+ Responder ao Tópico

  1. Queremos ter um DC onde vai ficar todas as informações dos clientes, sera que da pra trabalhar bem com Mikoritk e algum OLT?
    Pensamos em fazer armários por área, que iria deixar mais caro o projeto, mais acredito que no funcionamento do dia-dia fica melhor
    @TsouzaR vc acha melhor ir direto de GPON, ja que o projeto é um pouco grande, pq sera para atender ate 20mil clientes, ja que vc acha que para projetos de grande porte o GEPON não é viável.

  2. Citação Postado originalmente por brunobelas Ver Post
    Queremos ter um DC onde vai ficar todas as informações dos clientes, sera que da pra trabalhar bem com Mikoritk e algum OLT?
    Pensamos em fazer armários por área, que iria deixar mais caro o projeto, mais acredito que no funcionamento do dia-dia fica melhor
    @TsouzaR vc acha melhor ir direto de GPON, ja que o projeto é um pouco grande, pq sera para atender ate 20mil clientes, ja que vc acha que para projetos de grande porte o GEPON não é viável.
    Dá para colocar a OLT em bridge e gerenciar toda a rede com MikroTik. É até melhor fazer assim quando se usa GEPON, pois os equipamentos para essa tecnologia não costumam ter muitos recursos de gerenciamento ou uma interface intuitiva.

    Eu também estive pensando há algum tempo em fazer assim, com armários por área. O bom é que você pode ter redundância do link que chega no armário, usando várias fibras em rotas diferentes, ou até mesmo rádio como redundância, com RSTP. Deixei um pouco pra lá essa ideia, mas vou estudá-la novamente para ver se é viável. Quando as várias áreas de atendimento não estão próximas umas das outras (há um bairro inteiro entre elas, por exemplo), essa forma de trabalhar é muito boa mesmo.

    Para 20 mil clientes, a única fabricante de GEPON que conheço que tem algo um pouco mais parrudo é a Furukawa. A OLT GEPON deles suporta até 2.048 clientes. Dizem que as OLTs da FiberHome trabalham tanto com GPON quanto GEPON. Não sei se todos modelos tem essa característica, mas se for, você pode ter 8.192 clientes com qualquer uma das tecnologias com a OLT AN5116-06B.

    O fato é que não há mais investimento por parte das fabricantes em GEPON, então dificilmente você vai encontrar OLT suportando 8.192 clientes GEPON, como as de grande porte da maioria das fabricantes suportam em GPON. O resultado disso é que vai precisar de mais OLTs para atender 20 mil clientes, enquanto que com GPON, 2 ou 3 de grande porte devem bastar.

    Mas analise bem. Pode ser que você não tenha a necessidade de ter 2,5Gbps de downstream e os 1,25Gbps do GEPON podem servir, pode ser que uma OLT de grande porte GPON saia mais caro que muitas GEPON juntas (isso aconteceu com todas marcas GPON que analisei), e pode ser que não seja o melhor para sua região de atendimento ficar preso a uma marca: com GEPON pode misturar OLTs e ONUs de várias marcas e há ONUs de até R$200 (ideal se os clientes na sua área de atendimento não quiserem gastar até R$400 com uma ONU GPON), com GPON tem que ser tudo da mesma marca, e as ONUs são bem mais caras.

    A tecnologia empregada vai depender da sua necessidade. Lembrando que GEPON não é ultrapassado, só não é tão difundido no continente americano (e europeu?) como ocorre no asiático. Aqui, ficar preso a uma marca específica é mais popular.



  3. blz, vamos supor, usando um GEPON para 512 assinantes em uma area de 3000 casas, vamos ter que utilizar ai no minimo 6 OLT, ai fica caro demais '-'

  4. Citação Postado originalmente por brunobelas Ver Post
    blz, vamos supor, usando um GEPON para 512 assinantes em uma area de 3000 casas, vamos ter que utilizar ai no minimo 6 OLT, ai fica caro demais '-'
    É... Isso aí sai por uns R$120.000,00 se usar solução GEPON da Cianet.

    Eu te sugeriria os equipamentos GPON da Parks, mas eles só possuem OLT de 8 portas (512 clientes). O custo iria ser um pouco maior que fazer com Cianet.

    Para essa densidade de clientes que você quer atender, tem que ser OLT chassi de grande porte, da FiberHome (comercializado pela WDC), Huawei (Procure a Premiere Telecom), Zhone, etc. O custo tende a ser menor se você usar essas estruturas modulares, com chassi, placas de expansão, etc., quando se trata de grande densidade de clientes.

    Mas você tem que ver aí, que 20.000 habitantes não significa 20.000 assinantes (até mesmo em cidades grandes, como em capitais, duvido muito que um competidor novo vá conseguir isso tudo de clientes sem atender outras cidades também)!
    Minha cidade tem 30.000 habitantes em área urbana, mas segundo o senso do IBGE de 2010, apenas aproximadamente 2000 imóveis com acesso à Internet. Dentro do mesmo imóvel não vai existir mais de 1 assinante de acesso fixo!

    Eu não espero que eu vá tomar todos esses pouco mais de 2000 clientes dos outros provedores, então vou projetar minha rede (equipamentos, cabos, caixas, etc.) para um pouco menos que isso. Se você fez um estudo e viu que pode atender 20.000 imóveis, vá fundo então procurando as OLTs de grande porte que mencionei, caso contrário, cuidado para não gastar mais que o necessário com a rede de atendimento e faltar verba para outras coisas importantes.

  5. Estive fazendo uma divisão de areas aqui, o primeiro bairro que contabilizamos tem aproximadamente 3500 casas, vc acha que deveríamos fazer como, retirar uns 50% de chance de assinante, tipo se temos 3500 colocamos uma margem ai de 1750 possíveis assinantes, ai ja facilita a vida, ainda vamos fazer o levantamento de acesso deles, para ver se a outras operadoras na área, ou se so tem gatonet.

    Vou entrar em contato com alguns distribuidores e ver no que da, ja que temos uma area aproximada de 3km²... logo mais vou postar alguma novidade.






Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L