+ Responder ao Tópico



  1. Tem pessoas que preferem utilizar o aterramento da torre ou para-raio conectado á rede elétrica, mas e se tiver problema na concessionária? O neutro do seu sistema vai alimentar a concessionária podendo complicar ainda mais.

  2. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Você deve estar se referindo ao "poder das pontas" . Captor Franklin utiliza este princípio.
    Mas neste caso do desenho, não tenho certeza para concordar ou discordar.

    O que sei é que é importante que seja medido com o terrômetro... daí não havendo diferença de potencial, a descarga induzida vai direto para o solo. Caso a resistência seja maior na ponta no solo, pouco vai resolver, vai queimar seja para cima ou para baixo imagino eu.
    As vezes se usa o multímetro mas a precisão não é a mesma.

    O problema é que a grande maioria de nós (incluindo eu) não temos terrômetro para conferir nas inspeções periódicas.
    Fala velho 1929, sempre presente nos topicos.

    Muita coisa vai se adquirindo experiencia com troca de informações, referente ao desenho, ninguém é claro na informação especialmente engenheiros elétricos, vão informar apenas que necessita de aterramento no equipamento (eles atuam de forma abrangente e não somente com telecom), essa informação obtive com técnicos de empresas que atuam com instalação de antenas para operadoras de telefonia celular, observe que todo o cabeamento é voltado para baixo (nunca sobe), este questionamento me surgiu após ver alguns rádios sendo trocados apos tempestade nas torres da OI (se não me engano).

    Uma boa referencia no lugar do terrômetro caso não tenha, se você pegar uma lampada ligar um polo no positivo e outra no chão vai funcionar, correto, mas não quer dizer que o aterramento esteja adequado, se fizer o mesmo teste com um motor nem se quer ela vai ligar, para referencia, o aterramento vai estar próximo ao adequado quando ligar um motor, se possivel testar com motores que consomem muitos Watts, se estiver funcionando adequadamente o aparelho quer dizer que o terra esta com boa condução, outro teste é fazer um curto com lampada na ponta, ela não pode queimar, etc, etc...

    Em hipotese alguma pode haver malhas de aterramento diferentes, exceto para o que vem da concessionaria, mesmo não conectado a descarga elétrica pode sair pelo outro aterramento e ao invés de ir ao terra subir para o torre de queimar tudo.


    Citação Postado originalmente por Nilton Nakao Ver Post
    Tem pessoas que preferem utilizar o aterramento da torre ou para-raio conectado á rede elétrica, mas e se tiver problema na concessionária? O neutro do seu sistema vai alimentar a concessionária podendo complicar ainda mais.
    Aqui temos 24 torres, sendo 5 nos pontos mais altos de toda a região, sempre foi muito raro mesmo antes de reestruturarmos as torres ter queima por raio, nossos problemas sempre foram com descarga vindo da concessionária, antes como muitos aqui, o terra era ligado ao da concessionaria, o que ocorre, a rede da concessionaria é muito extensa e a descarga por ser muito forte acaba passando para esta rede, dai vem o problema, em grandes centros urbanos não tem problemas deste tipo, automaticamente o numero de imoveis acaba ajudando fazendo o terra, interior ou regiões com poucas casas a coisa muda.

    Recomendo a todos que tiverem oportunidade, acompanhe a instalação de uma torre de telefonia celular, vão compreender que para elas a energia da concessionária também é critica.



  3. Citação Postado originalmente por LinkDedicado-BRASIL Ver Post
    Fala velho 1929, sempre presente nos topicos.
    Verdade companheiro, é na troca de informações que vamos polindo o entendimento, já que os engenheiros (alguns) ficam na moita.

    E o forum sempre trás alguma ajuda...

    Esta área de aterramento é tão crítica que tem algumas empresas que trabalham só com isso.

  4. A nossa rede eletrica da torre que me referi no início do típico após o padrão ela corre cerca de 230 metros morro acima até chegar na torre, seria então interessante eu fazer um aterramento da rede no último poste que fica a uns 25 metros da torre aí já aterrava, colocava DPS disjuntor, seria melhor dq fazer dentro do rack né



  5. Esse cabo que faz tipo "descida" é conhecida também como "pingadeira" e se prestar atenção pode verificar que é usado pelas concessionárias de energia, teles, TV a cabo etc. que tem duas finalidades principais: possível manutenção por precisar cortar o cabo, não entrar água no interior(eletroduto, imóvel ou cabo/fio) e por experiencia fita de alta fusão ou fita isolante não evita entrada de água nas emendas. Muitos usam lampadas economicas no balizamento da torre, e eu não recomendo por serem indutivas, consequentemente capacitivas além de gerar um certo ruído. Eu gosto de usar transformadores isolados( entrada 127 ou 230 com saída em 127 ou 230) ou no-breaks isolados ou também estabilizador isolado.






Tópicos Similares

  1. Guia de aterramento prático
    Por Magal no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 03-12-2008, 09:32
  2. Mais sobre aterramento elétrico (iniciantes)
    Por Magal no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 01-12-2008, 23:57
  3. A importância do aterramento
    Por Magal no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 15-10-2008, 13:59
  4. Aterramento em clientes
    Por redewpf no fórum Redes
    Respostas: 6
    Último Post: 12-08-2008, 12:30
  5. Aterramento
    Por niltonpess no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 5
    Último Post: 28-11-2007, 11:16

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L