Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por barcelona Ver Post
    mas existem pessoas que usam com firewall, NAT, Mangle, Webproxy, e muitas outras coisas onde exige processamento e manipulação de múltiplas conexões, sendo TCP ou UDP.
    Isso tudo aí é menos trabalhoso para a CPU do que criar pacotes.
    Uma RB, com regras no firewall, queue, proxy, etc., pode muito bem encaminhar 1Gbps de dados com baixo uso da CPU (depende do modelo da RB), mas duvido que a mesma RB vai conseguir gerar esses 1Gbps em um teste, mesmo sem regra nenhuma configurada.

    Citação Postado originalmente por barcelona Ver Post
    Amigo, agora te pergunto. Você consegue me sugerir algum teste, em que mostre a relação encaminhamento + processamento, que ao seu ver, possa ser mais real? Fico a disposição de fazer todos os testes novamente.
    Indico o IPerf, hahaha.


    Até logo.

  2. Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Isso tudo aí é menos trabalhoso para a CPU do que criar pacotes.
    Uma RB, com regras no firewall, queue, proxy, etc., pode muito bem encaminhar 1Gbps de dados com baixo uso da CPU (depende do modelo da RB), mas duvido que a mesma RB vai conseguir gerar esses 1Gbps em um teste, mesmo sem regra nenhuma configurada.[COLOR=#333333]


    Indico o IPerf, hahaha.


    Até logo.
    Ok amigo. Assim que tiver um tempo, farei novamente os testes. Não sei exatamente quando, pois é bem trabalhoso e leva bastante tempo.

    Sobre a sua citação sobre o tráfego de dados com baixo uso de CPU, você está certo. Mas o meu intuito com os testes não era saber quantos Mb/s cada um era capaz de gerar, e sim, a diferença no comportamento das duas plataformas. Ficou claro nos resultados que o sistema virtualizado além de ter um desempenho menor foi mais instável, e acredito que usando ele num rede de grande escala, ele traria essas instabilidades para a rede. Minha opinião.

    Abraços!



  3. ola bom dia a todos. vejo a virtualização apenas como ferramenta de testes. independente da performance a virtualização vai na contra mão da segurança no quesito non-stop ou seja operar 100% do tempo. ao virtualizar acumula-se funções no mesmo computador, e em caso de parada o desastre é maior. trabalhei em uma empresa de hosting que estava separando todas as tarefas em computadores distintos, ou seja um servidor para email, outro para sql, outro para mysql, outro para http e assim por diante. com isto tiveram o volume de trabalho reduzido, aumento da confiabilidade, e em caso de parada o tempo para que o serviço estivesse disponível novamente era menor . para isto tinham uma maquina que fazia apenas backup mas ja era a maquina reserva , caso um serviço tenha parada por algum problema critico ela ja tinha o backup e ja estava pronta para substituir o serviço paralisado. nesta mesma empresa o programador usava virtualização para testes dos softwares desenvolvidos la , simulando seus servidores reais, antes de colocar para rodar. no caso de um provedor e so pensar que se voce tem um link e se ele falhar não tem nada. mesma coisa vale para a infra.

  4. Quem participou da IV Semana de Infraestrutura pode ver na palestra da Datacom acompanhou o empenho da empresa em criar uma estrutura virtualizada, já estão bem adiantados nesse aspecto, porém foi falado em algo que muitos não imaginam o hardware (silicio) de um router é dedicado para aquilo, quanto um hardware de CPU é necessário muitos ajustes de software para chegar no mesmo desempenho...






Tópicos Similares

  1. MK-AUTH com RouterOS Virtualizado
    Por jondavy no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 6
    Último Post: 26-03-2011, 21:45
  2. MK 3.14 -> Proxy Paralelo ou Nativo do RouterOS?
    Por GEISSONHUGO no fórum Redes
    Respostas: 10
    Último Post: 14-10-2008, 10:02
  3. Respostas: 0
    Último Post: 06-03-2006, 13:41
  4. MikroTik RouterOS PPPoE
    Por eval no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 14-12-2005, 14:46
  5. Respostas: 4
    Último Post: 17-11-2005, 22:10

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L