+ Responder ao Tópico

  1. Citação Postado originalmente por Carlosaps Ver Post
    Zucchi Rico.
    Hheauheuahuehauea eu contei a pinga, deixa eu contar o tombo agora:

    Fechei 2 setores com clientes, pedi desculpas, perdi dinheiro. Peguei todos os SXT e UBNT da vida e vendi tudo. Ai comprei Cambium. Atendo poucos clientes com muita qualidade e zero reclamação. Agora que estou respirando vou voltar em um dos bairros... e creio que até o fim do ano outro.

    Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    @Zucchi me explica uma coisa. Você diz q ele não utiliza 802.11, então e um sistema proprietário como o NV2 e airnax? Esse equipamento pode ser comprado com o BNDES?
    O NV2 e o Airmax são os protocolos proprietários de sincronização para tentar resolver ou mitigar os problemas do 802.11 o que claramente não conseguiram visto os problemas batendo na nossa porta ai a quase 1 década...

    O ePMP é um protocolo proprietário que recentemente (Março/Abril) adicionou a compatibilidade do modo "WIFI" para permitir a migração de redes concorrentes. Ele é todo com algoritmos proprietários desenhado para o mercado de operadoras/provedores.

    Infelizmente não é possivel fazer a compra dele via BNDES

  2. Estou muito tentado a investir nessa solução, mas uma coisa e certa, não vale a pena investir para usuários de baixa renda pelo alto custo, que são nossos principais clientes. Estou pensando seriamente em comprar um setor pra uns 30 clientes para Planos a parir de 5Mbps e ver no q vai dar.




  3. Po @Zucchi , que relato mais realista. E exatamente isso que acontece e quando eu reclamo de instabilidade com mikrotik tem gente que nao acredita.
    As vezes ate comentam de forma sutil que precisa entender de canalizacao, frequencia , energia, etc. mas o que vejo e que trocando por outro igual resolve por um tempo. Me parece problema com qualidade de componentes.

    Nao duvido que alguns tenham redes estaveis com radios mikrotik ou ubnt. Mas esta nao e a realidade de muitos. E como voce ja disse em outro topico, so trocou o equipamento. Se fosse na estrutura de energia ou cabos ou canalizacao, o problema se repetiria no cambium.

    E para voces vwerem como o tema e de interesse de muitos, e so olhar no pe da pagina a quantidade de usuarios que ja acessou o topico.
    Pode ter a certeza que os relatos de quem esta usando vai surtir um grande efeito no futuro proximo

  4. Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    Estou muito tentado a investir nessa solução, mas uma coisa e certa, não vale a pena investir para usuários de baixa renda pelo alto custo, que são nossos principais clientes. Estou pensando seriamente em comprar um setor pra uns 30 clientes para Planos a parir de 5Mbps e ver no q vai dar.
    Então... depende um pouco do ponto de vista.

    Se o seu ticket for baixo vai demorar meses para que você realmente tenha aquele retorno (ROI) mas em compensação você não vai ter mais nenhum custo com aquele cliente ao longo dos anos. Nem de reclamação nem de manutenção. É instalar e esquecer. Rede de Telecom se paga ao longo prazo até pq é um serviço ad-eternum ou seja, seu cliente não vai cancelar NUNCA. É igual energia e agua... não tem como o cara cancelar e viver sem. Ele pode até chorar no preço, reduzir o plano, pedir desconto... mas é um serviço que ele não fica sem mais. Acaba compensando pela paz e por você nunca mais ter que pisar lá.

    Estou acompanhando a leitura do tópico sobre o WOW e estou de boca aberta. 1 bilhão de tentativas e o pessoal insistindo e insistindo e querendo que o negócio funcione quando ele NÃO FOI FEITO para o que está sendo usado. Não adianta insistir, brigar, bater cabeça, reclamar... não tem solução. Mas a galera insiste pq custa 180 reais.

    Não estou aqui falando mal da Intelbras de forma alguma. Faço N projetos com as câmeras deles e pago muito pau mas essa parceria com a Ligowave foi um tiro no pé. Muito suporte e pouco retorno. O mesmo falo de UBNT. Pago pau para as câmeras deles, para a linha EdgeMax, Router, Air Fiber (sim...) e para as BaseStation. Mas a linha Airmax sai correndo. A linha AC, sai correndo. Já na Mikrotik eu tenho ODIO hahaha. CCR que trava, 2.000 versões software por ano, resolve um pau aparece outro... ahhh para mim não dá mais não. É muito tempo gasto (que no fim é dinheiro) para arrumar um negócio que não tem concerto. É o que normalmente falamos @1929 "é brincar de telecom". Imagine se uma operadora tem tempo de ficar resolvendo esse tipo de pepino. Se fosse assim eles teriam 130.000 funcionários para cuidar de milhões de clientes rs!

  5. Hoje eu vou escrever, to inspirado.

    Há quem diga ser utopia uma rede estável com Ubiquiti ou Mikrotik, ou seja lá qual for a marca. Eu tenho uma rede 100% NanoStation, e não tenho do que reclamar. Absolutamente NADA. Tenho estabilidade de conexão, latência controlada e tráfego condizente à realidade do equipamento.

    Óbvio, não dá pra explorar o equipamento em uma realidade diferente do que ele foi projetado. Esses rádios são simples, limitados, pra uso doméstico. A Ubiquiti é muito boa em marketing, e fez parecer que os produtos são pau pra toda obra, no mesmo patamar de Motorola, Radwin e outros, e não é. Mikrotik a mesma coisa.

    Meus projetos de ampliação e atualização de infra-esturutra são pautados pela escalabilidade, não por uma necessidade imediata. Velocidade de tráfego mais alta, maior quantidade de usuários por setor instalado, menor influência de interferências externas, menor suscetibilidade a defeitos. Se existir uma solução assim eu vou apostar nela sim. Quem não quer algo melhor para a empresa e para os clientes?

    Sem perder o fio do assunto, um ponto sobre estratégia de negócios: equipamento de uso doméstico é pra cliente de renda mais baixa, com um nível de exigência mais baixo. O contrário também é válido, equipamento de alto nível é destinado a um mercado mais exigente, e que paga por isso. Eu prefiro 10 clientes pagando 59,90 mensal do que 30 clientes que paguem 29,90/mês. Então, a escolha da infra-estrutura é determinada pelo público alvo que você quer atingir. Senão acontece esse loop eterno de troca de equipamento, de marca, de tempo, de dinheiro...

    Agora, sobre a Cambium, continuo afirmando o que escrevi antes: na teoria é uma solução maravilhosa, desenvolvida para redes de telecomunicações aplicadas, de alto nível. O uso prático é sempre mais exigente, e na maioria das vezes desmente o fabricante. Eu compreendo perfeitamente o receio dos amigos empresários em investir em uma reestruturação de infra-estrutura baseada em uma solução de custo alto. Quantos já apostaram milhares de reais e se arrependeram porque não obtiveram os resultados que os fabricantes prometeram?

    Esse segmento é injusto com o empresário, porque parecemos cobaias dos fabricantes. Particularmente, eu não invisto mais antes de comprovar que vale a pena pelas experiências dos outros. Não vale a pena arriscar tempo e dinheiro, até porque não invisto só em internet. Como disse o Felipe, não tenho disponibilidade pra brincar de telecom.







Tópicos Similares

  1. Contribuição - Instalação do Ubuntu [Guia Definitivo]
    Por srdavidsilva no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 28-03-2014, 13:27
  2. Guia basico e definitivo: Autenticacao Squid NCSA.
    Por iknow no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 11-12-2006, 15:21
  3. SpeedTouch USB no Linux - Guia de Instalação e Configuração
    Por Alan F.M.L. no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 0
    Último Post: 12-04-2004, 15:21
  4. guia de instalação do hed hat
    Por goroge no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 02-07-2003, 22:30
  5. Guia Servidor Linux
    Por juniox no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 17-02-2003, 08:44

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L