+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Talking Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    Estou querendo fazer a seguinte ligação

    Acrescentar um carregador auxiliar para uma fonte no-break utilizando um painel solar

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Painel.jpg
Visualizações:	278
Tamanho: 	50,5 KB
ID:      	62637

    Utilizo a fonte no-break da volt full power 200w sem tempo de comutação, preciso fazer essa ligação afim de garantir que a bateria sempre esteja recebendo carga mesmo na falta de energia ( que nesse pop quando falta fica 4 dias sem energia)

    O técnico da volt me falou que funciona perfeitamente e que não vou ter problemas, mais quero a opinião do pessoal do forum

    Funciona mesmo ou isso vai da problema na bateria fonte no-break etc.. lembrando que tanto a fonte no-break como o controlador de carga são flutuantes e ambos de 24 volts

    eae o que me dissem ?

  2. #2

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    Aparentemente está tudo certo.



  3. #3

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    Se já vai gastar com painel solar já passe tudo para o solar a proteção é bem maior e não tem custo mensal:

  4. #4

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    Vale a pena investir em painel solar onde se tem energia eletrica disponivel? Qual o custo de um painel deste?



  5. #5

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    funciona sim isto ai.. mais eu prefiro investir em paineis, 0% de gasto menssal, e dor de cabeça quase nula tenho pop ligado a 150 dias sem problemas, oque acontece é travar os equipamento na trovoada o maximo, quando tem muito raios proximos, e trocar fusivel, mais o resto nada.. qual teu consumo colega , quanto radios rb etc

  6. #6

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    cara, então eu uso painel solar junto com fonte nobreak , porem meu esquema de ligação só deu certo ligando os equipamentos no controlador de carga e a fonte nobreak as baterias,
    Veja que a fonte não utiliza a carga das baterias para alimentar os equipamentos enquanto ela estiver tendo carga AC, na sua entrada de alimentação, com isso você ligar um painel solar para carregar as baterias ele só vai trabalhar quando faltar energia da concessionaria, ou seja umas 5 horas mensais, então seu ganho vai ser insignificante,
    Porem se você ligar todos os seus equipamentos no controlador de carga do painel solar, os equipamentos serão alimentados pelo painel solar, e se faltar carga nas baterias durante a noite ou dias nublados, a fonte ira carregar as baterias.
    espero ter ajudado obrigado.



  7. #7

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    Se é pelo medo das baterias descarregarem demais toda noite (E bateria que é descarregada até 50% todo dia realmente dura pouco, acho que menos de 2 anos), coloca um timer no nobreak DC pra ele ser ligado toda noite.

    Um timer mecânico de 24h, desse:
    http://www.fermaquinas.com.br/ferram...alogico-bivolt
    Pode por pra ficar desligado de dia, e de noite ligar as 19h, e desligar as 5h, algo assim.
    (E se ficar muito nublado um dia, tem um botão do lado do timer que liga a tomada direto)


    Se tivesse uma fonte de, digamos, 16V, paralelo aos painéis solares (Na entrada do controlador), e fosse fonte chaveada, aí sim ocorreria de, com sol nos painéis, o consumo vir mais dos painéis, já que com sol forte e corrente nem tão alta eles chegam fácil a mais de 16V (E o consumo sai sempre de quem tem a maior tensão), mas ainda não é um balanceamento perfeito.


    Bateria estacionária só dura se fizer no máximo uns 20% de descarga por dia (Deixar com 80% de carga), se fizer algo pra ativar carregador AC somente hora que a bateria cair pra, digamos, 11,5 ou 12V, vai matar a bateria em menos de 500 ciclos (Que seria menos de 500 dias), é só ver o numero de ciclos na ficha técnica da bateria:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Baterias_Freedom_Ciclos_de_Vida_02.jpg
Visualizações:	101
Tamanho: 	104,3 KB
ID:      	62641

    Então nada de deixar a bateria descarregar pra então recarregar, use timer pra voltar a carga no máximo quando tiver consumido 10 ou 20% da bateria.

    (Se for sistema gastador onde a bateria dura só 3 ou 4 horas, esqueça isso, terá que fazer outro sistema com rele e cia, isso só funciona bem onde a bateria aguenta o consumo dos equiptos por, pelo menos, umas 10h)

  8. #8

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    vou fazer assim entao, ligar tudo no painel solar,
    porem quero um carregador auxilar pra manter as baterias sempre carregadas,

    quero que elas durem uns 6 anos, ate mesmo pq sao somente de 60 AH ( segura o pop por 35horas), nao quero usar time pois vejo que e mais um ponto de falha, quero botar um carregador que fique carregando direto mesmo, tenho aqui comigo um carregador flach 24v 5 amp flutuante, sei que ele consume muito mais isso nao me atrapalha


    colocando o carregador flach direto nas baterias funciona correto ? uma vez que vai esta ligado o controlador+carregador flach nessas baterias ambos flutuante.

    ou entao outra coisa que voces me recomendar que seja eficiente e que nao der problemas, quero esquecer essa torre.

    so pra ajudar, meu consumo em AH nessa torre e de 1,50AH 24v com todos os radios ligado



  9. #9

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    Pra durar 6 anos um carregador comum não serve, precisa carregador muito inteligente, que faça compensação conforme temperatura, que no fim de cada carga dê um sobretensão pra equalizar baterias, mas também precisa umas questões no ambiente, tipo temperatura perene (Nada de 20°C de noite e 40°C de tarde, aí sulfata tudo), e usar bateria muito boa (As Freedom não dá, teria que ser Moura Clean Slim daquela alta, e posicionar uma afastada da outra pra ventilar).

    Fora que carregador Flach usa transformador, se deixar isso ligado 24x7 o péssimo rendimento do transformador vai desperdiçar duzias de watts a mais que uma fonte chaveada.

    Esquece essas fontes pro mercado babaca de som automotivo, são produtos pra agradar os analfabetos que gostam de som alto, não são produtos pra uso contínuo (O fato de usar transformador é comum em fontes baratas, eles até tem umas fontes chaveadas, mas são mais caras que carregadores de gente grande, tipo Xantrex).


    Com esse carregador, fora o gasto de energia, sinceramente duvido que passe muito dos 3 anos. Sem uma equalização periódica é bem difícil chegar nisso. E eu só digo 3 anos porque a corrente da fonte é ótima pra bateria de 60Ah, se fosse um carregador de 2A eu falaria pouco mais de 2 anos.
    (E um carregador de 10A não daria vida útil maior, pra bateria durar a flutuação deve ser feita na tensão correta pra temperatura, e em corrente baixa, mas... esses carregadores simples não fazem isso, continua circulando 0,3 a 0,4A na bateria mesmo depois que ela atingiu uns 13,5V, ela fica a vida toda mais quente que devia. E na verdade nesse uso, com os equiptos sempre ligados, não vai chegar na tensão de flutuação da bateria tão rápido, já que o equipto estará sempre consumindo o que era pra estar subindo a tensão da bateria)


    SE fosse uma carga separada do consumo, com equalização, com flutuação em baixa corrente, daria pra falar em 4 anos, mas com consumo paralelo à bateria não tem como, prepara o bolso pra 2,5 anos, acima disso o problema surgirá a qualquer hora.

    Carga cíclica (Carregar a bateria pra dar uma partida, ou pra perturbar a vizinhança ouvindo som alto feito um idiota) qualquer porcaria de carregador faz, aquele esquema caseiro com lâmpada em série funciona perfeito, mas... pra DURAR o esquema é outro, não é questão de tensão ou corrente apenas, tem que saber QUANDO aplicar cada coisa, os carregadores de primeira linha fazem isso, medem capacidade REAL da bateria pra definir regime de carga, fazem equalização, medem temperatura e pressão, enfim, tem duzias de funções que os produtinhos mequetrefe pra som automotivo nem sabem o que é, carregador tipo:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...-90-a-265v-_JM

    Então se for ver o preço de um bom carregador, e das baterias Moura Clean Slim, melhor não pensar em "esquecer" isso, pra "esquecer" precisa gasta muito, e não usar produtos pra mercados que aceitam qualquer lixo como o mercado de som automotivo.



    Mas... se terá controlador solar, painel e carregador AC, porque não investir num controlador solar bom?

    Tem controlador nem tão caro, com funções sofisticadas tipo tensão de equalização:
    http://minhacasasolar.lojavirtualfc....os---cml15-2-2

    Põe os paineis paralelo a uma fonte de uns 30V 4A (Não pode ser fonte 27V, já que ele faz a equalização com 29,6V), mas desliga a fonte com timer mecanico de dia (Das 8 as 17h, digamos).

    Basicamente liga os 2 paineis na entrada do controlador solar (Pro consumo dos equiptos, 2 paineis 12V 50w dão e sobram), e paralelo a eles, liga uma fonte dessa, com um diodo no caminho:
    http://www.hartronic.com.br/catalogo...mart&Itemid=56
    Fonte modelo LRS-100-36, 36V 2,8A
    Coloca em série um diodo qualquer de 5A, digamos um desse:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...ta-entrega-_JM

    (Mas deixar essa fonte ligada 24x7 não faz sentido, já que vai comprar painel solar, use o timer mecânico pra desligar a fonte de dia, assim todo o consumo sairá dos painéis)

    Se desligar a fonte as 8h, mas o sol só ficar forte as 9h, não é muito problema, uma pequena corrente os paineis conseguem mesmo sem sol no angulo certo, vai descarregando lentamente as baterias mas se elas aguentam 35 horas, então 1 ou 2 horas não é nem 10% de descarga, aí sim tem potencial pra boas baterias (Não as Freedom baratas) durarem 6 anos.

    (Eu não colocaria num controlador solar que faz equalização até 29,6V uma fonte 24V com trimpot ajustado pra uns 27V, isso vai só ferrar com a vida da bateria, o controlador é feito pra alimentação com tensão acima de 30V)

  10. #10

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    vale a pena sim pois com todos os pagões que temos, e a demora no retorno da eletricidade, um painel sai mais ou menos mil reais fora outros componentes, como inversor, controlador de carga, mais bateria, é isso ai.



  11. #11

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    Hm, eu só vejo um problema nessa configuração, dois aparelhos tentando carregar a mesma bateria...

  12. #12

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    O consumo do controlador de carga saírá de quem tem mais tensão. É relativamente simples.

    O problema é com painel solar.

    Ligar algo quando acaba a eletricidade é fácil, fonte 12V 0,5A de R$ 10, rele automotivo de 5 pinos de R$ 15 e tá feito. Mas o problema não é nisso.

    O problema é que não tem como saber quando o painel solar terá energia que chega.

    Com lua cheia, um painel de 50W capta o suficiente pra fechar um rele 12V. Mas... ele vai fechar o rele, aí a tensão cairá, e o rele abrirá. E vai repetir isso a noite toda, abrindo e fechando o rele a cada segundo.

    Ainda que seja noite sem lua, quando amanhecer e anoitecer vai acontecer o mesmo, sem carga o painel chega fácil a 20V, mas é consumir míseros 0,1W que a tensão já cai pra inúteis 11V.
    Fica batendo rele até que a captação do painel seja grande.
    E rele batendo chamusca os contatos em poucos dias, vai pro lixo.


    Então o negócio é deixar o painel ligado direto no controlador (E todo painel tem diodo na saída, nunca vi um sem, risco zero de painel consumir energia da fonte), isolar a fonte com diodo, mas só ligar a fonte em horários que COM CERTEZA o painel não captará nada.

    Por sorte nosso dia tem duração fixa (Ou quase, não tem risco de hoje anoitecer as 19h e amanhã as 15h), um timer mecânico giratório de R$ 20 resolve perfeito, põe pra ligar ele as 18h e desligar as 6h, algo assim. Nesse horário duvido muito que o painel capte algo útil.

    Dá realmente pra melhorar isso, ligando a fonte em dias nublados e etc, mas se tem gente que se embanana pra ligar um diodo na saída de fonte, imagina o resto.



  13. #13

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    valeu vou meter o timer mesmo

  14. #14

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    O problema é o seguinte, tensão é RELATIVA. Usamos baterias como referencia de tensão (existem baterias padrão que servem para definir o valor internacional da unidade de medida "Volt" que existem apenas para isso). Mas o conceito de "tensão" é inerentemente relativo. Você diz que o gerador que tiver maior tensão será o fornecedor. Mas o que acontece com o outro ? Se o painel tiver maior tensão, isso não significa que a fonte vai ficar parada, ela vai passar a funcionar como um RECEPTOR. O que acontece quando uma fonte chaveada passa a drenar potência em sua saída ao invés de fornecer potência ? Eu mesmo não sei.

    Outra coisa, como o carregador vai saber o estado da bateria, se tem outra fonte de tensão além dela alterando o potencial dos pontos +/- da bateria ? Ela vai estar em flutuação, mas eu não sei as consequencias disso. No geral eu colocaria uns diodos, so pra GARANTIR o sentido da corrente. Se o painel do cara tem potencia suficiente para alimenta os radios, eu abandonaria a rede elétrica. O que seria útil seria um controlador de carga com entrada de rede elétrica, assim ele carregaria a bateria com o painel ou com a rede, conforme o disponível.

    Pensei em montar um circuitinho que carregasse a bateria pelo painel toda vez que o painel tivesse uma tensão maior que X, para economizar dinheiro. Não é dificil com um comparador de tensão, mas fiquei sem saco.



  15. #15

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    Colocando 2 carregadores na mesma bateria realmente vai ter todos os problemas que citou.

    O que sempre recomendo é aproveitar um controlador solar, fazer isso:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         solar+ac 2.jpg
Visualizações:	191
Tamanho: 	158,5 KB
ID:      	62655

    O diodo saindo da fonte 15V impede da tensão do painel ir pra fonte.
    E os paineis tem diodos internos, geralmente de corrente muito mais alta que a corrente do painel, nunca vi nenhum queimar diodo.

    NESSE uso a tensão do painel vai variar conforme sol e conforme o consumo (O controlador permite que a bateria consuma tudo, geralmente estabiliza na casa dos 20% da corrente nominal da bateria, digamos uns 20A se a bateria diz que tem 100Ah de capacidade), mas não acho que vale a pena ficar balanceando o consumo nesse caso, tem sol no angulo ideal apenas 6 ou 7 horas por dia.

    Se colocar o painel reto na horizontal, o sol das 9h vai estar num angulo tão ruim que a captação será de uns 40% do máximo, é só inclinar alguns graus e a captação sobe pra 70 ou 80%, e se colocar o sol a 90° do painel vai pra 100%. Como ninguém colocar um sun-seeker desse:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         sun_tracking_camper_roof_solar_panels_tilting_electro_hydraulic_rams.jpg
Visualizações:	213
Tamanho: 	55,3 KB
ID:      	62656
    O jeito é não contar com sol constante, portanto não contar com corrente constante no carregador. Tem que jogar pra bateria TUDO o que vier pelo painel, desligar a fonte AC pra que tudo o que sair do painel vá pra bateria!

    E eu na verdade faço isso, pra evitar até a queda de tensão nos mosfets do controlador de carga, reduzir qualquer 1% de perda:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         solar+ac.jpg
Visualizações:	567
Tamanho: 	164,7 KB
ID:      	62657

    (Na verdade faço isso porque quando as baterias baixam a menos de 10,5V, o controlador desliga ela, e só religa quando a carga volta elas pra algo na casa dos 12V, ou seja, se as baterias acabam as 6h da manhã, o controlador talvez só religue o equipamentos as 9h da manhã. Nesse esquema com os 2 diodos o controlador mantém a saída desligada mas a alimentação não vem por ele)



    Sobre a questão de ler tensão do painel, é que citei, a tensão depende da corrente. De noite você mede 20V num painel, mas... se ligar nele um led vermelho de 3V nem vai queimar o led, mal vai acender, porque o consumo é tão grande que a tensão cai pra quase nada.
    Com o circuito em aberto o painel quase sempre terá tensão, e coloca uma carga de uns 20 ou 30 ohms não ajuda, porque chega uma hora que a captação vence isso e sobe a tensão até 20V, mas... se colocar uma carga resistiva maior (Uma bateria) a tensão cai ainda mais.

    Os controladores comuns são PWM, se tem 20V na entrada eles liberam pulsos estreitos pra carregar a bateria, é por mosfet, então o único sentido da energia é painel>bateria, mesmo que o controlador esteja sendo enganado pelo comparador de tensão no máximo ele acende o led de carga mas não verdade não carrega.

    Já os bons controladores hoje são do tipo MPPT, ele tem um conversor DC-DC que tanto pode aumentar como diminuir a tensão de saída com relação a de entrada.
    Ele é feito pra manter as baterias em, digamos, 13,5V, se a tensão no painel for 12V ele vai operar como boost e elevar a tensão. Mas se a tensão no painel subir pra 14,5V ele vai operar como buck e reduzir ela.
    O circuito integrado lê a tensão da bateria pra definir o que o circuito buck/boost deve fazer, é algo bem inteligente, a intenção é aproveitar ao máximo o que o painel capta.
    No brasil o sol fica em angulo ruim algumas HORAS, nas regiões temperadas do mundo são MESES de angulo ruim, pra aproveitar o sol no meio do Canada teria que girar o painel num eixo X e Y, digamos:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         solar_tracking_mounts_witherspoon4.jpg
Visualizações:	357
Tamanho: 	69,8 KB
ID:      	62658

    O circuito que controla isso é simples, pra cada eixo vão 2 tubinhos com 2 LDR, num amp op como comparador, controlando um motor (Tem modelo com motorzinho de 10W com redução 5000:1, o consumo é mínimo). Mas o produto comercial a venda é bem caro, por mais simples que seja.

    No brasil só o que precisamos é ir 3 ou 4x no ANO mudar o angulo uns 4 ou 5º e isso já melhora a captação em 10%. É simples mas NEM ISSO a maioria dos usuários faz, imagina ter que gastar com sistema de R$ 2 mil!

    As vezes gasto 6 ou 7 emails pra explicar pra alguém como colocar esse mísero diodo, imagina um circuito mais complexo!

    E colocar 2 carregadores em paralelo é tipo 2 fontes chaveadas em paralelo, os comparadores de tensão vão se afetar, dependendo do circuito isso até funciona, mas é a situação onde "problema" é a regra, e "funcionar" é a excessão (Coisa tipo ligar 2 fontes ATX em paralelo, muita gente faz, esperando que tenha alimentação melhor, e até funciona enquanto os capacitores de saída tem ESR baixa, e o filtro LC está ok. Recomendar eu não recomendaria isso nunca, mas tá cheio de gente usando. Nesse caso não dá pra isolar com diodo os carregadores porque o carregador precisa ler a tensão da bateria. Se o carregador apenas mandar fixo uns 13,5V pra flutuação, logo a bateria desequaliza (Umas celulas retém mais carga que outras, umas ficam com 2,4V e outras ficam com 2,2V, as com 2,4V vão aquecer e evaporar o gel ou líquido mais cedo), pra bateria DURAR precisa reduzir corrente e fazer uma carga de equalização, isso os controladores solares fazem (Os bons), e eles sabem QUANDO fazer isso só com base na tensão da bateria, se tiver um carregador paralelo, a tensão do carregador vai atrapalhar a aferição de tensão da bateria e o controlador solar não vai fazer o que devia.

    (Tem controlador solar de R$ 150 com microcontrolador do poder de um PIC 16 bits, sabe ler temperatura, tensão da bateria, sabe ANALIZAR se a tensão da bateria subiu lentamente ou rapidamente (Se subiu rápido então tem célula ruim), se já deu 4 ou 5 horas de carga e agora a tensão já está em, digamos 13,8V e a resistência da bateria já subiu (A corrente tende a diminuir, ele mede a corrente circulante), e portanto é hora pra aplicar por meia hora a sobretensão pra equalização, enfim, controlador solar fazendo atividades inteligentes que os carregadores de bateria NEM SONHAM! E tudo o que esses controladores precisam é ter uma fonte de 15 a 20V DC na entrada, seja de painel solar, fonte chaveada, fonte com trafo, dínamo em roda-d'agua, gerador eólico. Mas ele vai consumir o que entrar, se ligar uma fonte chaveada de tensão estável, o painel solar será subutilizado, por isso digo que tem que colocar um timer pra desligar a fonte chaveada de dia, pois enquanto a fonte estiver ligada o painel não terá consumo muito alto)

  16. #16

    Padrão Re: Ligacao Fonte Nobreak com Painel Solar

    Colocando 2 carregadores na mesma bateria realmente vai ter todos os problemas que citou.

    O que sempre recomendo é aproveitar um controlador solar, fazer isso:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         solar+ac 2.jpg
Visualizações:	191
Tamanho: 	158,5 KB
ID:      	62655

    O diodo saindo da fonte 15V impede da tensão do painel ir pra fonte.
    E os paineis tem diodos internos, geralmente de corrente muito mais alta que a corrente do painel, nunca vi nenhum queimar diodo.

    NESSE uso a tensão do painel vai variar conforme sol e conforme o consumo (O controlador permite que a bateria consuma tudo, geralmente estabiliza na casa dos 20% da corrente nominal da bateria, digamos uns 20A se a bateria diz que tem 100Ah de capacidade), mas não acho que vale a pena ficar balanceando o consumo nesse caso, tem sol no angulo ideal apenas 6 ou 7 horas por dia.

    Se colocar o painel reto na horizontal, o sol das 9h vai estar num angulo tão ruim que a captação será de uns 40% do máximo, é só inclinar alguns graus e a captação sobe pra 70 ou 80%, e se colocar o sol a 90° do painel vai pra 100%. Como ninguém colocar um sun-seeker desse:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         sun_tracking_camper_roof_solar_panels_tilting_electro_hydraulic_rams.jpg
Visualizações:	213
Tamanho: 	55,3 KB
ID:      	62656
    O jeito é não contar com sol constante, portanto não contar com corrente constante no carregador. Tem que jogar pra bateria TUDO o que vier pelo painel, desligar a fonte AC pra que tudo o que sair do painel vá pra bateria!

    E eu na verdade faço isso, pra evitar até a queda de tensão nos mosfets do controlador de carga, reduzir qualquer 1% de perda:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         solar+ac.jpg
Visualizações:	567
Tamanho: 	164,7 KB
ID:      	62657

    (Na verdade faço isso porque quando as baterias baixam a menos de 10,5V, o controlador desliga ela, e só religa quando a carga volta elas pra algo na casa dos 12V, ou seja, se as baterias acabam as 6h da manhã, o controlador talvez só religue o equipamentos as 9h da manhã. Nesse esquema com os 2 diodos o controlador mantém a saída desligada mas a alimentação não vem por ele)



    Sobre a questão de ler tensão do painel, é que citei, a tensão depende da corrente. De noite você mede 20V num painel, mas... se ligar nele um led vermelho de 3V nem vai queimar o led, mal vai acender, porque o consumo é tão grande que a tensão cai pra quase nada.
    Com o circuito em aberto o painel quase sempre terá tensão, e coloca uma carga de uns 20 ou 30 ohms não ajuda, porque chega uma hora que a captação vence isso e sobe a tensão até 20V, mas... se colocar uma carga resistiva maior (Uma bateria) a tensão cai ainda mais.

    Os controladores comuns são PWM, se tem 20V na entrada eles liberam pulsos estreitos pra carregar a bateria, é por mosfet, então o único sentido da energia é painel>bateria, mesmo que o controlador esteja sendo enganado pelo comparador de tensão no máximo ele acende o led de carga mas não verdade não carrega.

    Já os bons controladores hoje são do tipo MPPT, ele tem um conversor DC-DC que tanto pode aumentar como diminuir a tensão de saída com relação a de entrada.
    Ele é feito pra manter as baterias em, digamos, 13,5V, se a tensão no painel for 12V ele vai operar como boost e elevar a tensão. Mas se a tensão no painel subir pra 14,5V ele vai operar como buck e reduzir ela.
    O circuito integrado lê a tensão da bateria pra definir o que o circuito buck/boost deve fazer, é algo bem inteligente, a intenção é aproveitar ao máximo o que o painel capta.
    No brasil o sol fica em angulo ruim algumas HORAS, nas regiões temperadas do mundo são MESES de angulo ruim, pra aproveitar o sol no meio do Canada teria que girar o painel num eixo X e Y, digamos:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         solar_tracking_mounts_witherspoon4.jpg
Visualizações:	357
Tamanho: 	69,8 KB
ID:      	62658

    O circuito que controla isso é simples, pra cada eixo vão 2 tubinhos com 2 LDR, num amp op como comparador, controlando um motor (Tem modelo com motorzinho de 10W com redução 5000:1, o consumo é mínimo). Mas o produto comercial a venda é bem caro, por mais simples que seja.

    No brasil só o que precisamos é ir 3 ou 4x no ANO mudar o angulo uns 4 ou 5º e isso já melhora a captação em 10%. É simples mas NEM ISSO a maioria dos usuários faz, imagina ter que gastar com sistema de R$ 2 mil!

    As vezes gasto 6 ou 7 emails pra explicar pra alguém como colocar esse mísero diodo, imagina um circuito mais complexo!

    E colocar 2 carregadores em paralelo é tipo 2 fontes chaveadas em paralelo, os comparadores de tensão vão se afetar, dependendo do circuito isso até funciona, mas é a situação onde "problema" é a regra, e "funcionar" é a excessão (Coisa tipo ligar 2 fontes ATX em paralelo, muita gente faz, esperando que tenha alimentação melhor, e até funciona enquanto os capacitores de saída tem ESR baixa, e o filtro LC está ok. Recomendar eu não recomendaria isso nunca, mas tá cheio de gente usando. Nesse caso não dá pra isolar com diodo os carregadores porque o carregador precisa ler a tensão da bateria. Se o carregador apenas mandar fixo uns 13,5V pra flutuação, logo a bateria desequaliza (Umas celulas retém mais carga que outras, umas ficam com 2,4V e outras ficam com 2,2V, as com 2,4V vão aquecer e evaporar o gel ou líquido mais cedo), pra bateria DURAR precisa reduzir corrente e fazer uma carga de equalização, isso os controladores solares fazem (Os bons), e eles sabem QUANDO fazer isso só com base na tensão da bateria, se tiver um carregador paralelo, a tensão do carregador vai atrapalhar a aferição de tensão da bateria e o controlador solar não vai fazer o que devia.

    (Tem controlador solar de R$ 150 com microcontrolador do poder de um PIC 16 bits, sabe ler temperatura, tensão da bateria, sabe ANALIZAR se a tensão da bateria subiu lentamente ou rapidamente (Se subiu rápido então tem célula ruim), se já deu 4 ou 5 horas de carga e agora a tensão já está em, digamos 13,8V e a resistência da bateria já subiu (A corrente tende a diminuir, ele mede a corrente circulante), e portanto é hora pra aplicar por meia hora a sobretensão pra equalização, enfim, controlador solar fazendo atividades inteligentes que os carregadores de bateria NEM SONHAM! E tudo o que esses controladores precisam é ter uma fonte de 15 a 20V DC na entrada, seja de painel solar, fonte chaveada, fonte com trafo, dínamo em roda-d'agua, gerador eólico. Mas ele vai consumir o que entrar, se ligar uma fonte chaveada de tensão estável, o painel solar será subutilizado, por isso digo que tem que colocar um timer pra desligar a fonte chaveada de dia, pois enquanto a fonte estiver ligada o painel não terá consumo muito alto)



    Se for situação de consumo muito alto, dá pra deixar a fonte chaveada ligada digamos das 17h até as 9h, e desligar só quando COM CERTEZA terá sol no angulo certo do painel. Mas isso meio que subutiliza o painel, não permite aproveitar a captação meio baixa quando o sol está em ángulo ruim, acaba não economizando eletricidade.
    Em uso normal em provedor, essa 1 ou 2 horas entre desligar a fonte chaveada, e o sol chegar num angulo bom pro paine, significa "esvaziar" a bateria em apenas 4 ou 5%, não faz muita falta, ou melhor, não faz muita falta mas economiza muita eletricidade, aproveita bem melhor o painel solar.

    Eu uso esses timers baratos de R$ 20 - 30 até em ar-condicionado que tem corrente de partida de uns 4A, eles aguentam muito bem o tranco, atrasam depois de uns meses mas nada grave (A hora que o sol nasce e se põe muda também), se ajustar eles a cada 6 meses já tá muito bom.
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         42846_-_timer_analogico.jpg
Visualizações:	35
Tamanho: 	134,0 KB
ID:      	62659