Página 3 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. O Airmax tem um tipo de CCQ interno, quando tem reflexo ou zona de fresnel nem tão limpa em 200% (Explico adiante) você vê um Airmax Quality ou Airmax Capacity baixo.

    Eu não gosto de Airmax em PtMP porque não dá pra desativar pra testar. Em PTP é comum um Airmax Quality perto de 100%, mas o Capacity logo abaixo está em menos de 50%, e o throughput é pior que com Airmax desativado, em PTP dá pra ativar e desativar pra testar.

    Mas enfim, Airmax quality é um bom mostrador da qualidade do sinal, se ele está bem baixo tipo 50% é porque tem problema físico na rede.


    Sobre a zona de Fresnel de 200%: O que chamamos de "100% da zona de Fresnel" é na verdade a "PRIMEIRA zona de Fresnel", existe a 2ª, 3ª, 4ª e etc. Existe reflexo sempre, mas reflexo que pega num angulo exato de modo que chegue com poucas perdas no destino é quando está num angulo ideal.

    Os softwares pra calculo de PTP mostram uma linha de reflexo as vezes, quando calculam que ela vai gerar incomodo mesmo depois da primeira zona de fresnel, ó o LinkPlanner da Motorola mostrando um:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         d8dc5aca719f2319a442b79929e1c594.jpg
Visualizações:	145
Tamanho: 	16,9 KB
ID:      	59459

    Aqui tem outra:
    https://under-linux.org/attachment.p...6&d=1268599698

    O RadioMobile mostra isso também. O LinkCalc da Ligo/Intelbras não mostra mas ele mostra sinal mais baixo quando a zona de fresnel não está totalmente limpa.

    Em ambiente urbano não se calcula isso, porque nos mapas de satélite não aparecem telhados de casas e empresas, nem precisa calcular, só precisa lembrar que isso existe. Na duvida pode apontar a CPE uns 1 ou 3° mais pra cima, pro céu, pra diminuir o ganho do sinal refletido em algo abaixo (Um telhado mais a frente, 5m abaixo digamos). É o famoso "reposicionar a antena", coisa boba tipo centímetros acima ou abaixo no mastro e 1 ou 2° de inclinação pra cima podem ajudar, minimizando o sinal que chega por reflexo.

    Se até fora da zona de fresnel pode ter incomodos, imagina dentro dela!


    Agora sobre as NS trocadas por Airgrid, porque isso? Basestation Airmax é dupla-polarização, usar Airgrid nelas desperdiça demais a capacidade, teria que colocar umas na V e outra na H pra distribuir o "peso", mas o problema é que o radio terá que gastar o dobro do tempo com cada cliente, afinal um MCS4 tem METADE do throughput que MCS12 (E ambos são a mesma modulação 16QAM), o cliente navegando pede um pacote de 3MB pro browser carregar, pra passar o mesmos 3MB o AP vai fazer o dobro de conexões rumo ao Airgrid, que se fosse rumo ao um Nanostation (Loco ou não) por conta da dupla-polarização do NS.

    O grande problema de um monte de Airgrid rumo a setorial dupla-polarização é: Airgrid na vertical transmitindo 40dBm EIRP, o sinal cai 100dBm em menos de 1Km, chega -60dBm no ar. A vertical da setorial vai pegar esse sinal e dar ganho de 20dBi, vai pra -40dBi, até aí ok (Sinal alto demais, é alguém gritando, mas vamos deixar de lado), o problema é que a polarização HORIZONTAL tem 22dBi de isolamento, ela pega esse não em -60dBm, mas em -60 - 22 da rejeição, que dá -82dBm, só que ela ainda tem ganho, de 20dBi, aí o sinal volta pra -62dBm. O MESMO sinal está no ADC da vertical em -40dBm, e no ADC da horizontal como -62dBm, os 2 ADC's vão gastar processamento, o chipset vai ter que processar isso.

    PTP bom é PTP com antena que tem rejeição/isolamento entre polarizações de uns 30 a 35dBm, um sinal de -60dBm na saída da antena (Já com o ganho incluso) numa polarização está em apenas -95dBm na outra, e -95 está abaixo da sensibilidade então nem é legível.

    Ideal é setorial DP com com CPE DP, e setorial singlePol com CPE singlePol. Como o espectro já está bem ocupado, ideal é usar apenas pol. dupla, afinal o throughput por canal de 20MHz é o DOBRO do que com polarização simples (Ou seja, pol. simples desperdiça espectro, que anda escasso, só acho aceitável usar pol. simples na area rural).

    (Ah, reflexo em 100-200% da zona de fresnel ocorre pelo chão mas também pode objetos nas laterais, polariz. vertical sofre MAIS com reflexo no chão, e polariz. horizontal sofre mais com reflexo pelas laterais, um sinal -58/-62 pode indicar que a zona de fresnel na vertical está limpa mas que na horizontal não (Ou pode ser diferença de ganho conforme polarização e canal usado, pra tirar a duvida só vendo com os olhos como está a visada e reposicionar antena).

  2. pra tirar a duvida como você disse que se o airmax tiver ligado e a qualidade do airmax estiver abaixo de 50% pose se problema físico na rede, peguei um cliente que usa nanostation loco m5 com sinal de 51dbm, airmax quality e capacity 99%, noise flor -91%, Tx e RX 130Mbps e o maldito ccq varia entre 59% a 82% isso agora de manha a tarde piora mais, e outra o tx rx dele esta baixo assim porque estou sando 20mhz para teste para ver se melhora e mesmo assim não resolveu nessas condições o que voce acha que ainda pode ser feito?.



  3. 130M é o datarate de MCS15, o maior datarate possível, e ele exige sinal muito bom.

    Testa fixar o Max TX Rate de todos os clientes bem baixo tipo MCS10, isso vai limitar o upload deles a uns 20Mbps (E duvido que venda sequer 2Mbps de upload), ou seja, MCS10 como Max TX Rate nos clientes não é nada restritivo.

    A torre pode ficar com Max TX Rate em MCS12, mas o cliente deve estar abaixo disso, recomendo MCS10 se trabalhar com sinal tipo -50 a -65dBm.

    MCS15 (130M) usa modulação em 64QAM, são 64 pontos no diagrama, é bem fácil essa modulação ter qualidade medíocre em ambiente poluído, testa MCS12 que é um 16QAM, são só 16 pontos, mais difícil ter problemas.

    Com 16QAM um sinal fica bem legível mesmo com SNR pequeno:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Bit_errors_15db_640.png
Visualizações:	129
Tamanho: 	114,7 KB
ID:      	59464
    Com o mesmo SNR um 64QAM tem tantos pontos na constelação que o ponto onde o radio define se o ponto pertence ao quadrante da esquerda ou direita é meio perdido:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         ScreenHunter_008.jpg
Visualizações:	120
Tamanho: 	68,0 KB
ID:      	59465
    Nesse exemplo acima uns pontos estão fora ou na borda de cada quadrante, o radio acaba entendendo que uns pontos são do quadrante A quando na verdade são do B, esse dado é analisado errado e gera a perda do pacote inteiro, precisa reenviar o pacote e então o CCQ não chega a 100%.

    64QAM exige SNR alto tipo 35dB (Enquanto 16QAM exige só 22dB de SNR) porque são mais dados na constelação, precisa uma "definição" maior pro radio conseguir separar direito qual ponto é de qual quadrante. Eu não uso MCS13 a MCS15 com sinal abaixo de -50dBm (Tipo -55dBm).
    (A sensibilidade de MCS15 é -75dBm na maioria dos equiptos, 20dBm de margem daria -55dBm, mas pra 64QAM só ví CCQ de 100% com margem de 25dBm)

  4. rubem fiz o teste que me pediu e melhorou um pouco mais ainda tem cliente com ccq de 82% agora de manha e duvido que não piore a tarde, ja estou ficando sem opções para resolver o problema, da uma olhada no meu spectrum que estou tendo problema.Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         002.jpg
Visualizações:	246
Tamanho: 	674,0 KB
ID:      	59489



  5. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Agora sobre as NS trocadas por Airgrid, porque isso? Basestation Airmax é dupla-polarização, usar Airgrid nelas desperdiça demais a capacidade, teria que colocar umas na V e outra na H pra distribuir o "peso", mas o problema é que o radio terá que gastar o dobro do tempo com cada cliente, afinal um MCS4 tem METADE do throughput que MCS12 (E ambos são a mesma modulação 16QAM), o cliente navegando pede um pacote de 3MB pro browser carregar, pra passar o mesmos 3MB o AP vai fazer o dobro de conexões rumo ao Airgrid, que se fosse rumo ao um Nanostation (Loco ou não) por conta da dupla-polarização do NS.
    Vou testar novamente os NanoStation!
    Posso ter sido infeliz no comentário contra elas. Mas de cada 10 antenas instaladas, só era possível instalar 2 ou 3 Nanos.

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    O grande problema de um monte de Airgrid rumo a setorial dupla-polarização é: Airgrid na vertical transmitindo 40dBm EIRP, o sinal cai 100dBm em menos de 1Km, chega -60dBm no ar. A vertical da setorial vai pegar esse sinal e dar ganho de 20dBi, vai pra -40dBi, até aí ok (Sinal alto demais, é alguém gritando, mas vamos deixar de lado), o problema é que a polarização HORIZONTAL tem 22dBi de isolamento, ela pega esse não em -60dBm, mas em -60 - 22 da rejeição, que dá -82dBm, só que ela ainda tem ganho, de 20dBi, aí o sinal volta pra -62dBm. O MESMO sinal está no ADC da vertical em -40dBm, e no ADC da horizontal como -62dBm, os 2 ADC's vão gastar processamento, o chipset vai ter que processar isso.
    Ou seja, a queda de qualidade pode estar fortemente relacionada ao excesso de processamento! Já que nestes painéis não existem Nanos...






Tópicos Similares

  1. Respostas: 11
    Último Post: 03-01-2011, 06:26
  2. Shell Script !!! Executar comando automático...
    Por Danielvb no fórum Linguagens de Programação
    Respostas: 11
    Último Post: 29-11-2002, 15:48
  3. Logon automático
    Por RodrigoRey no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 11-11-2002, 10:43
  4. Mrtg Rodar Automático
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 17-10-2002, 00:10
  5. proxy automatico
    Por bauer no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 10-05-2002, 19:08

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L