+ Responder ao Tópico



  1. Amigos, trabalho com esse equipamento da Wavion/Alvarion e felizmente temos muitos cases de sucesso e clientes satisfeitos com ele. Cada aplicação requer um tipo de instalação/configuração e também os cenários são diferentes para cada cliente, levando-se em consideração a questão do terreno, prédios, interferências, etc. Também posso dizer que o custo deste equipamento não é mais tão elevado como citaram acima....já temos equipamentos com tecnologia "n", de R$ 7.500,00 a R$ 11.000,00 dependendo do estado e se vai ser utilizado para uso/consumo ou revenda.

    Trata-se de um equipamento que cobre em torno de 300 mts para notebooks, tablets e smartphones.....500 mts com adaptador USB com antena de 5 dBi, 2 km com uma simples antena de grade, 5 km com CPE e 15 km com uma antena de ganho melhor. Existem cases de um notebook navegar a 800 mts de distância, mas esse equipamento possuía uma boa placa de rede.

    O que devemos sempre pensar é que o equipamento da Wavion/Alvarion tem capacidade de enviar sinal a 15 km, mas o dispositivo do outro lado tem que ter capacidade de devolver o sinal....daí a distância de 300 mts para dispositivos móveis.

    Quanto ao uso deste equipamento em provedor, também possuímos cases de sucesso e podemos falar em torno de 100 a 150 usuários por equipamento conversando com CPEs. Este equipamento não pode ficar a uma altura de 30 mts! Recomendo que fiquem a uma altura máxima de 20 mts tratando-se de equipamento setorial e 15 mts no máximo com equipamento omni.

    Se precisarem de mais informações, por favor entrem em contato com a Zimitti Telecom, distribuidora exclusiva desses equipamentos no Brasil. Também temos outras opções como EnGenius e LigoWave.

    Abraço a todos e ótima semana

  2. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Rubem, temos na empresa um Wavion 2400. Ele é utilizado para cobrir eventos.
    Para isso ele atende muito bem. Colocado em cima de uma torre não deu certo.
    Creio que aquele recurso que ele usa do beamforming só é legal em locais onde ocorre bastante reflexões pois nos eventos ele é colocado em altura pequena, normalmente entre obstáculos singelos. Mas num raio de 200metros atende aos smartphones.

    O interessante nele é que são 6 antenas e 6 rádios, diferentemente dos que temos visto no mercado que transmitem 2 x2 ou 3 x 3 que são duas ou tres antenas em um único rádio.
    E o beamforming que vai fazendo a modelagem do sinal mais em uma direção do que outra, mesmo as antenas sendo omni.
    Por isso o ambiente com reflexões é uma "exigência" para ele mostrar melhor desempenho.
    E isso normalmente não ocorre quando ele é colocado em uma torre de 20 ou 30 metros para tentar um alcance maior.
    Citação Postado originalmente por jmariotelecom Ver Post

    Trata-se de um equipamento que cobre em torno de 300 mts para notebooks, tablets e smartphones.....500 mts com adaptador USB com antena de 5 dBi, 2 km com uma simples antena de grade, 5 km com CPE e 15 km com uma antena de ganho melhor. Existem cases de um notebook navegar a 800 mts de distância, mas esse equipamento possuía uma boa placa de rede.

    O que devemos sempre pensar é que o equipamento da Wavion/Alvarion tem capacidade de enviar sinal a 15 km, mas o dispositivo do outro lado tem que ter capacidade de devolver o sinal....daí a distância de 300 mts para dispositivos móveis.

    Quanto ao uso deste equipamento em provedor, também possuímos cases de sucesso e podemos falar em torno de 100 a 150 usuários por equipamento conversando com CPEs. Este equipamento não pode ficar a uma altura de 30 mts! Recomendo que fiquem a uma altura máxima de 20 mts tratando-se de equipamento setorial e 15 mts no máximo com equipamento omni.
    Verdade Mario.

    O desempenho em eventos onde o equipamento é colocado em posição baixa o rendimento é muito bom.
    Mas tenho ainda minhas dúvidas com relação a levantar numa torre. Mesmo com 15 metros.
    Não sei hoje no site como está a descrição dele, mas me lembro bem que na época tinha alertas sobre isso. Ele depende de reflexões, de prédios, de obstáculos para refletir.

    Já nas alturas pode ter alcance mas não se beneficia de reflexões. Outra coisa, árvore também é obstáculo mas não reflete e dai a coisa pega feio também.

    Por isso vejo o uso rotineiro em ISP, colocando equipamentos em cima de prédios de altura mediana, 3 ou 4 andares. E daí colocar vários deles para ampliar a cobertura. Acaba que fica meio salgado...
    Nunca usamos o Engenius Ext700 mas creio que se sairia melhor num ambiente mais aberto.



  3. Quando o WBS2400 custava "só" R$ 6 mil eu queria comprar, mas nem lembro quem era representante, ele me assegurou que se eu colocasse na torre a 30m (Era a intenção), e em local com mais arvores, isso se sairia muito mal. Pra um vendedor "se negar a vender" o desempenho tem que ser muito ruim nesse uso mesmo.

    Eu imagino que tenha relação com o método de beamforming:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         2010114456_cb84b8b4_Pennsylvania.jpg
Visualizações:	86
Tamanho: 	25,9 KB
ID:      	58794
    De baixo você está vendo 3 antenas inteiras, e só parcialmente as outras 3, o angulo das outras 3 fica então limitado pra você, de modo que na prática de baixo pra cima você sempre se comunicará só com 2 ou 3 antenas. O processador provavelmente veria o sinal na antena lá atrás chegando bem mais baixo, deve atrapalhar o algoritmo dele que prevê sinais chegando praticamente iguais nas 6 antenas.
    Enquanto se você estiver quase na mesma altura você terá um angulo ideal com relação a 5 ou 6 antenas, e a diferença de sinal entre elas será pequena.
    (E imagino que o algoritmo esteja preparado pra lidar com isso, picosegundos de diferença entre os sinais (Pela distancia entre as antenas de 20-40cm) mas sem tanta diferença no nível)

  4. E tem outro detalhe. Cada anteninha omni dessas está conectada a um rádio...Assim o firmware trabalha com estes 6 rádios em cada conexao ao mesmo tempo...
    Só não entendo como ele faz o beamforming. Só sei que isto provoca uma modelagem do lóbulo resultante para favorecer o cliente que estiver sendo atendido naquela fraçao de segundos.
    Vai "fortalecer" o sinal para o lado da solicitação e em ms seguintes vai fortalecer para o outro lado...
    Me parece com uma instalação de antenas em fase utilizada por radioamadores para direcionar sinal mais numa direção do que em outra, sem usar antena direcional.

    Se são 6 rádios, será que um ou outro não é desativado nesta fração de segundos para permitir que o lóbulo resultante se altere para favorecer a solicitação do cliente?



  5. Agora faz tempo que não vejo nada sobre esse assunto (802.11AC parece que ofuscou tudo), mas Ruckus, Cisco e Arruba tinham muito conteúdo sobre isso, o que pude entender é que precisa pelo menos 3 antenas pra um bom direcionamento no beamforming, 1 que irá emitir o sinal propriamente, e pelo menos 2 pra emitir no tempo exato de forma que altere a irradiação da primeira, tornando o sinal de uma omni mais oval (Ou, se estiverem as 3 antenas em forma de triangulo, praticamente igual o diagrama de irradiação de uma setorial).

    E essa necessidade de uma antena "deformar" a onda da outra "explica" porque não tem antenas em polarizações diferentes (Coisa que é necessaria/desejavel em MIMO).

    E a mudança na forma da irradiação seria involuntária, pro lado do cliente as ondas das antenas chegariam em fase portanto seriam somadas, já pra outros lados elas poderiam chegar em contra-fase, de modo que se anulam, não tem como modificar a irradição em sí, mas a captação dela na prática fica modificada nos locais onda as ondas chegam (Por "defeito") em contra-fase, o diagrama prático de irradiação fica alterado, mas a emissão real de sinais não.

    Mas graças a meus vizinhos barulhentos (Baladeiros) e minha tentativa de fazer atenuador de ruído (Com som captado e invertido, de modo a anular o ruído), aprendi que atenuar onda com contra-fase não é tão simples, precisa um posicionamento cirurgico pra que a teoria funcione. ACHO então que isso só deve funcionar com cliente fixo, já pra algo movel tipo smartphone (Ou notebook, caso alguém movesse rapidamente um notebook como move um smartphone) o desempenho deve ser inferior, smartphone vive mudando até de polarização, e as soluções tipo Wavion classico só tem antena de 1 polarização. Sei que tem Wavion N, não olhei detalhes mas a foto é denovo de antena polarização simples.
    (Mas... cai no problema que sempre comento: Smartphone com suporte a 802.11n parece piada mas ainda não é maioria, todo email com promoção de smartphone que chega eu olho e a maioria dos NOVOS ainda é apenas B/G)






Tópicos Similares

  1. MiniLink para 20 KM
    Por fernandosiq2 no fórum Redes
    Respostas: 26
    Último Post: 24-11-2016, 01:50
  2. Respostas: 7
    Último Post: 08-07-2013, 16:47
  3. Respostas: 7
    Último Post: 08-01-2009, 15:04
  4. % de usuários convertidos para Wi-Fi
    Por ricromero no fórum Redes
    Respostas: 8
    Último Post: 24-04-2008, 14:33
  5. Modelo adequado para Provedor WI-FI
    Por rrinfor no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 17-01-2008, 03:07

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L