Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
Os 2 estão exibindo o CCQ de TX.

O TX de um é o RX do outro.

O CCQ do TX A>B é 70%, e no TX de B>A é 96%

Dá pra dizer que o RX de A>B é 96 e o de B>A é 70%.

Mas mesmo em software que exibe CCQ de TX e CCQ de RX existe uma diferença sempre (Exceto coincidências, ou rede perfeito com tudo em 100%).

O problema de saber o CCQ de RX é:
Você não sabe quantos pacotes o outro roteador enviou.
Você, que é o roteador A, só sabe quantos pacotes ENVIOU.
Se o SEU CCQ de TX está em 70%, quer dizer que você está falando baixo demais, o roteador B não está te ouvindo direito.

Se o roteador B fala bem, o sinal chega nítido, você só sabe quantos pacotes você ENTENDEU, quem sabe quantos pacotes enviou é ELE.

Então, não acredite muito no CCQ de RX, ele costuma errar as vezes.

Nesse caso aí parece ocorrer o segunite: O LiteBeam envia, digamos, 100 pacotes, se todos esses pacotes forem respondidos com um "Ok, recebi" isso será um CCQ de 100%, mas o Rocket tem que lidar com vários clientes, e tem gente com sinal péssimo tipo -69dBm, e talvez esse cliente com -66dBm tenha zona de fresnel ruim, enfim, o Rocket tem muito pacote chegando toda hora, ele tem que falar com um monte de gente ao mesmo tempo, por isso uns 30 pacotes desse LiteBeam não saem legíveis pro Rocket, não necessariamente por sinal ruim mas sim por excesso do processamento no chipset de RF do Rocket.

Se só 70 desses 100 pacotes são respondidos com um "Ok" correto, então isso dá um CCQ cliente>torre de 70%.

Já o LiteBeam só tem 1 conexão pra lidar, ele só precisa ouvir 1 rádio, que é o Rocket, ele está o tempo todo prestando atenção APENAS no Rocket.
Então... quase tudo que o Rocket envia o LiteBeam entende e responde o OK.
Se de 100 pacotes o LiteBeam não respondeu só 4, isso é um CCQ de 96%.

(Mas na verdade pode ter perdido o "OK" do LiteBeam pro Rocket! Já que perdeu 30% do pacotes, pode ter perdido 30% dos "OK", ou seja, de qualquer forma pode ser culpa de sobrecarga no Rocket)


Rocket M5 não é um hardware estupendo, é pobre demais comparado a uns roteadores de mesa (Digamos um TP-Link Archer C7), digo, é um hardware pobre pra 2015. O chipset de RF é quem lida com esse monte de sinal baixo DOS OUTROS, ou é ele quem sofre com ruído (Noise floor alto), e o chipset de RF nos Rocket é separado da CPU, é um chipset AR9280 muito comum em vários roteadores de mesa (A CPU é um AR7240, comum até em roteador Intelbras de R$ 120), por isso é complicado ter CCQ de 100% quando UM MÍSERO cliente tem sinal ruim.
(A maçã podre estragando o cesto todo)

Mas isso não é tão ruim.
Se o Rocket não está tendo que reenviar muito pacote, digo, se o CCQ de TX DELE está entre 96 e 100% tá muito bom.
Se o cliente tem que ficar reenviando pacote, AZAR O DELE! O cliente só tem 1 pessoa pra falar, ele pode reenviar, resolicitar, esperar a vez.

O Rocket tem muita gente pra lidar, ele não pode parar tudo pra ouvir só 1 cliente, deixa os pacotes cliente>torre com CCQ ruim tipo 80 a 90% que não tem muito problema.

(Mas 70% acho ruim, ou é culpa desse vizinho com -69dBm, ou tem zona de fresnel ruim, ou mesmo o canal está em uso na vizinhança do cliente mas está limpo na vizinhança da torre)

Enfim, o cliente não tem sentimentos, ele não fica magoado se o Rocket não escuta ele e precisa repetir 2 vezes até ser ouvido, sua rede não está ruim do jeito que está.
Muito legal essa sua explicação, muitas coisa fico mais clara agora

Sent from my XT1068 using UnderLinux mobile app