Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. "Fiscalização" por parte da Anatel só existiria com denuncia na Anatel, mas é tão pouco fiscal e distancias tão grandes (Olha o tamanho do brasil, só tem Anatel nas capitais e ainda assim elas estão a milhares de Km da maioria das cidades) que eles praticamente só vão fiscalizar provedores, quem efetivamente tem lucro com o uso de telecom.

    Ai informação de NÃO usar faixa abaixo de 5,3GHz nem é por fiscalização, mas sim pra deixar essa faixa menos poluída pra usos futuros e porque ela bate com a primeira harmonica de redes 4G. Quanto ao uso de 5,4 a 5,7GHz o problema nem é a potencia na area rural (48dBm EIRP não está incomodando ninguém na roça), o problema é que tem hardware que limita a potencia nessa faixa por questões legais. Seria bom então o PTP que sai da cidade usar 5,7-5,8GHz, e os outros abaixo de 5,7GHz, pra poluir o mínimo possível, com fiscalização não precisa se preocupar, tem mais chances de ser atingido por raio ou ganhar na Loto.
    (Ganhei 5 vezes na LotoFácil, fui fiscalizado (Tendo empresa do ramo) só 3 vezes :-)

    (Alias, que um desses equiptos vão queimar por raio na proxima temporada de chuvas isso vai, especialmente se estiver sobre telhado metalico que não tem aterramento, não sei se compensa fincar umas estacas agora ou esperar 1 ano pra ver quam queima, mas não se desespere quando isso acontecer, todo equipto queima com raio por perto, tem o pessoal que repara (Google por "reparo airgrid" ou "reparo ubiquiti", aqui no forum também tem muita gente, geralmente é só trocar o chipset ou 1 ou 2 CI's, não costuma passar muito de R$ 70. Eu sinceramente esperaria um queima, pra depois colocar a proteção nele. Mas se ficar sem internet for um problemão tem protetores de surto pra colocar por precaução, mas eles não tem a ver com qualidade de sinal, eles só evitariam problemas bobos em tempestades)

    Acho que erguer ou afastar as antenas é o mais importante por enquanto, porque esse ruído (Noise floor) de -87dBm está bem alto, isso nem em area urbana (Onde tem muito provedor) é normal. Na roça o normal por aqui é -96 a -99dBm.

  2. Fiz boa parte das alterações, o ping melhorou caiu em média de 14ms par 8ms, o ruído diminuiu e o sistema travou apenas uma vez de domingo para cá, mas somente em dois Wog212(54Mbps). Analisando melhor o funcionamento levantei os seguintes dados: no período em que estava tudo 100% os funcionários estavam em plena safra! Agora que terminaram eles ficam em casa ou nos galpões com pouco serviço e acessando pelo celular ou notebook, no primeiro silo deve acessarem simultaneamente 8 aparelhos, no segundo uns 14 e lá em casa apenas 5, agora pergunto será que esses Intelbras suportam todos? Qual a distância máxima de cabo Poe para eles? Tenho um com 9m e os outros com 6m, aparentemente acho que agora a parte física ficou bem! Será que o problema maior ainda é na configuração, penso em instalar uma RB750 pois se puder controlar e limitar o tráfego saberia onde é o gargalo, e será que 10Mb dá para tanta gente? Está tudo em bridge deixo assim?, Obrigado.



  3. É.... essas CPE's baratas travam muito quando tem tráfego, atendo muita empresa e como o ambiente é grande sempre acaba sendo melhor colocar CPE como acess point, seja WOG212, Elsys 2N, Nanostation Loco M2, TP-Link 5210g. Quase sempre que deixei no default elas travavam, o que faço é configurar num datarate baixo de fixo. Smartphone que aceita 802.11n ainda é minoria, então uso G, se a distancia é pequena coloco 18M, mas quase sempre tem mais paredes no caminho e tenho que colocar 12M.

    (Se fossem notebooks, e todos meio novos (Menos de 5 anos), eu colocaria modo somente N, com datarate de 26M ou 39M)

    Acho que os travamentos não são culpa do maior trafego que o datarate maior usa, imagino que a restrição do datarate menor gera uma fila mais estreita nos dados do cliente, o processador tem menos dados por segundo pra analisar, acho que muito da culpa disso é porque a etapa de RF dessas CPE's é feita pra operar como cliente de provedor, fazer só 1 conexão. Em PTP as vezes se usa isso e eles não travam muito (1x ao mes e olhe lá), mas como acess point de rede com 5 ou 10 conexões travam bastante se deixar em datarate alto.

    O datarate de 12M permite tráfego real de uns 4 ou 5Mbps, mas os smartphones ou notebooks não consomem nem isso, mesmo se usar 54M. Pode dar uma olhada no status dos equipamentos UBNT, eles mostram o trafego TOTAL, dificilmente chegará perto de 10Mbps, porque ADSL de 10M não é grandes coisas e porque pra consumir muito tráfego contínuo precisa conexão diferente do que usuário comum tem (O mais pesado deles geralmente é vídeo no Facebook, que por ser 240p ou 360p tem rajadas de consumo de 1 ou 2Mbps, não é um consumo contínuo).

    A RB750 ia permitir você criar um perfil de velocidade por IP, digamos 600Kbps por IP, deixar DHCP server ativo só nessa RB, mas aí teria um probleminha: Hora que tivesse só 1 cliente conectado ele teria 600Kbps de limite, e a ADSL de 10Mbps ia ficar meio ociosa.

    Já se colocar limite tipo 1Mbps por IP, uns 4 aparelhos com alto trafego iam dar consumo de 4Mbps, em ADSL de 10M da Oi aqui não se consegue um trafego desse facilmente, das 17h até as 21h é bem esse o limite, mas o ping sobe (100ms de madrugada, 250ms nesse horário), provavelmente estou numa DSLAM (Roteador que controlas as conexões ADSL) com muito usuário doméstico e menos empresas (Que consomem mais das 10-18h). Se atende os escritório ou donos das fazendas aí o negócio é colocar IP fixo no notebook/desktop deles, e liberar mais banda pra esses IP's, deixando os outros IP com banda baixa. Atendo muita empresa assim, dono e financeiro tem digamos 2Mbps, mas os outros IP's tem limite de 700Kbps, porque OFICIALMENTE não precisam fazer nada que consuma banda (Só ler email ou algo assim), o problema é o que fazem além do trabalho (Geralmente youtube e facebook).



    O que te recomendo é configurar as WOG212 em modo somente G (Poque tem muito smartphone que não suporta N), e no datarate de 12M ou 18M.
    SE travar assim mesmo, aí talvez é caso de trocar, como vai atender smartphone poderia achar equipto Ubiquiti que não suporta N, tipo Nanostation Loco2, as vezes ele é bem mais barato que o Loco M2 (Que suporta 802.11n).

    Ou ver a possilidade de agendador de função pra CPE reiniciar sozinha, não lembro se elas tem isso mas acho que sim: Ping Watchdog. Você configura pra ela pra dar ping num IP remoto (Bota uma pra dar ping na outra WOG212, cria cascata fechando círculo de modo que se uma travar todas reiniciam), se o ping falhar ela reinicia.

    Ou um interruptor em baixo pra alguém ir desligar e religar caso fique sem internet. Já coloquei isso em empresa, pra não esquecer desligado coloque tipo campainha, daqueles que tem que segurar uns uns 2 segundos pra desligar.






Tópicos Similares

  1. Rede com nano Conexao nula ou limitada.
    Por darlangomes no fórum Redes
    Respostas: 11
    Último Post: 14-05-2013, 16:52
  2. Derepente "Conexão nula ou Limitada"
    Por Odaweb no fórum Redes
    Respostas: 14
    Último Post: 12-07-2012, 15:23
  3. meu mikrotik ta dando internet nula ou limitada...
    Por VictorRenan no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 09-03-2012, 15:51
  4. Meu DHCP server só da nula ou limitada!
    Por Xevete no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 27-04-2010, 00:02
  5. MIKROTIK NULA OU LIMITADA
    Por gpedit no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 15-10-2009, 23:52

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L