Rubem,

Essa é a realidade sobre os índios que jamais contarão nas escolas da região Sul e Sudeste, onde são ensinados que os índios são coitadinhos, descriminados, guardiões das florestas, etc... No dia do índio pintam as crianças tudo!!!

Sabemos que não é beeeem assim, andei um tempo no Pará e vi muita coisa que cheguei a duvidar que fosse verdade, você que está localizado aí nessa região deve saber de muitas histórias, tendo o governo que temos não dá pra julgar os índios, não mesmo!!!

Mas voltando ao assunto do tópico, eu só vou me movimentar com relação a companhia de energia depois que a Anatel e Aneel se entenderem e definirem de vez este assunto, hoje tenho o SCM e preciso disputar clientes quase a tapa com concorrentes que não tem SCM, penso (tenho certeza) que se eu legalizar essa questão do aluguel dos postes meus concorrentes continuarão clandestinos e nada acontecerá com eles (nem denunciando a Anatel, que agora pretende acabar com a obrigação do SCM), assim como só eu tenho registro no CREA e preciso pagar anuidade, então, optei por deixar a água correr pro mar, se me obrigarem eu legalizo, pago multa, faço o que for necessário (já ia ter fazer mesmo), caso contrário faço igual meus concorrentes fazem, tô nem aí... Estamos no Brasil!!!


Att,
Márcio.



Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
Heheh, indio aqui tem via satelite.
Não é grandes coisas, nuns postos 512Kbps, noutros 1Mbps, com aquele delay lindo de 1500ms.

Mas eles não usam muito, os principaís usos de internet no brasil são redes sociais e pornografia. Rede social é questão de inveja, como nenhum conhecido deles usa eles não tem necessidade disso. E pornografia, bom, tem muitas cerimonias e tal, e a maioria é feita sem roupa, primeiro os homens, e curiosamente só depois de um intervalo de 10 minutos (Pra pegar as cameras) as mulheres. Sério, todo notebook de aldeia que mechi (Sempre foram muitos) sempre era lotaaaaaaaado de fotos, já sabe de que tipo.

(Até licitação pra camera participava, a estorinha é que seria pra filmar documentários e cia, e umas vezes voltou alguma com problema (Geralmente imaginário, tipo esquecer que memoria tem limite) e também era lotado de fotos, mas só das cerimonia femininas, claro!)

Mas calma, nem todos são assim. O coitado que é professor a ganha salário mínimo tem um lixinho tipo STI ou Philco de R$ 700. Já os filhos das lideranças, esses tem coisa tipo Sony Vaio de R$ 6 mil pra cima, não seria um problema se cada liderança não tivesse 30 filhos, aí precisa muita ONG e associação pra captar recurso pra dar notebook, carro, e pagar viagens pra tanto filho.


Conexão via radio seria bem mais em conta pra alguns postos (Menos distantes) , mas como todo bom serviço público a burocracia ainda usa via satelite de R$ 2 mil por 1Mbps e olhe lá, já ouvi sobre desculpinhas tipo descaracterizar a paisagem com torre (Mas antena parabolica e casa de concreto não descaracteriza nada, uma Ecosport estacionada na casa do cacique menos ainda).

Aldeia mais distante não tem nada, nem uma aspirina caso alguém esteja morrendo (E sempre tem, principalmente criança), mas nas aldeias mais próximas tem até rede elétrica interna, daria pra cabear sem precisar pagar aluguel de poste! :-)

("Mas e a internet?" Pra que isso. Ninguém usou BBS? Usa a rede só pra trocar fotos, aposto que ia ter uma demanda enorme)