+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão CPE 2.4 ghz

    Amigos estou levantando uma torre em uma area q so tem clientes com 2.4 entao fui forçado a pensar em trabalhar com esta frequencia.Eles nao querem comprar kit 5.8
    Amigos agr vem as duvidas gostaria de saber qual equipamento coloco na torre pra distribuir pra estes clientes?
    quero oferecer ate 4mb e a distancia maxima e de 3 km...La e uma area rural com algns provedores em 2.4... Gostaria de levar qualidade para os clientes mas q seja barato pra mim o investimento uma vez q esta é uma tecnologia ultrapassada...
    La eles usam antena aquario e bullet m2...
    estava vendo algumas cpe's e me deparei com esta
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...ta-entrega-_JM
    o q os amigos acham? existem uma melhor e barata?

    agradeço desde ja

  2. #2



  3. #3
    Avatar de Djaldair
    Ingresso
    Mar 2012
    Localização
    Matupá - MT
    Posts
    637
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Para até 2km utilizo cpe tp link tl-wa5210g, já para maiores distâncias airgrid. Na torre rb groove com antena hyperlink 17dbi. Boa sorte ai!

  4. #4

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    CPE como AP na torre? Tem antena de angulo baixo demais, precisaria 6 NS Loco M2, fora que o ganho da antena é de apenas 8dBi, não dá pra 3Km com sinal suficiente pra tanta banda.

    Eu sou bem contra usar CPE como AP, hardware feito pra cliente nunca se sai bem como AP. Mas sou mais contra ainda usar a linha LOw COst como AP, que devido ao baixo custo tem etapa de RF bem pobre, duvido MUUUUITO que consiga algo que preste em 3Km pra 4Mbps de banda.

    4Mbps é trafego pra caramba pra PTMP em 2,4GHz, precisa usar N, se tiver meia duzia de clientes simultaneos por AP já precisa usar MCS4, senão use MCS3 que terá trafego pra uns 3 ou 4 clientes simultaneos.

    Precisa fechar 360º na torre? Se sim, mais barato que 6 NS M2 Loco é 3 setoriais 120º da Wirelink com RB433 e 3 cartões N, se tiver RB sobrando por aí fica mais em conta, não vai conseguir 4Mbps pra mais de 3 ou 4 simultaneos de qualquer forma, mas nada nesse preço conseguiria.
    (3 Rocket M2 teriam desempenho melhor? Teriam, mas ai o preço vai pras alturas, passa do preço de 4 APC 2M-90 ou outras soluções de desempenho similar)


    Pra 3Km eu não arriscaria nada menos que Airgrid ou Nanobridge nos clientes, só arrisco LOCO (2,4 ou 5GHz) a MENOS de 1800m, antena de baixo ganho resulta em sinal baixo demais, existem antenas de ganho maior (Airgrid 20dBi, Nanobridge 18dBi) pra esses locais.


    E recomendo que pense seriamente nas omni da Ubiquiti. Omni que é feita com um monte de elemento colinear empilhado é tecnologia dos anos 70 e tem desempenho meia-boca, eu não arriscaria pra 3Km. Mas uma AMO 2G13, com 13dBi, feita com elementos patch, é outro patamar. É caaaara, mas veja que com só 1 você cobre 360°. Ligada num Rocket M2 ou numa Mikrotik Basebox 2 (RB912 de 2,4GHz) terá poder de processamento pra no mínimo uns 20 simultaneos, e poderá usar MIMO, sinal -75 em 3Km é como, e dá só pra MCS2 em SISO, mas se usar MIMO esses -75 dão conta de MCS10, com o DOBRO do throughput conseguível com MCS2.

    Enfim, setorial SISO sai barato, mas reduz a banda maxima conseguível. Setorial MIMO sai caaaaaaro, então omni Ubiquito é o meio-termo.
    (Pena faltar homologação da Anatel...)



  5. #5

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Já usei uma WA5210G como AP com uma omni por ter ficado sem opçoes no dia. Meia hora e travou. Tive que calçar a cara e ligar um a um daquele ponto explicando. Não conseguia equipamento 2.4 urgente.

  6. #6

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    CPE como AP na torre? Tem antena de angulo baixo demais, precisaria 6 NS Loco M2, fora que o ganho da antena é de apenas 8dBi, não dá pra 3Km com sinal suficiente pra tanta banda.

    Eu sou bem contra usar CPE como AP, hardware feito pra cliente nunca se sai bem como AP. Mas sou mais contra ainda usar a linha LOw COst como AP, que devido ao baixo custo tem etapa de RF bem pobre, duvido MUUUUITO que consiga algo que preste em 3Km pra 4Mbps de banda.

    4Mbps é trafego pra caramba pra PTMP em 2,4GHz, precisa usar N, se tiver meia duzia de clientes simultaneos por AP já precisa usar MCS4, senão use MCS3 que terá trafego pra uns 3 ou 4 clientes simultaneos.

    Precisa fechar 360º na torre? Se sim, mais barato que 6 NS M2 Loco é 3 setoriais 120º da Wirelink com RB433 e 3 cartões N, se tiver RB sobrando por aí fica mais em conta, não vai conseguir 4Mbps pra mais de 3 ou 4 simultaneos de qualquer forma, mas nada nesse preço conseguiria.
    (3 Rocket M2 teriam desempenho melhor? Teriam, mas ai o preço vai pras alturas, passa do preço de 4 APC 2M-90 ou outras soluções de desempenho similar)


    Pra 3Km eu não arriscaria nada menos que Airgrid ou Nanobridge nos clientes, só arrisco LOCO (2,4 ou 5GHz) a MENOS de 1800m, antena de baixo ganho resulta em sinal baixo demais, existem antenas de ganho maior (Airgrid 20dBi, Nanobridge 18dBi) pra esses locais.


    E recomendo que pense seriamente nas omni da Ubiquiti. Omni que é feita com um monte de elemento colinear empilhado é tecnologia dos anos 70 e tem desempenho meia-boca, eu não arriscaria pra 3Km. Mas uma AMO 2G13, com 13dBi, feita com elementos patch, é outro patamar. É caaaara, mas veja que com só 1 você cobre 360°. Ligada num Rocket M2 ou numa Mikrotik Basebox 2 (RB912 de 2,4GHz) terá poder de processamento pra no mínimo uns 20 simultaneos, e poderá usar MIMO, sinal -75 em 3Km é como, e dá só pra MCS2 em SISO, mas se usar MIMO esses -75 dão conta de MCS10, com o DOBRO do throughput conseguível com MCS2.

    Enfim, setorial SISO sai barato, mas reduz a banda maxima conseguível. Setorial MIMO sai caaaaaaro, então omni Ubiquito é o meio-termo.
    (Pena faltar homologação da Anatel...)

    Entendo,amigo mas nao queria investir mto em uma tecnologia ultrapassada, como eu disse estou sendo forçado a usar 2.4 pq os clientes q la estao ja tem kit e nao querem comprar um 5.8...
    Gostaria na verdade de uma soluçao boa e barata...
    Nao precisa atender os 4mb ate 3mb estaria bom...
    um groove 2.4 ligado em uma omni e capaz de atender ate 3mb com um cliente na distancia de 2 km?



  7. #7

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    O problema é QUAL omni.

    - Omni da UBNT são patch's de 180º, virados pros 2 lados atendendo 360º, qualidade pra lá de alta. Seria perfeita com um Rocket M2 em MIMO, mas com Groove fica bom.

    - Omni de slot da EMCTest também terá desempenho superior (Principalmente pelo vswr bem baixo). Seria ótima com um Groove.

    - Omni comum, da Aquario, Oiw, ou L-com... são elementos empilhados pra ter alto ganho, o desempenho só é grandes coisas com zonad e fresnel linda, sem nada do lado refletindo, sem potencia alta, e sem muitos clientes. Não posso dizer que acho que seria bom com um Groove, elas FUNCIONAM e é só o que dá pra dizer, elas são o MÍNIMO. Pra banda de 3Mbps teria que usar N, se tiver uns 20 ou 30 clientes precisaria usar datarate tipo MCS4, isso exigiria sinal muito bom, o que você economiza na omni na torre tem que gastar nos clientes, ao invez de uma CPE barata com antena de dupla-polarização vai ter que colocar antena maior, ou ao invez de roteador de mesa barato (R$ 70) em antena de grade pre-existente vai ter que comprar roteador que tenha potencia tipo 20dBm em MCS4, digamos um Greatek ou Intelbras de R$ 140, 3Mbps é muito trafego, o custo vai vir em alguma parte, ou na torre ou no equipto dos clientes.

    Conseguir 3Mbs pra cada um dos 10 simultaneos a 2 ou 3Km já é difícil pra setorial, imagina pros quebra-galho que são as omni comuns.

    Muita gente não vende mais de 1Mbps em 2,4GHz, afinal quem tem equipto 2,4GHz não está a fim de gastar, se não querem gastar com equipto não podem gastar com planos de velocidade maior, equipamento de hoje com banda pros dias de hoje, equipamento de 2008 pras bandas que se vendiam em 2008 (256 a 1024Kbps).

  8. #8

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Aquelas omnini da lambowan tambem são patchs Rubem ? São mais baratas que a da ubiquiti os chineses copiam tudo. http://www.lanbowan.com/_d4.htm?c=1130



  9. #9

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Ah sim, a maioria das omni de dupla-polarização tem construção diferenciada, não tem como colocar um monte de elemento colinear um em cima do outro e ter polarização dupla, o negócio é imprimir outro tipo de elemento, tipo patch de CPE (Aquele quadradinho impresso ou cortado a laser), por isso elas ficam mais grossa. A maioria dessas omni mais grossas tem construção melhor, o problema dessa ( http://www.lanbowan.com/ANT2327Q12B-XP.htm ) é que o XP quer dizer polarização em X, em 45°, não é vertical e horizontal, é 45º esquerda e 45° pra direita, teria que colocar as antenas em italico, virada 45° pra um lado. Isso é feito antena de disco de ponta movel que pode ser colocada em qualquer angulo.

    Já essa devem ser 2 colineares comuns, uma de uma polarização e outra de outra, não tem como como ter desempenho tão bom com 2 colinear uma tão perto da outra:
    http://www.lanbowan.com/ANT2400Q11A-DP.htm

    Se fosse só pelo ganho seria só colocar 2 anteninhas bichadas tipo http://www.aliexpress.com/store/prod...223308005.html , uma na vertical e outra na horizontal, mas isso não presta nem dentro de casa, colinear típico de antena omni é coisa dos anos 30, todo mundo sabe como fazer, não é nem questão de copiar, qualquer chines faz antena desse tipo. Já pra ter qualidade precisa partir pra outras antenas, quem procura qualidade, tipo a Cisco, tem usado mais antenas internas não pra economizar conector (Na verdade fica mais complicado, tem que manofaturar a montagem, encaixar antena em placa, testar, é mais complexo do que soldar por insersora um jack SMA), tipo:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         wrt610n3.jpg
Visualizações:	1092
Tamanho: 	99,7 KB
ID:      	57584
    OLha o trabalho que dá montar isso, passando fio pelo meio, depois soldando, e depois prendendo manualmente na carcaça plastica:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Linksys_WRT320_v1.0_FCCk.jpg
Visualizações:	154
Tamanho: 	117,5 KB
ID:      	57585
    Esse tipo de manofatura é uma das coisas que faz o roteador custar R$ 300 ou 400 enquanto um basicão com conector SMA custa R$ 150.
    Mas isso tem ganho limitado, não tem a VSWR gigante/péssima das omni fininhas SMA mas o ganho é baixo, os Picostation, Omnitik e Unifi tem antena de baixo ganho mais ou menos por isso, fazer elemento de altíssimo desempenho com ganho baixo tipo 3 a 6dBi é tranquilo, mas pra aumentar o ganho teria que fazer algo grande e caro, tipo:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         tecom03.jpg
Visualizações:	494
Tamanho: 	8,5 KB
ID:      	57586

    Não tem muito como fugir, uma omni de uns 12dBi pra ter qualidade tem que custar bem caro, seja impressa, seja uma colinear com uma capa slotada ao redor (Imagino que EMCTest seja boa, ver desempenho só ví de Pluton, mas não sei se uma delas ainda fabrica, eram caaaaaaaaras). O jeito de ficar abaixo de uns R$ 500 é usar omni comum, Aquario ou Oiwtech, com elemento colinear comum, gastar uns R$ 100 a mais numa L-com não sei se faz diferença em 3Km. O problema não é a antena, cada produto tem sua finalidade, o problema é esperar 3Mbps em 3Km com 10 clientes conectados numa omni dessa, acho que conseguiria se fossem 300m e 2Mbps por cliente conectado (Mas ai um Unifi ou Picostation também daria conta).


    Agora quanto a 2,4GHz ser frequencia defasada... lembra que 802.11A é anterior a G, e A sempre teve desempenho altamente ridículo pro preço do equipto, A só tinha um pingo de usabilidade porque tinha mais canais a disposição, e leigo sempre insistiu em fazer a besteira de meter 40 ou 50dBm EIRP em faixa tipo 5,1GHz (Que devia ser limitado a 20dBm EIRP), trabalhando fora da lei fica fácil não ter interferencias/poluição no espectro! 2,4GHz ainda será usado por muuuuuuito tempo, a baixa penetrabilidade dos 5GHz é um problemão pra uso indoor, então equipto 2,4GHz sempre será fabricado pra locais mistos com uso indoor e outdoor, eu acho que vendi mais CPE NS Loco M2 pra usar como AP em empresa do que pra cliente de internet via radio, omni de 9 e 12dBi que tinha foram tudo pra empresas com ambiente grande (Se saem pior que coe nesses locais, devido a direcionalidade da antena CPE não pegam reflexo, mas em uso outdoor ACIMA dos obstaculos faz pouca diferença).

    Se for pra usar omni de 9dBi (A Oiw tem/tinha, usei bastante), ou colocar 6 CPE's de 60° com anteninha de 8dBi (NS Loco M2), teria os Unifi UAP-Outdoor por preço razoavel e desempenho bom devido a dupla-polarização, ele tem antena de 6dBi, são de dupla-polarização, são impressas, com elementos tipo patch. 6dBi é pouco, mas os 8,5dBi do NS Loco M2 não é tanto ganho a mais. Tem gente falando em conexão com sucesso a mais de 2Km com elas, eu só usei o antigo Picostation e não passei de 1Km (Não testei), mas com 1Km tinha qualidade similar a setorial comum da Wirelink (Não as de slot) de 14dBi. Geralmente quem tem alcance tipo 2 ou 2,5Km com elas diz usar Airgrid e Nanobridge nos clientes, mas elas tem ganho menor que as grades 24dBi da Aquario, teoricamente você teria o mesmo alcance. E outra, quem relata isso (Video forum da UBNT) insiste em datarate alto tipo 65M, mas se você reduzir pra datarate tipo 26 ou 39M pode trabalhar com sinais ainda mais baixos (O link margim (Relação entre sinal recebido e sensibilidade do hardware, ignore o SNR exibido) em clima temperado como os EUA (Terra da UBNT) pode ser muito menor que nos trópicos (Brasil) então nem tudo o que você consegue nos EUA você consegue no brasil, no brasil temos que usar datarates menores pra ter um link margin maior, temos que usar os numeros de SNR mínimo (20-30dB) como valores pro link margin, sensibilidade de -86 indica que só terá qualidade no datarate dessa sensibilidade se o sinal for cerca de -66).

    Mas... UAP-outdoor sai caro igual, acho que quase 3x mais caro que um Bullet com omni Aquario 12dBi, por isso a Aquario vende tanto essa nhaca, omni perde pacote pra caramba por reflexo, exige reenvios de pacotes aos montes, usuario leigo (Muito técnico é leigo) insiste em resolver problemas com alta potencia, aí o espectro de 2,4GHz se polui todo, as omni de alto ganho com hardwares de potencia tipo 24dBm é que poluem a faixa dos 2,4GHz, não é uma faixa obsoleta, é uma faixa poluída por noobs, em ambiente rural dá pra ter ótimos alcances e bandas com ela porque não tem nenhum lixo com RTL8186 gritando com 400mW ligado num lixo de omni 25dBi fabricado por um malandro analfabeto e vendida no ML por R$ 9,90.

    Area rural tem essa vantagens, mas tem que lembrar da zona de fresnel exigida, em 3Km a zona de fresnel total é de 10m, 5m acima e 5m pra baixo da antena, pode trabalhar com 60% disso que vai dar conexão de qualidade mínima (Pra 1Mbps sei que dá, mais não sei), o que não dá pra fazer é contar com zona de fresnel de 1m, colocar antena 1m acima de arvore, aí vai ter conexão péssima, e essa conexão péssima vai deteriorar a qualidade geral das outras conexões, omni comum (Colinear) é quem mais sofre com isso por isso é a menos indicada pra esse uso, não tem antena que faça milagre nessa hora, mas omni colinear de alto ganho emite sinal alto (Só o SSID, os pacotes válidos chegam pra lá de ilegíveis) e engana muito instalador, dá pra ser feliz com omni comum (Sugiro L-com, se for pra usa-las, ou uma de 9dBi ao invez de uma de 12dBi) mas tem que caprichar muuuuuuito no cliente, colocar todo com zona de fresnel perfeita, verificar periodicamente as arvores crescendo (Vantangem de area rural é que se você fala que aquela arvore está atrapalhando ela milagrosamente desaparece da frente no dia seguinte, na area urbana é sempre arvore em vizinho, e custa R$ 300 a 500 pra poder uma arvore alta).

    Pra banda grande você precisa datarate alto, pra datarate alto você precisa sinal alto.
    Melhor que um datarate de 52M em SISO, que exige sinal digamos -70, é usar MIMO com 2 antenas a 26M, totalizando os mesmos 52M, mas datarate de 26M opera bem até com sinal -76 ou -78, então recomendo que use dupla-polarização!

    MCS11 e MCS3 tem os mesmos requisitos de sinal, potencia e sensibilidade, mas MCS11 tem datarate nominal de 52M e trafego real de uns 25Mbps, enquanto MCS3 tem datarate nominal de 26M e trafego real de uns 14Mbps.
    Pra ter 52M em SISO precisaria MCS6, que exige sinal uns 15dB MAIOR que MCS11 em MIMO, esse é o grande tchão do MIMO, uma antena a 13M (MCS1) não dá pra nada além de uns 1Mbps pra 6 clientes), mas duas antenas a 13M, somando 26M (MCS9) permite ou 12 clientes simultaneos de 1M, ou 6 de 2Mbps, você basicamente dobra a banda, ou então você aumenta o alcance, ao invez de usar MCS3 em SISO (39M) você usa MCS9 em MIMO (2x 13M = 26M), você não aumenta a banda passante, mas pode trabalhar com sinais uns 8dB mais baixos, que na prática significa cliente uns 600-1200m mais distantes, ou talvez 1 ou 2Km a mais se for com antenas setoriais de ganho maior.

    MIMO e datarate baixo acho que é o único jeito de ter 3Km com omni.

  10. #10

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Ah sim, a maioria das omni de dupla-polarização tem construção diferenciada, não tem como colocar um monte de elemento colinear um em cima do outro e ter polarização dupla, o negócio é imprimir outro tipo de elemento, tipo patch de CPE (Aquele quadradinho impresso ou cortado a laser), por isso elas ficam mais grossa. A maioria dessas omni mais grossas tem construção melhor, o problema dessa ( http://www.lanbowan.com/ANT2327Q12B-XP.htm ) é que o XP quer dizer polarização em X, em 45°, não é vertical e horizontal, é 45º esquerda e 45° pra direita, teria que colocar as antenas em italico, virada 45° pra um lado. Isso é feito antena de disco de ponta movel que pode ser colocada em qualquer angulo.

    Já essa devem ser 2 colineares comuns, uma de uma polarização e outra de outra, não tem como como ter desempenho tão bom com 2 colinear uma tão perto da outra:
    http://www.lanbowan.com/ANT2400Q11A-DP.htm

    Se fosse só pelo ganho seria só colocar 2 anteninhas bichadas tipo http://www.aliexpress.com/store/prod...223308005.html , uma na vertical e outra na horizontal, mas isso não presta nem dentro de casa, colinear típico de antena omni é coisa dos anos 30, todo mundo sabe como fazer, não é nem questão de copiar, qualquer chines faz antena desse tipo. Já pra ter qualidade precisa partir pra outras antenas, quem procura qualidade, tipo a Cisco, tem usado mais antenas internas não pra economizar conector (Na verdade fica mais complicado, tem que manofaturar a montagem, encaixar antena em placa, testar, é mais complexo do que soldar por insersora um jack SMA), tipo:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         wrt610n3.jpg
Visualizações:	1092
Tamanho: 	99,7 KB
ID:      	57584
    OLha o trabalho que dá montar isso, passando fio pelo meio, depois soldando, e depois prendendo manualmente na carcaça plastica:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Linksys_WRT320_v1.0_FCCk.jpg
Visualizações:	154
Tamanho: 	117,5 KB
ID:      	57585
    Esse tipo de manofatura é uma das coisas que faz o roteador custar R$ 300 ou 400 enquanto um basicão com conector SMA custa R$ 150.
    Mas isso tem ganho limitado, não tem a VSWR gigante/péssima das omni fininhas SMA mas o ganho é baixo, os Picostation, Omnitik e Unifi tem antena de baixo ganho mais ou menos por isso, fazer elemento de altíssimo desempenho com ganho baixo tipo 3 a 6dBi é tranquilo, mas pra aumentar o ganho teria que fazer algo grande e caro, tipo:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         tecom03.jpg
Visualizações:	494
Tamanho: 	8,5 KB
ID:      	57586

    Não tem muito como fugir, uma omni de uns 12dBi pra ter qualidade tem que custar bem caro, seja impressa, seja uma colinear com uma capa slotada ao redor (Imagino que EMCTest seja boa, ver desempenho só ví de Pluton, mas não sei se uma delas ainda fabrica, eram caaaaaaaaras). O jeito de ficar abaixo de uns R$ 500 é usar omni comum, Aquario ou Oiwtech, com elemento colinear comum, gastar uns R$ 100 a mais numa L-com não sei se faz diferença em 3Km. O problema não é a antena, cada produto tem sua finalidade, o problema é esperar 3Mbps em 3Km com 10 clientes conectados numa omni dessa, acho que conseguiria se fossem 300m e 2Mbps por cliente conectado (Mas ai um Unifi ou Picostation também daria conta).


    Agora quanto a 2,4GHz ser frequencia defasada... lembra que 802.11A é anterior a G, e A sempre teve desempenho altamente ridículo pro preço do equipto, A só tinha um pingo de usabilidade porque tinha mais canais a disposição, e leigo sempre insistiu em fazer a besteira de meter 40 ou 50dBm EIRP em faixa tipo 5,1GHz (Que devia ser limitado a 20dBm EIRP), trabalhando fora da lei fica fácil não ter interferencias/poluição no espectro! 2,4GHz ainda será usado por muuuuuuito tempo, a baixa penetrabilidade dos 5GHz é um problemão pra uso indoor, então equipto 2,4GHz sempre será fabricado pra locais mistos com uso indoor e outdoor, eu acho que vendi mais CPE NS Loco M2 pra usar como AP em empresa do que pra cliente de internet via radio, omni de 9 e 12dBi que tinha foram tudo pra empresas com ambiente grande (Se saem pior que coe nesses locais, devido a direcionalidade da antena CPE não pegam reflexo, mas em uso outdoor ACIMA dos obstaculos faz pouca diferença).

    Se for pra usar omni de 9dBi (A Oiw tem/tinha, usei bastante), ou colocar 6 CPE's de 60° com anteninha de 8dBi (NS Loco M2), teria os Unifi UAP-Outdoor por preço razoavel e desempenho bom devido a dupla-polarização, ele tem antena de 6dBi, são de dupla-polarização, são impressas, com elementos tipo patch. 6dBi é pouco, mas os 8,5dBi do NS Loco M2 não é tanto ganho a mais. Tem gente falando em conexão com sucesso a mais de 2Km com elas, eu só usei o antigo Picostation e não passei de 1Km (Não testei), mas com 1Km tinha qualidade similar a setorial comum da Wirelink (Não as de slot) de 14dBi. Geralmente quem tem alcance tipo 2 ou 2,5Km com elas diz usar Airgrid e Nanobridge nos clientes, mas elas tem ganho menor que as grades 24dBi da Aquario, teoricamente você teria o mesmo alcance. E outra, quem relata isso (Video forum da UBNT) insiste em datarate alto tipo 65M, mas se você reduzir pra datarate tipo 26 ou 39M pode trabalhar com sinais ainda mais baixos (O link margim (Relação entre sinal recebido e sensibilidade do hardware, ignore o SNR exibido) em clima temperado como os EUA (Terra da UBNT) pode ser muito menor que nos trópicos (Brasil) então nem tudo o que você consegue nos EUA você consegue no brasil, no brasil temos que usar datarates menores pra ter um link margin maior, temos que usar os numeros de SNR mínimo (20-30dB) como valores pro link margin, sensibilidade de -86 indica que só terá qualidade no datarate dessa sensibilidade se o sinal for cerca de -66).

    Mas... UAP-outdoor sai caro igual, acho que quase 3x mais caro que um Bullet com omni Aquario 12dBi, por isso a Aquario vende tanto essa nhaca, omni perde pacote pra caramba por reflexo, exige reenvios de pacotes aos montes, usuario leigo (Muito técnico é leigo) insiste em resolver problemas com alta potencia, aí o espectro de 2,4GHz se polui todo, as omni de alto ganho com hardwares de potencia tipo 24dBm é que poluem a faixa dos 2,4GHz, não é uma faixa obsoleta, é uma faixa poluída por noobs, em ambiente rural dá pra ter ótimos alcances e bandas com ela porque não tem nenhum lixo com RTL8186 gritando com 400mW ligado num lixo de omni 25dBi fabricado por um malandro analfabeto e vendida no ML por R$ 9,90.

    Area rural tem essa vantagens, mas tem que lembrar da zona de fresnel exigida, em 3Km a zona de fresnel total é de 10m, 5m acima e 5m pra baixo da antena, pode trabalhar com 60% disso que vai dar conexão de qualidade mínima (Pra 1Mbps sei que dá, mais não sei), o que não dá pra fazer é contar com zona de fresnel de 1m, colocar antena 1m acima de arvore, aí vai ter conexão péssima, e essa conexão péssima vai deteriorar a qualidade geral das outras conexões, omni comum (Colinear) é quem mais sofre com isso por isso é a menos indicada pra esse uso, não tem antena que faça milagre nessa hora, mas omni colinear de alto ganho emite sinal alto (Só o SSID, os pacotes válidos chegam pra lá de ilegíveis) e engana muito instalador, dá pra ser feliz com omni comum (Sugiro L-com, se for pra usa-las, ou uma de 9dBi ao invez de uma de 12dBi) mas tem que caprichar muuuuuuito no cliente, colocar todo com zona de fresnel perfeita, verificar periodicamente as arvores crescendo (Vantangem de area rural é que se você fala que aquela arvore está atrapalhando ela milagrosamente desaparece da frente no dia seguinte, na area urbana é sempre arvore em vizinho, e custa R$ 300 a 500 pra poder uma arvore alta).

    Pra banda grande você precisa datarate alto, pra datarate alto você precisa sinal alto.
    Melhor que um datarate de 52M em SISO, que exige sinal digamos -70, é usar MIMO com 2 antenas a 26M, totalizando os mesmos 52M, mas datarate de 26M opera bem até com sinal -76 ou -78, então recomendo que use dupla-polarização!

    MCS11 e MCS3 tem os mesmos requisitos de sinal, potencia e sensibilidade, mas MCS11 tem datarate nominal de 52M e trafego real de uns 25Mbps, enquanto MCS3 tem datarate nominal de 26M e trafego real de uns 14Mbps.
    Pra ter 52M em SISO precisaria MCS6, que exige sinal uns 15dB MAIOR que MCS11 em MIMO, esse é o grande tchão do MIMO, uma antena a 13M (MCS1) não dá pra nada além de uns 1Mbps pra 6 clientes), mas duas antenas a 13M, somando 26M (MCS9) permite ou 12 clientes simultaneos de 1M, ou 6 de 2Mbps, você basicamente dobra a banda, ou então você aumenta o alcance, ao invez de usar MCS3 em SISO (39M) você usa MCS9 em MIMO (2x 13M = 26M), você não aumenta a banda passante, mas pode trabalhar com sinais uns 8dB mais baixos, que na prática significa cliente uns 600-1200m mais distantes, ou talvez 1 ou 2Km a mais se for com antenas setoriais de ganho maior.

    MIMO e datarate baixo acho que é o único jeito de ter 3Km com omni.

    Amigo quero saber o q eu faço nessa area q so tem cliente 2.4?
    preciso de uma soluçao boa e barata
    colocar uns 3 nanostation resolve?

    desses
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...mimo-8-dbi-_JM



  11. #11

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Bom se eles trabalham com antena bullet m2 só entao e so uma polaridade que ta sendo usada o bom seria vc usar uma rb com a basestation m2 uma rb com 2 cartoesn ai vc colocaria um cartao em cada polaridade da antena assim vc poderia usar os clientes tanto na vertical como na horizontal com mais desempenho e mais velocidade mais se vc for usar esses nanoloco m2 o ideal seria fazer 2 microcelulas

    esse aqui parece ser bom tambem mais nunca testei
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...on-apc2m90-_JM

  12. #12

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Sobre Nanostation, tanto o M2 como o Loco M2 tem antena de uns 60° de abertura, ela até chegam nuns 100°, mas fora dos 60° frontais o ganho cai pra coisa ridícula tipo 4 ou 5dBi (8 ou 11dBi nos 60º frontais, e uns 4dBi nos 30º pra cada lado, se usar 3 deles), que só é útil pra conexão a uns 300 ou 400m. Pra ter alcance efetivo de 3Km pra banda de uns 2 ou 3Mbps acho que só com 6 NS (Formando 360°), mas isso sai mais caro que uma boa omni Ubnt, e se colocar 6 NS Loco sai mais caro que um UAP-outdoor.

    Colocar 3 ou 4 NS como AP resulta numa variação de ganho de modo que teria ganho medio igual os 6dBi de um UAP-Outdoor, ou talvez de um Picostation mais antiguinho.

    Não tem nada milagroso e barato. Se quer 3Km com 4Mbps para cada cliente dá pra conseguir tranquilo com setorial e um AP por setorial (Seja NS via sMA, seja rocket M2, seja RB912 2hnd, seja RB+cartão R52HN (Uso isso e gosto muito, hora de migrar pra 5GHz é só mudar antena, numa RB435 você colocar 3 setoriais 120° + PTP ou 4 setoriais 90° + PTP, é só 1 equipto pra gerenciar e fazer manutenção periódica, se fizer PTP e PTMP no mesmo equipto você nem tem problema de lan queimando em raio, sobe só um cabo PP de 2,5mm pra alimentação e pronto).

    O que dá pra conseguir com omni comum + rocket não é grandes coisas em materia de qualidade de rede, com Unifi ou Picostation não dá pra conseguir muito alcance, e com setoriais não tem como ter baixo custo, você é que tem que escolher onde vai sofrer, se é no bolso, no alcance, na qualidade da rede, na exigencia de antena alta nos clientes, etc. Que dá pra conseguir 1 ou 2Mbps com omni comum em 3Km dá, mas tem que caprichar muito na zona de fresnel dos clientes. Que dá pra conseguir rede boa com Unifi dá, mas terá que usar datarates baixos, não sei quantos de 2Mbps daria pra usar com datarate de 19M.

    (E que dá pra ter setorial com baixo custo dá, afinal as pessoas também vendem equipto usado. Hoje as chances de equipto novo chegar com defeito são grandes igual, comprar usados não é tão arriscado)



  13. #13

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    So quero deixar os parabéns para o rubem, todo tópico com ele é rico em informações de qualidade. Ao criador do post, cara não tem magica, é isso ai que o rubem falou, ja que você tem pouca grana nem pense em colocar 4Mb por cliente, pois hoje isso ja é complicado em 5.8 imagina em 2.4. Vai ter que gastar uma boa grana, pode ter certeza.

  14. #14

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Dono do topico da uma olhada nesse topico https://under-linux.org/showthread.php?t=167265
    um cara usando o apc2m 90 ate com as velharias bg e se saindo bem http://produto.mercadolivre.com.br/M...on-apc2m90-_JM
    o preço desse radio fica mais barato que as suas 3 nanolom2 que vc ta querendo comprar
    poe um radio desse da intelbras para o lado com mais cliente e depois vai aumentando com mais radios
    O que vc acha desse radio da intelbras Rubem .



  15. #15

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Não tenho experiencia com APC Intelbras. WOM, WOG e a antiga 2S14 (Que vira setorial de 60° quando tira os refletores) já usei, e pro preço (WOG e WOM) me agradam. A 2S14 eu queria usar, 6 pra fechar 60°, mas o preço assustava, suei pra comprar 2 pra usar em cliente, e depois saiu de linha.

    Só acho uma parte boa da fama ruim é por conta de configuração, notei que a Intelbras respeita muito os limites legais, quem está acostumado com compliance test da vida vai achar que Intelbras é ruim demais (Mas o problema está em quem usa compliance test e cia).

  16. #16

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Esse vendedor ta vendendo bem barato na minha opnião as 2s14
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...-1250-mw-_JM#D[S:HOME,L:HISTORY,V:0]
    sobre

    de acordo com esse poste o usuario informa que ela abriu mais faixas de canais. Assim não sei não se os usuarios do complice test não iria explorá-los

    De acordo com ultimo Firmware lançado pra ela, é adicionado suporte a nova frequência de 2300~2350 MHz.

    Changelog

    Versão 5.94-3 - 48107

    Novidades:
    - Adicionado suporte a 128 clientes usando o protocolo iPoll;
    - Adicionado um modulo de controle por CPE para garantir maior estabilidade do link;
    - Adicionado o linktest na interface gráfica do equipamento;
    - Adicionado o agente DHCP Relay (opção 82) para o equipamento e informações sobre a localização;
    - Adicionado a faixa de frequência 2300~2350 MHz para a série APC-2M-x;
    - Adicionado a opção de taxa de dados máxima para a taxa de dados automática;
    - Adicionado a botão de teste do servidor WNMS;
    - Adicionado comandos basicos na CLI para configuração do rádio;
    - Adicionado mensagem de alerta referente a detecção de alta interferência;
    - Adicionado a opção fallback na CPE para 1mbps no modo b/g/n;
    - Adicionado a informação do número serial do equipamento;
    - Adicionado o status da porta Ethernet na interface gráfica.



  17. #17

    Padrão Re: CPE 2.4 ghz

    Putz, paguei acho que uns R$ 360 a uns anos nisso!

    Mas curioso esse suporte a 2300MHz na linha APC, pra mim que 2300MHz só era liberado pra wimax/lte (Banda 40. No brasil o liberado é 2,6GHz pra isso). Parece que nalgum lugar no mundo tem 50MHz limpos e perfeitos pra wifi.