Página 6 de 7 PrimeiroPrimeiro ... 234567 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Vai cobrar sim!!! em conceito de amortização da obra realizada e manutençao. O que nao pode mais fazer e sair licitando veira de estrada para que uma unica empresa se instale e seja dona da servidão de passagem.

    E a mesma coisa que o uso de postes que sao da companhia eletrica. Eles nao cobram o direito de passagem, cobram a amortização e manutençao da infraestrutura.Dessa forma tiram dinheiro de uma infraestrutura que ja foi paga pela população como sao os postes!!!

  2. Citação Postado originalmente por emilidani Ver Post
    Vai cobrar sim!!! em conceito de amortização da obra realizada e manutençao. O que nao pode mais fazer e sair licitando veira de estrada para que uma unica empresa se instale e seja dona da servidão de passagem.

    E a mesma coisa que o uso de postes que sao da companhia eletrica. Eles nao cobram o direito de passagem, cobram a amortização e manutençao da infraestrutura.Dessa forma tiram dinheiro de uma infraestrutura que ja foi paga pela população como sao os postes!!!
    Ok, então aquelas tabelas divulgadas pelo DNIT são das amortizações? Acho que faz sentido, já que na fórmula deles há uma variável (PRC) que equivale a 12% do capital empregado na faixa de domínio. É uma cobrança sem lógica alguma, mas infelizmente está aí. Em 9 anos uma única empresa paga todos os custos da construção da faixa, mas continua sendo cobrada após isso...

    Bem que estava achando boa de mais minha interpretação, sai mais barato construir uma rede toda dentro de propriedades privadas (ao menos dá para negociar o preço).

    Mas uma empresa se instalar e ser dona da servidão de passagem, como você disse, não é exatamente o que ocorre com as concessionárias de energia nos postes?



  3. Ah não, um custo tipo R$ 1.600 por ano não faz nem cócegas no custo de uma rodovia!

    Só de brita e piche, o asfalto em sí, vai uns R$ 20 por metro quadrado, se for uma pista comum de 7m de largura são 7000m² por Km de asfalto, com esse preço dá R$ 140 mil só pra colocar a última cada!
    Na prática cai um pouco porque o acostamento geralmente tem menos material, mas ainda que considere só 6m de largura (6000m²) ainda são R$ 120 mil por Km.

    Mas você precisa movimentar terra em baixo, erguer pista, dependendo do solo precisa tirar a argila e colocar uns 3m de terra mais firme (Mais cascalho), precisa compactar tudo, o custa pra essa parte varia mais, o piche e brita tem custo fixo mas a base varia conforme o terreno, algo tipo R$ 50 mil (Se já houver uma estrada de terra prévia erguida num solo com muito cascalho) até uns R$ 160 mil. Ou seja, dificil ter custo abaixo de uns R$ 200 mil por Km!

    E no todo, numa estrada longa, terá áreas com aterro mais alto ou mais baixo, tem tubulação pra rio, esses aterros altos perto de rios e corte de morros custa caro tipo R$ 100 mil só pra um aterro de 100m de comprimento com 10m de altura (Ou seja, é um ponto onde o custo sobe pra R$ 1 milhão por Km!).

    Isso sem falar em áreas perto de metrópoles onde tem estacionamento mais largo, pista mais larga, centenas de entradas e saídas, nesses lugares é normal ter custo acima dos R$ 1 milhão por Km!

    E se for fazer uma rodovia nova do zero, abrir mato, aterrar, e etc, mesmo aqui nos planaltos do centro-oeste, sem morros ou grandes aterros em rios, as licitações pra isso passam dos R$ 350 mil por Km.
    (E "passam" muito as vezes, R$ 1 milhão por Km anda comum, R$ 4 milhões foi o mais alto que já ví, mas falo os custos mínimos que vejo aqui perto (Região plana, solo com cascalho, sem necessidade de aterros complexos) pra ter idéia que mesmo o MÍNIMO ainda é extremamente caro, algo tipo 150 a 700 vezes o preço que o Dnit cobraria pelo uso por ano)

    Não conheço bem o custo humano dessas obras, mas o que conheço de engenheiro da área ganha bem, e precisa vários, aí entra os peões, que seja pagando salário mínimo, isso não dá um custo tão gigantesco, o maior custo é em maquinário mesmo, o frete de brita e piche é muito maior que o custo desses materiais, e pro aterro o gasto de diesel pra trazer ou mover terra e compactar é gigante, R$ 30 por hora, e cada Km precisa algo tipo no MÍNIMO 1500h por Km!
    (Já fiz represa, um aterro de 50m, com 4m de altura, sem compactação, só empurrar terra, levou quase 50h, na progressão eu levaria 500h por Km, R$ 15 mil só em diesel! Fora que falamos de maquinário que custa R$ 150 mil a 600 mil cada, que precisa ser levado por prancha pra todo lado, que tem manutenção bem cara (Essa parte conheço bem), como não se trabalha o ano todo (Chuvas!) tem equipto de R$ 600 mil que ao longo da vida trabalhou na construção de menos de 1000Km de asfalto)

    As empreiteiras do ramo não ficam ricas porque é um trabalho muito rentável, é que os custos são tão altos que o cálculo exato é difícil, as licitações sempre dão brechas pra aqueles aumentos de custos posteriores, daí é que vem muito lucro, mas os custos por Km de rodovia são gigantes mesmo.

    E a manutenção posterior também não sai barata, aquele recapeamento posterior cobrindo a pista toda custa mais de R$ 20 por m², aquilo tem mais gente, menos maquinário pesado, mas precisa organizar direitinho, o custo vai pra uns R$ 30 por m² ou até mais, ou seja, pelo menos R$ 180 mil por Km pra recapear! Como tem o custo de levar esses equiptos até o lugar, manter acampamento e veículos de apoio, é fácil ter licitação na casa dos R$ 300 mil por Km pra recapear! Pode ser superfaturamentos nuns casos, mas o custo mínimo se economizasse pra caramba dificilmente seria menor que uns R$ 180 mil por Km, por isso sempre se faz muito tapa-buracos antes de fazer um recapeamento enorme.

    (Um tapa-buracos custa... R$ 30 por m²? Não dá pra calcular assim, porque vai um caminhão com o material, uns peões ajeitando superficialmente, e um rolo pequeno de uns 65cv, é só peão de salário baixo, equipto barato (Caminhão de R$ 180 mil, rolo de R$ 100 mil), buracos esparsos, é fácil ter tapa-buracos de R$ 3 mil por Km (Mas o normal é licitar 3x mais caro, por conta de acampamento e transporte de pessoas e maquinário).

    Se tiver um tapa-buraco barato desse todo ano seu aluguel da fibra pagaria a metade disso, mas... isso funciona só 2 ou 3 vezes, depois já tem que recapear, difícil hoje algo passar 8 anos sem recapeamento, e esse vai pros R$ 300 mil por Km fácil, e 8 anos de R$ 4000 por ano pro DNIT soma R$ 32 mil, mal e mal passa de 10% do custo disso, imagina pagar uma rodovia completa (A média brasileira por Km deve estar nuns R$ 600 ou 700 mil, perto de metropole ou área com muito aterro (Pista alta tipo 10m) vai pros R$ 1,5 milhão!))

  4. Sim, é o que acontece com os postes porem as concessionarias tem obrigação de ceder porem cobram um absurdo em conceito manutençao e amaortização, alem de impor toda uma pratica construtiva que obriga ao recem chegado fazer adequações com as empresas cadastradas por eles, é ai vem a grande mordida.

    Tentar servidao com os proprietarios de lotes, um a um , é quase impossivel. Por esse motivo as Telcos preferem acertar com as rodovias, postes, ferrovias, dutos combustivel, etc.



  5. afinal qual seria o valor de uma fibra aérea??? eu tenho postes de graça, quanto custaria levar fibra 60 km ????






Tópicos Similares

  1. Ajuda para passar Site por fora do proxy
    Por Pedroh no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 30-10-2014, 13:22
  2. Respostas: 41
    Último Post: 28-07-2009, 20:16
  3. Respostas: 18
    Último Post: 12-02-2009, 22:21
  4. Respostas: 1
    Último Post: 19-01-2008, 18:31
  5. Ajuda Para Escolha De Equipamentos Help Por Favor.
    Por leandrosleal no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 06-06-2007, 16:47

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L