Página 2 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. O normal é ter 1 usuário depois de cada CPE.

    30 CPE's conectadas simultaneamente, com seus 30 usuários fazendo uso comum tipo abre página (6 segundos de trráfego), para por 30-40 segundos antes de abrir página denovo. 30 nesse uso, com banda tipo 1 ou 2Mbps liberado por CPE, é tranquilo.

    Tá, que seja ter um desktop e um smartphone em cada CPE, não pesa muito. Smartphone em uso típico tem consumo baixo, firulas tipo WhatsApp não consomem muita banda na maioria dos smartphones (Os videos vem em resolução otimizada tipo 240p na maioria dos aparelhos, coisa tipo 1MB por minuto de vídeo, e raramente tem vídeo tão longo. As imagens não tem resolução alta, e são compactadas pra caramba (Jpeg com 75% de qualidade ou algo assim).

    Usar uma CPE comum pra atender 30 clientes é pedir pra sofrer, pra esse uso precisa fazer um mini-PTP, com equipto dedicado só pra isso, é muito dado pra uma CPE comum plugada num PTMP.

    Se tiver 2 ou 3 clientes numa CPE, a CPE vai ordenar isso pra repassar pro AP do PTMP, pesa bem menos que 2 ou 3 CPE's nesse mesmo AP (Porque cada uma vai transmitir por cima da outra, não vai haver agregação de frames ).

    Não dá pra falar em "X clientes simultaneos" com tanta precisão porque um adolescente gammer com p2p ligado 24x7 consome por 10 ou 15 senhorinhas que só abrem o facebook 30 minutos por dia antes dos olhos ficarem cansados, são perfis muito diferentes, o jeito é falar num usuário doméstico típico que consome 4 ou 5h de internet, que até fica com equipto ligado mais tempo mas só com tráfego mínimo tipo messenger (Whatsapp no smartphone, facebook no desktop/notebook).

    Cliente empresarial também varia, tem os pessoal que acha que a nuvem resolve tudo e tem backup sincronizado o dia todo, consome upload da 8 as 18h, tem o pessoal que usa voip e não precisa alta banda mas precisa ping minúsculo pro voip ser usável, e tem a maioria, que usa só facebook, webmail, e 2 ou 3 páginas comuns abertas, tráfego pequeno.

    Se usar MK pra gerenciar os clientes pode ver o quanto de tráfego agregado cada um somou, cansei de ver coisa tipo fulano consumiu 100MB na semana, ciclano consumiu 700MB na mesma semana, beltrano consumiu 4GB na mesma semana, outro fulano nem conectou a semana toda, outro ciclano consumiu 10GB e agora está consumindo tudo o que pode. Como se tira a média se tem gente que nem conecta e outros que usam tudo o que tem pra usar? Descontar os extremos (Excessões) e tirar a média acho que é o melhor jeito.

    30 CPE's com TRAFEGO, que seja 1Mbps cada, já vai ser demais pra um Rocket como AP, é muita fila pra ela gerenciar. Mas ter 30 clientes (Cada um numa CPE) com planos de 1 a 5Mbps não é tão ruim, porque na prática só pouco mais da metade vai ter um tráfego mínimo, e só 4 ou 5 vão ter tráfego meio alto, é fácil ter trafego total circulando tipo 15 a 20Mbps tendo conectados uns 50 clientes de 1 a 5Mbps num servidor (Ligado em vários AP's), a média de consumo por cliente é baixa.

    Via de regra ou você coloca muitos clientes, ou coloca muita conexão num AP, digamos um Rocket M5 da vida, ou vende 40Mbps (Pra 10 clientes simultaneos) ou vende 40 pacotes de conexão pra usuário comum (Que mal vão consumir 10Mbps). Conforme o perfil dos clientes, e tipo de instalação (CPE de 45° em cima de telhado cheio de reflexo, Airgrid misturado com soluções de dupla polarização, zona de fresnel desrespeitada) é possível ter conexão ruim com números muito menores, não dá pra fazer regra, só falar em média.

  2. Entendi Rubem.

    Mas só para confirmar, quando você cita "30 CPE's com TRAFEGO, que seja 1Mbps cada, já vai ser demais pra um Rocket como AP, é muita fila pra ela gerenciar." Você está se referindo a este Rocket AP fazendo papel de roteador ou de ponte?

    Este meu AP ele está como ponte, ou seja, somente deixa passar o tráfego. PPPoE server, rotas e demais serviços estão atrás dele.



  3. Me referi a cobertura de sinal e não de capacidade!! Sei muito bem que uma basestation com Rocket m5 não aguenta 80 conexões, um exemplo!! Mais o que acontece é que já tenho clientes esperando e então essa é a solução até terminar de vez minha rede!! Quando chegar a 20 Clientes nela, obviamente irei ampliar meu POP..

    Obrigado pelas respostas...

  4. Citação Postado originalmente por Arthur Bernardes Ver Post
    Você não quer atender a cidade toda com apenas uma setorial + rádio né?

    Para começar atendendo alguna clientes que já estão me aguardando sim!! Obviamente que quando chegar a 20 clientes ou mais um pouco, estarei ampliando!! Antes mesmo de chegar aos 20... Obrigado pela resposta amigo!!



  5. Citação Postado originalmente por dmagno Ver Post
    Entendi Rubem.

    Mas só para confirmar, quando você cita "30 CPE's com TRAFEGO, que seja 1Mbps cada, já vai ser demais pra um Rocket como AP, é muita fila pra ela gerenciar." Você está se referindo a este Rocket AP fazendo papel de roteador ou de ponte?

    Este meu AP ele está como ponte, ou seja, somente deixa passar o tráfego. PPPoE server, rotas e demais serviços estão atrás dele.
    Como bridge mesmo não tem tanta capacidade.

    O chipset do Rocket é um AR7240, o mesmo chipset de um monte de radionhos de mesa de R$ 100, modelos que ficam um lixo como AP de uns 20 notebooks a 2,4GHz.

    O problema é que mesmo como bridge o chipset de RF sofre, é um AR9280, é tecnologia de 2007, tem dele em plaquinha mini-pcie de notebook de R$ 1000.
    Essa geração de chipset usa mini-cache de 4 ou 8KB, no estilo FIFO, se tem dado na fila, o primeiro a sair será o primeiro que entrou (First in, first out), é fila indiana comum, sem prioridade, se o AR7240 mandou na ordem "errada" azar. Se comunicar com o AR7240 é tranquilo, é barramento pcie entre eles. O problema é que o RX do chipset também tem esse bus operando com palavras de 32b e mini-cache de 4 ou 8KB, se muito dado chegar (Muita CPE respondendo, seja pacote de sincronia ou pacote do usuário) eles não caberão na fila, os últimos serão descartados (Imagina que o chipset está processando as respostas enquanto os pedidos ainda chegam). Esse chipset manda pro AR7240 tudo que é dado, RSSI, aviso de pacote perdido ou ok, detecções de erros, latência, fora dados dos cabeçalhos de wifi (Que vão além do cabeçalho layer3 de ethernet). Alias, ele informa até o consumo dele mesmo! Ele tem uns 6 passos de consumo, e informa pro AR7240 quanto ele está consumindo, serve pro AR7240 tentar reduzir isso via GPIO quando eles são usados em soluções portáteis tipo notebooks, tablets, ou sistemas embarcados onde precisa economia de energia.

    Enfim, mesmo em bridge o AR9280 trabalha pra caramba quando tem muita gente conectada (Ou muita banda passando). Já o AR7240 fica mais tranquilo em bridge e só trabalha pesado em roteamento, quem faz o roteamento é ele e não o AR9280 (Que sempre será só uma bridge).

    Pro AR9280 trabalhar mais tranquilo não tem jeito, tem que pendurar menos clientes (CPE's), ter instalações caprichadas pra não perder muitos pacotes (O AR9280 informa pro AR7240 que o pacote foi perdido, mas o pacote fica nesse mini-cache de 4 ou 8KB, exceto em TDMA onde a fila é de outra forma e o pacote enviado desocupa o lugar se for grande (Pacote de sincronia e cia não)), instalações sem ruído, sem zona de fresnel meia-boca, sem reflexos de parede, e... não ter muito tráfego pro AR9280 passar também facilita a vida dele.

    Nos Rocket AC se não me engano é um chipset só, já é produto da Atheros fundida na Qualcomm, QCA98xx se não me engano. Mas... mesmo nesses chipsets que tem ambas as funções a coisa internamente é separada, tem os mesmos blocos no diagrama mas ao invez de ter 2 invólucros separados a parte de RF foi trazida pro mesmo chipset que a CPU:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         AIRETOS_AEX-QCA9880-NX_chipset_block_diagram_XB140.png
Visualizações:	52
Tamanho: 	67,3 KB
ID:      	61534


    Ou seja, usar um produto com chipset único desse em bridge de qualquer forma não desafoga a parte de RF, só desafoga a CPU.
    (E as CPU's evoluiram muito, de um Nanostation5 de 150MHz de 2003, pra 720MHz num NanoBeam AC, a coisa melhorou muito, porque cada vez precisa mais capacidade de processamento pros milhares de pacotes pequenos e conexões semi-abertas de hoje (Em 2003 só p2p tinha conexão semi-aberta, hoje toda página na web tem, todo messenger tem, e por aí vai, o uso de banda não cresceu tanto mas o numero de pacotes e conexões por segundo que cada usuário faz cresceu horrores, quem sofre com isso são os chipsets, precisam agregar e desagregar frames, montar pacotes quebrados e as vezes esperar partes perdidas serem reenviadas, ah se tudo fosse simples como um download em instância única a 1Mbps!)
    Última edição por rubem; 30-10-2015 às 00:02.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 48
    Último Post: 28-05-2016, 00:42
  2. Respostas: 0
    Último Post: 29-10-2013, 20:40
  3. Respostas: 7
    Último Post: 07-02-2012, 20:20
  4. Respostas: 15
    Último Post: 25-05-2011, 07:05
  5. DUVIDA PAINEL SETORIAL 120º
    Por maicomrm no fórum Redes
    Respostas: 5
    Último Post: 19-11-2010, 10:51

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L