Página 4 de 48 PrimeiroPrimeiro 123456789 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico

  1. @Maclaud , canalização e frequência é importante sim. Mas creio não ser tudo... Tem coisas que acontecem nestas linhas que critiquei que são inexplicáveis.
    Em ocasiões que reclamei alguns me citaram a questão da energia... para explicar travamentos inexplicáveis. Porque então retira o equipamento problema e coloca outro e o problema some por algum tempo ou até passa dois anos sem incomodar? Se fosse energia não resolveria..

    O Rubem uma vez me citou que problema de energia pode dar problemas em capacitores. Estufa e pronto, lá se vai a eficiência.
    Daí sim acredito... mas não culpo a alimentação.... pois como é alimentado direto por bateria não acho que seja este o problema.
    Está mais para projeto e qualidade do produto a meu ver.

    Os UBNT até que não travam, queimam mesmo...
    Já os MK ficam em cima do muro. Travam e não queimam... Já encontrei rádio que simplesmente para de emitir o SSID e não travou. Entra nele via lan e está lá tudo ativo, mas não sai o SSID. Reinicia e volta ao normal.

    E aí esta linha da Cambium pode ser o diferencial.

    Voltando a canalização e frequencia: vemos seguidamente pessoas aplicando 40mhz para fazer um ptp de 100metros...e ainda para passar 10 ou 20 mega. Que absurdo...
    Usar frequencias liberadas e mesmo assim respeitar o tipo de serviço que é permitido, usar largura de canal suficiente para o que se deseja e não espalhar sinal prá todo lado são coisas que todos deveriam saber e respeitar.
    Por isso que o @AndrioPJ algum tempo atrás abriu um tópico sobre os cuidados da faixa 5.x para que não acontecesse o que acontece em 2.4. No ritmo que a coisa vai não demora muito e o caos também chegará ao 5.x

    Aí novamente a linha da Cambium pode ser o diferencial.


  2.    Publicidade


  3. Acho viável para clientes que querem banda alta, mas para quem tem planos econômicos fica complicado pagar o radio.. não e um exagero o preço, mas observando, sendo em 5.8 também sofrera as referencias que outras marcas.... como falo, para clientes com banda alta acho que vale a pena,pois um nano beam custa 400 pila floxo, e acho que esse cambium é superior..
    ainda acho UBNT mais viável (não falo que qualidade e sim de preço mesmo) para planos ate 2 mb, acima disso, sim, pois quem pode pagar uma mensalidade alta, certamente pode pagar uma instalação mais cara..

    a duvida é, estando a rede cambium e com o protocolo proprietário como fica a latência??? pois tem muito cliente VIP que quer ping baixo para jogos, dai como ficaria???

    não entendi o SEM VISADA que diz na página, e serio isso?? CLARO sendo um cliente com visada OBSTRUÍDA não vai prejudicar os demais???

  4. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    @Zucchi você está se tornando o Robin Wood dos fracos e indefesos... kkkk
    Vontade de testar outras opções com certeza todos tem... mas nem sempre dá para se dar ao luxo de testar e depois encostar nos cantos... sim pois é isso que normalmente acontecia com outros lançamentos.

    Desde que comecei dois lançamentos foram marcantes: Ubiquiti e Mikrotik , mas não demorou muito tempo para que eu formasse uma opinião a respeito. Eles eram só quebra-galho na questão wireless.... Mikrotik com certeza é um bom sistema mas deixa a desejar assim como o Ubiquiti na área de wireless. Dois motivos: por usar 802.11 e por não ter qualidade suficiente para aguentar o tranco...
    é por isso que faz algum tempo que digo: Estamos brincando de provedor com uso de mikrotik e ubiquiti para transmitir sinal.
    Respeito muito aqueles que tem relatos de sucesso. Mas a pergunta é: por quanto tempo? É realmente tranquilo, ou é bom se compararmos com outros radinhos 802.11?
    Se para alguns tem sido considerado muito bom, esta não é a realidade da maioria, senão não veríamos todo dia tópicos sobre problemas...
    Agora neste tópico você mostrou este trabalho de comparação entre UBNT e o ePMP. Este é o tipo de comparação justo.. nas mesmas condições. Pela tabela ficou claro o desempenho....
    E o relato que você faz sobre robustez, e principalmente durabilidade do equipamento deve ser um fator dominante nas escolhas futuras, pois se somarmos o que temos encalhado por substituição e incluindo os que ainda estão em serviço meia-boca, fica evidente que deixamos de ganhar dinheiro se quisermos insistir em equipamentos 802.11

    Outro fator que deve ser muito convincente para todos nós é o fato de poder fornecer bandas mais altas.... Ontem fui fazer um teste usando o velocimetro do "minhaconexão", e um plano de 2mega, atingiu os dois mega e a mensagem de retorno foi que "sua internet pode ser considerada razoável"..
    Já imaginou o impacto que esta mensagem dá na cabeça do consumidor? Nós nos esforçando para fornecer uma banda melhor e o velocimetro considerar razoável? Pode ser até que em comparação com outros serviços seja considerado razoável, mas quando um velocimetro classifica assim fica evidente que o mercado está ávido de mais banda... mesmo que não use...

    Por estas e outras que vejo esta linha da Cambium como a "tábua de salvação" para os provedores. Nem vou lhe desejar sucesso pois já demonstrou que ele já está presente para você. kkkk
    Hahahaha primeiramente muito obrigado @1929, é sempre recompensador receber o carinho e a atenção de vocês

    O que você citou foi a linha de pensamento que construi ao longo dos anos e ao longo de muito sofrimento, perda de dinheiro, de tesão e de dor de cabeça. Vejo diariamente problemas e mais problemas sem solução nas paginas de todos os fóruns. É só ver por exemplo o tópico sobre o CCQ do Intelbrás... pelo amor.

    O fator banda também é psicológico como você disse. O cidadão não usa, mas ele quer poder dizer que tem 100 mega em casa.

    Ontem de madrugada estava falando com um cliente (se ele quiser se identificar, por favor). O enlace dele chegou essa semana e 2 dias atrás fiz a configuração para ele e expliquei rapidamente as diferenças. Exatos 24 horas ele me disse assim "cara, foi o primeiro dia sem reclamação daquele local. Eu já não aguentava mais". Ele tinha neste local 02 PTPs e substitui por 1 PTP só da Cambium e detalhe: APENAS os rádios. Não mexeu em antena ou adicionou uma antena blindada ou algo assim. Desconectou o UBNT e Conectou o Cambium. Vida feliz.

    Quanto ao sucesso está longeeee ainda rs! Temos um longo caminho!

    Abs!

    Citação Postado originalmente por Maclaud Ver Post
    Obrigado @Zucchi pelos relatos de sucesso, vou entrar em contato com a cambium para comprar alguns montar um pop pequeno num setor aqui e analisar a qualidade, se ficar igual seus relatos, vou ampliar pra toda rede aos poucos, hoje uso UBNT, meus problemas são poucos, mas tenho trocado alguns equipamento por conta da durabilidade, mesmo em baixa potencia. Se a media de vida útil desses ePMP for acima de 5 anos já ta bom, sobre a qualidade já não tenho dúvidas. Wireless tem muitos segredos, um deles que considero importante e para muitos o principal é compreender e saber trabalhar com CANALIZAÇÃO E FREQUÊNCIA.
    Assim que possível também irei postando aqui os relatos de como está se comportando em campo. vamos alimentar esse guia e nos ajudar uns aos outros.
    Vamos atrás de coisas boas para nossos provedores, e deixar o mercado ver a importância dos pequenos.

    Se tiver o contato dos representantes aqui no Brasil nos mande por favor!
    @Maclaud, tenho sim:

    www.connectivitatelecom.com.br/epmp

    atendimento@connectivita.com.br

    Citação Postado originalmente por alexsuarezferreira Ver Post
    Acho viável para clientes que querem banda alta, mas para quem tem planos econômicos fica complicado pagar o radio.. não e um exagero o preço, mas observando, sendo em 5.8 também sofrera as referencias que outras marcas.... como falo, para clientes com banda alta acho que vale a pena,pois um nano beam custa 400 pila floxo, e acho que esse cambium é superior..
    ainda acho UBNT mais viável (não falo que qualidade e sim de preço mesmo) para planos ate 2 mb, acima disso, sim, pois quem pode pagar uma mensalidade alta, certamente pode pagar uma instalação mais cara..

    a duvida é, estando a rede cambium e com o protocolo proprietário como fica a latência??? pois tem muito cliente VIP que quer ping baixo para jogos, dai como ficaria???

    não entendi o SEM VISADA que diz na página, e serio isso?? CLARO sendo um cliente com visada OBSTRUÍDA não vai prejudicar os demais???
    Alex, o nLoS que é citado na página do equipamento quer dizer que é "VISADA PARCIALMENTE OBSTRUÍDA" e não TOTALMENTE obstruída. Isso gera uma certa confusão as vezes que é normal.

    Near Line of Sight (parcialmente obstruída)
    Non Line of Sight (completamente obstruída)

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         nlos_diagram.jpg
Visualizações:	109
Tamanho: 	246,8 KB
ID:      	59874

    A latência para o cenário ponto>multiponto fica entre 15ms com trafego baixo>medio e ATÉ 25ms com trafego ALTO isso com 1 ou com 120 clientes em cima do AP. O ePMP entrega para cada CPE um slot de tempo para se comunicar. Nenhum outro equipamento em frequência aberta consegue fazer isso com essa quantidade de clientes.

    Em relação a latência tem que existir um trabalho de ensino ao cliente. Exemplo: Eu sou um gamer fanático desde pequeno. Tenho tudo em casa. Wii, XBOX, PC com 2 VGAS em SLI, 16GB de memoria e 250mbps de internet. Se eu for jogar em servidor EUA - 200 de ping. Em servidor Europeu, 400 de ping. Em outros países como Coreia do Sul, Rússia ou Japão fica impossível.

    O meio de transmissão sem sombra de duvidas é importante, porém, a qualidade da conexão que você entrega ao seu cliente e onde está o servidor que ele quer jogar é maior ainda. De nada adianta por exemplo fazer um NAT sobre NAT sobre NAT e esperar uma latência baixa.

  5. alguem conhece algum wifi FDD? logo todos usam TDD, exceto airfiber e radios de FDD

  6. Zuchi quantos clientes a 25mb suporta um epmp.


  7.    Publicidade




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L