Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Optar pela rede cabeada pode ser uma alternativa para baratear os custos para os clientes residenciais. O material é bem mais barato do que os da rede com rádios 5.8.
    Podes também investir no âmbito empresarial, pois muitas empresas precisam de segunda conexão de internet ou mesmo links dedicados, o que certamente é bem mais caro com as outras operadoras. Para trabalhar com rádios para esse tipo de cliente é certo de ter menos gasto com manutenção e ter um retorno maior.

  2. Simplesmente não dá para concorrer na minha opinião. Quando o cliente escuta falar em "fibra" os olhos deles brilham e já era...

    Convenhamos... a VIVO acertou em cheio no marketing dela e o serviço é MUITO, MUITO bom. (Tenho em casa faz quase 2 anos e NUNCA tive 1 problema).



  3. Então é simplesmente sentar e chorar? Nenhuma solução sem fio mesmo importada que chegue perto?
    Pq onde tiver um PTT proximo vai chegar vivo fibra e nenhum provedor pequeno, por mais que seja estruturado, terá como concorrer.

  4. Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    Então é simplesmente sentar e chorar? Nenhuma solução sem fio mesmo importada que chegue perto?
    Pq onde tiver um PTT proximo vai chegar vivo fibra e nenhum provedor pequeno, por mais que seja estruturado, terá como concorrer.
    Eu cheguei a esta triste conclusão. Quem já está estabelecido no mercado e que já virou a fibra consegue concorrer. No rádio não mais. Vai sobrar apenas os bairros que as operadoras não quiserem vulgo, de menor renda e mais distantes.

    Os centros e imediações já era.

    Quem for novo e quiser entrar tem que entrar com algo no estilo do Google. 1gbps para arrebentar.

    Lógico que fiz uma analogia exagerada mas o que quis dizer é que tem que entrar com rede fibra. Lá fora se fala do Wimax 2.0 ou algo assim... mas até onde sei não saiu do papel. Não existe tecnologia sem fio que bate de frente com a fibra para o nosso bolso e nosso mercado... (nem vamos entrar na legislação, homologação, anatel, etc...)



  5. Então é o mesmo que dizer que não terá mais provedor pequeno nas capitais. Pq mesmo que o provedor passe fibra é impossível vender 100M no mesmo preço da vivo. Lógico que provedores pequenos/médios que tiverem seu faturamento na casa do milhões vão conseguir.

    Citação Postado originalmente por Zucchi Ver Post
    Eu cheguei a esta triste conclusão. Quem já está estabelecido no mercado e que já virou a fibra consegue concorrer. No rádio não mais. Vai sobrar apenas os bairros que as operadoras não quiserem vulgo, de menor renda e mais distantes.

    Os centros e imediações já era.

    Quem for novo e quiser entrar tem que entrar com algo no estilo do Google. 1gbps para arrebentar.

    Lógico que fiz uma analogia exagerada mas o que quis dizer é que tem que entrar com rede fibra. Lá fora se fala do Wimax 2.0 ou algo assim... mas até onde sei não saiu do papel. Não existe tecnologia sem fio que bate de frente com a fibra para o nosso bolso e nosso mercado... (nem vamos entrar na legislação, homologação, anatel, etc...)






Tópicos Similares

  1. Futuro dos pequenos provedores via rádio no Brasil?
    Por GilsonBarbosa no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 35
    Último Post: 10-06-2017, 08:40
  2. Respostas: 22
    Último Post: 24-08-2014, 22:48
  3. Respostas: 5
    Último Post: 06-08-2014, 15:13
  4. Respostas: 2
    Último Post: 07-12-2012, 11:16
  5. Liberar IPs para 4 maquinas no mesmo radio
    Por POLACK no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 21-11-2012, 19:14

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L