Página 3 de 3 PrimeiroPrimeiro 123
+ Responder ao Tópico



  1. @delegato Vish... mas como fica o custo?
    Até onde sei é cerca de R$ 180 a 200 o par de adaptadores 200M ou maior, R$ 200 a cada 100m (Ou se for cidade como a minha que tem postes em media a cada 70m o custo aumenta, ou diminui já que 140m ainda dá) fica meio caro, R$ 2 mil por Km.

    E acho que dá pra tirar o switch da estória, os master permitem geralmente 6 dispositivos pareados, seria 1 da sua rede e 5 clientes, ligados via cabo PP (Até o cliente poderia ser um cabo PP 0,5mm, mais em conta), dá pra colocar plug P4 ou algo assim na caixa pra plugar/desplugar facilmente os clientes, e montar o plug no cabo (Ou passar na casa do cliente) sem riscos.

    Quanto a DC, os 2 que abri tinham retificação e filtragem, com chaveamento posterior, igual fonte chaveada comum, então a alimentação via 140-300VDC pra eles devem ser tranquila. Não sei como a comunicação fica (1,5MHz a 50MHz, se não me engano), mas alimentação não é problema.

    O problema de adaptador comum (De R$ 200, ou talvez R$ 160 se comprar em quantidade, o mais em conta que ví na web (Não no brasil) foi o AV500 da Netgear que usei, US$ 45 na china, R$ 135 hoje, ou seja, esse preço brasileiro de R$ 180 a 200 por par não está tão alto) é que o foco é usuario domestico, tem 100Mbps half, mas em full imagino que deve ficar em metade disso, não sei como isso ia ficar com o upload meio alto que provedor cabeado vende (Tipo 1 ou 2Mbps de upload).

    Eu gostei da idéia de colocar adaptador powerline com WIFI nos postes, vender acesso a uma rede wifi na "frente" da casa do usuario facilita a vida dele, mas na prática esses adaptadores baratos (R$ 200 o par) devem ter chipset de RF bem pobre, sem potencia, sensibilidade ruim, duvido que ia atender alguém além de quem mora exatamente na frente do poste, e só nos comodos da frente.

    Quanto ao problema de ser half-duplex, em teoria seria só usar um adaptador como TX e outro como RX, usando cabo PP de 3 vias, num sistema "bifasico" (Pode ser a mesma fase ou o mesmo positivo, só precisa sair desde o começo separado), cabo PP 3 vias não é tão mais caro.

    Mas colocando o custo do metro do cabo PP suficientemente grosso, e do par de adaptadores, a coisa fica cara. Se colocar adaptador PLC como slave no cliente fica mais em conta, mas suspeito seriamente que o limite de trafego desse modo seria decepcionante.
    (Algo tipo adaptador wifi como repetidor em MCS4, com 2 antenas num divisor SMA, em cada poste, o trafego entre cada radio pode ser razoavel (50-60Mbps) mas em cascata cada "kit" desse gera um delay que no todo começa a incomodar, eu ví ping tipo menos de 5ms no AV500 só em poucos metros onde sabia que a fiação era curta tipo menos de 10m, lembro de ver só 5-20ms o tempo todo, imagino isso em cascata, 20 kits desse)

    Sei que tem uns usos de PLC com frequencia abaixo de 500KHz (Tipo smart grid, pra casas inteligentes e cia, até o Google tem um pé nisso com aqueles controladores de temperatura, é algo assim, com essas bandas de alguns Kbps: http://www.ti.com/lit/ug/tidu160/tidu160.pdf ), só pra monitoramento ou comandos básicos, esses sim falam em 1Km de alcance sem tantos ruídos, então acho que pro uso de provedor o problema são os adaptadores comuns no mercado, são feitos pra uso "muito" indoor (Se é que tem como), pra provedor poderia haver uso separado de alimentação e sinal (Cabo PP de 4 existe, meio caro mas ter tem), e modo de repetição/amplificação também (A TI e a National tem CI's pra isso), só que não tem isso no mercado pra gente comprar.

    Alias, pensando aqui com meus botões, em teoria você poderia levar até o cliente apenas 1 fio, já que pode usar o neutro da cia eletrica como outra via (Acredito que nos projetos permitam ligar GND de caixa ao GND dos postes aterrados), como o neutro faria um caminho mais longo talvez não fosse viável, mas isso reduziria o risco do usuário fazer besteira com o PLC dele, e o custo de fiação poste>usuario. Mas... dá muito trabalho colocar o troco na tomada e pegar dela só o neutro (E ser casa 220V onde nem sai o neutro do medidor, só vem 2 fases?). Denovo o uso pro provedor é limitado pelo tipo de equipto (AC e dados juntos) e pelas instalações. PLC serviria muito bem pra gente com pequenas modificações.

  2. Seguinte: quando há paredes a serem transportas e precisamos utilizar PCs em outras salas, vai pela rede elétrica numa boa. Muito , mas muito melhor que qualquer wifi. Ou seja, trabalha-se em paz em todos os pontos conectados. O Wifi dá os 64 Mbps ou o dobro de cara com o equipamento. Mas, havendo paredes no meu , a degradação é total. Então, pelas tomadas elétricas, na nossa prática aqui, é muito bom e estável. OUTRO DETALHE: No futuro todas as casas podem ter tomadas-inteligentes. A falha maior, a meu ver , é que tem que se usar plug adaptador, postos que é óbvio que deveria ter uma saida de tomada de energia dos equipamentos para ligarmos PCS e etc nos mesmos sem precisarmos de plugs.

    Outro ponto : não é tecnologia para provedor, mas para uso indoor. Mais uma questão de topologia interna. Para distribuição,
    só se fosse algo como distribuir em um edifício. Imagino que seria possível vc ter um prédio em que cada unidade tivesse uma tomada - inteligente em cada cômodo. Até na cozinha? Sim, afinal quem vai comandar o Freezer e o micro-ondas pode estar fora de casa. IPV6 e a Internet das coisas, nem que estas coisas, no início, sejam PCS nas outras salas..
    É muito massa! Me desculpem a expressão, mas a INTERNET é um caminho que que quanto mais se anda , mas se nota que pode caminhar mais! Amigos, já pensaram em que tomadas estarão todas como uma saída RJ45 ativa além do conector de eletricidade? Conectou ta na rede! E , se for necessário, as casas devem ter fases diferentes para batedeiras, liquidificadores, e secadores (acho que estas sempre ficam legal em 220 Volts) e as ficam muito ok no 110. Estamos falando de obras novas, ou remodeladas com técnica. Fios emendados não é típico de imóveis antigos, é típico de imóveis mal mantidos. O futuro já começou. Toda tomada vai estar conectada..



  3. Tenta com este: http://produto.mercadolivre.com.br/M...pa2010-par-_JM

    Não estou vendendo e não conheço o vendedor, mas o preço está legal e tem boas qualificações lá no M Livre.

    Tenta e que velocidade vc consegue. Ou então parte para o AV500 de uma vez. É bem mais caro. Na maioria das vezes se de a para b (indoor) vc conseguir perto dos os 100 Mbps , UAU, e sem, oscilações para os usuários ficarem reclamando... um show.

    Citação Postado originalmente por katraka Ver Post
    Bastante interessante, ao menos para casas e empresas com fiação elétrica em perfeito estado. Gostaria de testar um kit, onde encontro pra comprar?






Tópicos Similares

  1. Alguem ja ouviu falar nessa placa 5,8
    Por Clayton.Foga no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 13-06-2006, 12:01
  2. Alguem ja ouviu falar----derrepente ajuda
    Por balisteri no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 13-05-2006, 01:01
  3. Alguem já ouviu falar do sopcast?
    Por Izzyt no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 0
    Último Post: 14-12-2005, 10:40
  4. Respostas: 6
    Último Post: 12-07-2005, 11:44
  5. Alguém já ouviu falar em fortesreport para kylix 3
    Por Wronieri no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 21-05-2003, 11:45

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L