+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Duvida quanto a interferencia

    Estou com problema de interferência em uma de minhas torres devido a roteadores wifi das casas na cidade, trabalho na polarização vertical e gostaria de saber se eu mudar meus painéis 2.4ghz para horizontal e mudar as grades nos clientes tbm(claro) irei resolver meu problema?? ou seja os roteadores trabalham na polaridade vertical?

  2. #2

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Mas só escanear um monte de SSID não é necessariamente um problema, a etapa de RF tem capacidade de separar isso.
    Ela só vai ficar com desempenho reduzido se for muito dado pra separar, e muito dado só existe com rede cheia, tipo 30 clientes simultaneos num hardware meio defasado tipo Bullet M2, RB com cartões antiquados tipo XR2, EMP8602 ou mesmo R52H (R52-350).

    Mudando a polarização você teria um rejeito de uns 30dB nos sinais, mas lembra que a maioria dos roteadores tem antena na vertical mas anteninhas de 2 ou 3dBi tem emissão toda torta e escrota, se alguém faz a gigante besteira de meter 700mW em anteninha de 2dBi não adianta virar polarização que vai escanear igual.

    Enfim, ajudar ajuda, mas se está com baixo desempenho sua rede deve ter outros problemas, poluição por roteador de mesa só é problema quando se usa setorial aberta demais (Tipo 120º), cpe aberta demais (60º pra um sistema que devia ser direcional é exagero), datarates altos, ack time baixo, essas coisas.

    Está usando equipamento B/G? Se sim, que tal testar G com canal de 10MHz em datarate alto? Algo tipo marcar datarate de 24M ou 36M e usar canal de 10MHz (que na prática vai significar 12M e 18M respectivamente), deve permitir a mesma sensibilidade que B a 11M.
    Está usando equipamento B/G/N? Que tal testar N com canal de 10MHz? Algo tipo MCS3 (26M) ou MCS4 (39M), que com canal de 10MHz vem a ser datarate de 13M e 19,5M respectivamente.
    Se vende bandas maiores (Em 2,4Ghza não se vende nada mais que 1Mbps)

    Porque 10MHz? Porque permite sensibilidade melhor que 20MHz, e pega só metade dos pacotes de cada conexão padrão de roteador domestico, não pegando todas as portadoras fica mais fácil pra etapa de RF isolar o que é útil e inútil.
    10MHz é gambiarra, mas AS VEZES é o único jeito. SE não houver problema de ruido não tem motivo pra usar 10MHz e deve usar 20MHz.

    Só teria que ver bem se alguns hardwares usados na sua rede (CPE's de clientes ou roteadores) não aceitam canal de 10MHz, acho que só firmware capado não escaneia, firmware domestico, a maioria escaneia e conecta sem problemas.



  3. #3

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Pois então utilizo r52hn, estou migrando para 5.8ghz porém ainda quero deixar parte dos clientes em 2.4ghz e para isto precisaria que melhorasse e voltasse a passar 4 megas como antigamente, nao tenho interferencia de concorrentes meu problema acredito ser somente dos roteadores e passando para horizontal creio que eu resolveria isto com pouco dinheiro... será que vale a pena tentar?

  4. #4

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Mas está usando B?
    Se for G, tem que ver sinal, ele é sensível demais a cliente com sinal baixo.

    Alias... se for B tem que ver sinal também, o CCQ de todos os clientes está bom? Se tem 2 ou 3 com CCQ baixo tipo 50%, derruba eles e veja se no geral não melhora. Cliente sem visada, com sinal cehgando por reflexo em em conexão sem zona de fresnel limpa, faz muito reenvio de pacote, consome muito tempo da etapa de RF, atrapalha a conexão dos outros.

    Acho mais fácil uns clientes seus estarem com sinal ruim te atrapalhando do que os roteadores de mesa da vizinhança. Veja como está o CCQ dos seus clientes, e se não tem clientes demais.
    (Antigamente com pacotes de 300Kbps uma rede B ia bem, hoje o consumo aumentou, se vender 300Kbps ainda presta, mas deve estar vendendo pacotes maiores, pra manter a qualidade tem que reduzir o limite de clientes por cartão.

    R52HN aceita modo N, em MCS3 dá pra pendurar uma duzia com sinal -70 tranquilo, sem degradação, com uns 6 ou 7Mbps de trafego agregado. Mas só ter sinal -70 não basta, tem que ser sinal direto, sem obstrução na zona de fresnel,



  5. #5

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Mas só escanear um monte de SSID não é necessariamente um problema, a etapa de RF tem capacidade de separar isso.
    Ela só vai ficar com desempenho reduzido se for muito dado pra separar, e muito dado só existe com rede cheia, tipo 30 clientes simultaneos num hardware meio defasado tipo Bullet M2, RB com cartões antiquados tipo XR2, EMP8602 ou mesmo R52H (R52-350).

    Mudando a polarização você teria um rejeito de uns 30dB nos sinais, mas lembra que a maioria dos roteadores tem antena na vertical mas anteninhas de 2 ou 3dBi tem emissão toda torta e escrota, se alguém faz a gigante besteira de meter 700mW em anteninha de 2dBi não adianta virar polarização que vai escanear igual.

    Enfim, ajudar ajuda, mas se está com baixo desempenho sua rede deve ter outros problemas, poluição por roteador de mesa só é problema quando se usa setorial aberta demais (Tipo 120º), cpe aberta demais (60º pra um sistema que devia ser direcional é exagero), datarates altos, ack time baixo, essas coisas.

    Está usando equipamento B/G? Se sim, que tal testar G com canal de 10MHz em datarate alto? Algo tipo marcar datarate de 24M ou 36M e usar canal de 10MHz (que na prática vai significar 12M e 18M respectivamente), deve permitir a mesma sensibilidade que B a 11M.
    Está usando equipamento B/G/N? Que tal testar N com canal de 10MHz? Algo tipo MCS3 (26M) ou MCS4 (39M), que com canal de 10MHz vem a ser datarate de 13M e 19,5M respectivamente.
    Se vende bandas maiores (Em 2,4Ghza não se vende nada mais que 1Mbps)

    Porque 10MHz? Porque permite sensibilidade melhor que 20MHz, e pega só metade dos pacotes de cada conexão padrão de roteador domestico, não pegando todas as portadoras fica mais fácil pra etapa de RF isolar o que é útil e inútil.
    10MHz é gambiarra, mas AS VEZES é o único jeito. SE não houver problema de ruido não tem motivo pra usar 10MHz e deve usar 20MHz.

    Só teria que ver bem se alguns hardwares usados na sua rede (CPE's de clientes ou roteadores) não aceitam canal de 10MHz, acho que só firmware capado não escaneia, firmware domestico, a maioria escaneia e conecta sem problemas.
    Duas omni de 15dbi perto uma da outra?

  6. #6

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Vish... omni se mata sozinha, imagina ter 2 proximas!

    Já reparou que roteador de mesa com 2 antenas ou mais vem de fabrica com potencias bem baixas (14dBm) e não tem antenas grandes (Nenhum com antena maior que 5dBi)??? É porque 2 antenas na mesma polarização geram muuuuuuuuito incomodo uma pra outra. Você tem que girar uma delas em 90º, ou então usar potencia extremamente baixa (Ou usar omni de ganho baixo).

    Omni sozinha já não permite um rede muito boa (Nada nem aos pés do que se consegue com setorial), imagina com uma omni do lado incomodando. E imagina a omni de maior ganho do mercado, de 15dBi!

    Sistemas que usam varias antenas na mesma polarização, tipo Wavion (wbs 2400?), usam sistema de beamforming, o mesmo processador controla todas as antenas, elas transmitem em momentos pré-definidos, o sistema de RX sabe que deve "ignorar" X pacotes nesse momento porque o sistema de TX está transmitindo eles. Mas se você tem 2 omni com radios separados uma atrapalha a outra.

    Setorial precisa ficar 1m uma afastada da outra, e com elas praticamente de costas uma pra outra existe ganho baixo, uma interfere na outra em medida pequena, você escaneia numa setorial no maximo uns -60 da setorial do lado, não é um grande problema. Mas omni, uma omni deve estar no raio de maior ganho da outra, deve escanear sinal da outra nuns -40, talvez -30, e isso atrapalha bastante.

    (Se tivesse 1 cliente a -40, e outros 10 a -60, já atrapalharia)

    Omni deve ficar acima de tudo, sem obstaculos dos lados, pra ela não ter reflexo, deve ter visada limpa pra todos os clientes, e não pode ter outra antena por perto. Se desobedecer umas dessas regras terá desempenho bem ruim com omni.
    (Pra vender pacote de 300Kbps em B uma omni atende 20 pessoas tranquilo, ping de 20 a 150ms mas com 30Kbps nada pesa. Já se quiser vender 1Mbps, com 10 pessoas conectadas, vai ver o quanto omni é exigente! 20x mais exigente que setorial em material de "limpeza" na vizinhança e zona de fresnel)



  7. #7

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Eu procuro ser bem eclético. E por isso testei duas omni numa torre. Já tinha uma e por necessidade de expansão e não ter outro equipamento no momento, resolvi colocar.
    Uma está no canal 1 e a outra no canal 13. Não vejo como uma possa atrapalhar a outra. E para minha surpresa, esta torre está com um rendimento acima das outras. As duas omni são slot e uma é L-Com (hyperlink ) e a outra é UBNT usando só a pol. horizontal.
    Não sei como se comportaria com outras omni mais genéricas e pol vertical. Desde o início temos tudo em pol horizontal para fugir das polarizações escaneadas. Isso pode ser uma grande ajuda e talvez por isso que esteja dando certo.

    Concordo com voce com relação a lista de SSID num site survey. Pode ter um caminhão, mas o que interessa para nós é como cada um desses SSID está chegando no nosso equipamento no canal que estamos utilizando e nos canais adjacentes.
    Se nosso equipamento indicar um SNR alto no registrations para todos os clientes, não vai haver problema de conexão para eles.

    O que tenho observado é roteadores dométicos prejudicando não a torre mas sim a CPE do próprio cliente.
    Imagina que nosso AP está no canal 1 e o roteador do cliente também, bem ali pertinho da CPE. Ou então na casa vizinha que está perto. Vai dar enrosco.
    Por isso que a primeira coisa a verificar quando de um chamado é o canal que a CPE está recebendo e canal do roteador do cliente se tiver.
    Muitas vezes faço esta verificação remotamente e quando o funcionário vai lá já está avisado que tem um roteador doméstico com sinal forte no mesmo canal.
    Infelizmente os funcionários de suporte na maioria das vezes não estão preocupados com o desempenho. Só estão ali para cumprir horário sem viver o problema que o cliente está passando.

  8. #8

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    realmente tenho alguns clientes com obstruções, será que pode ser este o meu problema? mais ainda fico pensando que seja os roteadores!



  9. #9

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Entre o canal 1 e o 13 não é sobreposição, mas a etapa de RF pega TUDO o que chega, de 2400 a 2483MHz, joga num decoder, onde é feito o batimento com o sinal de modulação, isso tira a modulação (2 sinais iguais se anulam, tipo afinação de corda de violão), só restam pacotes "reais", aí a etapa de RF tem que separar o que é destinado a ela e o que é lixo. Quando tem muitos SSID's FORTES na vizinhança a performance da rede cai porque é muito dado "real" (De wifi 802.11B, digamos) pra esse setor da etapa de RF analisar, mesmo que ele mande descarte 99,9% desses dados, quanto mais dado pra analisar mais tempo é gasto.

    Mas o grande problema é: Sinal forte distorce sinal fraco. A sensibilidade de uma etapa de RF é digamos -95 em 802.11B, e datarate de 11M se contenta com SNR de apenas 10dB. Então teoricamente daria pra ter cliente feliz com -85. E realmente, se fizer um PTP no interior, em fazenda, com B e sinal -85 você consegue 4Mbps de trafego pra lá de estável. O problema é que onde tem ruído (Ruído real, e não sinais wifi) na casa dos -85 os sinais em torno de -80 chegarão ao decoder num nível muito próximo ao ruído, o mixer vai perder varios pacotes porque a diferença entre ruído e pacote real é pequena, o pacote é distorcido já dentro da etapa de RF. Quanto tem 50 SSID a -75, independente do canal usado, você vai ter um desempenho bem ruim se um cliente tiver também sinal -75, o decoder vai zuar alguns pacotes. Já se todos os SSID's tem -75, e o sinal do seu cliente tem -55, aí fica fácil, o decoder vai zoar os sinais -75, mas os -55 estão num patamar acima, não tem como misturar eles, pode até perder algumas portadoras e diminuir um pouco o desempenho, mas nada próximo ao que perde com sinal baixo.

    O problema de ter 2 omni uma do lado da outra (O 2 setoriais proximas demais, tipo 30cm uma da outra) é jogar sinal muito forte no decoder do radio vizinho, esse sinal forte dá uma bela distorcida nos sinais fracos dos clientes.

    Ter 2 omni em alturas diferente vai atrapalhar menos porque o nível de sinal da omni vizinha será mais próximo ao nível de sinal do cliente, não irá distorcer nada.

    "Mas a etapa de RF tem filtro passa-faixa!". Tem, e ele atenua uns 20dB. Mas... hã... hum... só 20dB? Uma omni 15dBi do lado gera um sinal de quase -30, com 20dB atenuados dá -50, e os clientes estão com -60, o filtro passa-faixa adiantou muito?
    O filtro passa-faixa é feito pras antenas ficarem numa distancia razoavel, setoriais a 1m de costas, de modo que já tenha sinal baixo chegando, e esses 20dB sejam suficientes pra que o sinal dos canais adjacentes seja ainda mais baixo no decoder.

    Poderia ter filtro mais eficiente se o aparelho saísse de fábrica setado pra um canal específico, mas com filtro controlado por software não dá pra ter precisão e qualidade, tem radios com diferentes throughputs mas são do mesmo modelo, porque tem variações na antena e etapa de rf por dificuldades de padronizar a fabricação, um filtro atenua 1MHz a mais ou a menos, 2dB a mais ou a menos, e por aí vai.

    O nível de ruído como um todo sobe quando você tem muitos SSID porque o filtro passa-baixa atenua os canais adjacentes, os sinais chegam tão distorcidos (Pelo filtro) que a etapa de RF não consegue entender que isso são pacotes de wifi, aí vira ruído. Quando o sinal passa pelo lado ou meio de rede de alta tensão (Acho que 13KV ou mais (35KV, rede eletrica nacional acho que usa muito) ocorre a distorção de uns pacotes da propria conexão, por isso parece ter ruído tão alto (-75 a -80 de ruido nuns locais desse, enquanto sem a rede teria -95), a rede não gera ruído, mas distorce tanto a emissão de RF passando nos 80-200cm do cabo que ele fica ilegivel e é tratado como ruído.

    Concordo que usar um canal com o mínimo de SSID's ajuda, mas mesmo usando canal 15, num hardware feito pra 1-15, mesmo setando canal de 5MHz (Pra não sobrepor em nada o 14), vai ter incomodo causando pelo resto do espectro de wifi, a filtragem não barra tudo, ela barra tranquilo sinais baixos de AP's domesticos tipo -85, mas antenas vizinhas de potencia alta (20dBm) com ganho alto (15dBi) é complicado filtrar, são 35dB EIRP, isso é potencia pra caramba. Mas imagina quem usa omni 15dBi com potencia tipo 27dBm (Roteador de mesa Intelbras ou Greatek de 700mW, gatonet deve adorar!), com 42dBm EIRP não tem filtro passa-faixa de 20dB que ajude.

  10. #10

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Boa a explicação Rubem.... só parece ser a Teoria da Conspiração.... um ambiente apocalíptico voce pintou, hehehehe.

    Deixando de lado a brincadeira, gostaria que aprofundasse um pouco mais a questão da proximidade das antenas.

    No site da L-com tem uma configuração utilizando 4 antenas. Nesta configuração dá para utilizar 1 rádio e 4 antenas ou então 1 rádio para cada antena.
    E o que chama a atenção é a proximidade dos painéis.
    http://www.l-com.com/wireless-antenn...-antenna-array

    Separando 1 metro de distância será que daria uma atenuação tão boa assim? Pois tenho visto que mesmo por lóbulo secundário tem clientes que recebem um sinal alto.
    Estes benditos gráficos onde retratam os lóbulos não levam em conta distâncias. Mas por comparação de um lóbulo trazeiro com um dianteiro num gráfico passa a ideia de que o lobulo trazeiro tem um alcance bem maior do que se desejaria.



  11. #11

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Tambem seria de se estranhar os roteadores de mesa com 3 ou 4 antenas bem proximas. O que eles tem é: Baixa potencia.

    Não falta roteador de mesa de R$ 1000 (Tipo os AC1900, ou AC2700), com 4 antenas de 3dBi, cuja potencia no maior datarate é de, UAU, 12dBm! Aí não tem como uma antena interferir na outra mesmo.

    No caso dessas L-com, a relação frente-costas é de 25dB mais ou menos, depende do modelo, a setorial logo atras terá (No lado de fora) 25dB a menos, e sua propria carcaça traseira vai limar mais 25dB, você tem isolamento emissor-a-emissor de 50dB, tá mais que bom!
    Numa omni ao lado da outra não tem nada barrando o sinal, é 100% do sinal de uma em cima da outra! Se tiver 3m entre elas deve perder uns 5dB, é um isolamento de 5dB... inútil.

    Setoriais ubiquiti airmax tem isolamento ainda melhor, 30dB, então entre 2 delas de costas (Caso das de 90º) tem isolamento de 60dB. Se usar potencia baixa tipo 15dBm não tem incomodo nenhum.

    Alias... se for ver a legislação sobre os limites EIRP se entende rapido porque só tem radome pra direcional: Porque o limite em 5,7-5,8GHz é aaaaalto. No brasil são 4W EIRP, isso tem potencial pra incomodar a vizinhança toda!

    Acho que nenhum fabricante de setorial se preocupa com isolador pra elas porque ptmp não precisa muita potencia. Eu vejo no uso de datarate alto uma necessidade de potencia alta (Já que datarate alto tem sensibilidade menor, e exige SNR bem maior), se usar datarate menor pode reduzir potencia, e trabalhar com sinais baixos, aí uma setorial não atrapalha a outra.

    Mas é curioso a UBNT numas apresentações as vezes falar em algo tipo "separar PTP de PTMP por pelo menos 10 pés", isso são 3m, porque tanta preocupação com PTP, e pouca com PTMP? Me parece que é porque nos modos auto (Potencia, ack, datarate) tendo visada linda pra todos os clientes a potencia usada é baixa, então mesmo num uso plug-and-play não terá potencias altas, terá coisa tipo 10dBm em MCS15. Com uma potencia dessa não tem como uma setorial atrapalhar a outra. Mas a gente costuma usar no brasil a potencia mais alta do hardware, geralmente os 20dBm ou mais dos Rocket, aí teria que separar as setoriais pelo menos 1m uma da outra (Acho que alguém falave em 1,5m, ou o Luciano Franz, ou o Ze Alves, ou o David Marcony... mal não faz).

    Engraçado que nessas setoriais dupla-polarização da l-com ou da UBNT o isolamento frente-coistas é algo tipo 25 e 30dB, mas o isolamento entre polarizações é de 20 e 25dB respectivamente, e pode ser assim porque no MIMO o hardware usa diversidade pra transmitir ou não, não tem os problemas no decoder se fizer isso, pelo menos não intermodulação, ou o que não sei a trdução mas em ingles é crosstalk, o MESMO radio com 3 ou 4 antenas usa diversidade (Padronizada só em AC, mas em N já existia com cada fabricante fazendo de um jeito) e pode ter 2 ou 4 omni's lado a lado. Já setorial tem que recorer ao isolamento da carcaça traseira, que não é tão pouco. Algumas setoriais tem um U metalico atras do emissor:
    http://www.digdice.com/2009/06/5ghz-...-wifi-antenna/
    A UBNT não tem um U mas usa uma chapa na lateral, limita muita coisa dos lados:
    http://www.digdice.com/2010/06/ubiqu...na-undercover/

    Quer usar 2 omni, a L-com ensina como:
    http://www.l-com.com/wireless-antenn...ctor-antennas#
    Compra uma forma de bolo de 1m, corta no meio e põe metade do lado de cada omni :-)
    Isolamento de uns 20dB (Cada chapa) criado na marra. No menu "downloads" desse kit tem o datasheet, ele mostra o sinal atras em -20, digamos que isso dá um isolamento de 20dB na chapa. Como são 2 (Uma atras de cada omni) somaria 40dB de isolamento. Isso é muuuuuuuito melhor que 2 omni uma enchergando a outra. Se tiver um sinal da outra em -20, vai cair pra -60, com mais 20dB do filtro passa-faixa e vira -80 de incomodo, se trabalhar com sinal -70 e MCS3 que requer SNR de uns 10dB isso não tem como causar nenhuma queda de trhoughput.

  12. #12

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Sim, @rubem , mas o que tenho visto é setoriais tipo ubnt ou Oiw que mesmo com carcaça metálica acaba que aparece com sinal considerado bom pelas costa lá no meio do quarteirão onde está o painel. E por falar em OIW, como são pesadas estas setoriais. confirmando que devem ter um material metálico para isolamento.

    Ou esta da L-Com que citei está dentro dos padrões para ser utilizada tão perto como mostra a foto ou as outras então podem ser consideradas "refugo".
    O que eu quero dizer é que uma antena que pelas costas emite um sinal alto para ser captado cerca de 50 metros ou um pouco mais, não vai fazer diferença colocar 1 metro longe do outro painel, ou 10 cm.
    E acredite, já tive um funcionário que não atentava para uma situação dessas e instalava o cliente com um sinal emitido por lóbulo posterior.



  13. #13

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Mas que níveis de sinal você tem da antena vizinha?

    Dei uma olhada aqui e até me espantei, olha:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         imagem2.JPG
Visualizações:	85
Tamanho: 	111,2 KB
ID:      	56809
    São 3 setoriais 120º da wirelink/betel, 2,4GHz 14dBi (Ou são 12dBi? É a mais barata). Tenho as 3 bem proximas, com os suportes originais delas, cada uma num canto da torre modular de 30cm, elas devem ficar a uns 50cm uma da outra.
    Um mooooonte de sinais fortes de torres de outros provedores (Que ficam bem perto, a 50m tem uma torre, e a 200m tem outras 2, cada uma cheia de setoriais, testei nessa setorial justo pra ver como é o sinal delas, como tem 120º pega em cheio 3 torres proximas, e mais 2 distantes). Eu achei que teria algo tipo -50, já que uso 20dBm nos R52HN, mas tá aí, -65, talvez seja preocupante, mas os sinais da FRENTE são muito mais preocupantes!

    Também já tive funcionário colocando cliente nas contas de setorial, só descobri por reclamação de "internet cai quando chove", fui dar uma geral e encontrei meia duzia conectados nas costas, todos com sinal péssimo chegando na torre, tipo -78. Confiar em funcionário que "fez treinamento" dá nisso, detesto esses treinamentos de redes por isso, passar conteúdo e dar certificado não garante que o sujeito reteu o conhecimento, na hora do 'vamos-ver' se embananam, o basicão de configuração aprendem, mas quando tem uma vírgula fora do lugar ou de costas se perdem.

    Alias, depois tenho que ver porque minha omni 12dBi não apareceu no scan, só porque está em N o cartão em B não encherga? Pra mim que SSID ia por portadora a parte, e em qualquer modo escanearia.

  14. #14

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Caraca, pelo scan você não poderia estar atendendo quase ninguém, pois seu ap está sofrendo bastante com outros no mesmo canal e nos canais próximos. E pelo nível de sinal não tem para onde escapar. Tudo chega com sinal bom. Mesmo que voce mude o canal do roteador dentro de casa que está 5mhz de sobreposição ao AP ainda vai ficar muito complicado.
    Me parece que aí está um exemplo de utilizar os recursos de configuração como modo B, data rates etc etc para conseguir resultados.



  15. #15

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Na verdade tem poucos SSID em B, como meu R52HN está como AP em B (Só cliquei no scan, derrubou os clientes e escaneou) ele mostra como se todos estivessem assim.

    Noutra torre não tem sinais assim, essa setorial pega em cheio muita torre (Por ser de 120º provavelmente), mas a outra torre tem setorial de 90º e as torres proximas estão a 500m ou mais, não tem esse problema (E o sinal das "costas" (São L-com 17dBi) está nuns -65 também, testei subir pra 24dBm (Sei que muita gente usa) e o sinal das antenas laterais pulou pra -45!

    Então... acho que o "segredo" de não ter ruído é potencia baixa. Eu sempre reclamo de AP de mesa 300M ou 450M ter só 12 ou 13dBm, mas pelo visto eles tem bons motivos, se botar um power amplifier na saída do chipset (Igual boa parte dos roteadores de mesa de 150M tem) ia virar um lixo de conexão.

  16. #16

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Noutra torre não tem sinais assim, essa setorial pega em cheio muita torre (Por ser de 120º provavelmente), mas a outra torre tem setorial de 90º e as torres proximas estão a 500m ou mais, não tem esse problema (E o sinal das "costas" (São L-com 17dBi) está nuns -65 também, testei subir pra 24dBm (Sei que muita gente usa) e o sinal das antenas laterais pulou pra -45!
    Ao subir a pontencia no seu AP acabou o site survey motrando um aumento de mais ou menos -20 dbm de recepção? Significa isso então que a etapa de recepção também fica mais sensível com o aumento de potencia?
    Eu não imaginava que o aumento de potencia aumentaria a sensibilidade do rádio.. Isso seria prejudicial também.
    Mais um motivo para usar baixa potencia.



  17. #17

    Padrão Re: Duvida quanto a interferencia

    Expliquei mal, aumentei a potencia do radio na antena DO LADO, com 20dBm na antena do lado tem -65, com 24dBm de potencia o sinal NA antena do lado sobe pra -45. Ou seja, 20dBm não atrapalha os vizinho, 24dBm sim.

    Não acho -65 um sinal preocupante, mas -45 sim!

    (Não posso me dar ao luxo de usar 18dBm de potencia, tem muito cliente com AP barato de sensibilidade ruim)