Página 3 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Ah, mas aí é só nome mesmo.

    Não confundir o nome com a linha Trabalhista de uns partidos. O trabalhismo no brasil é representado pelo PDT, é mais forte nalguns cantos da Europa, mas não tem nada a ver com o PT.

    Se for por linha, o PT devia ser PSMNI, Partido Sindicalista do Marxismo não-Intencional, porque ele namora pouco com o trabalhismo, é mais adepto do sindicalismo mesmo, e apesar de negar ser Marxista intencionalmente, é sim.

    O PT foi fundado no embalo da social democracia, mixou social democracia com sindicalismo como os partidos trabalhistas fazem, mas parou por aí, criticou logo cedo umas posturas trabalhistas e sociais democraticas, e uns revisionismos socialistas, então é meio complicado rotular ele porque ele mudou desde 80, ultimamente por conta da briguinha política com o PSDB ele se declara crítico à social democracia e seus reformismos, mas... essa postura deve ter uns 10 anos no máximo, no fundo ambos são farinha do mesmo saco (A social-democracia foi taxada faz décadas como terceira via (Entre socialismo e capitalismo), mas uns asnos entenderam que ele seria a ÚNICA via, por isso você tem no MUNDO tanto trabalhistas como sociais democratas desde a extrema esquerda até a extrema direita, tem essas 2 correntes misturadas com Marxismo (No brasil), com Verdes na Europa, com troskistas no leste europeu, e por aí vai.

    O PT tentou se fechar em sí mesmo pra não parecer social-democrata (Porque boa parte dos seus membros é desinformado e acredita que a sigla diz o que o partido é) e perdeu a identidade, virou um culto de Lulismo, qualquer coisa em torno dessa figura analfabeto-funcional vale.

    O problema maior no PT a meu ver não é a social democracia (Que eu odeio), é essa babaquice de criança criada em carpete de cidade grande do SINDICALISMO. Isso só existe no mundinho minúsculo de uns idiotas que nunca saíram das suas capitais, só funciona no berço do PT nas grandes empresas ao redor das caítais, no resto do país não faz sentido.

    Exemplo de um sindicalismo idiota que não funciona: Sinteps, os sindicatos de professores de redes estaduais. Cada estado tem o seu, é um poço de marxismo e filosofias de extrema esquerda (Leia-se MST!), olha a zona de desigualdade que os espertos criam no país com suas greves e revindicações:
    Anexo 60777


    É um tipo de sindicato que PRECISA ser regional (Já que falamos de redes estaduais de ensino), mas eles não conseguem equalizar nada, nos estados onde há bom salário e carga horária perene não são os estados com mais greves, e não necessariamente isso foi implantado em governo do PT (Exceto MS), isso no fim das contas dependendo muito mais de disposição política do que da "luta" desse sindicatinho marxista (E é assim que eles definem o que fazem, luta e enfrentamento, se isso não é implantar política de ódio, não sei o que é. Eles não falam em negociação, é luta e enfrentamento mesmo, tipo o que o MST faz, e depois a esquerda é VÍTIMA do ódio né...).

    Pra 90% da população o sindicalismo não tem nem meia utilidade, haveria motivo pra sindicalização nacional de cada setor? Não porque o brasil é continental, em alguma coisa do tamanho de uma ervilha tipo Alemanha Oriental, Coreia do Norte ou Cuba isso talvez funcione, mas o brasil é grande demais, tem muitas diferenças nos produtos e serviços em 400 ou 500Km de distancia, que dirá nos 3,6 mil Km pra atravessar o brasil, precisaria um sindicato por cidade por setor, seria um GIGANTESCO cabide de empregos, angariando benefícios excelentes tipo 1% de desconto nas 2 farmácias conveniadas e etc, tudo isso pela bagatela de 1 dia de trabalho descontado em folha por ano.

    Em paisecos minúsculos tudo funciona, a Islândia está a ponto de chegar num tipo de socialismo com padronização salarial e cia, mas... o país chegou num nível de a polícia nem disparar arma por anos, de ter ZERO crimes violentos em décadas, num nível de informação por parte da população (Que não se alcança assistindo futebol ou novela) a ponto de promover prisões de políticos e banqueiros corruptos sem depredar nada, sem saquear comércio, enfim, é um nível de civilidade tão alto que eles podem pensar seriamente em adotar políticas socialistas daqui pra frente. Mas... aplicar essas políticas em países cheios de analfabetos e com tantos criminosos (Acho que 0,1% do brasil está na cadeia, inocentes não são, são é elementos sem ética mesmo) é impossível, vira a Coreia do Norte mesmo, só com extremo autoritarismo pra controlar as massas semi-analfabetas e ignorantes, medo aliado a políticas assistenciais de fachada (Dá sustento básico pra não morrer de fome, sem compromisso de dar formação ou algo pra mudar a situação a longo prazo), isso funcionou enquanto a Russia e Cuba tinham dinheiro, quando acaba o dinheiro público isso cai. A China tem esse socialismo de mercado, é mais capitalista que partes do leste europeu, e enquanto ela tiver esses crescimentos de 4 a 10% ela vai bem, dia que ela deixar de ter 600 milhões de analfabetos funcionais ela cai, enquanto o pobre está iludido ele mantém o governo, mas quando a ilusão acaba (No brasil está acabando) não tem "Lula 2018" que salve uma reeleição.

    (E o duro é isso, o Lula disse que "se for preciso" ele se candidata em 2018 só pra enfrentar a oposição, ou seja, só por birra! Não falou em prosseguir governo, falou em simplesmente fazer birra nas eleições, tipo criança imbecil que chora no supermercado porque não ganhou o doce que queria. Bem coisa de trabalhador essa postura (Só se for de trabalhados sindicalizado e mimado esse negócio de greve por não ter o aumento que quer. Trabalhador que tem cérebro no lugar se forma e se informa, troca de emprego pra conseguir salário menor, mas... sindicatos incentivas a ignorância, fazem campos de futebol e churrasqueias mas NUNCA fazem uma biblioteca, arranjam descontos em lojas de esportes mas não em faculdades ou livrarias, se isso não é incentivar a futilidade, e desincentivar a informação, não sei o que é)
    Ótima texto cara Quando tiver no PC te dou uma estrela

  2. Rubem é cara mesmo kkk.
    Sempre pensei assim.
    Mesmo na época lá de moleque nunca pensei que reformas vindas de sindicatos eram significativas e trariam algum retorno positivo.
    Cada um busca o seu.Mas sempre se focam em coisas que os fazem ficar menores.Nada que os façam evoluir.
    Com relação ao socialismo só pela força mesmo rs.
    Como falo com amigos.As pessoas só sabem reclamar na porta do bar rs..
    Com relação a situação do PT em si penso que eles deram muito mole.Eles poderiam tiveram a oportunidade de ser os salvadores do Brasil.
    Tiveram a oportunidade de fazer varias reformas significativas para o pais,o momento era favorável mas deixaram de lado e preferiram cair na natureza política brasileira de empurrar p depois.



  3. No passado tínhamos a dificuldade da distância mas hoje temos a tecnologia.
    Podemos ter categorias unificadas,imposto único,todos os funcionários e instituições serem federais etc.Nada de fazer divisões de estados e municípios.
    Ex:já pensou um colégio pequeno do interior pedir algum recurso direto a Brasília.

  4. Essa decepção com o PT acho que é geral.

    Engraçado que em 2002 havia o MEDO do PT, tanto que teve aquela carta do Lula pra acalmar o mercado (Porque a impressão era de uma guinada radical pra esquerda), pra quem não lembra:
    http://noticias.uol.com.br/inter/reu...t27u27443.jhtm
    Foi nessa época que o dolar chegou a R$ 4 (Numa época que o salário mínimo estava uns R$ 200), tudo medo das besteiras que o Lula poderia fazer.

    Não fez grandes besteiras.
    Não fez nada na verdade... e o medo virou decepção de não terem feito nada.


    Agora sobre a parte de carga tributária unificada, tem o problema da implantação, o processo e não o fim último é que pode ser uma tragédia.
    Na Revista Época de amanhã ( Ja temos a versão digital :P Azar de quem vive de papel ainda, só vai ver ela amanhã ou 2ª-feira) tem uma reportagem sobre a unificação do PIS e Cofins, que já são cobrados juntos nas contas mesmo, nos moldes do projeto de unificação a previsão é de um aumento de 50 bilhões ao ano na tributação, e naturalmente aumento em carga tributária vira corte de gastos tipo diminuir empregados e fazer o mínimo possível (Não fazer brindes fim de ano, não trocar letreiro, não repintar prédio, não trocar frota, tudo é dinheiro que deixa de circular 2 vezes, pela carga tributária que deixa de circular e pelo freio que o comércio e industria dá ao se reorganizar pra absorver o aumento do pequeno gasto).

    Eu particularmente vejo muitos problemas devido ao tamanho do país, por isso acho mais útil diminuir o poder federal e aumentar as instituições estaduais. Eu vivo num estado muito afetado pelo ICMS (17%, contra 8% em outros), como a produção agrícola é grande há ICMS sobrando a ponto de precisar fazer alguns programas de "retorno" de ICMS. Assim como SP teve sempre maior crescimento que outros estados devido a industria, outros estados podem crescer mais se focarem mais em agronegócio, em turismo, em extrativismo, em industrias, mas isso deve ser decisão local baseada em zoneamento bem detalhado, acho que esse detalhismo não funciona com órgãos federais (Aqui os órgãos federais são bem problemáticos, os maiores desperdícios que vejo são neles, carro oficial viajando 10.000Km por mês levando funcionários em pleno 2015 como se não existisse internet, entre outros desperdícios).

    Engraçado que as sec. de educação já entregam computadores em várias escolas (Aqui até pra uns professores!), já pagam fortunas em conexões de internet (Aqui é LINK DEDICADO!) em escolas, tá tudo PRONTO pra um sistema de prestação de contas bem detalhado, mas... a transparência com gastos na educação é quase nula, o pouco que você consegue é saber sobre a alimentação quando as prefeituras tem essa incumbencia, mas sobre os gastos gerais das escolas, ou mesmo ver necessidades, isso não existe, transparência zero e não falta absolutamente nada em matéria de tecnologia ou tempo pra implantar essa transparência.

    (Alias, tem uns colégios me devendo, não querem fazer licitação ou fazem tudo errado aí tem que fazer tudo "por fora", levam meses pra levantar dinheiro e vão usando o dinheiro daqui pra tapar o buraco dalí, na parte de TI é tudo falta de planejamento e não de dinheiro, as licitações funcionam se forem bem feitas, mas... fazem descrições escrotas, trocam micros toda hora, não cuidam direito, esperam ter problemas pra só então licitar manutenção, tem que fazer maracutaia não porque o sistema não funciona, mas porque os próprios funcionários públicos não souberam planejar nada com antecipação (E na hora de fazer concurso ou entregar currículo todos se dizem aptos pro emprego, depois de conquistado o cargo é quenem casamento, relaxam e não fazem mais nada direito)



  5. Então Rubem, o que falta pelo país a fora é isto mesmo, gerenciamento do dinheiro público...
    A grande maioria dos administradores não tem o preparo necessário, e quando tem não conseguem montar uma boa equipe...
    Isso a nível municipal já é problema, agora imaginem a nível nacional, como deve se multiplicar o desperdício...

    O Brasil é lindo de se falar sobre ele quando se refere as características do seu povo.
    Mas como Estado, estamos num patamar subdesenvolvido... Seria pelo seu próprio tamanho? Talvez...

    Vivemos num sistema federativo, mas isso só no título. Cada ente federado precisa pedir a benção ao poder central se não não vai adiante.
    Vejam o caso do RS. O Estado está quebrado, os problemas não são de hoje, vem se arrastando ao longo dos anos.
    Para piorar as coisas, na última administração também foi pintado um quadro de euforia...que passou após o momento eleitoral...tanto que o antigo governador que foi meu colega de aula no 2º grau "bandidamente" conseguiu passar alguns aumentos que só comprometeram mais ainda a folha.
    Logo em janeiro quando o Sartori assumiu ele botou a boca no trombone, e já avisou que não ia ter dinheiro para governar....
    8 meses se passaram e o funcionalismo quer ver a caveira dele....por isso que eu digo que o grande mal de todo administrador é a folha de pagamento. Se pagar em dia é um excelente, caso contrário é o próprio diabo.
    o Rio Grande não sai sozinho do buraco.... Agora o RS entra no Supremo contra os contratos com a União, contratos leoninos todos nós sabemos... A União já na metade do mês fez um bloqueio das contas do Estado até tirar sua parte em uma parcela a receber por conta desses contratos. E ameça intensificar esta política endurecida. Enquanto que nos últimos anos vimos vários processos de anulação de empréstimos que o país fez a outros co-irmãos africanos e cubanos. Vários desses países tiveram sua conta zerada.. enquanto aqui dentro a lei do facão está pegando.

    E o mais gozado nisso é que a União também deve para os estados, mas só paga quando quiser e os estados não podem bloquear as contas da União...

    O que dizer da Lei Kandir? Os Estados estão ficando no prejuízo e de mãos amarradas. O que dizer dos repasses para os programas de educação e saúde que também atrasam para os estados?

    Por outro lado, Minas Gerais tem um comprometimento de 110% da arrecadação com a folha de pagamentos, segundo notícias que circularam no início do ano. Mas até hoje não quebrou. Como não quebrou? Está tecnicamente quebrado... mas lá a corrente partidária é afinada com o Planalto... deve ser isso que segura a barra...

    Porque comento isso? Vejo o sistema federativo como está no Brasil, condenado ao fracasso.... O que une o país é a brasilidade. Mas os interesses regionais, as diferenças culturais e muitos outros fatores acabam se tornando bairristas e isso pode levar a movimentos separatistas. Logicamente que nenhum movimento desses vai vingar, mas serve para os administradores refletirem sobre o real significado de Federação.

    E se fossemos afundo em Transparência, uma única vez que visitei o Portal da Transparência, fiquei decepcionado pela dificuldade de entrar informações claras.

    Mas para eles tudo isso é balela...






Tópicos Similares

  1. Respostas: 1
    Último Post: 19-06-2009, 07:56
  2. Dividir um link de 4MBS em dois servers com HTB
    Por Michael no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 04-08-2006, 04:46
  3. dividir redes cada uma com um link
    Por douglassantos no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 7
    Último Post: 15-07-2006, 19:53
  4. dividir a rede de acordo com MAC usando DHCP
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 7
    Último Post: 16-10-2004, 12:28
  5. Problema com programa do governo VALIDAR 9.2.2
    Por aspenbr no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 03-05-2004, 09:55

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L