+ Responder ao Tópico

  1. @brunobelas, desculpa usar o tópico também para tirar algumas dúvidas.

    Eu sempre pensei em fazer assim: Usar CCN ou Volt no padrao Giga (pelo menos nos videos da volt da rede giga eles conseguem alcançar quase 1 GB de tráfego ( )).

    Eu também procurei muito um "switch" de fibra, para que possa passa fibra em toda rede, coloca um conversor de midia 10/100/1000 e joga pros switch do PD e daí para os clientes em UTP (venhamos e convenhamos, o que adianta ter uma fibra chegando em casa pra acessar 50 / 60 MB, e se você assinar 100 / 200 / 300 o preço não vai ser tão acessível assim, falo de localidades onde internet de alta velocidade é cara ainda, aqui por exemplo na empresa pago R$ 1.600 dilmas por 4MB FULL Embratel), daí o switch de "fibra" receberia a fibra do pd anterior, o switch trabalharia para melhorar o sinal (como um switch comum) e repassaria para o outro switch da frente, e assim por diante.

    Ainda tem o fato das questões de energia, enviar direto do provedor, cabo de rede ou outro cabo passando 160 vdc para alimentar x switchs em cascata, ou então alimentar o PD passivamente, todas essas questões eu analisei.

    Eu estou aguardando minha licença propria para poder da entrada no companhia de energia local aqui, mas penso em locar um sistema da ccn/volt sim, não vemos muitos comentários e a maioria é criticas, falando que é melhor fibra (concordo plenamente), mas para uma solução para que o provedor possa se capitalizar para futuramente investir em fibra acho uma solução viável.

  2. se vc montar os aneis de fibra já é um grande passo para vc chegar com ela dentro da casa do cliente futuramente, aqui na minha cidade, o concorrente passou puro UTP, com switchs "bobos" e chegaram a ficar 4 dias em campo para descobrir onde foi que parou a rede deles, enquanto isso os clientes deles só me procurando, rsrsrsrs, gastaram seu dinheiro de maneira errada, no caso, com projeto errado, pq a rede deles ficou pior do que quando trabalhavam com rádio, abraço amigo e boa sorte, torço por vc. eu ainda tenho poucos clientes, mas quando puder, eu vou levar fibra pelo menos entre meus pops.



  3. Citação Postado originalmente por shacaw Ver Post
    Aproveitar para pegar embalo no topico aqui caso o autor não se importe.
    Caso o custo para o FTTC nao fosse problema, ainda assim seria melhor o FTTS da CCN?
    É a mesma coisa. O que muda é que, com o sistema FTTS da CCN, você escolhe separadamente qual ONU e qual switch de 8 portas você vai usar, enquanto nas outras soluções já vêm tudo embutido no PD, e sai bem caro, cerca de R$600. Ainda tem o risco de queimar porta, e aí tem que trocar todo o PD (a Vertical Simples tem uma solução que evita isso), ao invés de simplesmente substituir o switch.

    Switch Intelbras Sf800v: R$80
    ONU GEPON: ~R$200 (Overtek)
    Caixa hermética: R$50

    Não sei quanto custa esse sistema FTTS da CCN, mas se for até uns R$250 (deve ser beeeem menos, ele é basicamente um patch panel de PoE passivo), sai mais barato que os PDs prontos de outras fabricantes.

    Citação Postado originalmente por Kleber Teodoro Ver Post
    Esse sistema da CCN não muda em nada o Volt.Ambos não tem entrada Gbic e precisam de conversores.
    Agora que me lembrei que a Volt tem a solução de rede giga, que é basicamente a mesma coisa do FTTS da CCN.
    Resta ver qual sai mais em conta.

    E não precisa de conversor, pode ser ONU também. Com conversor teria 1 fibra para cada PD, o que sai mais caro que FTTH.

    Citação Postado originalmente por faelldantas Ver Post
    Eu também procurei muito um "switch" de fibra, para que possa passa fibra em toda rede, coloca um conversor de midia 10/100/1000 e joga pros switch do PD e daí para os clientes em UTP (venhamos e convenhamos, o que adianta ter uma fibra chegando em casa pra acessar 50 / 60 MB, e se você assinar 100 / 200 / 300 o preço não vai ser tão acessível assim, falo de localidades onde internet de alta velocidade é cara ainda, aqui por exemplo na empresa pago R$ 1.600 dilmas por 4MB FULL Embratel), daí o switch de "fibra" receberia a fibra do pd anterior, o switch trabalharia para melhorar o sinal (como um switch comum) e repassaria para o outro switch da frente, e assim por diante.
    Não sei muito bem o que você quis dizer com switch de fibra, mas há alguns com todas portas sendo SFP ou Mini-Gbic, como os CRS da MikroTik, e também alguns da Planet, HP, Cisco... esses você usaria na sua central, saindo de cada porta 1 fibra, que vai até o começo de cada ramal da rede. Mas essa não é a melhor forma. Se tiver 20 ramais vai sair com 20 fibras? Mais caro que FTTH.

    O que você pode fazer, e é o que muitos têm feito, é uma rede PON, pode ser GEPON, que chega com fibra em ONUs (e não conversores de mídia!) que ficam no começo dos ramais. Essa ONU leva o link para o primeiro switch, e dele você sai cascateando em UTP mesmo.

    Não invente de fazer isso com conversor de mídia, com 1 PTP óptico para cada ramal, porque fica bem mais caro, em todos aspectos: vai precisar de cabos ópticos com maior densidade, com 1 fibra para cada ramal (não tem como usar splitters), para cada ramal vai ter que manter 1 conversor na central e outro na rua, ou somente na central e um switch com porta Mini-Gbic na ru a (imagine o gasto com energia que uns 10 conversores devem gerar juntos), enfim.

    Citação Postado originalmente por faelldantas Ver Post
    Ainda tem o fato das questões de energia, enviar direto do provedor, cabo de rede ou outro cabo passando 160 vdc para alimentar x switchs em cascata, ou então alimentar o PD passivamente, todas essas questões eu analisei.
    O problema de fazer qualquer cascateamento em UTP, mesmo com parte da rede em fibra, é que não vai ter como você correr de passar energia no cabo entre os switches, pois não pode deixar nenhum desligar senão a rede para dali pra frente.

    O pessoal está falando por aí que as concessionárias estão ficando rígidas, e está difícil aprovar projeto novo que envolva trafegar energia elétrica em cabo de rede. Nesse caso, a melhor forma de atender com UTP, e ao mesmo tempo aproveitar algumas vantagens de uma rede óptica, é chegar com fibra em TODOS switches ou PDs (como os da FIT Networks ou Vertical Simples). Dessa forma, não tem problema o PD ficar sem cliente ativo e desligar, os outros não dependem dele, mas sim da rede óptica, que não para.

    Citação Postado originalmente por faelldantas Ver Post
    Eu estou aguardando minha licença propria para poder da entrada no companhia de energia local aqui, mas penso em locar um sistema da ccn/volt sim, não vemos muitos comentários e a maioria é criticas, falando que é melhor fibra (concordo plenamente), mas para uma solução para que o provedor possa se capitalizar para futuramente investir em fibra acho uma solução viável.
    Tem alguns relatos de portas de PDs queimando por aí. Imagine ter que sair trocando a porta de cliente na rua porque a que ele estava parou com uma descarga vindo do imóvel dele pelo cabo de rede... uma hora não vai ter portas funcionando suficientes para atender os clientes daquele ponto, e aí tem que trocar. R$600 pro lixo. FTTH não tem esse problema, hehe.

    Mas um PD modular, com switch e ONU separados, como na solução da Volt ou CCN, ameniza bem esse problema. Não vi direito, mas essas soluções tiverem aterramento, uma descarga vindo da rua não vai chegar no cliente, e uma vindo do cliente não vai chegar no switch e ONU, pois vão para o chão logo antes, é uma vantagem comparado a esses PDs com tudo integrado.

  4. Então amigos, conversei com os patroes e mudou tudo, agora eles querem solução FTTH pq não querem usar energia nos postes, com ftth consigo fazer uma rede passiva sem energia nos postes, agora me vem a duvida, qual as marcas de melhor custo beneficio?

    Já dei uma pesquisada, FiberHome, Cianet, Overtek, qual outra legal com o sistema completo, OLT, ONU/ONT divisores opticos, e CTO( aqueles que ja vem conectorizado)

    Vi em alguns equipamentos GEPON
    - Permite atender até 512 ONTs / ONUs

    Nesse caso o máximo que vou conseguir por GEPON vai ser 512 clientes ou seria por portas?

    http://www.ispshop.com.br/gepon-olt-ot-2000s.html

  5. Citação Postado originalmente por brunobelas Ver Post
    Então amigos, conversei com os patroes e mudou tudo, agora eles querem solução FTTH pq não querem usar energia nos postes, com ftth consigo fazer uma rede passiva sem energia nos postes, agora me vem a duvida, qual as marcas de melhor custo beneficio?

    Já dei uma pesquisada, FiberHome, Cianet, Overtek, qual outra legal com o sistema completo, OLT, ONU/ONT divisores opticos, e CTO( aqueles que ja vem conectorizado)

    Vi em alguns equipamentos GEPON
    - Permite atender até 512 ONTs / ONUs

    Nesse caso o máximo que vou conseguir por GEPON vai ser 512 clientes ou seria por portas?

    http://www.ispshop.com.br/gepon-olt-ot-2000s.html
    Patrões expertos, esses seus.
    Mas 48VDC no cabo da casa do cliente para o PD (FIT, Vertical Simples, rede giga da Volt, FTTS da CCN...) no poste não é nada (tem a chance de queimar porta e tal, como falei no outro post, mas basta fazer aterramento e escolher bem o equipamento: tenho a impressão de que todos relatos que vi ocorreram com PD da FIT; os da Vertical Simples tem uma boa proteção em todas portas). Em questão de aprovação da concessionária, nessa tensão aí é fácil.

    De qualquer forma, se quer fazer FTTH, a opção mais barata é GEPON. Se a rede não for muito grande, vai de Cianet.
    Se a rede for grande, não vale a pena usar GEPON, tem que ir de GPON logo, e a opção mais acessível (e mais usada) parece ser FiberHome ou Huawei. Há outras fabricantes, basta ver qual se enquadra melhor para atender suas necessidades dentro dos recursos financeiros que possui.

    Cada porta da OLT suporta 64 ONUs. Para a OLT suportar 512 ONUs ela tem que ter 8 portas.
    A ISP Shop não está mais comercializando essa OLT do link que postou, mas a Cianet tem uma igual (CTS2780).






Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L