Página 2 de 10 PrimeiroPrimeiro 1234567 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por Djaldair Ver Post
    Também me sinto derrotado nesta, mas não culpo os nordestidos nem os mineiros, culpo os que foram às ruas e provocaram a maior baderna e agora que tiveram a oportunidade de mudar ficaram em casa ou foram pescar ao invés de irem votar. Foram 20% de abstenções, um total de 27 milhões de pessoas que preferiram fazer outra coisa ao invés de mudar os rumos do país e 9,63% isso dá uns 11 milhões de pessoas que votaram brancos ou nulos, ou não se importam ou não aprenderam nem votar. Minha revolta está nesses números que apresentei, não nos que votaram a favor da dilma, pois esses fizeram seu papel, provavelmente alguma vantagem viram nisso, mas o que ainda me conforma é que metade dos que ainda se importam com a política ou com o país disseram não ao que ai se apresenta. Torcer para não piorar, pois parar de trabalhar não vamos poder. Boa sorte pra nós.
    Pensei bastante no que escrever aqui...nem precisei, vc disse tudo o que eu queria dizer...

  2. Quem conhece o Aécio não volta nele! Parabéns a Dilma pela reeleição e não é porque alguns não gostam de presidentA que vão julgar os outros. Vocês não sabem quem é Aécio Neves!. Quantos anos vocês tinham a 16 anos atrás? Sabem quanto pesa ser governado pelo PSDB? A maioria dos brasileiros sabem e não os querem de volta! Quanto aos que não estão satisfeitos com Brasil existe a possibilidade de mudarem para a Argentina, Afeganistão, Kosovo ou Haiti! Por exemplo!



  3. Sou nordestino, estou profundamente triste por esse resultado, o que mostra evidentemente o quanto o sul/sudeste é desenvolvido e o quanto o Nordeste está atrasado politicamente, ainda acreditando em falsas conversas sobre corte de bolsa família etc.
    Pode ter certeza que não investiram em educação, pois educar melhor seria um tiro no pé dos petistas.
    O povo tem o governo que merece, fico triste por nossa região ainda não merecer um governo melhor, ainda não esta preparada para isso. O estado de São Paulo o mais rico da nação quer mudança, enquanto os estados pobres preferem ficar na mesmice.

    Segura agora o aumento do Dollar que já bate em R$2.56 somente no primeiro dia. Isso vai refletir nos preços dos equipamentos que compramos.

  4. Tem alguns problemas de antes até do anuncio dos candidatos, que dirá de antes das eleições:

    - Previsão de crescimento do PIB minúsculo, na prática conforme a eleição foi passando a previsão foi diminuindo, e pelo visto teremos crescimento menor que 1%.
    - Participação da industria, agricultura e pecuária no PIB está diminuindo. Significa que o que gera riqueza localmente está gerando menos riqueza.
    - Inflação reprimida. O aumento na eletricidade e combustiveis foi segurado demais pra tentar segurar inflação, em 2015 teremos todos esses aumentos atrasados.
    - O mercado internacional em 2015 não vai estar muito propício. A China divulgou crescimento muito abaixo do normal nos últimos 12 meses. A Russia está em estagnação por conta dos embargos e crise com a Ucrania. Então... em 2015 teremos um mundo em que China, Brasil e Russia não tem previsão de crescimento, logo não são confiáveis pra investimentos, se não são confiáveis pra estrangeiros também não o serão pros locais. Vai ter uma bela migração de investimentos rumo ao 1º mundo, e o crescimento em 2015 deve ser igual o de 2014.
    - Com o crescimento de 2014 tão baixo as taxas de juro aumenta pra segurar a inflação ao maximo. Com taxas de juro mais altas fica mais caro inovar na industria, fica mais caro requerer financiamento pra pequeno e medio agropecuarista fazer a safra, de modo que a participação dessas area no PIB vai cair ainda mais, e o pior, essas area vão produzir menos e então exportar menos, fazendo o dolar subir ainda mais e fazendo a balança de exportações ficar bem negativa. É a situação que a Samsung do brasil vai pensar 2 vezes antes de produzir um smaprtphone aqui, e na hora dela importar vai ter taxação e dolar mais alto (A balança de exportações está no vermelho, não tem soja exportando então não pode ter smartphone importando), e o produto importado de US$ 199 vai ficar R$ 1200 (Hoje fica R$ 800).

    O que tem segurado o pouco de PIB são as produções pra atender demandas domesticas, ainda tinha muito oba-oba das vendas de 2008 (Baixa de juros, redução de impostos tipo IPI), mas agora isso não só acabou como deve levar ano pro consumidor ter real necessidade de trocar maquina de lavar roupa, fogão ou TV, são itens que duram muitos anos, se a economia não estiver boa ele vai ficar sem trocar isso muito tempo, então nem essa industria vai crescer ou se manter em 2015 e 2016.

    Assistencialismo e foco em emprego tem força limitada ao dinheiro que o governo tem, quando esse dinheiro acaba eles são cortados e aí sim o país anda pra tras. Já quando há foco na PRODUÇÃO, seja agricultura familiar, grandes latifundios, industrias multinacionais ou nacionais, cada centavo em incentivo fiscal dado a elas costuma retornar na forma de emprego direto ou indireto na cadeia de distribuição (País continental, pro smartphone sair da fabrica da Samsung em SP e chegar até um consumidor em Fortaleza tem muitas mãos bem pagas no caminho), e quando esses benefícios tributários acabam devido a crise do governo a industria ainda tem suas reservas.

    Algo assim, quando a industria vai pro fundo do poço ela afunda todos, consumidores e governo, porque eleva preços, cai as vendas, com isso cai arrecadação, cai exportações, obrigam os consumidores a importarem.
    Quando o governo vai pro fundo do poço leva o povo, mas a industria demora a cair ou sobrevive, pois tem reservas proprias, pode exportar, pode conseguir isenções emergenciais.
    Quando o povo vai pro fundo do poço ele puxa mais a industria que o governo pra lá, afinal ele deixa de consumir, dá uma quedinha nas arrecadações, mas... um produto de R$ 100 que deixa de ser comprado tem só R$ 8 a 17 de impostos, o maior prejuízo de deixar de comprar esse ítem são os R$ 73 a 82, que são da industria e são de empregos na distribuição e fabricação, ou seja, o consumidor deixa de comprar o item X, e o primo dele que o fabrica perde emprego.

    Esse é o problemas da políticas sociais a longo prazo.
    Tem que ver que tanto PT como PSDB tem um forte vies social-democrata, e essa maldita terceira via que é a social-democracia quer tudo que é "social", pensa muito mal a longo prazo, na europa isso dá certo porque aquela velharia é um museu a céu aberto e não produz nada relevante. Exportar vinho, queijo ou champanhe não é relevante, mantém a economia bem mas isso é um superfluo, se o mundo ficar sem esses produtos o mundo vai ficar muito bem, se o mundo deixar de ter o museu continental o mundo vai ficar muito bem, mas... o mundo não vive sem cereais e derivados da america e sul da asia, não vive sem os eletronico da china e leste da asia.
    Enfim, a social-democracia e os trabalhistas (PT não é trabalhista, apesar do nome) tiveram certo exito na europa porque é a europa, que vive mais de superficialidades que outra coisa, mas nas regiões do mundo onde de as coisas úteis vem essas políticas sociais são ridículas a longo prazo, chega um momento que tem tantos beneficiarios que a piramide cai!

    Em locais onde se produz, em que não se vive de pompa e turismo, de petroleo ou carvão achado por sorte debaixo do solo, tem que diminuir a participação do estado, e não aumentar. O estado não vai produzir nada (Quando tenta, tipo a Petrobras, tem esses escandalos de desvios bilhonários), e o estado não vai dar conta de uma infraestrutura decente do jeito que o brasil precisa caso cresça o que tem potencial pra crescer. Se uma industria do agronegocio* tentar se instalar no meio do Para vai levar décadas pro governo chegar com ferrovia ou rodovia até lá, é a situação que pra industria seria interessante ter isenção tributária e ela mesmo resolver o problema (a malha viária dos EUA é gigante porque é toda de iniciativa particular), mas... o estado é centralizador, burocrático, medroso, e não permite, ao invez de incentivar quem cria empregos prevere inundar essas regiões com assistencialismo.




    *Agronegocio: Não pensam que "agronegócio" é multinacional tipo Bunge, Cargill ou Monsanto, essas empresas atuam tanto no brasil como em todo o mundo, elas lucram um pouco na produção, um pouco no transporte, um pouco na revenda, ou pouco na pós-vendas (Maquinas e royalties pra tintas e alimentos é com eles), então um crise no agronegocio nacional afeta eles em pequena escala, quem mais é afetado é a agricultura familiar (Agricultor que tem area que vale o mesmo que um apartamento no centro de SP teria lucro de 10% ao plantar soja, milho ou trigo, se esse cereal cai 15% ele não só não vai ter lucro como vai ter 5% de prejuízo, isso não o leva a falencia, mas o trator dele (Que custa o mesmo que a maioria dos carros dos paulistanos e cariocas) que está nas últimas vai sendo remendado e não é trocado tão cedo, a plantadeira menos ainda, então a produção nacional não evolui em materia de sacas por hectare, a media nacional não sobe, por pura falta de lucro (O MST falha em alguns acampamentos por isso, não quer dar um de produtor convencional, aí tenta aventuras como hortifrutigrangeiros mas não consegue lucro regular com isso, se insistisse daria certo a longo prazo, mas o povinho do "social" não consegue pensar a longo prazo).
    Se não me engano 75% da cesta basica sai do agronegócio, quando o agronegocio vai mal o preço desses 75% sobe. Então... só está liberado demonizar o agronegócio quem não compra nenhum desses produtos.
    Alias, tem empresa nacional que as vezes cresce, usa só fornecedor nacional, contrata só serviço nacional, abre filiais e gera empregos em todo canto dentro do país, e em momentos que o agronegocio vai mal elas falem! Esse ano uma aqui de MT, com 13 filias (Incluindo nordeste),, capital e origem nacional, só importava meia duzia de insumos sem compatível no brasil, tem 100% dos funcionarios e lucros no brasil, entrou em concordata, o que vai acontecer com sua estrutura se a recuperação judicial não der certo? Vai vir dinheiro de fora, parcelado em muitos anos, com incentivos fiscais, pra que alguma empresa europeia ou americana (Bunge, Cargill, Monsanto, Basf, Bayer, DuPont compre isso e aumente sua participação no país. Enfim... demonizando o agronegócio só estão fazendo as multinacionais crescerem, estão afogando as empresas nacionais e os pequenos produtores nacionais (Segundo dados do governo e ONU são 15-17 milhões de brasileiros nessa area, produzindo 23% do PIB, produzindo 75% da cesta basica, caso o agronegocio vá mal o PIB sofre, mas quem sofre muito mais é a cesta basica, e quem depende dos itens da cesta basica são justo os mais pobres!
    Minha opinião sobre agronegocio é essa porque minha familia é da area, mas... tem parente com pickup nova e area grande, assim como parentes com area mínima, enxada e bicicleta. Quando o agronegocio vai mal os mais ricos simplesmente trocam carro novo por velho, ou vendem 1 trator, mas os mais pobres chegam a ponto de ficar sem dinheiro pra remendar pneu furado da bicicleta, tenho muito tio que só não passou fome porque tem quintal pra plantar mandioca e criar galinha sem precisar comprar ração, porque se fosse depender da cesta basica nos supermercados ia virar mendigo em megalopole (E tem que acabar com as megalopoles por isso, iludem mais do que ajudam, megalopoles não dão conta de dar segurança e moradia pra todos igual, nem AGUA dão conta... megalopoles custam caro e não produzem nada, nem os centros de ensino das megalópoles andam produzindo conhecimento, o marxismo do PT já se entranhou por lá é o maximo que produz é "socialista com iPhone")



  5. Falta de respeito desse pessoal do sul e sudeste, ficam condenando os nordestinos por ter eleito a presidente Dilma, dizem que é por causa do bolsa família, se o Aécio fosse gente boa ele tinha ganhado na sua terra natal.
    Muita gente aqui não se lembra da porcaria de governo que foi FHC e ficam falando besteira.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 12
    Último Post: 09-09-2011, 08:29
  2. Respostas: 3
    Último Post: 04-11-2009, 12:14
  3. alguem sabe se e possivel acessar o msn por um site na web?
    Por noir no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 7
    Último Post: 17-09-2004, 08:26
  4. Por favor, da um help ai :D problema com o sarg
    Por Rafael Cristian no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 13-09-2004, 12:31
  5. verificar se estão fazendo download.
    Por vandemberg no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 10-12-2002, 12:38

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L