, já que elas vão pro modo auto, usam canal ora a 20 e ora a 40MHz, a modulação muda toda hora, se o sinal está no limiar da sensibilidade (-65dB de sensibilidade a MCS7, mais 25dB de SNR requerido dá necessidade de sinal a -40).

    Tem que ver também que o throughput depende do processamento na etapa de RF, um PTP consegue trafegar mais banda que um PTMP, porque muito processamento é perdido com pacotes de conexão (Não com pacotes de dados do cliente), quanto mais clientes conectados mais pacotes "não-dados-de-rede" tem, então depende do nível de sinal e zona de fresnel de cada cliente se vai conseguir num PTMP o mesmo que conseguiria num PTP.

    Omnidirecional tem muito reflexo de pacote dela ou dos outros, chega com 10nS de atraso com relação ao sinal em linha reta, a etapa de RF tem muito processamento extra, e o throughput com omni tende a ser bem pior que se usasse setorial.


    Enfim, a questão não é ser 2,4 ou 5GHz, tem que ver qual o hardware usado (Sensibilidade, potencia, capacidade de processamento), qual a configuração dele (Modulação, largura de canal, ack), quais as condições físicas da conexão (Zona de fresnel livre, nivel de ruído, nível de sinal, reflexos em telhado metalico ou arvore em 150% da zona de fresnel, lamina d'agua em 200% da zona de fresnel), mas a princípio com mesma potencia, mesma largura de canal e modulação, daria pra ter mais throughput em 2,4GHz, só não ocorre na prática por conta de ruído excessivo nessa frequencia.

    (Noise floor exibido na CPE nem sempre é confiável, se tiver 20 SSID com sinal -60 no mesmo canal você mal deve conseguior 2Mbps em MCS1 em N, mas o noise floor será exibido tipo -94, o problema é a etapa de RF ter que processar pacotes de outros SSID's antes de descarta-los, quando tem reflexo (Omni tem mais) também tem esse problema)

    Quanto ao uso da WOM5000 com antena internet e externa, não pode fazer simultaneamente. Ela não tem 2 etapas de RF, tem só 1 igual toda CPE, então você usa OU a antena interna OU a externa. Cartão mini-pci idem, mesmo tendo 2 conectores você usa MIMO ou então escolhe entre 1 dele pra fazer SISO.
    CPE com antena de dupla polarização são varios, NS M2 ou M5 tem, RB SXT idem, são 2 etapas de RF separadas, mas não tem como usar uma pra uma conexão e outra pra outra, eles fazem MIMO ou SISO sempre com as 2 etapas ativas, não tem como separar.

    Pra usar 2 antenas separadas você precisa 3 etapas de RF com configuras separadas, tipo uma RB433 com 2 cartões.



  3. Sempre excelente suas explicações.

    Como comprei a RB750 e 1 groove 52Hpn e ja possuo 1 antena omnidirecional de 12dbi ( o groove e a antena trabalhando na frequencia 2.4Ghz ), coloquei roteadores na casa desses clientes proximos.

    Os equipamentos 2.4 por serem mais baratos, queria optar por eles no momento, usando aqui na torre aquela CPE ou setorial intelbrás, segue link abaixo:

    http://produto.mercadolivre.com.br/M...hz-1250-mw-_JM

    Os clientes por serem proximos, os 10 dbi dela ( que podem ser reduzidos a 7dbi em boa parte dela conforme você Rubem mim explicou ) ficaria bem legal, para os mais distantes iria de setorial wirelink + groove 52Hpn.

    O problema do 2.4, são as interferências...

    Da forma que explicou acima, daria pra usar os 10 megas que possuo hoje tranquilamente com o canal em 20Mhz.

    O que mim diria sobre esses equipamentos que já disponho e os que quero comprar ( a CPE setorial intelbras )

    É melhor mesmo investir mais um pouco e trabalhar em 5.8? O groove 52 Hpn trabalha com 2.4 ou 5.8 , e já possuo 1.

  4. Com omni e com multiplos usuarios não sei se dá pra trafegar 10Mbps com modulações G ou com qualquer modo auto. Nunca testei nada proximo disso. Com N sei que dá.

    Mas não vá pelo lado de "Posso colocar uma omni?", e sim pelo lado de "O que fazer pra conseguir o melhor throughput com omni?"

    Pra ter o maior throughput com omni tem que colocar a omni uns 2 ou 3m acima do telhado ou laje de barro, amianto ou concreto (Nem pensar em zinco ou aluminio), tem que ter 100% da zona de fresnel livre em absolutamente todos os clientes, não pode ter nem meia conexão com obstaculos, twm que ter conexão com sinal adequado (Nada de 1 cliente a -40 e outro a -70, tem que equalizar), tem que usar potencia de transmissão baixa (Pra não ter reflexo) tipo no maximo uns 21 ou 22dBm.

    Enfim, se já tem o equipamento, extrai o maximo dele.
    Tem gente vendendo plano de 1M/88K usando 802.11B porque é o equipamento que tem, obviamente com meia duzia de simultaneos por setorial já não consegue 1M pra cada, mas usuario desse tipo de provedor raramente é heavy user, mas sim usuario domestico que só navega. Poderiam migrar pra G, com BSPK em 18M, geralmente tem sensibilidade similar, o throughput sobe mais de 50%, mas... ficam sonhando em trocar tudo de uma vez por 5GHz e não extraem o maximo do hardware que tem.


    Groove 52HPN permite o uso de N, então invista nisso, 802.11N! Tanto em omni como em setorial N é muito melhor, fixa apenas MCS4, mantém os clientes com sinal -55 a -65 (CPE ou roteador nos cliente tem configuração de nível de sinal, se for baixo tem que trocar por algo mais potente ou antena de maior ganho, mas se for muito alto (Por exemplo -40) tem que baixar a potencia), sempre com zona de fresnel livre, e fica fácil ter 10M de trafego agregado com 10 simultaneos.

    Se marcar muitos MCS HT diferentes a sensibilidade vai variar, o CCQ vai variar, cliente de sinal ruim vai piorar conexão dos bons, o processamento da RB vai ser consumido com bobeira tipo probe test de modulação, se o sinal for proximo do SNR mínimo daquele MCS em uso vai perder muito pacote, enfim, piora tudo e o throughput cai. Só marque multiplos MCS HT se tiver sinal muito bom em todos os clientes (Bom pro MCS marcado, tipo -45 pra MCS7, -50 pra MCS6, -55 pra MCS5, -60 pra MCS4, -65 pra MCS3, -70 pra MCS2).


    Regra que se aplica a PTP, tipo ter zona de fresnel limpa, ter SNR suficiente pra sensibilidade do hardware, ter poucos SSID's usando o canal, isso também se aplica a PTMP e tem que ser levado muito mais a serio em PTMP, e aiiiiinda mais a serio em PTMP com omni!

    5GHz facilita as coisas porque hardware 5GHz geralmente tem potencia tipo 28dBm, com antena tipo 16 ou 23dBi, a zona de fresnel exigida é menor que se fosse 2,4GHz, tem menor SSID no mesmo canal, mas isso só é vantagem virtual, se configurar 2,4GHz direito (E olhar 3x se tem zona de fresnel livre) não tem diferença.
    (Tem que ver que radio em 2,4GHz direto tem potencia tipo só 20dBm, antenas de 12 a 14dBi, isso limita as coisas, tem que comparar com equipamento 5GHz similar, nada de comparar NS Loco M2 com NanoBridge M5, são produtos muito diferentes, a menor diferença é a frequencia de operação)



  5. certo certo...

    Caro Rubem, como o groove trabalha tanto com 2.4 ou 5.8 e eu já possuo 1 que esta nesse momento conectado a antena omnidirecional e que estão instalados a 10 metros de altura ( somente um cliente não tem uma zona de fresnel totalmente limpa, a um 1º andar que bloqueia em torno de uns 30% do sinal acredito, mais se eu colocar uma CPE intelbrás APC2S-14 colocando ela mais alto ou deslocando ela para que haja um desvio do 1º andar acredito que resolveria ), vou adquirir outro e também a setorial wirelink betel de 14dbi 5.8Ghz e assim consigo trabalhar com as duas frequencias certo ?
    A setorial + groove em 5.8 na torre com os mesmos 10 metros de altura ( ou deveria mudar essa altura visto que a omni está com os mesmos 10 metros ) para os clientes mais distantes, e usaria a CPE intelbrás WOM 5000 na casa dos clientes.

    Fazendo assim, trabalharia com as duas frequencias...

    A antena omnidirecional que possuo, não sei em qual modo ela trabalha, se é em B, G ou N. Vou ver se encontro o modelo dela no fabricante para poder ver o datasheet






Tópicos Similares

  1. Montar provedor de Internet
    Por sgeovane no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 01-02-2005, 09:01
  2. DWL-900AP+ com provedor de internet
    Por Nelson no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 31-05-2004, 13:45
  3. Como criar um provedor de Internet ?
    Por moreiraaristides no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 10-02-2004, 21:09
  4. Provedor de internet
    Por Bruno no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 4
    Último Post: 28-11-2002, 16:40
  5. PROVEDOR DE INTERNET
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 18-07-2002, 13:48

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L